PROIBIÇÃO DA VENDA DE CÃES E GATOS NAS RUAS É APROVADA EM COMISSÃO DO SENADO

//PROIBIÇÃO DA VENDA DE CÃES E GATOS NAS RUAS É APROVADA EM COMISSÃO DO SENADO
A Comissão de Meio Ambiente (CMA) aprovou nesta quarta-feira (10) o Projeto de Lei do Senado 358/2018, que proíbe o comércio indiscriminado de animais de estimação em locais públicos e fora de lojas autorizadas para este fim. É o que informa a Agência Senado. Pelo texto, quem vender animais de estimação na rua ou em locais públicos, sujeitando-os a condições insalubres, cometerá crime ambiental (Lei 9.605, de 1998). A proposta segue agora para a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), onde receberá decisão terminativa. O projeto é de Rudson Leite (RR), suplente do senador Telmário Mota (Pros-RR). Para o autor, a venda na rua ocorre quase sempre com os animais expostos em porta-malas de carros e outros locais indevidos, como caixas, sem preocupação alguma com a saúde ou o bem-estar deles, e é preciso impedir a prática. De acordo com a proposta, quem insistir no método de venda pode ser enquadrado por maus-tratos a animais e condenado a detenção de três meses a um ano, mais pagamento de multa, como determina a Lei 9.605, de 1998. Se o animal morre, a pena é aumentada de um sexto a um terço.” Em relatório favorável, a senadora Soraya Thronicke (PSL-MS) considera que a venda de animais de estimação fora de lojas especializadas não lhes assegura o necessário bem-estar”, informa a matéria.

Chega ao Brasil uma medicação específica para o câncer em cães

A coluna Comportamento Ambiental do jornal O Estado de S. Paulo destacou que assim como em humanos, cães e gatos estão sofrendo com diversos casos de câncer. Há diversas especulações para o motivo disso. De toda forma, ainda há diversos casos de tumores. Todavia, chega ao Brasil uma medicação específica para o tratamento de células cancerosas de cães. Segundo o médico veterinário Rodrigo Ubukata, especialista em oncologia, são diversos fatores que contribuem para o aumento dos casos de câncer em cães. Porém, Dr Ubukata alerta: “Não é apenas as doenças crônicas, associadas com o envelhecimento, que faz com que os tumores estejam aumentando. Aumento da poluição, exposição ao cigarro, sedentarismo, obesidade, verticalização das cidades e estresse também são fatores aos quais os animais foram expostos e podem colaborar para o desenvolvimento do câncer”. Baseado nesta assustadora perspectiva, chega ao Brasil o medicamento Palladia. Um medicamento inovador na medicina veterinária, utilizando-se de alta tecnologia para o tratamento do câncer. Segundo Dr Ubukata, antes da chegada do remédio (e até hoje), o tratamento realizado se baseia em cirurgia, quimioterapia antineoplásica e radioterapia. Esta medicação se tornou uma importante ferramenta para tratamento de tumores de maior agressividade e que falhavam aos tratamentos chamados de primeira linha. “Segundo Dr Ubukata, a grande vantagem neste tipo de tratamento é uma alta eficiência terapêutica, com um índice de efeitos colaterais bem inferior ao que acontece na quimioterapia”, destaca a coluna.

Noruega vai proibir em 2025 criadouros de animais para peleteria

O governo norueguês apresentou nessa quarta-feira (10) uma proposta para proibir, a partir de 2025, a criação de animais para a peleteria com um programa de indenizações aos seus proprietários. De acordo com o jornal Correio Braziliense, o projeto de lei proíbe a posse, a partir de fevereiro de 2025, de animais destinados a serem abatidos para “vender ou usar sua pele”. A proibição é o resultado de um acordo político de janeiro de 2018, quando o governo conservador se aliou ao pequeno partido liberal, que exigiu essa medida. O setor peleiro denunciou, por sua vez, o valor da indenização aos criadores, que considera insuficiente e qualifica como “traição histórica”. O governo avalia em cerca de 500 milhões de coroas (cerca de 52 milhões de euros) a indenização aos criadores para que se reconvertam a outras atividades. Segundo Norges Pelsdyralslag, “o setor emprega cerca de 500 pessoas, com um volume de negócios anual de 300 milhões de coroas norueguesas”.

Países islâmicos ficam com 16% das exportações do agro brasileiro

Os países islâmicos são o terceiro maior importador de produtos do agronegócio brasileiro. Em 2018, dos US$ 102 bilhões comercializados pelo Brasil, esse grupo ficou com US$ 16,4 bilhões: 16% do total. Conforme a coluna Vaivém das Commodities do jornal Folha de S. Paulo, os dados são da CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil), com base em informações do Agrostat, do Ministério da Agricultura. A CNA considerou países islâmicos um bloco composto de 52 nações, nas quais mais de 50% da população se classifica como muçulmana. As importações agropecuárias brasileiras dos países islâmicos se limitam a US$ 1 bilhão, tendo como destaque o óleo de dendê (US$ 253 milhões em 2018). Já as compras dos países islâmicos feitas no Brasil têm como lideranças o açúcar (US$ 3,8 bilhões) e o milho (US$ 2,3 bilhões), além de carne de frango, carne bovina e soja. “Pelo menos 73% das exportações brasileiras para esses países se referem a produtos do agronegócio, enquanto as importações brasileiras agropecuárias se limitam a 8% do total de compras”, afirma a nota.

NA IMPRENSA
Embrapa – Escola inclusiva em comunidade quilombola terá vitrine tecnológica de aquaponia em SE

Embrapa – Dia de campo de ILPF no sul do estado tem inscrições abertas

Mapa – Ministra negocia inclusão de linha de crédito para embarcações de pesca no Plano Safra

Mapa – Em jantar com embaixadores, Tereza Cristina aposta na intensificação das relações comerciais com o mundo islâmico

MMA – Na Câmara, ministro destaca prioridades de sua gestão

Câmara dos Deputados – Comissão Mista de Orçamento elege como presidente o senador Marcelo Castro

Senado Federal – Proibição da venda de cães e gatos nas ruas é aprovada na CMA

Correio Braziliense – Noruega vai proibir em 2025 criadouros de animais para peleteria

Correio Braziliense – Jacaré solto no Rio após temporal é, na verdade, um lagarto

Correio Braziliense – Bolsonaro e Tereza Cristina fazem ação de desagravo a países islâmicos

Folha de S. Paulo – Bom pra Cachorro – Bombeiros retiram filhote de galeria pluvial com ajuda de cão voluntário

Folha de S. Paulo – Bom pra Cachorro – Cadela é arrastada por enxurrada no Rio, e busca ganha campanha nas redes

Folha de S. Paulo – Vaivém das Commodities – Países islâmicos ficam com 16% das exportações do agro brasileiro

Folha de S. Paulo – Painel S.A. – Empresário lança hambúrguer vegano que imita gosto, cheiro e textura da carne

Folha de S. Paulo – IPTU do campo pode render até 10 vezes mais, de acordo com estudo

Folha de S. Paulo – Mudar imposto rural promoverá produtividade, dizem especialistas

Folha de S. Paulo – Pressão do tomate e do feijão está no fim, mas vem aí a da carne

G1 – Após tragédia, produtora de Brumadinho não consegue vender peixes nem para a Semana Santa

O Estado de S. Paulo – Fausto Macedo – Cães da Receita farejam 353 quilos de cocaína em tambores com suco de limão no porto

O Estado de S. Paulo – Comportamento Animal – Chega ao Brasil uma medicação específica para o câncer em cães

O Estado de S. Paulo – Ministério mandou Ibama liberar petróleo em Abrolhos por ‘relevância estratégica’

Valor Econômico – Preços ao consumidor da China sobem em março após 4 declínios seguidos

Zero Hora – Quais as pastagens indicadas para o combate de vermes em ovinos?

Zero Hora – Gisele Loeblein – Presença de Bolsonaro tornou jantar com árabes ainda mais representativo

Anda – Após ser privada da liberdade por 8 anos, baleia morre no Sea World

Anda – Prêmio incentiva jovens cientistas e acabar com os testes em animais

Anda – Francesa é multada por adotar porco resgatado do matadouro e matá-lo para consumo

Anda – Exigência de caução para internamento de animais é proibida

Anda – Retrocessos ambientais marcam 100 primeiros dias do governo Bolsonaro

__________________________________________________

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.