REPORTAGEM AFIRMA QUE HORTIFRUTIGRANJEIROS TÊM EXCESSO DE AGROQUÍMICOS NO RIO GRANDE DO SUL

//REPORTAGEM AFIRMA QUE HORTIFRUTIGRANJEIROS TÊM EXCESSO DE AGROQUÍMICOS NO RIO GRANDE DO SUL

O jornal Zero Hora publica nesta segunda-feira (5) a primeira reportagem especial realizada pelos repórteres de seu recém-lançado Grupo de Investigação (GDI). O assunto é o abuso de agroquímicos em produtos hortifrutigranjeiros vendidos na Centrais de Abastecimento do Rio Grande do Sul (Ceasa), com “agrotóxicos acima do recomendável, inadequados para determinadas culturas ou proibidos no Brasil”. O jornal destaca que a Ceasa e outros órgãos de controle negligenciam, há quatro anos, acordo firmado com o Ministério Público para monitorar e melhorar a qualidade dos alimentos que abastecem quase a metade das casas e restaurantes do Estado. “Repórteres compraram frutas e verduras que os gaúchos comem no dia a dia – pimentão, moranguinho, pepino, cenoura e alface. Os testes do Laboratório de Análises de Resíduos de Pesticidas (Larp), do Departamento de Química da UFSM, mostraram problemas graves em quase metade da amostra: nove dos 20 produtos estavam contaminados por agente químico em nível acima do que a lei permite, continham pesticidas não autorizados para o tipo de alimento, apresentavam agente químico proibido no Brasil e até veneno sequer registrado no país”, afirma o texto.

Deputado quer proibir pulverização aérea

O jornal Zero Hora, em seu site, deu destaque nesta segunda-feira (5) ao coordenador da Frente Parlamentar Gaúcha em Defesa da Alimentação Saudável, o deputado estadual Edegar Pretto (PT). Após a reportagem sobre o excesso de agroquímicos, ele disse que irá discutir na Assembleia medidas que podem ser tomadas para melhorar a qualidade de frutas e verduras comercializadas na Ceasa. Um dos projetos pretende proibir a fabricação, aplicação e venda do agroquímico 2,4-D no Rio Grande do Sul. Outra proposta sugere a rotulagem de gêneros alimentícios com a indicação de que são “produzidos com uso de agrotóxico”. “Uma terceira iniciativa pretende proibir a aplicação de químicos nas lavouras a partir da pulverização aérea, feita com auxílio de aviões de pequeno porte. O argumento é que o método tem pouca precisão, já que o vento acaba levando a substância química para os arredores, prejudicando outras plantações e o meio ambiente”, diz a publicação.

Mais informações sobre estudo da Anvisa

Na contramão do que foi apontado na reportagem do jornal Zero Hora, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) havia divulgado na sexta-feira (25) que 99% dos alimentos brasileiros não representam risco à saúde. Os dados foram apresentados no relatório do Programa de Análises de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA), que avaliou mais de 12 mil amostras de alimentos entre os anos de 2013 e 2015. “A divulgação dos dados de monitoramento de agrotóxicos na última semana levantou perguntas sobre qual o real significado dos resultados e como o consumidor deve agir. Pela primeira vez o relatório trouxe a avaliação do risco da ingestão de resíduos de agrotóxicos em alimentos. Até os anos anteriores, a Anvisa divulgava as irregularidades encontradas, sem uma avaliação do risco que levasse em consideração outros fatores como o padrão de consumo do alimento. A nova metodologia adotada pela Anvisa é recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e estima o risco do consumo de uma determinada quantidade de alimento que contenha resíduo de agrotóxico”, diz a nota adicional publicada pela Anvisa na sexta-feira (2). Esta forma de tratamento é a que tem sido adotada em países da Europa, nos EUA, no Canadá, entre outros.

Audiência sobre a regulamentação de defensivos fitossanitários

A comissão especial que analisa a regulamentação de defensivos fitossanitários (PL 6299/02) realiza audiência pública na quarta-feira (7) para discutir a avaliação de risco químico para os trabalhadores que lidam com agrotóxicos. Conforme destaca a Agência Câmara, “o autor do requerimento para a realização do debate, deputado Luiz Nishimori (PR-PR), considera fundamental a discussão em torno das normas da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e da legislação de proteção à saúde dos trabalhadores. Ele também quer avaliar as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e os protocolos de avaliação de risco para produtos técnicos baseados em ingredientes ativos novos. Também será abordada a questão da efetividade de equipamentos de proteção individual (EPIs) para a segurança do trabalhador e o GHS como ferramenta de gerenciamento de perigos a ser efetivamente implementada para defensivos agrícolas. O debate ocorrerá às 14h30 no plenário 14 das comissões.

NA IMPRENSA

Agência Câmara – Comissão especial discute risco químico para trabalhador que lida com agrotóxicos – http://ow.ly/77iu306PT85

G1 – Piloto morre em queda de avião agrícola em Santa Vitória do Palmar – http://ow.ly/qhtn306PTcF

Anvisa – Dúvidas sobre agrotóxicos? Entenda mais – http://ow.ly/iiYd306PHZY

Canal Rural – Meio Ambiente corrige divulgação de dados após pressão de produtores – http://ow.ly/PszI306PFF4

Canal Rural – Cultivo de oliveiras dispara no Rio Grande do Sul  – http://ow.ly/xekD306PT2q

Cidasc – Cidasc realiza levantamento de informações sobre Culturas com Suporte Fitossanitário Insuficiente – http://ow.ly/FlUl306PTiv

Isto É Dinheiro – Cresce exportação brasileira de ‘genética bovina’ – http://ow.ly/y5Ki306PFx8

Folha de S.Paulo – Aeroporto de BH inaugura terminal com investimento de R$ 870 milhões – http://ow.ly/MrCb306PiCP

Folha de S.Paulo – Empresas aéreas devem manter capacidade reduzida em 2017 – http://ow.ly/18bo306PjXG

Folha de S.Paulo – Com queda na demanda, presidente da Gol prevê união entre empresas – http://ow.ly/pXEJ306Pk50

Zero Hora – Perigo no Prato – http://ow.ly/imbS306PGky

Zero Hora – Ceasa vende alimentos com agrotóxico proibido, inadequado ou acima do permitido – http://ow.ly/vchv306PG67

Zero Hora – Deputado quer proibir tipo de agrotóxico e pulverização aérea – http://ow.ly/PHAO306PTnq

Zero Hora – Campo Aberto – Impacto dos incentivos fiscais na ponta do lápis – http://ow.ly/a0wf306PGLr

Zero Hora – Campo e Lavoura – Futuro da Fepagro em debate – http://ow.ly/bT58306PFcF

Zero Hora – Campo e Lavoura – “A pesquisa vai continuar”, diz secretário da agricultura do RS sobre o possível fim da Fepagro – http://ow.ly/qMV1306PF5g

Zero Hora – Campo e Lavoura – Alceu Collares: “A Fepagro não pode ser extinta” – http://ow.ly/NJvO306PF6T

Zero Hora – Campo e Laboura – Édson Bolfe: O papel das florestas – http://ow.ly/mbvd306PF1c

Zero Hora – Campo e Lavoura – PGQP – Agronegócio, um novo salto para o futuro – http://ow.ly/Khe6306PFpi

Zero Hora – Aceno de novo aeroporto põe em dúvida apetite por Salgado Filho – http://ow.ly/FCj3306PGa1

Valor Econômico – Daniela Chiaretti – As bravatas de Blairo – http://ow.ly/TbO6306PQSw

Valor Econômico – Venda de vinho nacional ensaia reação – http://ow.ly/PeNx306PQZb

Valor Econômico – Aurora fecha seu maior embarque de vinhos para China e Taiwan – http://ow.ly/7apW306PR2u

Valor Econômico – Fiesp traça cenário positivo para o campo – http://ow.ly/9Igs306PR65

Valor Econômico – Orfeu investe para expandir sua fatia em cafés especiais – http://ow.ly/BUbQ306PRfT

Valor Econômico – Confirmado o aumento de recursos do Moderfrota – http://ow.ly/joXP306PRnY

Valor Econômico – Commodities Agrícolas – http://ow.ly/NgUN306PRbF

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.