MINISTRO DO MEIO AMBIENTE EXONERA 21 SUPERINTENDENTES DO IBAMA

//MINISTRO DO MEIO AMBIENTE EXONERA 21 SUPERINTENDENTES DO IBAMA

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, exonerou 21 superintendentes do Ibama nos estados, mantendo apenas os superintendentes nos estados do Pará, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul. De acordo com o jornal Correio Braziliense, as exonerações saíram na edição desta quinta-feira (28) no Diário Oficial da União. Os processos serão cuidados por substitutos enquanto se aguarda a nomeação dos novos ocupantes. Grande parte dos superintendentes exonerados trabalhava nas regiões Norte e Nordeste. Três deles no Centro-Oeste (Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal). “O Correio entrou em contato com o Ministério do Meio Ambiente e aguarda retorno da pasta sobre os motivos da exoneração dos funcionários”, informa o jornal.

 

Brasil avança no mercado de proteínas da Ásia

 



O Brasil começa a ganhar mais corpo nas exportações de proteínas para a Ásia. Conforme a coluna Vaivém das Commodities do jornal Folha de S. Paulo, a Coreia do Sul ampliou a lista de frigoríficos brasileiros que poderão exportar para o país. Além disso, o Paquistão abriu as portas para a carne brasileira de frango e fez as primeiras importações. A Índia, embora tenha taxas de importações que inviabilizam as exportações brasileiras, dá os primeiros sinais que quer carnes do Brasil. O país aposta muito nessa região, principalmente porque a China deverá assumir a liderança nas compras de carne de frango e suína do Brasil a partir do próximo ano, segundo Francisco Turra, presidente da ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal). Com a liberação de nove novos frigoríficos de aves e de suínos pela Coreia do Sul, o total de unidades brasileiras habilitadas sobe para 35 no país. A proteína brasileira é importante para os coreanos porque os tradicionais mercados fornecedores para eles estão com sérios problemas sanitários. Um deles é a China, onde a peste suína vem se agravando. “Com o principal rebanho do mundo, os chineses vão ter de abater pelo menos 10% de seus animais, devido à doença. Eles não só vão ter um volume menor para exportar como terão de elevar as importações para consumo interno”, destaca a coluna.

 

Projeto de aquicultura da Embrapa agora tem Comitê Assessor Externo



O portal da Embrapa destacou que foi instaurado em Brasília na última terça-feira (26), o Comitê Assessor Externo do projeto BRS Aqua, que vem trabalhando com quatro espécies importantes para a aquicultura brasileira, é coordenado pela Embrapa e conta com diversos parceiros, tanto públicos como privados. Esse comitê é formado por representantes de instituições com atuação direta no mercado, como a Associação Brasileira de Criadores de Camarão (ABCC) e a Associação Brasileira da Piscicultura (Peixe BR). Entre as atribuições do grupo, estão aconselhar o Comitê Gestor do projeto no sentido de facilitar a transferência de inovações tecnológicas para o setor produtivo e indicar possíveis parcerias com organizações públicas ou privadas que aumentem a sinergia entre as instituições executoras do BRS Aqua e o ambiente externo. “É um comitê de caráter consultivo que acompanhará o desenvolvimento dos trabalhos previstos pela equipe do BRS Aqua, sugerindo eventuais ajustes que contribuam para a melhoria do projeto”, afirma a notícia.

 

Implantes no corpo viram cartão de visita e termômetro de humanos e bois



A FDA (a Anvisa americana) aprovou implantes de chips de frequência de rádio (conhecidos como RFID) em 2004 para casos médicos e, dez anos depois, afirmou não ter nenhum registro de problemas. Implantes do tipo já são comuns em animais. É o que informa o jornal Folha de S. Paulo. O americano Tim Cannon, por exemplo, criou diversos dispositivos, incluindo um quase do tamanho de um maço de cigarros, que ficou por 90 dias em seu braço. O implante tirava a temperatura de Cannon a cada cinco segundos e enviava para um termostato ajustar a temperatura da casa. Mas Cannon conseguiu capitalizar o experimento. Ele criou a Livestock Labs para usar a tecnologia em gados. Um teste foi feito em quatro vacas em 2018 em Utah e, neste ano, outras centenas na Austrália ganharão rastreadores similares (e bem menores) ao original humano. É possível saber a frequência cardíaca e temperatura dos animais, assim como detectar dados diversos através de seus movimentos, como alimentação. O Brasil é o terceiro mercado em potencial, e Cannon afirma que andou conversando com executivos da JBS. Ainda assim, Cannon segue fiel às suas origens. “Meu objetivo principal continua sendo alterar a biologia humana e impactar o jeito como experimentamos o mundo”, disse. “Se no meio do caminho pudermos ajudar os animais, melhor ainda.”

 

NA IMPRENSA

Anvisa – Certidão de venda livre: novo modelo já está em vigor

 

Embrapa – Equipes analisam relação agropecuária e conservação de bacias hidrográficas

 

Embrapa – Projeto avalia sustentabilidade em fazendas pantaneiras

 

Embrapa – Projeto de aquicultura da Embrapa agora tem Comitê Assessor Externo

 

Fiocruz – Seminário em São Leopoldo (RS) discute doenças transmitidas por artrópodes

 

Mapa – Ministra empossa diretoria da Conab e informa que parte dos armazéns será leiloada

 

Mapa – Coreia do Sul habilita mais nove estabelecimentos brasileiros de exportação de carnes

 

Mapa – China simplifica processo para importar carnes brasileiras

 

Correio Braziliense – Experiência com ‘ratos cantores’ pode ajudar em estudos sobre o autismo

 

Correio Braziliense – Ministro do Meio Ambiente exonera 21 superintendentes do Ibama

 

Folha de S. Paulo – Implantes no corpo viram cartão de visita e termômetro de humanos e bois

 

Folha de S. Paulo – BRF tem resultado abaixo do esperado no 4º trimestre

 

Folha de S. Paulo – Medida cogitada pelo ministro Ricardo Salles reduz status e acaba com inovação do órgão ambiental

 

Folha de S. Paulo – Vaivém das Commodities – Brasil avança no mercado de proteínas da Ásia

 

Folha de S. Paulo – Bom pra Cachorro – Fantasia, calor, barulho; o que saber antes de levar seu cachorro ao bloquinho de Carnaval

 

G1 – Suspeito de matar animais domésticos em Noronha paga fiança e é liberado

 

O Estado de S. Paulo – Ambiente-se – Fezes de antas podem regenerar florestas degradadas na Amazônia, revela estudo

 

Valor Econômico – “Para ter uma operação sustentável, Marfrig tem que ser grande”

 

Valor Econômico – JBS Biodiesel contrata certificadora para participar do RenovaBio

 

Zero Hora – Tulio Milman – Prefeitura vende na internet cachorro de família alemã que devia impostos

 

Zero Hora – Especialistas consideram eutanásia em baleia-jubarte encalhada em Mostardas

 

Anda – Cães e gatos são vítimas de maus-tratos e abandono no campus da Uefs

 

Anda – Pesca está matando golfinhos na França

 

Anda – Incêndio atinge área de proteção ambiental e mata animais na Bahia

 

Anda – Agricultores são obrigados a retirar anúncios falsos de laticínos que dizem ‘não contém hormônios de crescimento’

 

Anda – Lewis Hamilton se manifesta contra a matança de baleias na Islândia

 

Anda – Deputado quer dar continuidade ao projeto que libera a caça no Brasil

 

Mais Soja – Quando desafios geram sustentabilidade

 

__________________________________________________________________________________________

 

 

 

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.