Setor agropecuário ganha nova entidade representativa

Home/Informativo/Setor agropecuário ganha nova entidade representativa

A pecuária gaúcha e brasileira ganha mais um espaço de representatividade. Com origem em um grupo de WhatsApp criado para a troca de informações e experiências, surge o Instituto de Desenvolvimento Pecuário (IDPec) formado por empresários rurais. Segundo o portal AgroLink conectados às mais modernas redes de comunicação, os integrantes do grupo entenderam que era o momento da institucionalização de forma a lhes garantir legitimidade. O IDPec foi lançado oficialmente nesta quarta-feira (28), durante assembleia geral. Eleito como o primeiro presidente da entidade, Luis Felipe Barros destaca que a criação do Instituto não é fruto de um sonho, mas sim de uma necessidade para dar vazão aos interesses de todos que vêm contribuindo para esta realização. Ele ressalta que a atuação dentro do IDPec ocorrerá de forma coletiva, através do diálogo, com o intuito de superar desafios, em especial, nos momentos em que for exigido um posicionamento público. O Instituto de Desenvolvimento Pecuário tem como lema desenvolver o pecuário, ou seja, desenvolver a pessoa, o empresário, conforme explica Barros. Entre as metas para 2021/2022 estão entregar informação de qualidade e construir, fomentar ou orientar programas de tecnologia que possam modernizar e auxiliar o indivíduo, assim como defender pautas importantes de forma institucionalizada. Como um diferencial, o IDPec quer aproveitar as ferramentas mais atuais de comunicação para ajudar na evolução do negócio, ao lado das entidades já existentes no setor. O presidente do Conselho de Administração do IDPec, Ricardo Henrique Giuliani, afirma que o Instituto tem o privilégio de reunir excelentes empresários rurais que compactuam dos mesmos objetivos. De acordo com o presidente do IDPec, com a cultura da internet e dos meios de comunicação, o produtor hoje recebe instantaneamente e celeremente inúmeras notícias, seja em relação às novas técnicas ou ao preço dos produtos.

Inovação e sustentabilidade são desafios da bovinocultura brasileira

No dia 24 de abril é celebrado o Dia do Boi, criado para evidenciar um dos setores mais importantes da economia nacional: a bovinocultura. Nas últimas décadas, o setor tem experimentado um grande processo de modernização no País, cenário este que deve se consolidar ainda mais após a pandemia de Covid-19. De acordo com o Portal do Agronegócio uma pesquisa realizada em 2020, pela Embrapa Informática Agropecuária, constatou que 84% dos produtores rurais brasileiros já utilizam algum tipo de tecnologia de última geração em suas propriedades. Para o presidente eleito do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP), médico-veterinário Odemilson Mossero, é importante que o País continue investindo em tecnologia e inovação, visando maior sustentabilidade e ganhos de produtividade dos rebanhos. De acordo com o zootecnista Celso Carrer, presidente da Comissão Técnica de Zootecnia e Ensino do CRMV-SP, há alguns anos a bovinocultura brasileira vem acompanhando o surgimento de uma nova e profissionalizada geração de empreendedores alinhados às tendências de consumo e preocupados em garantir as necessidades das gerações futuras. Para Odemilson, o setor pode e deve melhor alinhar a ampliação da produção com a sustentabilidade e o bem-estar animal. O médico-veterinário acrescenta que é preciso implementar normas e procedimentos de bem-estar animal pautados em indicadores científicos, como zona de conforto, medições de endógenos, rastreabilidade e controle de resíduos físicos, químicos e biológicos. Muitas frentes nesta área geram oportunidades de desenvolvimento do setor, como a utilização de softwares de gestão, voltados para a tomada de decisões de forma a racionalizar recursos como água, capital, terras, trabalho. Há também a utilização de modelos que integram e reciclam recursos internos, como a integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF), estratégia de produção que vem crescendo no Brasil nos últimos anos e que utiliza diferentes sistemas produtivos dentro de uma mesma área.

Sistema Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) reduz impacto ambiental e abertura de novas áreas de produção

Começa neste sábado (1) a primeira etapa anual de vacinação contra a febre aftosa em Minas, destacou o portal AgroLink. Devem ser imunizados bovinos e bubalinos de todas as idades. O Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), vinculado à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), é o responsável pelo gerenciamento e fiscalização da campanha junto aos pecuaristas. Nesta etapa, a expectativa é que sejam imunizados cerca de 23 milhões de animais em todo o estado com o objetivo de preservar a sanidade dos rebanhos e manter o compromisso com o agronegócio mineiro.  As tecnologias que envolvem o sistema Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) serão apresentadas e debatidas durante a 13ª Semana de Integração Tecnológica (13ª SIT).  O evento online será realizado entre os dias 3 e 7 de maio de 2021. A programação conta com um seminário e um dia de campo destinados aos agentes da assistência técnica e da extensão rural, aos agricultores e aos estudantes de áreas afins. Serão apresentados os resultados das pesquisas e das experiências práticas, alcançados por meio da aplicação desta tecnologia.  “O sistema de ILPF é considerado, atualmente, uma das tecnologias mais viáveis e importantes no cenário de produção agropecuária do País, pois possibilita o aproveitamento do mesmo espaço agrícola, de forma consorciada e/ou em sucessão, para produção de grãos, forragens e/ou produtos florestais. Desta forma são reduzidos o impacto no ambiente e a necessidade de abertura de novas áreas de produção”, diz o coordenador do evento, Marco Aurélio Noce, analista do Setor de Transferência de Tecnologia da Embrapa Milho e Sorgo. De acordo com Noce, o sistema tem sido uma das principais ferramentas utilizadas para a recuperação de pastagens degradadas, um dos maiores gargalos da produção pecuária nacional.

Criação do Conselho e do Fundo de Proteção e Defesa dos Animais é aprovada na Câmara de Itapecerica

A criação do Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais e do Fundo Municipal de Proteção e Defesa dos Animais foi aprovada em Itapecerica, informou o G1. O projeto de lei foi aprovado na sessão ordinária da Câmara na segunda-feira (26). A proposta é do presidente da Câmara, vereador Gleytinho do Valério que é membro da Associação Protetora dos Animais São Francisco de Assis (Apasfa). De acordo com o parlamentar, a proposta visa o desenvolvimento de políticas públicas de proteção que envolve bem-estar animal e saúde pública. Segundo o texto, o Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais será um órgão consultivo, fiscalizador e composto por 10 membros de composição paritária entre o governo municipal e a sociedade civil. O objetivo é orientar o desenvolvimento e a execução de ações voltadas à proteção, defesa dos direitos e ao bem-estar dos animais. Ele será vinculado às secretarias municipais de Saúde e de Planejamento, Gestão e Finanças. O Fundo Municipal de Proteção e Defesa dos Animais, segundo o projeto, será o instrumento de captação, repasse e aplicação de recursos destinados a propiciar suporte financeiro para a implantação, manutenção e desenvolvimento de planos, programas, projetos e ações voltadas a proteção e defesa dos animais. As receitas serão provenientes de órgãos da União, Estado ou Município, doações do setor privado, pessoas físicas ou jurídicas, acordos e convênios, rendimentos, entre outros.

NA IMPRENSA

Governo Federal – Começa em maio campanha para manter o Brasil livre da doença 
G1 – Ministério da Justiça autoriza uso da Força Nacional para apoiar ações de fiscalização do Ibama na Amazônia 
G1 – Jabuti devolvido à natureza no Rio morre após ser atacado por cães 
G1 – Denúncias de maus-tratos a animais aumentam 200% em Teresina, diz Polícia Civil 
G1 – Criação do Conselho e do Fundo de Proteção e Defesa dos Animais é aprovada na Câmara de Itapecerica 
Valor Econômico – Ações da JBS registram forte retração na bolsa 
Mapa – Mapa promove workshop para avaliação a implementação do Selo Arte no país 
Mapa – Embrapa completa 48 anos promovendo a agricultura movida a ciência 
CNA – Conectividade rural na América Latina é tema de live 
CNA – Campanha de vacinação contra a febre aftosa começa dia 1º de maio 
CNA – Ifag: apesar de leves quedas no preço da arroba, mercado do boi gordo deve permanecer estável na seca 
SBA – Nelore Loma Verá oferta 120 touros criados a campo hoje no Canal do Boi 
SBA – Valorização do milho diminui poder de compra de pecuaristas 
SBA – Ação da polícia combate a venda de carne furtada e prejuízo passa dos R$ 50 mil em RR 
SBA – Sete Dias na Sete disponibiliza 48 reprodutores e 150 matrizes para compras em maio 
AgroLink – Guadalupe Agropecuária irá ofertar 80 fêmeas no leilão virtual edição ExpoZebu 
AgroLink – Funcionalidade se destaca nas vendas do leilão virtual Nitro 
AgroLink – MSD Saúde Animal abre inscrições para Programa de Residência 2021 
AgroLink – Setor agropecuário ganha nova entidade representativa 
AgroLink – MT: custo de recria e engorda sobe 35% 
AgroLink – VBP estimado para os ovos em 2021 é o quarto pior dos últimos dez anos 
AgroLink – No primeiro trimestre de 2021, Região Sul gerou quase 80% da receita cambial da carne de frango 
AgroLink – Boi gordo: oferta maior de boiadas para abate 
AgroLink – Sistema ILPF reduz impacto ambiental e abertura de novas áreas de produção 
AgroLink – Milho valorizado desfavorece poder de compra do pecuarista 
Anda – Polícia Federal investiga origem de toneladas de lixo que contaminaram praias do RN 
Anda – Cão encontra um novo lar após perder seu tutor para a Covid-19 
Anda – ONG arrecada fundos para operar cão que fraturou fêmur ao ser jogado por cima de muro 
Anda – Equipe reabilita gato-do-mato resgatado após incêndio e o devolve à natureza 
Anda – Cadela coberta de lama é encontrada escondida embaixo de um banco 
Anda – Polícia investiga exploração de cavalos em corridas após animal sofrer maus-tratos 
Anda – Cão adotado precisa se esforçar diariamente para conquistar novo irmão 
Anda – Cão fica cego ao ser alvo de violência e agressor confessa ter atirado no animal 
Anda – Cachorro tem duas patas amputadas e sobrevive 10 anos nas ruas 
Canal Rural – Com alto custo do milho, pecuarista deve enfrentar dificuldade até entrada da safra verão  
Canal Rural – Governo de MS cria delegacia de combate a crimes rurais; produtores comemoram 
Portal do Agronegócio – Limpeza e desinfecção são ferramentas essenciais para um programa de biosseguridade eficaz 
Portal do Agronegócio – ASEMG comemora 49 anos e o Dia da Carne Suína Mineira 
Portal do Agronegócio – Novas unidades da BRF são habilitadas a exportar para a África do Sul 
Portal do Agronegócio – Inovação e sustentabilidade são desafios da bovinocultura brasileira 
Portal do Agronegócio – Alta Genetics prepara ações para participação na Expozebu 2021 
Portal do Agronegócio – Criadores estrangeiros investem cada vez mais na Raça Crioula 
Portal do Agronegócio – Suínos: preços ficam perto da estabilidade com o mês chegando ao fim 
Revista Globo Rural – Piranhas se proliferam, atacam peixes e assustam pescadores no Rio Grande do Sul 

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »