Vacinação contra a Covid vai começar com profissionais de saúde, maiores de 75 anos e indígenas

//Vacinação contra a Covid vai começar com profissionais de saúde, maiores de 75 anos e indígenas

O Ministério da Saúde informou que a vacinação contra a Covid-19 deve começar com os profissionais da área de saúde, idosos a partir de 75 anos ou maiores de 60 — mas que vivam em asilos ou instituições psiquiátricas— e com a população indígena. De acordo com a Folha de S.Paulo a delimitação do grupo prioritário consta em um plano preliminar, que foi divulgado nesta terça-feira (1) pela pasta, por meio de nota. O ministério prevê quatro fases da vacinação da população, que não vai abranger toda a população brasileira no próximo ano, como já havia sido adiantado. Ainda não foram estabelecidas datas para o início da vacinação. A segunda fase da vacinação será destinada às pessoas que tenham entre 60 e 74 anos. A etapa seguinte prevê a imunização de pessoas com comorbidades que apresentam maior risco de agravamento da doença, como os portadores de doenças renais crônicas e cardiovasculares, cita o ministério. A última etapa deve abranger professores, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e a população privada de liberdade. A nota do ministério reforça que se trata de “definições preliminares” da estratégia que vai pautar a vacinação da população contra o novo coronavírus.

Governo deve focar em vacinas contra covid-19 que possam ser armazenadas em até 8ºC

O Ministério da Saúde informou nesta terça-feira (1) que o governo deve concentrar sua atenção em vacinas contra a covid-19 que possam ser armazenadas sob temperaturas de até 8ºC. Segundo o Valor Econômico a informação sugere que vacinas como a da Pfizer, que pode ser aprovada nos Estados Unidos nos próximos dias, devem ficar de fora. A vacina americana precisa ser conservada em ambientes com temperaturas abaixo de 70ºC negativos. De acordo com o laboratório, a vacina tem eficácia de 95% contra o novo coronavírus. Em entrevista coletiva, o secretário de Vigilância em Saúde do ministério, Arnaldo Medeiros afirmou que a rede de frios instalada nas 38 mil salas de vacinação do país está apta para temperaturas entre 2ºC e 8ºC. “O que nós queremos de uma vacina? Qual o perfil de uma vacina desejada? Claro, que ela confira proteção contra a doença grave e moderada, que ela tenha elevada eficácia, que ela tenha segurança, que ela seja capaz de fazer uma indução da memória imunológica, que ela tenha possibilidade de uso em diversas faixas etárias, e em grupos populacionais”, disse o secretário.

Anvisa entra em grupo internacional que pode agilizar certificação de vacinas contra Covid 

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) informou nesta segunda-feira (30) que foi formalmente aceita como membro de uma iniciativa internacional para investigação farmacêutica, o PIC/S (da sigla em inglês para Esquema de Cooperação em Inspeção Farmacêutica). A adesão pode facilitar o processo de certificação de uma vacina contra a Covid-19, informou a Folha de S.Paulo. A Anvisa se junta a outros 53 países-membros, entre eles Estados Unidos, Canadá, Alemanha e França. A agência informou em nota que a adesão significa que passa a contar “com o reconhecimento internacional da excelência das inspeções em Boas Práticas de Fabricação de medicamentos e insumos farmacêuticos de uso humano”. Fazer parte da iniciativa, na prática, significa que os padrões e práticas da Anvisa passam a ser reconhecidos por outras agências internacionais. Essa condição facilita a troca de informações para agilizar a certificação de medicamentos e imunizantes, como a vacina contra o coronavírus. Isso porque há intercâmbio de documentos, que podem reduzir o tempo de análise e mesmo a quantidade de inspeções necessárias. “Com a aprovação da Anvisa no PIC/S, outras autoridades podem reconhecer a certificação da vacina quando concedida pela Anvisa , ou seja, facilitar o processo em outros países e também facilita acordos de confidencialidade, bilaterais e multilaterais”, informou a agência. Questionada se o caminho inverso também seria possível, a Anvisa informou que o Brasil pode sim e deve se beneficiar ao agilizar procedimentos e aprovar uma vacina certificada em outro país do mundo. Ressalta, no entanto, que são necessários acordos de confidencialidade.

Saúde libera R$ 432 milhões para implantação do Prontuário Eletrônico nos postos de saúde

O Governo Federal está investindo mais de R$ 432 milhões para informatização de mais de 15 mil equipes de saúde que atendem nos serviços da Atenção Primária à Saúde (APS). O incentivo financeiro tem como objetivo apoiar os municípios na implantação do Prontuário Eletrônico nos postos de saúde, facilitando o acompanhamento dos pacientes que buscam atendimento nesses serviços. A medida foi instituída pela portaria n° 3.193, publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (30). Os recursos devem ser utilizados pelos estados e municípios para a aquisição de equipamentos e tecnologia que viabilizem a informatização das unidades de saúde. A digitalização dos dados substitui as anotações em fichas de papel e, com isso, as informações clínicas dos pacientes ficam concentradas apenas em um lugar, podendo ser acessadas por outros profissionais de saúde. O secretário destaca ainda que os registros digitais dos pacientes serão essenciais para o acompanhamento da vacinação contra a Covid-19. Municípios e o Distrito Federal que possuam equipes de Saúde da Família (eSF) ou equipes de Atenção Primária (eAP) não informatizadas, custeadas pelo Ministério da Saúde e devidamente cadastrada no Sistema Nacional de Cadastro de Estabelecimentos de Saúde (SCNES), poderão aderir ao incentivo financeiro. Cada equipe está apta para receber R$ 27,1 mil, transferidos em parcela única após solicitação dos gestores e homologação dos pedidos. A adoção do Prontuário Eletrônico é uma das frentes do Informatiza APS, programa que integra o Conecte SUS – estratégia de saúde digital do Ministério da Saúde. A iniciativa apoia a informatização das unidades de saúde e a qualificação dos dados da Atenção Primária. O Prontuário Eletrônico funciona como um repositório de informações clínicas dos pacientes que procuram atendimento no SUS. Nele são registrados os exames, prescrições de medicamentos, doses de vacinas e os problemas de saúde dos cidadãos, independentemente do local onde foi feito o atendimento, seja em um posto de saúde ou nas emergências de hospitais. A digitalização dos dados também facilita o trabalho dos profissionais de saúde no acompanhamento dos pacientes, alem de garantir mais segurança, por não ter risco de perder dados por degradação física, química ou biológica do papel ao longo do tempo, além de permitir que se faça o backup dos registros.

SAÚDE NA IMPRENSA

Agência Câmara – Congresso se ilumina de vermelho pelo combate à Aids

Agência Câmara – Proposta aumenta a pena do crime de maus-tratos contra pessoa idosa

Anvisa – Anvisa inicia processo de inspeção na China

Anvisa – Anvisa é aprovada para Cooperação em Inspeção Farmacêutica – PIC/S

Anvisa – Acompanhe a 22ª Reunião da Diretoria Colegiada da Anvisa

ANS – Prevenção é a principal medida para o combate à Covid-19

ANS – 539ª Reunião da Diretoria Colegiada

Agência Saúde – Brasil registra 5.601.804 milhões de pessoas recuperadas

Agência Saúde – Indígenas da Paraíba recebem atendimento médico e consultas oftalmológica

Agência Saúde – Saúde prorroga leitos de UTI Pediátrica em municípios do Paraná

Agência Saúde – Estados e municípios já solicitaram mais de 12 mil prorrogações de leitos de UTI ao Ministério da Saúde

Agência Saúde – Saúde libera R$ 432 milhões para implantação do Prontuário Eletrônico nos postos de saúde

Opas – Novos casos de infecção por HIV aumentaram mais de 20% na América Latina na última década

Opas – Missão COVID-19: OPAS e estado do Rio Grande do Norte trocam experiências 

Opas – OMS pede ação revigorada para combater a malária 

Jota – Anvisa inicia processo de inspeção em fábricas de vacina na China

Agência Brasil – Ministério da Saúde apresenta dados e ações de combate à aids no país

Agência Brasil – Secretário escolhido por Paes define 10 medidas contra covid-19 no Rio

Agência Brasil – Inca recebe doação da Touca Inglesa, tecnologia usada em quimioterapia

Agência Brasil – Covid-19: estado de SP regride para Fase Amarela

Agência Brasil – Rio tem 93% das UTIs para covid-19 ocupadas no SUS

Agência Brasil – Combate à pandemia é prioridade de Eduardo Paes

Correio Braziliense – Poluição está relacionada a maior risco de mal de Alzheimer, aponta estudo

Correio Braziliense – Ao contrário do que disse Bolsonaro, máscaras protegem contra covid-19

Correio Braziliense – Rio tem 93% das UTIs para covid ocupadas no SUS

Folha de S.Paulo – Vacinação contra a Covid vai começar com profissionais de saúde, maiores de 75 anos e indígenas

Folha de S.Paulo – Plano de saúde, gasolina e energia vão ficar mais caros em 2021

Folha de S.Paulo – Scott Atlas renuncia ao posto de conselheiro de Trump sobre coronavírus

Folha de S.Paulo – Em dez anos, diagnóstico de HIV entre as gestantes do país cresce 38%

Folha de S.Paulo – Documentos mostram que China escondeu casos de Covid no início da crise sanitária, diz CNN

Folha de S.Paulo – Anvisa entra em grupo internacional que pode agilizar certificação de vacinas contra Covid

Folha de S.Paulo – Tratamento precoce com hidroxicloroquina não evitou mortes em Porto Feliz

O Estado de S.Paulo – Dizimada na primeira onda, cidade espanhola resiste a nova investida do coronavírus

O Estado de S.Paulo – O mercado de estética em destaque

O Estado de S.Paulo – China escondeu casos de covid-19 no começo da pandemia

O Estado de S.Paulo – Hospitais privados de São Paulo têm 84% de taxa média de ocupação em UTIs para covid-19

O Estado de S.Paulo – OMS: situação da covid-19 no Brasil é ‘muito preocupante’

O Estado de S.Paulo – A pandemia e os pacientes reumáticos

O Estado de S.Paulo – Estudo aponta que homens sofreram mais com saúde mental do que física durante pandemia

O Estado de S.Paulo – Remédio da Biogen contra Alzheimer pode chegar ao Brasil em meados de 2022

O Globo – Dia Mundial de Combate à Aids: Ministério da Saúde divulga pesquisa sobre a doença

O Globo – Saúde registra 7% menos notificações de HIV em 2019 do que em ano anterior

O Globo – Secretaria de Saúde admite queda na testagem da Covid em São Paulo

G1 – Casos e mortes por coronavírus no Brasil em 1° de dezembro, segundo consórcio de veículos de imprensa (atualização das 13h)

G1 – Europa começa a vacinar contra Covid-19

G1 – Depois de chegar a 1,30, taxa de transmissão da Covid-19 no Brasil cai para 1,02, aponta Imperial College

G1 – Plano de imunização só ficará pronto quando tivermos vacina registrada na Anvisa, diz secretário do Ministério da Saúde

G1 – Covid-19 vai aumentar em 40% número de pessoas que precisam de ajuda humanitária em 2021, aponta ONU

G1 – Pfizer e Moderna pedem autorização para uso de vacinas contra Covid-19 na Europa

G1 – ‘Era como se meu sangue e sêmen fossem venenosos’: o homem que descobriu ‘sem querer’ que tinha HIV

G1 – Casos de HIV e Aids caem na cidade de São Paulo pelo terceiro ano seguido, diz secretaria

G1 – Médico fala sobre foto em que conforta idoso com Covid no Texas

G1 – Moderna pede autorização para uso emergencial da vacina contra Covid-19 nos EUA

G1 – USP começa a fazer teste de Covid-19 por saliva a partir de terça para moradores de SP

G1 – Estudo francês com 10 mil pessoas avaliará efeitos da Covid-19 na saúde mental

G1 – Rússia libera primeiro lote da vacina Sputnik V para vacinação em hospital

Valor Econômico – Aras defende no STF lei que destina royalties do petróleo à saúde e à educação

Valor Econômico – Governo deve focar em vacinas contra covid-19 que possam ser armazenadas em até 8ºC

Valor Econômico – Covid-19 começou a circular nos EUA em meados de dezembro, diz estudo

Valor Econômico – Alliar faz parceria com Afya em cursos de especialização médica

Valor Econômico – Sistema de inteligência artificial prevê a estrutura das proteínas

Valor Econômico – Hospitais privados esperam que recuo sirva de alerta

Valor Econômico – Equipe econômica vê sucessão na Câmara travando reformas

Valor Econômico – Ações iniciadas na pandemia buscam maior amplitude

Valor Econômico – Brasil precisa levar a sério aumento de casos de covid-19, diz OMS

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »