Projeto de lei quer proibir que cães sejam explorados em corridas no Rio Grande do Sul

//Projeto de lei quer proibir que cães sejam explorados em corridas no Rio Grande do Sul
Um projeto de lei pretende proibir a exploração de cachorros em corridas no Rio Grande do Sul, destacou o portal Anda neste domingo (23). A proposta foi protocolada na Assembleia Legislativa pelo deputado Gabriel Souza (MDB), na última sexta-feira (21), após a Prefeitura de Bagé anunciar a construção de um centro de evento para criadores de galgos ao lado da pista de corridas do Parque do Gaúcho. As obras, que servem de incentivo às corridas, geraram revolta e insatisfação entre moradores da cidade e ativistas pelos direitos animais, que denunciam o abandono de galgos doentes e feridos. A proposta do deputado tipifica como crime a exploração de cães em corridas. Se aprovada, os infratores poderão perder a guarda dos animais. Os recursos para a construção do centro de eventos vieram de uma emenda parlamentar do deputado federal Dionilso Marcon (PT). Apesar de ter afirmado desconhecer que a emenda incentivaria a exploração de cães na pista de corrida, o parlamentar cita a associação de criadores de galgos, que utiliza a pista aos finais de semana, no ofício elaborado para comunicar a liberação dos recursos à prefeitura. O prefeito Dilvado Lara (PTB), que recentemente assinou a ordem de serviço para as obras, disse que a emenda tem finalidade específica e, por isso, não pode ser usada por outro setor. Segundo ele, a área é destinada à população e poderá ser utilizada mesmo se as corridas forem proibidas. Com o anúncio das obras, a causa animal mostrou sua força. Uma petição que pede a proibição das corridas em território nacional já alcançou mais de 5,5 mil adesões. Além disso, vários grupos e ONGs de proteção animal se uniram na internet em uma campanha contra a prática. Os criadores de galgos, por sua vez, apagaram das redes sociais fotos e convocações para as corridas, tema que agora é discutido em grupos fechados. Cerca de 60 galgos foram abandonados em Bagé no último ano após serem explorados em corridas, segundo o Núcleo Bajeense de Proteção Animal. A maior parte dos cachorros apresentava fraturas.

Proposta proíbe pessoa de reaver guarda de animal vítima de maus-tratos
O Projeto de Lei 2938/20 proíbe a pessoa que praticou maus-tratos de reaver a guarda de animais ou adotar outros, durante o prazo de oito anos. O texto em tramitação na Câmara dos Deputados insere dispositivo na Lei de Crimes Ambientais, informou a Agência Câmara nesta segunda-feira (24). “Ainda nos deparamos com muitos episódios de crueldade contra os animais, o que exige constante aprimoramento do arcabouço jurídico”, afirmaram os autores do texto, deputados Fred Costa (Patriota-MG), Ricardo Izar (PP-SP) e Célio Studart (PV-CE). “Dessa forma, a proposta estabelece pena acessória, proibindo o agressor de obter a guarda do animal agredido e de outros pelo prazo de oito anos, em linha com o que é previsto no Código Penal de Portugal e de outros países”, continuaram.

Campanha pede que animais sejam transportados em cabines de aviões: ‘eles não são bagagem’

Nesta segunda-feira (24) o portal Anda divulgou que, uma campanha realizada na internet pede que as empresas aéreas deixem de submeter os animais a riscos ao transportá-los no bagageiro das aeronaves. Colocados na área de carga dos aviões, cães e gatos sofrem com o estresse. Muitos deles já ficaram feridos, foram extraviados como se fossem objetos e morreram. Em dezembro de 2019, o cachorro Tom morreu de calor durante uma viagem de São Paulo para Vitória, no Espírito Santo. Em março do mesmo ano, Bear perdeu a vida após ficar sem oxigênio no bagageiro de um avião que o transportava de Amsterdã, na Holanda, para Los Angeles, nos Estados Unidos. Casos como esse são mais comuns do que se imagina. Para tentar evitá-los, os tutores da gata Angel iniciaram a companha “não sou bagagem, sou passageira”. A gata tem 156 mil seguidores no Instagram e viaja constantemente de avião com sua família. “Angel é uma viajante frequente, mas tem sorte de voar na cabine porque é pequena. Mas por que outros animais que pesam mais de 8kg são tratados como sacos na carga?”, diz um post no Instagram da gata. Na publicação, foram expostos casos de mortes de gatos durante voos da empresa Aeroflot. “Recentemente, dois gatos morreram e um foi congelado durante @aeroflotvoo de Nova York. Funcionários do aeroporto os mataram esmagando suas caixas transportadoras e tratando-os como bagagem. E não é apenas um problema da Aeroflot, mas um grande problema de todas as companhias aéreas em geral”, afirma o texto da postagem. “Quantos animais a mais precisam morrer durante os voos de carga para que as companhias aéreas mudem as regras de transporte para eles? Eles são congelados ou fritos até a morte ou ficam feridos”, completa. A campanha feita no Instagram da gata pede que as companhias aéreas mudem as regras de transporte de animais. “Elas [as empresas] devem tratá-los como passageiros! Porque nossos amigos peludos não são bagagem, eles são passageiros como você e eu”, conclui a publicação.

Eficiência na produção pecuária contribui para sustentabilidade

Reportagem do portal da Embrapa, desta segunda-feira (24), destacou que a carne brasileira é produzida majoritariamente em sistemas a pasto. Essa característica faz a pecuária nacional mais sustentável. De acordo com o produtor Caio Penido, presidente do Grupo de Trabalho de Pecuária Sustentável (GTPS) e do Instituto Mato-Grossense da Carne (IMAC), a produção a pasto traz bem-estar animal e fixação de carbono no solo. “No Brasil, além de uma carne de baixo carbono, em função desse sistema produtivo a pasto, temos toda a questão ambiental. O Código Florestal obriga o produtor rural a destinar de 20 a 80% da área de sua fazenda à conservação da vegetação nativa. Temos esses dois componentes que nossos concorrentes internacionais não têm. Biodiversidade garantida no sistema produtivo e a possibilidade de carne de baixas emissões”, explica. Mas ainda há espaço para melhorar. De acordo com Alexandre Berndt, chefe de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Pecuária Sudeste (São Carlos, SP), nossa pecuária caminha para ser cada vez mais sustentável. “É um país muito grande, com muita gente produzindo. Naturalmente, nem todos adotam as práticas sustentáveis. Mas é uma tendência. Observamos empresas, produtores e cooperativas caminhando nesse sentido”, conta Berndt. A Embrapa realiza pesquisas e desenvolve tecnologias para tornar a pecuária eficiente e produzir mais alimento na mesma área e em harmonia com o meio ambiente. “Produzindo mais e melhor na mesma área ou em áreas menores, tiramos a pressão pela abertura de novas áreas”, explica Berndt. Os pesquisadores trabalham com sistemas de integração lavoura-pecuária (ILP) e lavoura-pecuária-floresta (ILPF), estudos para redução de gases de efeito estufa, manejo hídrico, melhoramento genético, qualidade da carne e do leite, além de ferramentas de precisão e pecuária 4.0. O uso de identificação animal automatizada, dispositivos eletrônicos de pesagem e alimentação, sensores, termografia e estações meteorológicas automáticas possibilita a geração de dados com indicadores produtivos, comportamentais e fisiológicos em benefício da saúde, produtividade e bem-estar dos animais. Soluções tecnológicas, como por exemplo sistemas de integração (ILPF), recuperação de pastagens degradadas e uso de aditivos na nutrição, têm apresentado bons resultados na redução de emissões, no sequestro de carbono e contribuído para o desenvolvimento de uma agropecuária mais sustentável. Para Penido, é possível garantir a conservação, aumentar a oferta de alimento e reduzir as emissões. “No Brasil, podemos produzir mais, dentro da legislação ambiental brasileira”, fala o presidente do GTPS e do IMAC. Na próxima quarta-feira (26), a Embrapa Pecuária Sudeste promove uma live para debater a pecuária sustentável e de precisão. Participam do evento comemorativo aos 45 anos do centro de pesquisa, além de Caio Penido, o produtor de orgânicos Marcos Palmeira e o pesquisador Artur Chinelato, idealizador do programa Balde Cheio. Alexandre Berndt fará a moderação das discussões. A live ocorre pelo canal da Embrapa no Youtube, das 18h às 19h.

NA IMPRENSA

Agência Câmara – Proposta proíbe pessoa de reaver guarda de animal vítima de maus-tratos

O Estado de S.Paulo – Entidade que abriga gatos de rua conseguiu lares para 185 animais desde início da pandemia

O Estado de S.Paulo – Petz caminha para ter controle pulverizado na B3

O Estado de S.Paulo – Drive-in com os pets

O Estado de S.Paulo – Preparando sua casa para o seu ‘filhote da pandemia’

O Estado de S.Paulo – Ela tinha pânico de cachorro e venceu o medo ao adotar um animal na pandemia 

G1 – Veja dicas para formação de pastagem para o gado

G1 – Importações de carne suína pela China em julho têm recorde de 430 mil toneladas

G1 – Cerca de 100 cabeças de gado morrem após frio de 9°C em MT

G1 – Governo quer comprar microssatélite de R$ 145 milhões para monitorar a Amazônia

G1 – O santuário natural onde o mico-leão-dourado ‘ressurgiu das cinzas’ e agora ganha um ‘viaduto verde’

G1 – Animais domésticos são vítimas de envenenamento em praça de Palmas

G1 – Voluntários de Itapetininga se unem em ação para proteger animais de rua do frio

Valor Econômico – Frimesa retoma plano de construir uma nova planta de suínos no PR

Valor Econômico – Reunião com embaixador da China tranquiliza cadeias produtivas de grãos e carnes

CNA – Mapa reconhece Paraná como área livre de febre aftosa sem vacinação

CNA – Projeto Campo Futuro realiza painel sobre avicultura de corte em Mato Grosso do Sul

Embrapa – Parceria com setor produtivo desenvolve melhoramento genético de ovinos em SC

Embrapa – Eficiência na produção pecuária contribui para sustentabilidade

Agrolink – 240 bovinos sem procedência são apreendidos

Agrolink – Parceria com setor produtivo desenvolve melhoramento genético de ovinos em SC

Agrolink – Importações de carne suína pela China em julho têm recorde de 430 mil t

Agrolink – SC: ACNB confirma realização da 49° Expoinel presencial

Agrolink – Preços dos ovos recuam

Agrolink – MS: Projeto Campo Futuro realiza painel sobre avicultura de corte

Agrolink – Alta no preço da arroba do boi gordo

Agrolink – Cartilha orienta produtores sobre os javalis

Anda – Projeto de lei quer proibir que cães sejam explorados em corridas no RS

Anda – Campanha pede que animais sejam transportados em cabines de aviões: ‘eles não são bagagem’

Anda – Reconhecimento facial para chimpanzés parece impedir o tráfico na internet

Anda – Brigadistas encontram animais mortos na maior queimada em décadas no Pantanal

Anda – Filhote de canguru albino desaparecido pode ter sido sequestrado de zoo alemão

Anda – Justiça mantém urso Robinho em zoo e ONG luta pela liberdade do animal

Anda – Cadeias alimentares marinhas podem ser radicalmente alteradas pelo aquecimento dos oceanos

Anda – Gana abre faculdade dedicada ao estudo do meio ambiente e das mudanças climáticas

Anda – Burra com problemas respiratórios ganha inalador especial

Anda – Elefante é encontrado com pneu enroscado no pescoço

Anda – Tubarões-cinzentos-dos-recifes criam laços de amizade duradouros

Anda – Caça aos rinocerontes cai em 63% em 2020 na Namíbia

Anda – Poluição de plástico nos oceanos pode espalhar doenças fatais aos humanos

Anda – Espécie de musaranho-elefante desaparecida há 50 anos é redescoberta

Anda – Uma dieta vegetariana estrita é um importante aliado para o controle do colesterol “ruim”

Anda – Doria apresenta projeto de lei para privatizar o Zoológico de São Paulo

Anda – Especialistas e voluntários se unem para salvar a vida selvagem das Ilhas Mauricio após derramamento de óleo

Anda – Lontras marinhas nos estuários da Califórnia surpreendem cientistas

Anda – Relatório aponta que frangos vivos são mergulhados no cloro em granjas

Anda – Camarões suspende planos de extração de madeira na Floresta Ebo

Anda – Águia careca derruba drone do governo e o manda para o fundo do Lago Michigan

Anda – China emite novas regras de sustentabilidade para proteger espécies marinhas

Anda – Nova lei alemã pode obrigar tutor a levar cão para passear duas vezes ao dia

Anda – Pesquisadores avistam orca branca no Alasca: ‘incrivelmente rara’

Anda – Onça resgatada de incêndio em estado grave recebe tratamento para queimaduras

Anda – ‘Quem ama, liberta’, diz ONG após zoo tentar impedir transferência de urso Robinho para santuário

Anda – MP recebe denúncia contra pista de corrida para exploração de galgos no RS

______________________

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »