PROJETO INSTITUI POLÍTICA PARA INCENTIVAR AGRICULTURA DE PRECISÃO NO PAÍS

//PROJETO INSTITUI POLÍTICA PARA INCENTIVAR AGRICULTURA DE PRECISÃO NO PAÍS

O Projeto de Lei 149/2019, de autoria do Deputado Heitor Schuch (PSB-RS), institui a Política Nacional de Incentivo à Agricultura de Precisão, com o objetivo de ampliar a utilização deste tipo de manejo no País. Outros dois projetos de lei 355/2019 e 361/2019, de autoria dos Deputados Tereza Cristina (DEM-MS) e Alceu Moreira (MDB-RS), respectivamente, são referentes à agricultura de precisão. De acordo com a Agência Câmara, a agricultura de precisão utiliza tecnologias para reunir informações sobre a área cultivada. Para ele, o Brasil, que tem uma economia fortemente agropecuária, se beneficiará com a disseminação deste tipo de manejo. “Isso possibilita a aplicação de recursos e insumos com maior precisão, diminuindo o desperdício, aumentando a produtividade e, consequentemente, a lucratividade”, disse. Segundo o projeto, a Política Nacional de Incentivo à Agricultura de Precisão deverá atender prioritariamente a agricultura familiar e os empreendimentos familiares rurais. A finalidade é garantir a segurança alimentar do País e viabilizar a permanência do agricultor no meio rural. “O Projeto será analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural; e Constituição e Justiça e de Cidadania”, informa a notícia.

 

Câmara deve apreciar urgência de projeto que recria subsídio de energia para agronegócio



A Câmara deverá apreciar na próxima semana, um projeto para que o agronegócio possa retomar o subsídio nas tarifas de energia. É o que informa o jornal O Estado de S. Paulo. Na terça-feira (12), o deputado Heitor Schuch (PSB-RS) apresentou projeto para suspender os efeitos de um decreto publicado pelo governo do ex-presidente Michel Temer, que prevê a extinção de descontos na conta de luz de produtores rurais. Parlamentares tentaram aprovar um pedido de urgência para que o projeto de decreto legislativo de Schuch fosse votado ainda nesta quarta-feira (13) no plenário da Câmara, porém, não foi apreciado. O benefício custa R$ 3,4 bilhões por ano e é pago pelos demais consumidores de energia de todo o País. A movimentação do agronegócio para ressuscitar o benefício gerou reações no governo e no setor privado. O presidente da Associação Brasileira de Grandes Consumidores (Abrace), Paulo Pedrosa, disse que o decreto que reduziu os subsídios embutidos na conta de luz sinalizou a reversão de uma tendência que tornou a energia paga no País uma das mais caras do mundo. “No governo, técnicos dos ministérios da Economia e de Minas e Energia começaram a procurar deputados e senadores para tentar convencê-los a não apoiar a retomada dos subsídios ao agronegócio”, afirma o jornal.

 

Ministro do ambiente visita terra indígena que arrenda área para plantar soja



O jornal Folha de S. Paulo destacou que em sua primeira viagem à Amazônia, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, 43, escolheu conhecer uma terra indígena onde produtores rurais brancos fazem plantio mecanizado de soja e milho transgênicos mediante o pagamento de uma porcentagem da safra, segundo investigação do Ibama do ano passado. A prática é considerada ilegal pelo Ministério Público Federal (MPF). “Estivemos hoje na Festa da Colheita dos índios parecis, que plantam e produzem com muita competência, demonstrando que podem se integrar ao agro sem perder suas origens e tradições”, escreveu Salles no Twitter após visita à Terra Indígena Utiariti, no noroeste de Mato Grosso. Junto com a declaração, o ministro publicou uma foto em que aparece com um cocar, à frente de indígenas usando vestimentas tradicionais. Esta é a primeira viagem de Salles, que é paulistano, à Amazônia. “Durante entrevista ao programa Roda Viva, na última segunda-feira (11), ele admitiu nunca ter pisado na região, que ocupa cerca de 60% do território nacional”, ressalta a matéria.

 

França é primeiro país a banir todos os cinco pesticidas ligados à morte de abelhas



As abelhas já foram declaradas os seres vivos mais importantes do planeta e pesquisas apontam que elas podem estar viciadas em agrotóxicos. Conforme o portal Hypeness, a França é o primeiro país a tomar uma atitude real para a preservação da espécie, ao banir todos os cinco pesticidas ligados à morte destes animais, cuja extinção pode acabar com a humanidade. Tudo começou quando a União Europeia votou pela proibição dos três principais responsáveis pela extinção destes insetos, os agrotóxicos conhecidos como clotianidina, imidacloprida e tiametoxam. Ao se adequar à medida, o governo francês decidiu banir mais dois pesticidas que têm contribuído para a diminuição na população de abelhas, o tiaclopride e a acetamiprida. Os venenos em questão são da família dos neonicotinóides e possuem uma estrutura similar à da nicotina. Eles funcionam atacando o sistema nervoso central dos insetos. “Estudos citados pelo jornal britânico The Telegraph indicam que os neonicotinóides podem confundir habilidades de memória e direção das abelhas, além de reduzir a sua contagem de espermatozoides”, destaca o portal.

 

NA IMPRENSA

ANAC – ANAC divulga Guia para Investigação Interna de Eventos de Interesse da Segurança Operacional

 

 

ANAC – ANAC suspende RQ Serviços Especializados e interdita aeronaves da empresa

 

Embrapa – Cajucultura ganha espaço nas redes sociais

 

Embrapa – Embrapa Arroz e Feijão realiza evento anual sobre Agroecologia

 

Embrapa – Empreendedores rurais fundam associação de produtores de carne carbono neutro

 

Embrapa – Congresso que vai abordar a última fronteira agrícola abre inscrições

 

Ibama – Madeira apreendida pelo Ibama é usada para construção de 50 pontes na Amazônia

 

Mapa – Ministra viaja ao Nordeste por quatro dias para reunir com produtores e acelerar projetos

 

Mapa – Em aldeia, Tereza Cristina defende que índios tenham direito de produzir em larga escala em suas terras

 

Câmara dos Deputados – Projeto institui política para incentivar agricultura de precisão no País

 

Câmara dos Deputados – Moradores e deputados cobram respostas sobre desastre em Brumadinho

 

Câmara dos Deputados – Decreto sobre uso de aviões da FAB para transporte de órgãos pode virar lei

 

Câmara dos Deputados – Frente Parlamentar comemora aumento da tarifa de importação de leite

 

Câmara dos Deputados – Proposta limita as taxas de juros para produtores rurais

 

Câmara dos Deputados – Proposta altera marco legal do saneamento básico

 

Senado Federal – Primeira mulher presidirá a CCJ; outras nove comissões já têm direção

 

Senado Federal – Eliziane desagrava memória de Chico Mendes e critica ministro do Meio Ambiente

 

Folha de S. Paulo – Ministro do ambiente visita terra indígena que arrenda área para plantar soja

 

Folha de S. Paulo – Roberto Dias – A praga do amarelinho e a política

 

G1 – Xixi de foliões vai ser aproveitado como fertilizante no Jardim Botânico de Belo Horizonte

 

G1 – Governo espera ‘solução de mercado’, para aeroporto de Viracopos, diz secretário

 

O Estado de S. Paulo – BRF recua 3% após suspeita de salmonela

 

O Estado de S. Paulo – Fausto Macedo – Raquel defende R$ 191 mi de delatores da Lava Jato para educação básica

 

O Estado de S. Paulo – Governo vai vender participação acionária da Infraero em aeroportos já concedidos

 

O Estado de S. Paulo – Anac suspende proprietária do helicóptero que transportava Boechat

 

O Estado de S. Paulo – Câmara deve apreciar urgência de projeto que recria subsídio de energia para agronegócio

 

O Estado de S. Paulo – Airbus anuncia que encerrará produção do A380

 

Valor Econômico – Nova regra incentiva emissão de letras de crédito do agronegócio

 

Valor Econômico – Etanol de milho avança

 

Zero Hora – José Luiz Tejon – Como passar de 1 bilhão de toneladas para US$ 1 trilhão de riqueza no agronegócio?

 

Zero Hora – Salmonela de carne de frango recolhida é mais perigosa por ser transmissível a humanos

 

Acesse Bahia – Bahia avança na política ambiental com o apoio dos agricultores

 

Agrolink – Justiça confirma proibição da venda de agrotóxicos no Mercado Livre

 

Desacato – Governo libera registro de mais de um agrotóxico por dia neste ano

 

Hypeness – França é primeiro país a banir todos os cinco pesticidas ligados à morte de abelhas

 

Mais Soja – Agricultores argentinos já estão coletando mais de 10 toneladas de trigo por hectare

 

Mais Soja – Diversificação será tema do Fórum Técnico na Abertura da Colheita do Arroz

 

Mais Soja – Fatos & mitos sobre a aviação agrícola

 

Mais Soja – Startup cria superdrone voltado para agricultura de precisão

 

Mais Soja – Tecnologia no monitoramento e aplicação com o uso de vant’s

 

__________________________________________________________________________________________

 

 

 

 

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.