PRIMEIROS CEM DIAS DE BOLSONARO DESAFIAM AGRO A CONTORNAR VIÉS IDEOLÓGICO

//PRIMEIROS CEM DIAS DE BOLSONARO DESAFIAM AGRO A CONTORNAR VIÉS IDEOLÓGICO
Nestes primeiros cem dias de governo, o agronegócio vem sendo constantemente chamuscado pelos disparos verbais do presidente da República, Jair Bolsonaro. Mais de uma vez, o setor sofreu as consequências de discussões laterais, como a possibilidade de mudança da embaixada brasileira de Israel para a cidade de Jerusalém ou o temor da presença chinesa na economia brasileira. É o que informa a coluna Vaivém das Commodities do jornal Folha de S. Paulo. Atritos comerciais drásticos só não ocorreram porque o próprio setor do agronegócio, grande apoiador do presidente, o advertiu dos riscos, fazendo-o sempre voltar atrás. Uma da primeiras discussões tratou de uma possível extinção do Ministério do Meio Ambiente, o que gerou preocupação entre os europeus, para quem as regras de sustentabilidade na produção são cada vez mais uma exigência. Outra ameaça de atrito que o presidente teve de amenizar foi o fato de ter acusado a China, durante a campanha eleitoral, de estar comprando o Brasil. Os chineses ficaram com 33% do que o Brasil exporta no setor do agronegócio de janeiro a março último. Eles gastaram US$ 6,6 bilhões nesse setor no país. Um dos eventos mais rumorosos foi a especulação sobre a mudança da embaixada em Israel. “Naturalmente, a medida não é bem-vista pelos árabes, parceiros importantes do agronegócio brasileiro. Por ora, a promessa é apenas abrir um escritório de representação comercial”, destaca a coluna.

Reabertura da União Europeia a pescados fica para o segundo semestre

Valor Econômico destacou que um ano depois do embargo da União Europeia (UE), o Ministério da Agricultura ainda tenta reabrir o mercado do bloco para as exportações brasileiras de pescados. Os europeus decidiram proibir as compras dos produtos brasileiros após uma missão técnica realizada em 2017 detectar irregularidades sanitárias em embarcações. O fim do embargo depende da aprovação pelos europeus de um plano de ação, uma espécie de roteiro com as garantias sanitárias que o Ministério Agricultura do Brasil se compromete a entregar para reconquistar aquele mercado. A fim de que as companhias brasileiras retomem as exportações de pescados, a União Europeia também precisa enviar técnicos de seu serviço sanitário para inspecionar embarcações e fábricas brasileiras. No fim do ano passado, houve essa sinalização, mas até agora não há uma data prevista para essa missão técnica. “Apesar dos movimentos do governo brasileiro para retirar o embargo, a indústria de pescados acredita que, na melhor das hipóteses, a retomada das vendas ao bloco europeu ocorrerá no segundo semestre deste ano”, enfatiza a matéria.

JBS adquire produtora de gado wagyu nos Estados Unidos

A JBS USA, subsidiária integral da brasileira JBS, fechou na semana passada a aquisição da Imperial American Wagyu Beef, especializada na produção de bovinos da raça de origem japonesa Wagyu. O valor da transação não foi divulgado. De acordo com o Valor Econômico, a aquisição inclui o material genético e reprodutores. A empresa já trabalha na Austrália com o gado wagyu, conhecido pela carne de alta qualidade e preço elevado. “É um negócio pequeno que vai nos permitir expandir essa marca”, disse Cameron Bruett, diretor de assuntos corporativos da JBS USA. Os animais da raça serão processados no abatedouro da JBS em Omaha, no Estado americano do Nebraska. O carne é minimamente processada e os alimentais seguem uma dieta vegetariana. O gado é vacinado, não recebe hormônios nem antibióticos. “É uma raça diferenciada”, acrescentou.

Zoo no Rio Grande do Sul receberá R$ 35 milhões nos primeiros três anos de concessão à iniciativa privada

Foi publicado no Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Sul, na segunda-feira (9), o edital que abre para concorrência internacional a concessão do uso do Zoológico de Sapucaia do Sul, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Conforme o jornal Zero Hora, a partir do início da concessão, nos primeiros três anos de administração pela iniciativa privada, o zoo receberá investimentos de R$ 35 milhões. Esta é a previsão do governo do Estado, segundo o secretário de Meio Ambiente e Infraestrutura, Artur Lemos. Conforme Lemos, os investimentos nos primeiros anos de concessão vão se concentrar na melhoria dos espaços onde estão os animais. Conforme o secretário, as estruturas precisam passar por modernização e também garantiu que o ingresso para entrada no zoológico será mantido no valor atual e, depois, passará por correção pela inflação anualmente. “A abertura das propostas será em 28 de maio e o vencedor receberá a concessão do zoológico por 30 anos”, informa a notícia.


NA IMPRENSA
Embrapa – Rede ILPF: empresas parceiras se reúnem em encontro técnico

Embrapa – Prova de produção de leite destaca novilhas mais produtivas

Mapa – Ministra diz que Bolsonaro deve ir a jantar com embaixadores de países islâmicos, nesta quarta-feira

Alesp – Emenda a projeto propõe atividades para alunos conhecerem fauna e flora brasileiras

Câmara dos Deputados – Comissão e frente lançam programa em defesa do oceano nesta quarta-feira

Câmara dos Deputados – Comissão debate medida provisória que prorroga regularização ambiental

Senado Federal – Telmário Mota ressalta importância da ida de ministros a Roraima

Correio Braziliense – Funcionário público aposentado é preso após jogar cachorro de prédio

Folha de S. Paulo – Bom pra Cachorro – Cadela morre, e carteiro realiza seu último desejo

Folha de S. Paulo – Vaivém das Commodities – Primeiros cem dias de Bolsonaro desafiam agro a contornar viés ideológico

Folha de S. Paulo – Indicação para FAO fica entre China e Geórgia e preocupa agronegócio

Folha de S. Paulo – Como tubarões podem nos ajudar a combater bactérias super-resistentes

G1 – Exportação de carne de frango do Brasil cai 9,5% em março, diz ABPA

O Estado de S. Paulo – Ministra da Agricultura defende fim da tabela do frete rodoviário

O Estado de S. Paulo – Ministério Público e ONGs repudiam liberação de leilão de petróleo ao lado de Abrolhos

O Estado de S. Paulo – Fausto Macedo – Estatuto dos Animais em pauta no Senado

Valor Econômico – Ministra da Agricultura volta atenção para comércio exterior

Valor Econômico – JBS adquire produtora de gado wagyu nos Estados Unidos

Valor Econômico – Reabertura da UE a pescados fica para o segundo semestre

Valor Econômico – JBS faz recall de carne moída nos EUA por contaminação por plástico

Zero Hora – Zoo de Sapucaia receberá R$ 35 milhões nos primeiros três anos de concessão à iniciativa privada

Zero Hora – Governo lança edital para conceder zoológico à iniciativa privada e prevê investimentos de R$ 59 milhões em 30 anos

Anda – Extinção de aves no Brasil é preocupante

Anda – Justiça confirma 5 anos de prisão a acusados de matar cachorro em SC

Anda – Justiça determina que instituto proteja espécies ameaçadas de extinção em SC

Anda – Marcha histórica: governo cubano autoriza manifestação pelos direitos animais

Anda – Ativistas expõem tortura de animais em uma das fornecedoras da Nestlé

Anda – Coelhos resgatados de laboratório sentem o sol e grama pela primeira vez

Anda – Iguanas das ilhas Galápagos sofrem com escassez de alimento

Anda – Centros de apoio atendem animais afetados pelo ciclone Idai na África

Anda – Eduardo Bolsonaro declara apoio à caça de javaporcos e javalis em todo o país

__________________________________________________

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.