TESTE GENÉTICO PARA DOENÇAS RARAS EM RECÉM-NASCIDOS AVANÇA NO BRASIL

//TESTE GENÉTICO PARA DOENÇAS RARAS EM RECÉM-NASCIDOS AVANÇA NO BRASIL

A adesão a testes genéticos em recém-nascidos sem sintomas cresce no Brasil. De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, exames desse tipo podem ser feitos nos primeiros dias de vida do bebê, com o tradicional teste do pezinho, e avaliam, em alguns casos, o risco de ele ter problemas de saúde nos próximos anos. Em outros, detectam condições de saúde já existentes, mas invisíveis a pais e médicos. A indicação desses exames não é um consenso. “O teste do pezinho tradicional é ótimo e já salvou muita gente, mas tem limitações importantes. Hoje, no Brasil, só se faz teste para seis doenças, e um exame ampliado, que é particular, chega a 38”, diz David Schlesinger, diretor do Mendelics. O teste da Mendelics analisa 287 genes ligados a 150 doenças graves e raras. Todas, segundo Schlesinger, podem se manifestar ainda na infância. O exame pode indicar alto risco para determinado problema de saúde. A partir disso, os casais devem procurar especialistas para monitorar o quadro e propor medidas para prevenir ou contornar sintomas, caso eles apareçam. Diferentemente do teste do pezinho, a amostra de DNA é coletada da bochecha do bebê. Patologista clínica do Mater Dei, Flávia Cerqueira diz que foram feitos cerca de 400 exames. “Já tivemos resultados que podemos dizer que salvaram vidas.” Presidente da Sociedade Brasileira de Genética Médica, a geneticista Temis Maria Felix diz que o exame não substitui o teste do pezinho tradicional. “Para Armando Fonseca, ex-presidente da Sociedade Brasileira de Triagem Neonatal e Erros Inatos do Metabolismo, esses exames, nem sempre conclusivos, podem ser fonte de preocupações sem necessidade”, afirma a notícia.

 

Droga vence antes de chegar a doente com hepatite C



Pelo menos 220 tratamentos de um medicamento caro e essencial para pacientes com hepatite C, o sofosbuvir, perderam a validade antes de serem entregues. O prejuízo potencial é de mais de R$ 1,8 milhão para os cofres públicos. É o que informa o jornal O Estado de S. Paulo. O Ministério da Saúde não informou se tentará negociar com fabricante a substituição do produto. A possibilidade, porém, é remota, uma vez que o medicamento ficou meses guardado no armazém do governo federal. A compra havia sido feita em 2017. Em janeiro, os remédios foram distribuídos pelo Ministério da Saúde para vários Estados, pouco mais de um mês antes de o prazo de validade expirar – o que ocorreu em 28 de fevereiro. Somente o governo de São Paulo recebeu 2,2 mil. Diante do prazo apertado para a entrega nas cidades com pacientes cadastrados, o governo paulista chegou a cogitar a recusa do recebimento nos lotes. Mas, por causa da necessidade das pessoas que aguardavam na fila, montou uma distribuição de urgência. Mesmo assim, cerca de 10% da remessa não foi usada, diante do pouco tempo disponível para a entrega. O Ministério da Saúde não informou qual foi a perda total. Também não há definição sobre o que será feito com as drogas que agora não podem mais ser usadas pelos pacientes. “A pasta informou que irá aguardar informações de todo o País para definir uma estratégia”, ressalta o jornal.


Ministério da Saúde terá secretaria com foco em prontuário eletrônico



O Ministério da Saúde deve passar por mudanças em sua estrutura nos próximos dias. Conforme o jornal Folha de S. Paulo, em análise na Casa Civil, as alterações preveem a criação de três novas secretarias e de uma diretoria de “integridade”, voltada à fiscalização de contratos, a ouvidoria e a ações anticorrupção. Em contrapartida, outras secretarias que hoje fazem parte do ministério terão funções divididas, realocadas ou extintas. Haverá a criação de uma secretaria voltada à tecnologia de informação, cujo foco será implementar um prontuário eletrônico no país, espécie de documento que contém o histórico de pacientes e bandeira de campanha de Jair Bolsonaro na saúde. Também está prevista a divisão da atual Secretaria de Atenção à Saúde em duas pastas: uma de atenção primária, que responde pelo atendimento em unidades de saúde, e outra de atenção especializada, que cuida do atendimento em hospitais, por exemplo. A proposta tem gerado protestos de conselhos que representam esses grupos, para os quais a possível transferência do atendimento hoje vinculado a Dseis (distritos sanitários indígenas) para unidades nas redes municipais de saúde traz risco de desassistência. “Questionado, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, defende a mudança”, informa a matéria.

 

Anvisa discute sobre medicamentos isentos de prescrição



O portal da Anvisa destacou que as tendências de consumo do segmento de medicamentos isentos de prescrição (MIPs), a tomada de decisão sobre a própria saúde e o impacto econômico de promover o autocuidado foram alguns dos temas discutidos no 2º Seminário sobre Medicamentos Isentos de Prescrição. Realizado nesta quinta-feira (21), na sede da Anvisa, em Brasília (DF), o evento reuniu diversos especialistas dos setores farmacêutico, econômico e público para expor as perspectivas futuras do ramo. Na abertura do evento, Alessandra Bastos Soares, diretora da Anvisa, reforçou que a educação e o debate construtivo, tanto com os profissionais de saúde quanto com a população, que faz uso desses produtos dentro de casa, são a chave para melhorar a utilização dos MIPs. O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Medicamentos Isentos de Prescrição (Abimip), Rodrigo Garcia, afirmou que as discussões são valiosas para todo o setor. “O cenário do consumo do mercado dos medicamentos isentos de prescrição no Brasil foi apresentado por Julian Frenk, gerente de Consumer Intelligence da empresa IQVIA. Ele destacou os hábitos de compras do consumidor no autosserviço da farmácia”, destacou o portal.

 

SAÚDE NA IMPRENSA
Anvisa – Servidores participam de curso sobre inspeção em navios 

 

Anvisa – Medicamentos isentos de prescrição: Anvisa discute tema

 

Anvisa – Anvisa orienta sobre aditamentos de petições

 

Anvisa – Importação de produtos: saiba como proceder

 

Anvisa – Conheça os pontos-chave do novo modelo de regulação

 

Fiocruz – Anvisa visita INCQS para discutir Projeto Harpya

 

Fiocruz – Atividades marcam o Dia de Luta contra a Tuberculose

 

Fiocruz – Castelo da Fiocruz em vermelho para o Dia Mundial de Combate à Tuberculose (24/3)

 

INCA – Exposição A Mulher e o Câncer do Colo do Útero em exibição no Museu da República

 

Ministério da Saúde – Projeto em UTIs de 119 hospitais permite salvar 558 vidas

 

Ministério da Saúde – Ministério da Saúde faz campanha publicitária de alerta sobre tuberculose

 

Ministério da Saúde – Ministro da Saúde anuncia recursos para qualificar atendimento na Paraíba

 

SUS Conecta – Presidente do CNS participa de Conferências de Saúde no Rio Grande do Sul

 

Câmara dos Deputados – Sessão na Câmara lembra Dia Internacional da Síndrome de Down

 

Câmara dos Deputados – Frente parlamentar vai defender direitos das pessoas com autismo

 

Câmara dos Deputados – Frente Parlamentar pela Luta contra a Tuberculose será reinstalada

 

Senado Federal – CTFC debate situação de estudantes de cursos a distância irregulares

 

Correio Braziliense – Aplicativo permitirá detecção de diabetes pela câmera do celular

 

Correio Braziliense – Veja como declarar corretamente os gastos com saúde no Imposto de Renda

 

Correio Braziliense – “Reajustes elevados ficaram para trás”, diz diretor da Bradesco Saúde

 

Correio Braziliense – Teste rápido fará diagnóstico precoce de cinco doenças

 

Folha de S. Paulo – Marcelo Leite – Estudo liga uso diário de maconha forte com psicoses

 

Folha de S. Paulo – Doação de córneas cresce no interior de SP com parceria e treinamento

 

Folha de S. Paulo – Antes de curar o corpo, medicina indiana busca tratar a alma

 

Folha de S. Paulo – Americano ensina cegos e não cegos a ‘ver’ objetos com sons feitos pela boca

 

Folha de S. Paulo – Gestão Covas planeja passar hospitais municipais para governo do estado

 

Folha de S. Paulo – Abrigo de saúde indígena em Brasília entra em caos com pagamentos atrasados

 

Folha de S. Paulo – Ministério da Saúde terá secretaria com foco em prontuário eletrônico

 

Folha de S. Paulo – Moçambique tem 128 mil pessoas em abrigos improvisados e corre risco de epidemias

 

Folha de S. Paulo – Seminários Folha – Insuficiência cardíaca é epidemia silenciosa e ignorada, dizem especialistas

 

G1 – Governo bloqueia R$ 29,7 bilhões em gastos no orçamento federal de 2019

 

G1 – Dois homens armados roubam remédios de quimioterapia do hospital Pérola Byington em SP

 

G1 – Cubanos que ficaram no Brasil após país se retirar do Mais Médicos relatam dificuldades

 

G1 – Drauzio Varella explica os riscos e tratamentos da asma

 

G1 – Vida Ativa: Finlândia tem combinação de aprendizado e atividade física nas escolas

 

G1 – Desenvolvimentismo dispara casos de depressão e ansiedade entre chineses

 

G1 – Paciente com câncer se casa em cerimônia surpresa dentro de quarto de hospital em Rio Preto

 

O Estado de S. Paulo – Vencer Limites – São Paulo quer ampliar estágios para jovens com deficiência

 

O Estado de S. Paulo – Emilia Clarke cria projeto para ajudar vítimas de lesão cerebral

 

O Estado de S. Paulo – Bebê nasce com o coração fora do tórax na Bolívia

 

O Estado de S. Paulo – ONU encerra Comissão da Mulher com dificuldades para alcançar consensos

 

O Estado de S. Paulo – Fausto Macedo – Responsabilidade x judicialização da saúde

 

O Estado de S. Paulo – PPS aprova mudança de nome e vai se chamar Cidadania

 

O Estado de S. Paulo – Empresa brasileira de cosméticos cria dispositivo de celular que avalia danos no cabelo

 

O Estado de S. Paulo – Teste genético para doenças raras em recém-nascidos avança no Brasil

 

O Estado de S. Paulo – 3 perguntas para Mayana Zatz, geneticista

 

O Estado de S. Paulo – Exame molecular rastreia crianças com baixa imunidade

 

O Estado de S. Paulo – Nossos monstros

 

O Estado de S. Paulo – ‘Presidente não demonstra capacidade de articulação’

 

O Estado de S. Paulo – Descanso para o cérebro melhora a criatividade

 

O Estado de S. Paulo – Claudia Rodrigues, atriz que tem esclerose múltipla, é transferida para Hospital Albert Einstein, em São Paulo

 

O Estado de S. Paulo – Bolsonaro e Maia estão em ‘acirrada disputa pelo nada’, diz líder do PSL na Câmara

 

O Estado de S. Paulo – Em grupo do PSL, Major Vitor Hugo critica e depois ameniza relação com Maia

 

O Estado de S. Paulo – ‘Maltratar quem preside a Câmara é caminho para o desastre’, diz FHC

 

O Estado de S. Paulo – Droga vence antes de chegar a doente com hepatite C

 

O Estado de S. Paulo – O novo surto de sarampo

 

O Estado de S. Paulo – Fausto Macedo – Judicialização da saúde no Brasil

 

O Estado de S. Paulo – Sesc São Caetano promove evento ‘Quando Nasce um Pai’

 

O Estado de S. Paulo – Casos de dengue crescem 224%; doença causou 62 mortes, metade em SP

 

O Globo – Encontros O GLOBO debaterá saúde da mulher na próxima quarta-feira, 27

 

O Globo – Hospital se desdobra para atender desejos e deixar pequenos pacientes felizes em Vila Valqueire

 

O Globo – Surto de chikungunya em condomínio no Horto expõe aumento de 300% em casos da doença em relação ao mesmo período de 2018

 

Valor Econômico – Soluções de IoT em agronegócios, segurança e saúde atraem fundos

 

Valor Econômico – Saúde avança com monitoramento remoto

 

Zero Hora – Mulheres são hospitalizadas após fazerem tratamento com laser em Três de Maio

 

Zero Hora – Com anúncio de doação de mais R$ 20 milhões, evento celebra início de obras do Hospital Nora Teixeira

 

Zero Hora – Após infestação de carrapatos, UTI neonatal referência na Capital deve reabrir neste domingo

 

Zero Hora – Tuberculose mata cerca de 4,5 mil pessoas todos os dias no mundo, diz OMS

 

Panorama Farmacêutico – Consumidor prioriza preço na hora de comprar medicamentos

 

Panorama Farmacêutico – Mandetta defende reestruturação na saúde para reduzir judicialização

 

Panorama Farmacêutico – Projeto de Lei sobre MIPs em supermercados é arquivado

 

Panorama Farmacêutico – Saúde avança com monitoramento remoto

 

Panorama Farmacêutico – Startup auxilia indústria na destinação social de medicamentos

 

Panorama Farmacêutico – Teste rápido fará diagnóstico precoce de cinco doenças

 

__________________________________________________________________________________________

 

 

 

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.