USO DE DRONES NA TECNOLOGIA DE APLICAÇÃO DE PRODUTOS FITOSSANITÁRIOS: UMA REALIDADE

//USO DE DRONES NA TECNOLOGIA DE APLICAÇÃO DE PRODUTOS FITOSSANITÁRIOS: UMA REALIDADE

Artigo de Taiana Milani e Ranata Candaten, acadêmicas do Curso de Agronomia da Universidade Federal de Santa Maria, integrantes do LapSul, apresentado ao portal Mais Soja destacou que diante dos avanços e aprimoramento das técnicas de aplicação, a utilização de drones vem crescendo e representa a mais recente evolução da agricultura. Com essa tecnologia é possível termos informações em tempo real, as quais permitem que a tomada de decisão seja mais rápida. A busca pela utilização de drones na agricultura se dá pela versatilidade pois apresenta diversas ferramentas que permitem sua utilização para diversos fins. O uso de drones para aplicação de produtos biológicos, já apresenta bom efeito em grandes extensões de lavouras permitindo primeiramente o monitoramento detalhado. A agricultura digital com drones trabalha com um sistema de gerenciamento de informações. Com o planejamento que deve ser feito antes que o plantio seja iniciado é inevitável não pensar nas possibilidades de redução de custos com defensivos agrícolas. “Através de drones é permitido atuar de forma mais precisa, atingindo áreas que não podem ser alcançadas pela aviação agrícola ou até mesmo atingir somente os locais da lavoura que estão sendo prejudicados por algum tipo de praga ou doença”, ressalta o trabalho das estudantes.

 

Indústria e agronegócio têm agenda antiprotecionismo para levar à OMC



O setor privado pediu ao governo para apresentar cinco propostas visando derrubar barreiras às exportações brasileiras, na revisão do Acordo sobre Medidas Sanitárias e Fitossanitárias na Organização Mundial do Comércio (OMC). Essa negociação deve durar todo o ano de 2019. De acordo com o Valor Econômico, uma das propostas do setor privado visa estimular os países a aceitar o reconhecimento mútuo de medidas sanitárias e fitossanitárias. Para evitar as barreiras disfarçadas, outra proposta é para o país importador levar em conta os pareceres técnico-científicos da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), da Convenção Internacional de Proteção de Plantas (IPPC) e do Codex Alimentarius. Elas ajudam a atestar se uma área está livre ou não de pragas e doenças. Outra proposta é para os 164 membros da OMC estabelecerem a regionalização, ou seja, cronograma para o reconhecimento de áreas livres de pragas e de doenças. “O Brasil deve levar adiante também uma proposta para que os prazos para controle, inspeção e aprovação de produtos importados sejam os mesmos que os dos bens nacionais”, destaca a matéria.

 

No Paraná, a ministra adianta que lançará novo programa de habitação rural



A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina, anunciou nesta sexta-feira (8) em Cascavel (PR) que irá lançar em breve um novo programa de habitação rural. É o que informa o portal do Mapa. “Nós vamos sentar com a Caixa Econômica, com o Ministério do Desenvolvimento Regional, para discutir esse assunto. Inclusive, esse financiamento é mais simples porque o próprio produtor pode construir sua moradia. O projeto já existe, dentro da Secretaria de Agricultura Familiar, mas está sendo melhorado para atingir uma gama maior de pessoas”, afirmou. Tereza Cristina adiantou durante o evento sobre as negociações que tem feito em torno do seguro rural e de crédito agrícola, “uma coisa que aflige muito os produtores. E hoje me confirmaram R$ 1 bilhão já de proposta para compra de equipamentos negociados durante a feira. Isso mostra a confiança no governo e nas políticas públicas que serão implantadas”, afirmou.

 

Mudança climática é maior ameaça global, aponta pesquisa



As mudanças climáticas continuam sendo a maior ameaça global e o principal risco apontado por 13 dos 26 países consultados pelo centro de estudos Pew Research Center em pesquisa divulgada neste domingo (10), mas os ataques cibernéticos vêm ganhando espaço entre as preocupações mundiais. Conforme o jornal Folha de S. Paulo, os dados são de levantamento sobre as principais ameaças globais realizado pelo centro. O centro de estudos identificou alterações ao longo do tempo nas oito maiores ameaças refletidas na pesquisa de 2018. Cinco anos antes, quando o Acordo de Paris não havia sido assinado, uma mediana de 56% de 23 países afirmava que as mudanças climáticas eram o maior risco a sua nação. O percentual subiu para 63% em 2017 e alcançou 67% no ano passado. O problema é a grande preocupação nos três países latino-americanos entrevistados — Brasil, Argentina e México. No recorte por educação, quem tem ensino médio completo ou superior costuma enxergar as mudanças climáticas como maior ameaça. Em termos ideológicos, 85% dos brasileiros que se dizem centristas acham as mudanças climáticas o maior risco. “No resto do mundo, a preocupação com mudanças climáticas é compartilhada com outros temas, como terrorismo do Estado Islâmico e ciberataques”, informa o jornal.

 

NA IMPRENSA
Agrolink – RS: Arroz irrigado terá custos de produção atualizados 

 

Alesp – Presidente Prudente terá voos regionais

 

Brasil de Fato – Agronegócio quer revogar lei que proíbe a pulverização aérea de agrotóxicos no Ceará

 

Câmara dos Deputados – Projeto aprova acordo de céus abertos entre Brasil e Guatemala

 

Câmara dos Deputados – Carta de Brumadinho aponta necessidade de mudanças na legislação

 

Câmara dos Deputados – Projeto aprova acordo de céus abertos entre Brasil e República Dominicana

 

Correio Braziliense – Lobistas concentram ação nas áreas de infraestrutura, agricultura e energia

 

Embrapa – Dinapec 2019: Senar/MS promove ações de difusão de tecnologias para o agro

 

Embrapa – Mandioca e ILP presentes na Dinapec 2019

 

Embrapa – Colheita do Arroz oferece programação para diversos profissionais

 

Embrapa – Prosa Rural: Técnica para extração do óleo de pequi para pequenos produtores

 

Embrapa – Prosa Rural: Importância do cultivo de Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANCs)

 

Embrapa – Inédito no Brasil, Avança Café incentiva inovação por meio de startups

 

Embrapa – Ministra da Agricultura lança duas tecnologias da Embrapa

 

Folha de S. Paulo – General indica isolamento do MST, mas promete acelerar a reforma agrária

 

Folha de S. Paulo – Ministério Público Federal investiga anulação de multa ambiental de Bolsonaro

 

Folha de S. Paulo – Avião que ‘encolheu o mundo’, Boeing 747 completa 50 anos do primeiro voo

 

Folha de S. Paulo – TO corta ICMS de combustível para aviação e RJ estuda medida

 

Folha de S. Paulo – CVM acusa diretor da Embraer de omissão

 

Folha de S. Paulo – Mudança climática é maior ameaça global, aponta pesquisa

 

Folha de S. Paulo – Mara Gama – Composto no solo é chave contra mudanças do clima na Califórnia

 

Folha de S. Paulo – Organizações levam jornalistas de meio ambiente para curso na Finlândia

 

Folha de S. Paulo – Mônica Bergamo – Ministro do Meio Ambiente negocia reforma do Jardim Botânico com empresas portuguesas

 

G1 – Safra de uva da Serra Gaúcha será menor em 2019

 

G1 – Agricultores colhem soja em MS, mas produtividade deve cair

 

G1 – Trigo de qualidade é produzido no calor de Goiás e até na Bahia

 

G1 – Algodão brasileiro ganha mercado graças a aposta em tecnologia

 

G1 – Mineração em topo de montanha gera conflito com agricultura em MG

 

Ibama – Boletim de Qualificação dos Alertas de Desmatamento na Amazônia – Fev/2019

 

Ibama – Ibama realiza Consulta Pública sobre Guia de Avaliação de Impacto Ambiental para Sistemas de Transmissão de Energia

 

Mais Soja – Agricultura catarinense pode perder competitividade

 

Mais Soja – Agronegócio registra mais um recorde de vendas externas em 2018

 

Mais Soja – Avanço da colheita não impede sustentação de preços de milho

 

Mais Soja – Uso de drones na tecnologia de aplicação de produtos fitossanitários: uma realidade

 

Mapa – Mapa solicita ao BB suspensão de contratos de produtores atingidos em Brumadinho

 

Mapa – No Paraná, a ministra adianta que lançará novo programa de habitação rural

 

Mapa – Ministra tem agenda de viagens internacionais para melhorar exportações

 

Mapa – Governo publica lista de produtos com bônus em fevereiro

 

O Estado de S. Paulo – Agronegócio critica suspensão dos processos que envolvem descumprimento da tabela do frete

 

O Estado de S. Paulo – Inhotim estuda formas de ajudar na recuperação da vegetação destruída pela lama

 

O Estado de S. Paulo – Fausto Macedo – Responsabilidade ambiental: estamos fazendo o suficiente?

 

O Estado de S. Paulo – ‘Desmame de subsídios não pode ser radical’, diz ministra da Agricultura

 

O Globo – Petrobras ainda acumula perda de R$ 9 bi com venda de combustível

 

Valor Econômico – Falta de chuvas em MS e PR acende alerta para safrinha de milho

 

Valor Econômico – Produtores acusam Bayer de descumprir decisão judicial sobre royalties

 

Valor Econômico – Indústria e agronegócio têm agenda antiprotecionismo para levar à OMC

 

Zero Hora – Uva sem sementes é desenvolvida especialmente para a Região Sul

 

Zero Hora – Produtores e indústrias divergem sobre possíveis mudanças no Plano Safra 2019/2020

 

Zero Hora – Show Rural Coopavel movimenta recorde de R$ 2,2 bilhões em negócios

 

__________________________________________________________________________________________

 

 

 

 

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.