ANS LANÇA PROGRAMA PARA INCENTIVAR PLANOS A TEREM LINHAS DE PREVENÇÃO

//ANS LANÇA PROGRAMA PARA INCENTIVAR PLANOS A TEREM LINHAS DE PREVENÇÃO

As doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) são algumas das principais causas de mortes no Brasil. Segundo dados do Ministério da Saúde, 73% dos óbitos são decorrentes desse tipo de mal, como hipertensão e diabetes. Conforme o jornal Correio Braziliense, a atenção primária e o cuidado preventivo podem contribuir para mudar esse cenário. De acordo com Fátima Sousa, professora da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade de Brasília (UnB), orientar um processo de alimentação saudável, monitorar diabetes e hipertensão e investir em prevenção podem evitar em até 85% eventuais problemas. A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) lançou o Programa de Certificação de Boas Práticas em Atenção à Saúde, que visa incentivar as operadoras de planos de saúde a desenvolverem redes de atenção ou linhas de cuidado em atenção primária. A primeira iniciativa do programa é o Projeto de Atenção Primária à Saúde (APS), que prevê a concessão de uma certificação às operadoras que cumprirem requisitos preestabelecidos nessa estratégia. “O objetivo é estimular a qualificação, o fortalecimento e a reorganização da atenção básica, pelos quais os pacientes devem ingressar preferencialmente no sistema de saúde”, destacou a notícia.

 

Os desafios dos planos de saúde



O colunista Antonio Penteado Mendonça do jornal O Estado de S. Paulo destacou que em 2018, os escorpiões picaram perto de 30 mil pessoas e causaram a morte de 13, no Estado de São Paulo. No mesmo ano, a dengue, a chikungunya e a febre amarela se espalharam pelo território paulista, atingindo milhares de pessoas. E a sífilis decidiu voltar e ganhar dimensões de epidemia. São notícias ruins para os gestores de saúde pública no Estado, da mesma forma que são notícias ruins para as operadoras de planos de saúde privados, em todo o território nacional, porque os números paulistas se repetem, grosso modo, nas demais unidades da Federação. Os planos de saúde privados, em todas as pesquisas, estão entre os cinco sonhos de consumo do brasileiro. A alternativa é o atendimento oferecido pelo SUS. Mas os planos de saúde privados vivem, faz tempo, na corda bamba. Não há nada que impeça os planos de saúde privados de oferecerem atendimento amplo, geral e irrestrito. Em vários países isso não só é possível, como os planos privados atuam lado a lado com o sistema público de saúde, cabendo ao cidadão escolher entre eles. No Brasil, esta regra nem sempre funciona e o resultado é que algumas modalidades de planos desapareceram das prateleiras porque não é possível, dentro das regras atuais, alcançarem o equilíbrio econômico necessário para sua viabilidade. “O ideal seria uma profunda revisão da Lei dos Planos de Saúde Privados, com o expurgo das travas que limitam a criatividade, a expansão e a melhor prestação de serviços pelas empresas do setor”, ressalta a coluna.

 

Crescimento da judicialização na saúde: qual a solução?



Já são décadas de crescimento das ações e processos judiciais em que os pacientes acionam o Poder Judiciário para ter o direito e o acesso aos serviços de saúde no Brasil. É o que informa o colunista Fausto Macedo do jornal O Estado de S. Paulo. O custo da judicialização para o País é estimado em R$ 10 bilhões por ano, quase 10% do valor total dos recursos disponibilizados para a área. Recente relatório encomendada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Poder Judiciário apontou um crescimento de aproximadamente 130% nas demandas de primeira instância entre 2008 e 2017. Segundo dados apresentados pelo CNJ, o caso de maior relevo é o que envolve órteses e próteses, citados em mais de 108 mil decisões de tutela antecipada em uma amostra de 188 mil. Independentemente dos pedidos irreais que alguns pacientes demandam ao Judiciário, esses números constatam que a saúde no Brasil sofre os efeitos de uma má gestão política, econômica e administrativa. É preciso mais que do que ações pontuais para que se resolva ou, pelo menos, amenize a situação atual. “Com isso, o Ministério da Saúde e o Palácio do Planalto têm de fazer sua parte, com ações, mudanças de gestão, previsões de gastos e uma atenção especial aos hospitais públicos”, afirma o colunista.

 

Medicamentos só poderão ser reajustados em até 4,33% neste ano



Os medicamentos comercializados no país só poderão ser reajustados em até 4,33% em 2019. De acordo com o portal do Ministério da Saúde, o índice definido pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) vale a partir de abril. O percentual não é um aumento automático nos preços, mas uma definição de teto permitido de reajuste, ou seja, cada empresa pode optar pela aplicação do índice total ou menor, a depender das estratégias comerciais. Será uma correção igualitária para os três grupos de insumos: os de maior concorrência, concorrência moderada e concentrada. Atualmente, mais de 12 mil apresentações de medicamentos são comercializadas no Brasil. Para chegar ao índice, a CMED observa fatores como a inflação dos últimos 12 meses (IPCA), a produtividade das indústrias de medicamentos (X), custos não captados pela inflação, como o câmbio e tarifa de energia elétrica (Y) e a concorrência de mercado (Z), conforme determina o cálculo aderido desde 2015. Diante destes fatores, foi observado que não houve projeção de ganhos de produtividade do setor farmacêutico, o que impactou na própria concorrência entre as farmacêuticas, já que os dois índices são interligados. “Para exercer o direito ao ajuste, as empresas fabricantes devem encaminhar as informações de vendas realizadas no segundo semestre do ano passado e informar qual percentual de ajuste pretendem aplicar, não podendo ultrapassar o máximo autorizado para cada classe de medicamentos”, informa a matéria.

 

 

SAÚDE NA IMPRENSA

ANS – ANS encerra ciclo de oficinas regionais em Fortaleza

 

ANS – Diretores da ANS se reúnem com titular da Senacon

 

Anvisa – Anvisa faz avaliação nacional em serviços de saúde

 

Anvisa – Falsificação de medicamento: Anvisa participa de evento

 

Anvisa – Anvisa solicitará envio de Arquivo Mestre de Planta

 

Fiocruz – INI seleciona bolsistas de iniciação científica até 10/4

 

Fiocruz – Ensp promoverá curso sobre gestão do ambiente sonoro e saúde pública

 

Hemobrás – Takeda e Hemobrás juntas pela implementação de projetos na fábrica

 

INCA – Ministério da Saúde nomeia 20 candidatos aprovados em concurso de 2014

 

Ministério da Saúde – Ministério da Saúde se reúne com Conselho Federal de Nutricionistas

 

Ministério da Saúde – Ministério da Saúde participa da 43ª Reunião do Fórum Permanente Mercosul para o Trabalho em Saúde

 

Ministério da Saúde – Medicamentos só poderão ser reajustados em até 4,33% neste ano

 

SUS Conecta – Participação Social no SUS é tema de debate em Fórum Internacional de Saúde na Nicarágua

 

Tecpar – Tecpar analisa qualidade nutricional de alimentos processados e embalagens

 

Alesp – Hospital das Clínicas inicia atendimento a pacientes de Suzano e região

 

Câmara dos Deputados – Governo decide bloquear quase R$ 35 bi em despesas do Orçamento de 2019

 

Câmara dos Deputados – Dia Internacional da Mulher foi lembrado em solenidade na Câmara dos Deputados

 

Câmara dos Deputados – Comissão analisa parecer sobre empréstimo do FGTS a hospitais filantrópicos

 

Senado Federal – Na CDH, índios pedem manutenção da Secretaria Especial de Saúde Indígena

 

Senado Federal – Comissão de Assuntos Sociais realiza debate sobre doping de fisiculturistas

 

Senado Federal – Aposentados poderão ter 50% de desconto nos medicamentos, analisa CAS

 

Senado Federal – Comissão analisa MP sobre empréstimo do FGTS a hospitais filantrópicos

 

Senado Federal – Projeto exige comprovação de vacinação para matrícula na educação básica

 

Correio Braziliense – Casos de dengue no DF aumentam quase 600% no primeiro trimestre de 2019

 

Correio Braziliense – ANS lança programa para incentivar planos a terem linhas de prevenção

 

Correio Braziliense – Conselho investiga cirurgião após morte de paciente em cirurgia plástica

 

Correio Braziliense – Evento gratuito oferece informações médicas sobre endometriose

 

Folha de S. Paulo – Clínicas vendem protocolo ‘Kardashian’ de transfusão que rejuvenesce sem eficácia

 

Folha de S. Paulo – Gêmeas que nasceram unidas pela cabeça voltam para sua casa, no Ceará

 

Folha de S. Paulo – Remédio usado em aborto legal e casos de hemorragia rareia no SUS

 

Folha de S. Paulo – BPC mal dá para comprar comida e remédio

 

Folha de S. Paulo – Educação, Saúde e Cidadania têm R$ 7,5 bi em verbas congeladas

 

Folha de S. Paulo – Como seu intestino pode ajudar seu cérebro

 

G1 – ‘Turismo médico’: milhões de pessoas que moram em potências mundiais viajam a países mais pobres para fazer cirurgias

 

G1 – Você sabe cuidar do rosto como deveria? Faça o quiz e descubra

 

G1 – Veja sete hábitos que prejudicam sua pele

 

G1 – Moçambique registra mais de 500 casos de cólera após passagem do ciclone Idai

 

G1 – Organização de saúde citada por corrupção em depoimento de Cabral é condenada a devolver R$ 11 milhões em SP

 

G1 – Família de menino que morreu em corredor do Hospital Materno Infantil se revolta: ‘Quantas crianças vão ter de morrer?’

 

G1 – Paciente morre um dia antes de obter vaga em leito garantida pela Justiça: ‘Vaga que ele precisa agora é no céu’

 

G1 – Voluntária prepara café da manhã para quase 400 pacientes em ambulatório: ‘Me sinto renovada’

 

G1 – Menino de 13 anos com leucemia inspira campanha de doação de medula óssea em Jundiaí

 

G1 – Pulseira permite que pais com deficiência auditiva se comuniquem com seus bebês

 

G1 – Paulo Maluf permanece internado há uma semana em hospital de SP para tratar pneumonia

 

G1 – Pacientes transplantados sofrem com a falta de remédios na Riofarmes; medicamentos custam até R$ 7 mil

 

G1 – VÍDEO: pais se revoltam com demora e quebram cadeiras na pediatria de hospital do DF

 

O Estado de S. Paulo – Mutirão da enxaqueca alerta sobre doença na Linha 4-Amarela do metrô

 

O Estado de S. Paulo – Primeiro parlamentar cego, Rigoni quer mais acessibilidade no Congresso e diálogo na política

 

O Estado de S. Paulo – Parque do Ibirapuera contará com plantão psicológico gratuito mensalmente

 

O Estado de S. Paulo – Colégio Faap – “O sedentarismo e a obesidade juvenil no Brasil aumentam a cada ano e estão se tornando um caso de saúde pública”

 

O Estado de S. Paulo – Funcionários do Samu anunciam paralisação em protesto contra mudanças no serviço

 

O Estado de S. Paulo – Síndromes

 

O Estado de S. Paulo – Um dos raríssimos casos de pessoas que sentem muito pouca dor

 

O Estado de S. Paulo – Cremesp abre sindicância contra cirurgião do CE

 

O Estado de S. Paulo – Estudo com camundongos pode desvendar os segredos da linguagem

 

O Estado de S. Paulo – Puberdade precoce em meninos pode ter relação com doenças; entenda

 

O Estado de S. Paulo – Claudia Rodrigues tem alta da UTI e vai para quarto em hospital

 

O Estado de S. Paulo – País deve descriminalizar droga para uso pessoal? Especialistas apresentam opiniões

 

O Estado de S. Paulo – Coluna do Estadão – Reforma da Previdência deve avançar, apesar de Bolsonaro

 

O Estado de S. Paulo – Fausto Macedo – Crescimento da judicialização na saúde: qual a solução?

 

O Estado de S. Paulo – Após luta contra câncer, morre Marquinhos, das pegadinhas de João Kleber

 

O Estado de S. Paulo – Cidade de SP registra primeiro caso de sarampo desde 2015

 

O Estado de S. Paulo – Os desafios dos planos de saúde

 

O Estado de S. Paulo – Fausto Macedo – O Brasil tem uma dívida colossal com os autistas

 

O Estado de S. Paulo – Samu faz paralisação parcial a partir do meio-dia e secretaria diz que ato é ilegal

 

O Estado de S. Paulo – ‘Desapegamos do ego quando estamos de fato prestando atenção no outro’, diz escritor zen budista

 

O Estado de S. Paulo – Beto Barbosa comemora volta aos palcos após cura do câncer

 

O Estado de S. Paulo – Kefir: nutricionista fala dos benefícios do alimento e a sua relação com o emagrecimento

 

O Estado de S. Paulo – Ator de ‘Todo Mundo Odeia o Chris’ desabafa sobre doença: ‘Todos nós carregamos uma cruz’

 

O Estado de S. Paulo – Semana Internacional do Autismo traz atividades lúdicas para crianças

 

Valor Econômico – Atenção primária é saída para conter custo

 

Valor Econômico – Justiça condena SulAmérica a manter plano de saúde de idosa

 

Valor Econômico – Empresas olham para a saúde mental do funcionário

 

Zero Hora – Inaugurado primeiro centro de atendimento 24 horas para dependentes químicos em Porto Alegre

 

Zero Hora – A persistência da tuberculose

 

Zero Hora – Vacinas da gripe começam a chegar a clínicas particulares de Porto Alegre

 

Zero Hora – Secretaria Estadual da Saúde mantém alerta de cuidados para evitar a dengue no RS

 

Zero Hora – Quando os benefícios das estatinas superam os riscos

 

__________________________________________________________________________________________

 

 

 

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.