Produtores de gado se unem em cooperativas movimentando mercado de carnes especiais

Home/Informativo/Produtores de gado se unem em cooperativas movimentando mercado de carnes especiais

 

As micros e pequenas empresas rurais do setor de gado de corte conseguiram aumentar seu faturamento em até 17%, com a verticalização da cadeia produtiva, informou o Portal do Agronegócio nesta quinta-feira (8). A tendência já é vista em diversos estados brasileiros: os produtores de pequeno porte se unem em cooperativas e conseguem, além de produzir, abater, cortar e vender a carne. O movimento de união entre os pecuaristas possibilitou a redução dos custos com o encurtamento da cadeia e o aumento da qualidade da carne produzida, gerando mais valor ao produto e mais lucro para os participantes. O analista de competitividade do Sebrae, Victor Ferreira, afirma que o Sebrae acompanhou recentemente duas cooperativas que apresentaram resultados animadores. De acordo com Victor, esse processo de assumir alguns processos da cadeia da pecuária de Corte foi beneficiado também com o fato de ter aumentado a procura no mercado por carnes de maior valor agregado. Apesar dos resultados serem animadores, o analista acrescenta que ainda há produtores que necessitam de acesso a tecnologias de produção e organização para aderir ao movimento. “Os pequenos pecuaristas brasileiros enfrentam uma concorrência muito forte em relação aos produtores de carne em escala industrial. Historicamente, os pequenos ficam presos às vendas a apenas um canal de comercialização como os frigoríficos que realizam todo o processo de abate, corte e venda. Quando eles encurtaram esse ciclo, assumindo a responsabilidade do corte e embalagem da carne, após o abate inspecionado, as negociações com o varejo, aumentaram competitividade e consequentemente o faturamento. Com as cooperativas ganham força e volume de produção para atender o mercado”, analisa Victor Ferreira. A Boi de Engenho é uma dessas cooperativas que já virou marca registrada no segmento de carnes especiais em Alagoas. O grupo de pequenos produtores nordestinos ilustra bem a nova roupagem da produção e da venda de carnes no país. Com pastos nas cidades de Paulo Jacinto, Quebrângulo, Viçosa, Pão de Açúcar, União dos Palmares e Porto Calvo, a Boi de Engenho abastece os consumidores com carne de qualidade, investindo em sustentabilidade.

Exportação de 133,8 mil toneladas de carne bovina é recorde para o mês de março

Nesta quinta-feira (8) o Sistema Brasileiro do Agronegócio (SBA) destacou que a exportação brasileira de carne bovina in natura voltou a somar volumes significativos em março, consequência do aumento de exportações para a China, aponta o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). Segundo pesquisadores da entidade, a recuperação das vendas externas em março estão atreladas aos novos surtos de Peste Suína Africana (PSA) registrados na China, e também ao retorno das compras do país asiático após o Ano Novo Chinês, comemorado em fevereiro. Segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), no mês de março foram exportadas 133,8 mil toneladas de proteína bovina in natura, 31% a mais que em fevereiro e 6,27% acima da quantidade do mesmo mês em 2020. Esses valores também remetem a um recorde para o mês de março, considerando a série histórica da Secretaria, iniciada em 1997. Da mesma forma que as exportações, os preços do boi gordo, do bezerro e da carne também atingiram recordes em março, e mantêm-se no início de abril. Além da demanda externa aquecida, os valores do Brasil são sustentados pela baixa oferta de animais prontos para o abate.

Semente de cannabis vira base para ração de galinhas poedeiras nos EUA

Uma empresa dos Estados Unidos anunciou ter criado uma base para ração destinada a galinhas poedeiras a partir da semente de cânhamo, planta do gênero cannabis que é da mesma família da maconha. Segundo o portal Hemp Today, a US Hemp Feed Coalition (HFC) agora busca aprovação do farelo e bolo de semente de cânhamo junto à Associação Americana de Funcionários de Controle de Alimentos e do Centro de Medicina Veterinária da Food and Drug Administration dos EUA. De acordo com a Revista Globo Rural testes clínicos feitos com o produto, que vem sendo produzido há dois anos, apontaram que o bolo e a farinha da semente de cânhamo pode ser cultivados e processados ​​de forma consistente. A ideia, conforme a empresa, é avançar os estudos para o uso em ração de outros subprodutos, como óleo, cascas e resíduos. “Isso pode proporcionar lucro ao agricultor e criar um fornecimento consistente conforme a indústria for avançando”, declarou Hunter Buffington, diretor da HFC.

Cuidado redobrado no outono para tosse dos canis

O outono já começou e é caracterizado por dias mais curtos, com temperaturas frias principalmente à noite e sensação de ar mais seco. Em vista disso, durante a estação, a procura por consultas veterinárias tendem a aumentar em 30%, sendo os casos mais comuns problemas respiratórios, oftálmicos e articulares, destacou o Blog Comportamento Animal do jornal O Estado de S.Paulo. Para cuidar da saúde do seu pet, veja algumas dicas de cuidados durante esta época: Cuidados com os olhos – Ressecamento e irritação da mucosa ocular são os registros mais comuns da estação. Dores nas articulações – Os animais seniores ou acometidos por problemas osteoarticulares podem sentir maior sensibilidade ou desconforto no outono. Sintomas de doenças crônicas articulares, como a osteoartrose, podem surgir. Cuidado com a tosse dos canis – A baixa umidade é comum nesta época o que aumenta a propagação de doenças respiratórias causadas por vírus ou bactérias. Em cães, a mais comum é a doença respiratória infecciosa canina (DRIC), popularmente conhecida como tosse dos canis ou gripe canina. É uma doença contagiosa e aguda, que afeta principalmente o trato respiratório superior dos animais. Seu contágio se dá pelo ar ou por contato direto com animais infectados. Cuidados com a alimentação e hidratação dos pets – Para manter a imunidade alta, é necessário cuidar da alimentação e da hidratação. É importante oferecer alimentação de qualidade, rica em nutrientes, que ajude a mantê-los saudáveis.  Nos dias frios, os animais tendem a diminuir a ingestão de água. Por isso, mantenha sempre água limpa e fresca à disposição e coloque mais potes de água pela casa. Ofereça alimentos com maior umidade, como é o caso de sachês e patês completos e balanceados, para aumentar ainda mais a ingestão hídrica dos pets. O bem-estar e saúde dos pets é de nossa responsabilidade. A qualquer dúvida, busque o médico veterinário.

NA IMPRENSA

O Estado de S.Paulo – Animais se aproveitam da falta de turistas em mansão inglesa durante a pandemia

O Estado de S.Paulo – Cuidado redobrado no outono para tosse dos canis

G1 – Geleiras derretendo e minerais raros surgindo: por que prestar atenção ao novo governo da Groenlândia

G1 – Programa incentiva adoção de animais de grande porte

G1 – Cebus devolve 13 animais silvestres, de cinco espécies diferentes, à natureza

G1 – Cirurgias para castração de animais são suspensas temporariamente em Rio Preto

G1 – Animais silvestres apreendidos em operações policiais são soltos em reserva particular no litoral norte da Bahia

Valor Econômico – Vendas da divisão de saúde animal da Boehringer Ingelheim atingiram 4,1 bi de euros em 2020

Valor Econômico – Embaré amplia vendas no país e no exterior

CNA – Aumento na produção de leite faz crescer parcerias por tanques de resfriamento na Paraíba

AgroLink – Divisão de Saúde Animal da Boehringer Ingelheim registra forte crescimento em 2020

AgroLink – Peixe “rouba” gene anticongelante de outra espécie

AgroLink – Bovinos Nelore e Guzerá do IZ estarão à venda

AgroLink – Frango, ovo, milho e inflação em março de 2021 e na vigência do Real

AgroLink – MT lança programa de incentivo a piscicultores

AgroLink – Equador pode ter enfrentado queda próxima de 3% no consumo de ovos

AgroLink – Ovo apresenta boa evolução no decorrer do ano

SBA – Exportação de 133,8 mil toneladas de carne bovina é recorde para o mês de março

SBA – Hereford e Braford: expansão das raças no Brasil

SBA – OIE concederá certificado de livre de febre aftosa ao RS em maio

Anda – Coelhos são encontrados vivendo em condições terríveis em criatórios

Anda – Mais de 8 mil caranguejos resgatados têm suas vidas salvas e voltam ao habitat

Anda – Polícia Ambiental resgata filhote de macaco-prego de cativeiro

Anda – Dezenas de arraias aparecem mortas e suspeita é de que tenham sido vítimas da pesca

Anda – Onça recebe dentes de porcelana após sofrer desgaste dentário que impediria sobrevivência na natureza

Notícias Agrícolas – Boi, suíno e frango vivos: desempenho em relação à curva sazonal de preços

Canal Rural – VBP da pecuária deve crescer 27,5% em Mato Grosso neste ano

Canal Rural – Boi chega a patamar inédito e arroba é vendida a R$ 321

Canal Rural – Milho e boi batem novos recordes de preço; veja as notícias desta quinta

Portal do Agronegócio – Produtores de gado se unem em cooperativas movimentando mercado de carnes especiais

Portal do Agronegócio – Emirados Árabes foram os principais importadores de ovos brasileiros no primeiro bimestre de 2021

Portal do Agronegócio – Suplementação nutricional de qualidade ajuda preparação e recuperação muscular dos equinos em competições, garantindo ótimo desempenho

Portal do Agronegócio – MSD Saúde Animal promove série de Webinars sobre o uso prudente de antimicrobianos

Portal do Agronegócio – Santa Catarina investe R$ 7,2 milhões para incentivar a produção de leite e carne à base de pasto

Revista Globo Rural – Semente de cannabis vira base para ração de galinhas poedeiras nos EUA

Revista Globo Rural – Brasileiro reduziu em 9,8% o consumo de carne bovina em 2020, aponta Conab

Revista Globo Rural – Bebê rinoceronte de espécie em extinção nasce na Holanda

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »