Regulamentação da telemedicina e covid-19 fazem crescer serviço com consultas virtuais

//Regulamentação da telemedicina e covid-19 fazem crescer serviço com consultas virtuais
Com a regulamentação da telemedicina e o aumento da procura por atendimento remoto no cenário de pandemia, vem ganhando espaço no mercado de saúde brasileiro serviços que cobram uma mensalidade baixa em troca de um pacote de consultas virtuais ou de descontos nesse tipo de atendimento, destacou o jornal O Estado de S.Paulo nesta segunda-feira (20). A lógica é parecida com iniciativas surgidas nos últimos anos para atrair pessoas que não têm plano de saúde, mas nem sempre querem esperar por procedimentos mais simples no Sistema Único de Saúde (SUS), como consultas ou exames. Foi nessa esteira que as clínicas populares e os cartões de desconto ganharam milhões de adeptos. A novidade agora é ampliar esse tipo de serviço para os atendimentos online. Tais iniciativas costumam receber críticas de especialistas em saúde e entidades de defesa do consumidor pelo fato de o atendimento ser limitado a casos de baixa complexidade, o que deixaria o paciente desprotegido. Como o pacote oferece apenas consultas (ou no máximo, exames) sem custos ou a preços baixos, o cliente precisa estar ciente de que, se tiver um problema mais grave, não terá uma retaguarda hospitalar ou outras coberturas que as operadoras de planos de saúde são obrigadas a garantir. Já os clientes, em sua maioria da classe C, são atraídos pelos valores baixos das mensalidades e a facilidade de ter acesso mais fácil a um atendimento médico online. De olho nessa tendência, até mesmo instituições tradicionais, como o Hospital Albert Einstein, e empresas que originalmente não atuavam na área da saúde, como o UOL, entraram no ramo. O serviço de telemedicina do Einstein é um dos pioneiros no País, mas, até este ano, estava disponível apenas aos clientes de planos de saúde premium que têm direito ao atendimento no hospital. Há alguns meses, a instituição firmou uma parceria com a empresa Vale Saúde Sempre, que já atuava no ramo de cartões de desconto para assistência médica, mas com foco em consultas presenciais. Com a parceria, o cliente da Vale Saúde, que antes tinha a opção do plano clássico com mensalidade de R$ 29,90 para ter acesso a consultas com desconto, tem agora como contratar um plano com direito a atendimento a distância com médicos do Einstein, por uma mensalidade de R$ 44,90. No caso do UOL Med, a mensalidade é ainda menor: a partir de R$ 12,90 para acesso a consultas presenciais e virtuais com desconto. A empresa, que lançou o produto em junho, não informa quantas pessoas assinaram o serviço, mas projeta uma base de 100 mil clientes até o fim do ano. A dr. Consulta, uma das maiores redes de clínicas populares do País, firmou parceria com a startup Yalo para oferecer planos que dão desconto nas consultas, tanto presenciais quanto online. Pagando uma mensalidade de R$ 31, cada atendimento sai por R$ 40. A startup Dandelin trabalha com uma mensalidade mais alta, de R$ 100, mas, ao se associar, o cliente tem um número ilimitado de consultas sem custos extras. “Já oferecíamos o serviço desde 2018 para consultas presenciais, mas mais focado em São Paulo. Com a possibilidade da telemedicina, essa barreira geográfica não existe mais e estamos oferecendo o serviço para todo o País”, explica Mára Rêdiggollo, cofundadora e diretora de operações da empresa. “Nos últimos meses, abrimos a plataforma gratuitamente para orientações relacionadas a covid e vimos uma grande procura. Já pensávamos em entrar no mercado B2C no ano que vem, mas, diante da demanda, vamos antecipar para agosto”, explica o CEO da companhia, Ricardo Franco. Para Mário Scheffer, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), o consumidor deve ficar atento às limitações dos serviços do tipo, já que não estão sujeitos às mesmas regulamentações dos convênios. Para os clientes que aderiram aos serviços de consulta online por meio da assinatura de um plano mensal, não são apenas as mensalidades baixas e os descontos em atendimentos médicos que chamam a atenção. Usuária do Bellamaterna desde o início da pandemia, a supervisora Helena Queiroz, de 40 anos, diz que já eliminou muitas visitas ao pediatra e ao pronto-socorro ao buscar a orientação online.

Vacina chinesa contra Covid-19 chega ao Brasil e testes começam na terça 

A vacina chinesa contra o coronavírus produzida pelo labortório Sinovac-Biotech que será testada no Brasil em parceria com o Instituto Butantan desembarcou na madrugada desta segunda-feira (20) no Brasil. Segundo a colunista Mônica Bergamo da Folha de S.Paulo elas chegaram em um voo da Lufthansa que saiu no domingo (19) de Frankfurt e chegou às 4h12 no aeroporto de Guarulhos, em SP. As 20 mil doses vão ser agora distribuídas em 12 centros de seis estados – São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Distrito Federal. ​As primeiras doses serão aplicadas na terça-feira (21), em profissionais selecionados no Hospital das Clínicas de São Paulo. Depois disso começam os testes em outros centros. Mais de um milhão de pessoas acessaram a plataforma de inscrições lançada pelo governo de São Paulo para recrutar os voluntários, todos da área de saúde. No total, 9.000 vão ser selecionados para fazer parte do experimento. Os cientistas do Instituto Butantan estão otimistas. A vacina chinesa é uma das que está em fase mais adiantada de testes. A previsão é que em dezembro já se tenha uma conclusão definitiva sobre a eficácia dela. Se tudo der certo, os grupos prioritários, como idosos, pessoas com comorbidades e profissionais de saúde, poderão receber a vacina no Brasil já no primeiro trimestre.​

Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) apresenta propostas de aprimoramento da política de Promoprev e no Registro de Produtos 

Na última sexta-feira (17) a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou que, realizou no dia 14/07 mais um encontro com representantes do setor para debater temas da Agenda Regulatória 2019-2021 pertinentes à Diretoria de Normas e Habilitação dos Produtos (DIPRO). O encontro virtual faz parte dos Diálogos da Agenda Regulatória, reuniões que vêm sendo realizadas desde o ano passado com o intuito de promover discussões sobre assuntos específicos dessa área, garantindo mais transparência, previsibilidade e o acompanhamento, pela sociedade, dos compromissos preestabelecidos pela reguladora. Aproximadamente 110 pessoas, entre representantes de operadoras de planos de saúde, entidades do setor, conselhos e consultorias atuariais participaram da discussão. Dois temas foram abordados: a reformulação da política de Promoção da Saúde e Prevenção de Riscos e Doenças (Promoprev) e o aprimoramento da Nota Técnica de Registro de Produtos (NTRP). O diretor-presidente substituto da ANS, Rogério Scarabel, iniciou a reunião virtual destacando a importância dessas discussões e a relevância dos temas. A diretora-adjunta, Carla Soares, reforçou a importância das contribuições dos participantes, que deve ser realizada de forma contínua. Na sequência, a Gerente de Monitoramento Assistencial, Flávia Tanaka, realizou uma apresentação com o panorama atual do setor e do Programa Promoprev, destacando a atuação da ANS na indução ao desenvolvimento de um modelo de atenção que integre ações de promoção da saúde e prevenção de riscos e doenças. Na apresentação, foram expostas as estratégias de participação social a partir do histórico da evolução da política de Promoprev, que colaboraram com a construção de uma análise de impacto regulatório, apontando diretrizes para o enfrentamento do problema identificado de pouca abrangência dos programas e fragmentação do cuidado em saúde. Flávia enfatizou a necessidade de promover avanços no modelo para melhor gerir a saúde da população e apresentou os principais objetivos para a reformulação da política de Promoprev, que focará na ampliação do escopo dos programas, no fortalecimento como ferramenta de concorrência e no monitoramento e mensuração de resultados efetivos em prol da geração de valor. Com base nesses objetivos, destacou a recente parceria firmada com a Fiocruz/Brasília para o desenvolvimento de uma metodologia de avaliação dos resultados dos programas e de escalonamento dos incentivos regulatórios às operadoras. Essas ações vão possibilitar a apresentação de resultados em saúde que podem ser comparados, permitindo, assim, que os contratantes de planos de saúde possam realizar a melhor escolha de acordo com seu perfil e suas necessidades. Ainda dentro das ações para reorganização da Política de Promoprev, a Agência receberá contribuições de melhoria do programa para o avanço rumo a um modelo de atenção que gere saúde para a população, integrando ações de promoção e prevenção. Nesta primeira etapa, o questionário será dirigido aos participantes da reunião, que receberão o link para acesso ao Formulário por e-mail. Na segunda parte do encontro, a gerente Econômico-Financeiro e Atuarial dos Produtos, Daniele Rodrigues, falou sobre o aprimoramento da Nota Técnica de Registro de Produtos (NTRP). Ela apresentou um resumo das contribuições enviadas na reunião ocorrida em fevereiro (relembre aqui), expondo sua fundamentação legal e os apontamentos das operadoras e demais atores do setor na identificação do problema, causas, consequências, soluções propostas e resultados esperados. Na apresentação, Daniele indicou os próximos encaminhamentos a serem tomados como a elaboração da análise de impacto regulatório, reunião setorial para apresentação das medidas de aprimoramento da NTRP e apreciação das medidas pela Diretoria Colegiada da ANS.

Bolsonaro tuíta nota da AMB defendendo autonomia médica na prescrição da hidroxicloroquina 

Nesta segunda-feira (20), o jornal O Globo informou que, a Associação Médica Brasileira (AMB) divulgou no último domingo (19) nota na qual defende a autonomia dos médicos para prescrever drogas contra a Covid-19, incluindo a hidroxicloroquina, mesmo que não haja evidências científicas que sustentem a eficácia destes medicamentos. O comunicado foi tuítado pelo presidente Jair Bolsonaro, na manhã desta segunda-feira. O posicionamento da AMB seria uma resposta a um pronunciamento da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), que na última sexta-feira defendeu o abandono imediato da hidroxicloroquina no tratamento dos pacientes com coronavírus. No comunicado, a AMB afirma que o debate científico em torno da cloroquina foi “politizado” e que os estudos que apontam a ineficiência da droga contra a Covid-19 são “inconclusivos”, fato que seria “solenemente ignorado por aqueles que parecem torcer pelo coronavírus”.


SAÚDE NA IMPRENSA

Agência Câmara – Secretários estaduais apresentam execução de repasses para combate à Covid-19

Agência Câmara – Comissão externa discute situação da pandemia em Minas Gerais

Folha de S.Paulo – Vacina de Oxford contra coronavírus é segura e produz resposta imune, diz estudo na Lancet

Folha de S.Paulo – Ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni anuncia estar com coronavírus e usando cloroquina

Folha de S.Paulo – Vacina chinesa contra Covid-19 chega ao Brasil e testes começam na terça

Folha de S.Paulo – Cientistas brasileiros barram vírus da zika em ratos com droga experimental

Folha de S.Paulo – Doações do combate à Covid chegam a R$ 6 bi e 78% vão para a saúde

Folha de S.Paulo – Máscara é eficiente contra o coronavírus, ao contrário do que diz influenciador

Folha de S.Paulo – Vacina chinesa contra Covid-19 chega ao Brasil e testes começam na terça

Folha de S.Paulo – Acompanhe todas as informações sobre a pandemia de coronavírus

Folha de S.Paulo – Abertura em meio a aumento de casos de Covid-19 confunde cérebro na análise de risco

Folha de S.Paulo – Hipertensos desde criancinhas

Folha de S.Paulo – É urgente que a cloroquina seja abandonada para qualquer fase da Covid-19, diz Sociedade de Infectologia

Folha de S.Paulo – Ambev produz equipamento médico em impressora 3D com custo 270 vezes menor

Jornal Agora – Produto de limpeza necessita de atenção para evitar riscos

Jornal Agora – Capital paulista retoma aulas práticas nesta segunda (20)

O Estado de S.Paulo – Bolsonaro defende uso de medicamentos ‘off label’, sem necessidade de seguir a bula

O Estado de S.Paulo – Equipe de Pazuello liberou R$ 3 bi por meio de políticos para covid

O Estado de S.Paulo – Regulamentação da telemedicina e covid-19 fazem crescer serviço com consultas virtuais

O Estado de S.Paulo – A saúde na UTI

O Estado de S.Paulo – Músicos cantam em homenagem aos profissionais da saúde

O Estado de S.Paulo – Estresse tóxico atinge crianças e adolescentes na pandemia

O Estado de S.Paulo – Bolsonaro saúda cloroquina em ato de apoiadores

O Estado de S.Paulo – Bangladesh libera teste em estágio avançado de vacina chinesa contra coronavírus

O Estado de S.Paulo – Medicamento reduziria em 79% risco de forma grave da covid-19

O Estado de S.Paulo – A recuperação dos pacientes pós-covid

O Estado de S.Paulo – Texto engana ao dizer que cloroquina cura 98,7% dos pacientes com covid-19

O Estado de S.Paulo – Próxima de 10 mil casos, Ribeirão Preto usa robôs para testes de coronavírus

O Estado de S.Paulo – Atividades práticas e laboratoriais do ensino superior voltam na segunda em SP; veja regras

O Estado de S.Paulo – O que a história da medicina pode nos ensinar no combate ao coronavírus

O Estado de S.Paulo – Biossimilar amplia acesso a tratamentos de qualidade

O Estado de S.Paulo – Vacina chinesa contra coronavírus chega a SP; testes começam na terça

O Globo – Aliados nos erros: Como a falta de um sistema universal de saúde prejudicou a resposta americana à pandemia

O Globo – Secretaria de Saúde do Rio não divulga boletim atualizado sobre a Covid-19 no estado

O Globo – A ordem que Bolsonaro deu para Pazuello seguir no Ministério da Saúde

O Globo – Sem salários há três meses, profissionais de saúde pedem socorro

O Globo – Pezão é absolvido em ação do MP do Rio por falta de investimento obrigatório na Saúde

O Globo – Ministério da Saúde pede a instituições federais ‘ampla divulgação’ da cloroquina

O Globo – Secretário do Ministerio da Saúde rebate críticas à cloroquina e diz que pessoas usam ‘ciência’ como ‘porrete’

O Globo – É #FAKE que pode ter o CRM cassado o médico que não prescrever hidroxicloroquina a pedido do paciente em casos de Covid

O Globo – Bolsonaro tuíta nota da AMB defendendo autonomia médica na prescrição da hidroxicloroquina

O Globo – Brasil tem 79.590 mortes por Covid-19, informa consórcio de veículos da imprensa em boletim das 13h

O Globo – Mais isolados que outros mortais: cientistas contam como se cuidam

G1 – Práticas alternativas complementam o tratamento da medicina tradicional

G1 – Faculdade de medicina do interior de SP recebe robô para auxiliar na testagem de Covid-19

G1 – Como manter a saúde mental na pandemia

G1 – Crianças mais velhas transmitem coronavírus tanto quanto os adultos, diz estudo

G1 – Alta de 24% nas mortes por coronavírus no interior de SP provocou recorde semanal no estado, diz governo

G1 – Vacinas contra a Covid: tire dúvidas sobre os avanços nos testes iniciais de Oxford e da chinesa CanSino

G1 – Vacina de Oxford: farmacêutica britânica defende estratégia de duas doses contra a Covid-19

G1 – Sensor desenvolvido na USP de São Carlos detecta substâncias no suor e permite monitorar a saúde

G1 – Vacina de Oxford é um resultado positivo, mas ainda há ‘longo caminho a percorrer’, pondera OMS

G1 – ‘Não precisamos esperar por uma vacina, podemos salvar vidas agora’, diz diretor-geral da OMS sobre a pandemia

G1 – Impacto da Covid-19 em povos indígenas das Américas é uma das principais preocupações da OMS, informa diretor-geral

G1 – Pesquisa com medicamento feita com 101 pacientes de Covid-19 apresenta bom resultado

G1 – Esperar imunidade de rebanho ‘é absurdo e antiético’, diz líder de estudo que investiga quantos tiveram Covid-19 no Brasil

Anvisa – Petição de desistência de recurso terá novo código

Anvisa – Migração: Solicita receberá recursos administrativos

ANS – ANS apresenta propostas de aprimoramento da política de Promoprev e no Registro de Produtos

Agência Brasil – Hospital investiga se pacientes foram reinfectados pelo coronavírus

Agência Brasil – Comércio ambulante reabre na capital paulista

Agência Brasil – Hospitais de campanha do Rio não estão desativados, diz secretaria

Agência Brasil – Pesquisadores conseguem bloquear ação do zika em camundongos

Agência Brasil – Portaria suspende procedimentos operacionais do Bolsa Família

Agência Brasil – Maioria dos estados avança nos planos de retomada econômica

Agência Brasil – Bolsonaro posta vídeo sobre importação de medicamentos do Uruguai

Agência Brasil – Brasil registra 2.074.860 pessoas infectadas pelo novo coronavírus

Agência Brasil – Secretário pede respeito a escolha feita por médicos e pacientes

Agência Saúde – Covid-19: Brasil já tem mais de 1,3 milhão de curados

Agência Saúde – Mais de 183 milhões de Equipamentos de Proteção Individual distribuídos pelo Governo do Brasil

Agência Saúde – Ministério da Saúde habilita 10.498 leitos de UTI para Covid-19

Agência Saúde – Governo do Brasil entrega mais de 7,9 mil ventiladores pulmonares

Agência Saúde – Brasil compra medicamentos para intubação do Uruguai

Valor Econômico – Brasil tem maior índice de ansiedade na pandemia entre 15 países, diz Ipsos

Valor Econômico – Votação do Fundeb fica para terça, mas pode ser adiada novamente

Valor Econômico – Ação de laboratório britânico dispara com resultado positivo de droga contra covid

Valor Econômico – Militares e governo do Amapá aprovam o medicamento, mas lamentam politização

Correio Braziliense – Artigo aponta que vacina de Oxford, em teste no Brasil, é segura

Correio Braziliense – Pesquisadores conseguem bloquear ação do zika em camundongos

Correio Braziliense – Vacina chinesa contra covid-19 que será testada no DF chega ao Brasil

Correio Braziliense – Lockdown salvou 3,2 milhões de vidas em 11 países, estima estudo

Correio Braziliense – Pesquisadores desenvolvem teste que detecta coronavírus em 20 minutos

______________________
O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »