RELATÓRIO APONTA IMPORTÂNCIA DA POLINIZAÇÃO PARA A AGRICULTURA

//RELATÓRIO APONTA IMPORTÂNCIA DA POLINIZAÇÃO PARA A AGRICULTURA

O portal do Mapa destacou que 76% das plantas utilizadas para a produção de alimentos no Brasil é dependente do serviço ecossistêmico de polinização realizado por animais. É o que aponta o 1º Relatório Temático sobre Polinização, Polinizadores e Produção de Alimentos no Brasil. O documento mostra os impactos econômicos, ambientais e sociais da polinização para a agricultura do país e as ameaças a esse serviço, e serve de base para gestores públicos e instituições de pesquisa. Os serviços prestados por esses animais, especialmente as abelhas, à agricultura brasileira foi estimado em R$ 43 bilhões, em 2018. A bióloga Márcia Maués, pesquisadora da Embrapa Amazônia Oriental, uma das autoras do documento, explica que esses animais prestam um serviço ecossistêmico que aumenta a produtividade dos cultivos e contribui para a formação de frutos e sementes de melhor aparência e qualidade, agregando valor de mercado aos produtos. “O relatório aponta que a polinização atua diretamente na frutificação e reprodução e o grau de dependência varia de pouco até essencial”, ressalta o portal.

 

Resíduos de agrotóxicos em fitoterápicos



Já está disponível para consulta a 3ª edição do Documento de Perguntas e Respostas sobre Resíduos de Agrotóxicos em Fitoterápicos. É o que informa o portal da Anvisa. O material tem o objetivo de auxiliar e orientar o setor regulado sobre a implementação dos testes de resíduos de agrotóxicos em produtos fitoterápicos. A exigência dos testes de resíduos de agrotóxicos em fitoterápicos foi instituída pela Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 26/2014. A referida norma estabeleceu e atualizou critérios de controle de qualidade no registro e no pós-registro de uma série de categorias de medicamentos, dentre elas os fitoterápicos. Conforme a RDC 235/2018, que alterou o prazo previsto na norma de 2014, todas as empresas fabricantes de fitoterápicos devem apresentar à Anvisa, até 25 de junho de 2019, testes de análise de resíduos de agrotóxicos para todos os medicamentos registrados no país. A presença de resíduos de agrotóxicos em plantas medicinais e fitoterápicos é uma preocupação das agências reguladoras de medicamentos em todo o mundo. “A própria Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que estas análises sejam incluídas no processo de registro dos fitoterápicos”, destaca a notícia.

 

Tereza Cristina critica fim do desconto sobre energia para produtor rural



A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, defendeu, no fim de semana, que o Congresso Nacional discuta o decreto que acaba com os descontos no pagamento da energia elétrica para produtores rurais. De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, Tereza Cristina esteve no sábado, 16, na Usina Japungu, em Paraíba, onde se reuniu com produtores do setor sucroalcooleiro. Conforme sua assessoria, ela disse ter ouvido queixas do setor produtivo durante a visita ao Nordeste. “Tanto os pequenos produtores quanto os grandes reclamaram de altos custos da energia “, afirma a pasta. Ainda conforme o Ministério, Tereza Cristina disse ter sido convidada a debater nesta semana com lideranças da Câmara dos Deputados o decreto assinado na gestão Michel Temer. “O decreto vai contra tudo o que estamos discutindo com o setor produtivo”, disse a ministra aos produtores da Paraíba. “Ela explicou, no entanto, que os parlamentares terão de tratar da questão diretamente com a equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, a quem cabe dar a palavra final sobre o tema”, informa o jornal.

 

Venezuela e Cuba amenizam situação difícil de produtores de arroz do Brasil



Dois dos países mais rechaçados pelo governo brasileiro e por boa parte dos agricultores estão sendo literalmente a salvação da lavoura — pelo menos para os produtores de arroz do Rio Grande do Sul. São eles Venezuela e Cuba. Conforme a coluna Vaivém das Commodities do jornal Folha de S. Paulo, em 2018, esses países foram responsáveis por 42% das receitas recebidas pelos exportadores brasileiros do cereal. E as exportações deste ano começaram intensas. Em janeiro, 61% das receitas externas vieram deles: 34% de Cuba e 27% da Venezuela. Esse apetite cubano e venezuelano pelo produto brasileiro é importante porque o cenário interno não é bom para os orizicultores. Os preços não reagem e os custos de produção sobem. O resultado é uma perda da área de arroz para a soja, safras menores e acúmulo de dívidas pelos agricultores. O Brasil exportou 1,46 milhão de toneladas de arroz entre o cereal em casca e o beneficiado no ano passado. A Venezuela, por si só, ficou com 41% desse volume. “As tradings chinesas compram o cereal do Brasil e, numa triangulação, o repassam para a Venezuela e Cuba. Em troca, recebem petróleo. Bom para os cubanos e venezuelanos que são abastecidos com produto brasileiro e bom para os produtores nacionais que conseguem desovar boa parte da produção. Sem essas vendas, os preços internos estariam ainda mais achatados do que estão”, afirma a coluna.

 

NA IMPRENSA
Anvisa – Resíduos de agrotóxicos em fitoterápicos: saiba mais 

 

Embrapa – Palestras mostram novidades técnicas durante a 29° Colheita do Arroz

 

Embrapa – Soja aparece como alternativa para diversificar a produção e aumentar a renda do produtor

 

Embrapa – Maximização do potencial produtivo da soja é tema da Fundação MS durante Dinapec 2019

 

Embrapa – Tecnologias para o manejo florestal são tema de visita de estudantes da Ufac

 

Embrapa – Empresas de papel e celulose visitam Embrapa Agroenergia para projetos inovadores

 

Embrapa – CREA-GO e Embrapa celebram acordo de capacitação em Goiás

 

Embrapa – Embrapa lança cultivares de uvas produtivas e adaptadas à Região Sul

 

Embrapa – Ministra e presidente da Embrapa conhecem projetos de sucesso no Nordeste

 

Mapa – Dívidas de financiamento para produtores e cooperativas no BNDES são prorrogadas

 

Mapa – Relatório aponta importância da polinização para a agricultura

 

Mapa – Nota conjunta dos ministérios das Relações Exteriores, da Economia, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento acerca das salvaguardas da UE sobre produtos de aço

 

Mapa – Ministério promove, em Brasília, seminário sobre autocontrole na produção agropecuária

 

Senado Federal – CI analisa projeto que estimula uso de fontes renováveis na matriz energética

 

Correio Braziliense – Expectativa é de propostas em cada bloco de aeroportos em março, diz ministro

 

Folha de S. Paulo – Vaivém das Commodities – Venezuela e Cuba amenizam situação difícil de produtores de arroz do Brasil

 

Folha de S. Paulo – Justiça permite Anac executar pedido de devolução de aviões da Avianca

 

G1 – Petrobras eleva preço da gasolina nas refinarias ao maior nível em quase 2 meses

 

G1 – Colheita de soja no Brasil chega a 36% da área plantada, diz AgRural

 

O Estado de S. Paulo – Tereza Cristina critica fim do desconto sobre energia para produtor rural

 

O Estado de S. Paulo – Alimentos Orgânicos – Livro da FAO aponta caminhos para políticas ligadas à agricultura sustentável

 

O Estado de S. Paulo – Pela liberdade de os índios plantarem

 

Valor Econômico – Não haverá El Niño no Brasil nos próximos três meses, diz Rural Clima

 

Valor Econômico – Chuvas fazem agronegócio gaúcho ‘perder’ R$ 2 bilhões, diz Farsul

 

Valor Econômico – Exportação de colhedoras de cana compensa parte da baixa das vendas internas

 

Valor Econômico – Consumo total de combustíveis se mantém estável em 2018, informa ANP

 

Zero Hora – Gisele Loeblein – Abertura da colheita do arroz alimenta expectativa de linha direta com Eduardo Leite

 

Zero Hora – Gisele Loeblein – Chuva deve fazer PIB do RS encolher R$ 6,68 bilhões

 

Mais Soja – Componentes do rendimento e produtividade da soja em relação à qualidade de sementes salvas e certificadas

 

Mais Soja – Desafio de Máxima Produtividade de Soja registra quatro mil inscritos com crescimento no número de áreas plantadas

 

Mais Soja – Dia de campo em Cruz Alta terá campos demonstrativos sobre as principais tecnologias da Nufarm para a soja brasileira

 

Mais Soja – Inoculação com Azospirillum brasilense na produtividade de milho e nos componentes de produção em sistema de integração lavoura-pecuária

 

Mais Soja – Manejo do Risco de Enfezamentos e da Cigarrinha no Milho

 

Mais Soja – PIB do agronegócio cresce juntamente com Agtechs

 

Mais Soja – Produtores de arroz ganham cultivar que usa 15% menos água na lavoura

 

__________________________________________________________________________________________

 

 

 

 

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.