Presidência elaborou decreto para incluir covid na bula de cloroquina, diz Mandetta

Home/Informativo/Presidência elaborou decreto para incluir covid na bula de cloroquina, diz Mandetta

Primeiro a ser interrogado pela CPI da Covid, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta disse nesta terça-feira (4) ter sido chamado no Palácio do Planalto para tratar sobre um decreto que incluiria na bula da cloroquina a recomendação para tratar covid-19. O medicamento, propagandeado pelo presidente Jair Bolsonaro como solução para a doença, é usado para contra malária, artrite reumatoide e lúpus, mas não há comprovação científica de que tenha efeito contra o novo coronavírus. Segundo o jornal O Estado de S.Paulo o ex-ministro, demitido em 16 de abril de 2020, narrou ter sido chamado às pressas para uma reunião no terceiro andar do Palácio do Planalto, onde fica o gabinete presidencial, na qual outros integrantes da equipe e médicos convidados discutiam mudar a bula por meio do decreto. Na versão de Mandetta, o presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, teria barrado a ideia. O ex-chefe da Saúde disse que a reunião ocorreu cerca de dez dias antes de ele ser demitido. A minuta do decreto, de acordo com Mandetta, estava disposta em folhas colocadas na frente de todos os presentes ao encontro. Em outro momento, Mandetta afirmou não ter dado qualquer orientação sobre aumentar a produção de cloroquina nos laboratórios do Exército. A medida foi tomada pelo governo no ano passado, quando alguns médicos passaram a recomendar o medicamento para tratar a doença com base em alguns casos, mas sem embasamento em estudos científicos. O presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), disse que a comissão pode abrir uma frente de investigação contra médicos que prescreveram o medicamento sem eficácia para pacientes que desenvolveram efeitos colaterais. “Esses pacientes com efeitos colaterais, quem vai ser responsável por isso? Porque (senadores) têm dito para trazer médicos aqui que defendem. Eu tenho dito: melhor não trazer, porque a gente quer saber quantos pacientes foram salvos, e quantos atenderam, para a gente saber quantos têm efeitos colaterais, para responsabilizar quem prescreveu esses medicamentos”, declarou.

Grupo técnico criado por Queiroga não deve indicar cloroquina e ivermectina em protocolo de internação

O protocolo para tratamento farmacológico do coronavírus na internação que foi encomendado pelo ministro Marcelo Queiroga (Saúde) a um núcleo técnico-científico criado por ele assim que assumiu o cargo contraindicará o uso em ambiente hospitalar de remédios como cloroquina, hidroxicloroquina, ivermectina, remdesivir e outros sem eficácia comprovada para a Covid-19, alguns deles com relatos de efeitos adversos. De acordo com a coluna Painel da Folha de S.Paulo o documento não tratará da utilização deles fora do ambiente hospitalar, já que o escopo do grupo técnico é o tratamento da Covid-19 desde a chegada no hospital até o pós-Covid. O protocolo, elaborado por grupo encabeçado pelo médico e professor da USP Carlos Roberto de Carvalho, indicará o uso de anticoagulantes e corticoides no tratamento da Covid-19. Queiroga, que tem falado com parlamentares sobre esse protocolo, deverá receber o material ainda nesta semana, e caberá a ele decidir de que maneira e quando ele será incorporado e distribuído pela rede nacional de saúde. Os protocolos têm como objetivo fornecer diretrizes uniformes para o tratamento da Covid-19, potencializando as chances de cura. A elaboração dos protocolos tem sido feita a partir de colaboração com sociedades médicas, agregando orientações já sugeridas por elas. Dois deles já foram entregues a Queiroga e anunciados pelo ministro na sexta-feira (30), o de uso racional do oxigênio e o da intubação. Os protocolos têm três partes: um fluxograma, que pode ser visualizado em tela de celular ou ser impresso e pendurado em paredes de hospitais e UTIs; um texto explicativo, mais detalhado, porém breve e objetivo; e um pequeno filme para ilustrar os procedimentos (como colocar as máscaras, etc.). O grupo deve elaborar ainda mais dois ou três protocolos. Um deles, o de ventilação mecânica, também deve ser entregue até o final da semana.

Consulta Pública da Política Nacional de Saúde Suplementar para o Enfrentamento da Covid-19

Com a finalidade de integrar as ações de Saúde Suplementar às do Sistema Único de Saúde (SUS) no enfrentamento à pandemia da Covid-19, o Ministério da Saúde, como Presidente do Conselho da Saude Suplementar (CONSU), publicou uma Consulta Pública nesta segunda-feira (3). A iniciativa que foi objeto de deliberação na reunião do CONSU no dia 25 de abril de 2021, tem como objetivo integrar esforços do setor público e suplementar para superar a atual crise. Qualquer pessoa ou instituição pode contribuir enviando sugestões e opiniões sobre a proposta. A Consulta Pública ficará disponível durante 15 dias, a contar da data de publicação da portaria. A Política Nacional de Saúde Suplementar (PNSS-Covid-19) é amparada em princípios como o respeito à dignidade da pessoa humana, responsabilidade econômico-financeira e reconhecimento da vulnerabilidade do consumidor busca trazer objetivos e diretrizes gerais a serem observadas pela Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS, a agência reguladora do setor de saúde suplementar. Participe clicando aqui! A Saúde Suplementar apresenta uma taxa de cobertura de 22,5% da população brasileira, com uma rede composta por 698 operadoras de planos privados de assistência médica com 47.768.176 beneficiários e receitas de contraprestações de mais de 180 bilhões de reais.

Campanha destaca diagnóstico precoce para evitar glaucoma

O Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) e a Sociedade Brasileira de Glaucoma (SBG) lançaram nesta segunda-feira (3) a campanha nacional “24 Horas pelo Glaucoma”, cujo objetivo é conscientizar a população sobre a importância do diagnóstico e do tratamento precoces do glaucoma. Essa é uma doença que provoca a atrofia do nervo óptico, responsável por conectar o olho ao cérebro, interrompendo, assim, a transmissão dos sinais entre esses dois órgãos e levando à cegueira. No geral, a doença ocorre devido ao aumento da pressão intraocular. Trata-se de um processo lento, que pode progredir durante anos, até o aparecimento dos primeiros sintomas, informou o presidente do CBO, José Beniz Neto.O ponto alto da campanha ocorrerá no dia 22 deste mês, antes da celebração do Dia Nacional de Combate ao Glaucoma, comemorado a 26 de maio, com a realização de uma maratona nas redes sociais. O vice-presidente do CBO, Cristiano Caixeta, disse à Agência Brasil que no canal do CBO no You Tube, haverá em torno de oito módulos com debates relevantes para a população, sobre uso de medicamentos, regulação, acesso à saúde em função da avaliação do glaucoma, onde conseguir exames, entre outros temas. Além disso, haverá dez salas de atendimento para a população com horário marcado, onde as pessoas poderão agendar sua teleorientação no período de 9h as 18h. Em salas privadas, as pessoas poderão conversar com médicos oftalmologistas e tirar dúvidas sobre o glaucoma. O evento conta com o apoio de várias entidades médicas e da sociedade civil, bem como de personalidades, como o ator Tony Ramos, os compositores Carlinhos Brown e Renato Teixeira, o jogador da seleção de vôlei Lucão, entre muitos outros.”Isso ajuda muito a população, quando ouve uma pessoa pública falar”. O glaucoma é a principal causa de cegueira evitável no mundo, observou Cristiano Caixeta. Segundo Caixeta, há perto de 1,5 milhão de pessoas com glaucoma no Brasil, “fora a quantidade de pessoas não diagnosticadas”. No mundo, estima-se que em 2020 havia 80 milhões de pessoas com diagnóstico de glaucoma. Projeção da Associação Internacional de Prevenção da Cegueira (IAPB, do nome em inglês) indica que o total de pacientes com glaucoma em todo o mundo chegará a 111,8 milhões, em 2.040, disse o oftalmologista, que é chefe desse serviço na Santa Casa de São Paulo. A longevidade e o envelhecimento da população são fatores de risco para o glaucoma. A doença acomete, principalmente, pessoas acima de 40 anos de idade. O médico destacou que quando se tem um parente de primeiro grau com glaucoma, a chance de uma pessoa desenvolver a doença é de sete a dez vezes maior do que uma pessoa que não teve ninguém na família diagnosticado com glaucoma. Por isso, Cristiano Caixeta destacou que é importante orientar a população para que não tenha medo e procure seu médico.

SAÚDE NA IMPRENSA

Agência Câmara – Projeto cria campanha de incentivo de doação de cabelo a pessoas carentes com câncer 
Agência Câmara – Deputados pedem aprovação de estímulo para contratar cuidadores 
Agência Câmara – Projeto criminaliza vacinação simulada 
Agência Câmara – Comissão debaterá incentivo do governo para ações de detecção precoce e controle do câncer no SUS 
Agência Câmara – Cancelado debate sobre eficácia do soro anti-Covid-19 
Agência Senado – Reforma tributária: comissão mista deve apresentar relatório nesta terça 
Agência Senado – Governo repassou 19% de recursos para combate à pandemia em 2021, diz secretário a comissão 
Agência Senado – Wellington Fagundes apresenta relatório parcial da comissão da covid-19 
Agência Senado – Comissão da Covid-19 quer ouvir Fabio Wajngarten 
Anvisa – Anvisa alerta sobre risco de erros de medicação 
Anvisa – Anvisa exige assinatura digital em processo de importação 
Anvisa – Descontinuidade temporária da importação de Florinefe 
ANS – ANS publica nova resolução sobre Movimentação de Ativos Garantidores 
ANS – ANS disponibiliza atualização da ferramenta Comprova 
Agência Saúde – Covid-19: 13.336.476 milhões de pessoas estão recuperadas no Brasil 
Agência Saúde – O Ministério das Relações Exteriores e o Ministério da Saúde seguem acompanhando o diálogo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) com os responsáveis pela vacina Sputnik V, o Fundo Russo de Investimento Direto e o Instituto Gamaleya 
Agência Saúde – Em reunião na Fiesp, ministro reforça planos para vacinação, testagem e orientações para transportes coletivos 
Agência Saúde – S aúde abre consulta pública sobre incorporação de exame para tuberculose 
Agência Saúde – Saúde apresenta funcionalidades para facilitar o processo de vacinação contra a Covid-19 
Agência Saúde – Consulta Pública da Política Nacional de Saúde Suplementar para o Enfrentamento da Covid-19 
Agência Saúde – Saúde começa a distribuição de 1 milhão de doses da vacina covid-19 da Pfizer a partir desta segunda-feira (3/5) 
Conasems – CIT: 4ª reunião do ano tem como destaque chegada da vacina da Pfizer no Brasil e projeto de gestão e governança do SUS 
Conitec – Elaboração de Guias de Prática Clínica é tema de curso em parceria com a Escola de Governo Fiocruz Brasília 
Agência Brasil – Rio de Janeiro começa a aplicar vacina da Pfizer contra covid-19 
Agência Brasil – Prefeitura de São Paulo inicia contato para compra de vacinas de Cuba  
Agência Brasil – Campanha destaca diagnóstico precoce para evitar glaucoma 
Agência Brasil – Em crianças, covid-19 pode apresentar sintomas diferentes, diz USP 
Agência Brasil – Produção de vacinas da Fiocruz deverá beneficiar outros países 
Agência Brasil – Vacinação reduz pela metade morte entre idosos com mais de 80 anos 
Agência Brasil – Pesquisadores da USP desenvolvem robô para auxiliar em neurocirurgias 
Agência Brasil – Ibaneis amplia funcionamento do comércio e reduz toque de recolher  
Agência Brasil – Ministro diz que é possível vacinar toda população brasileira em 2021 
Agência Brasil – Fundação do Câncer lança campanha nacional #VacinarSalvaVidas 
Folha de S.Paulo – Ex-ministro Mandetta depõe agora na CPI da Covid; acompanhe 
Folha de S.Paulo – Europa começa a avaliar aprovação à Coronavac 
Folha de S.Paulo – Maia vê desgaste para o DEM com duelo entre Mandetta e senador bolsonarista negacionista na CPI  
Folha de S.Paulo – CPI da Covid vai questionar a ex-ministros se decisões foram técnicas ou ordens diretas de Bolsonaro  
Folha de S.Paulo – Senadores querem que Pazuello revele o nome de quem pediu ‘pixulé’ na Saúde  
Folha de S.Paulo – Grupo técnico criado por Queiroga vai contraindicar cloroquina e ivermectina em protocolo de internação  
Folha de S.Paulo – Ministro da Saúde pede a empresários que repensem publicidade na imprensa ‘que não contribui com o Brasil’  
O Estado de S.Paulo – Dificuldade do Planalto: Mandetta não é Moro 
O Estado de S.Paulo – França e Alemanha misturam vacinas contra covid; OMS desaconselha medida por falta de estudos 
O Estado de S.Paulo – A desumanização no atendimento médico: uma tendência que merece atenção 
O Estado de S.Paulo – A covid-19 como doença ocupacional 
O Estado de S.Paulo – Na CPI, Planalto quer ‘culpar’ Mandetta por erros do governo na pandemia 
O Estado de S.Paulo – Governistas na CPI da Covid miram contratos assinados na gestão Mandetta 
O Estado de S.Paulo – Postagem sugere motivação política para Anvisa recusar vacina Sputnik V, mas especialistas apontam critérios técnicos 
O Estado de S.Paulo – Sob novo comando, rede de laboratórios Fleury quer diversificar serviços e ampliar presença digital 
O Globo – Ao vivo: Mandetta depõe em instantes na CPI da Covid; acompanhe  
O Globo – CPI quer apurar interesses de Flávio Bolsonaro no Ministério da Saúde 
O Globo – Exército teme exposição de militares do Ministério da Saúde na CPI da Covid  
G1 – 2ª dose de CoronaVac está suspensa em 6 capitais nesta terça-feira  
G1 – Projeto utiliza as músicas preferidas de pacientes com demência 
G1 – Um ano depois, pacientes que tiveram Covid grave ainda têm anticorpos, aponta estudo preliminar 
G1 – Presidente da CPI diz que informação ‘extraoficial’ é que Pazuello não irá a depoimento na quarta 
G1 – Ministro da Saúde visita Santa Casa e fábrica de vacinas do Butantan em SP 
G1 – Governo estuda como viabilizar recursos para vacina anunciada por ministro, diz secretário da Economia 
G1 – Estudo aponta que queimadas na Amazônia aumentam risco de internação por problemas respiratórios  
Correio Braziliense – Pacientes de covid-19 grave ainda têm anticorpos um ano depois, indica estudo 
Correio Braziliense – Pesquisadores dos EUA desenvolvem vacina intranasal contra a gripe 
Correio Braziliense – Mandetta diz que Bolsonaro tinha “assessoria paralela” sobre a pandemia 
Correio Braziliense – Pazuello alega que assessores estão com covid e não irá à CPI nesta quarta 
Valor Econômico – MP reestabelece medidas excepcionais para aquisição de bens no combate à covid 
Valor Econômico – Na CPI da Covid, Mandetta relembra início da crise: “Informação que tínhamos era muito primária” 
Valor Econômico – Sem aval de grupo técnico, Queiroga deve desistir de recomendar cloroquina contra covid-19 
Valor Econômico – Para especialistas, pandemia segue em nível crítico 
Valor Econômico – Governo está prestes a comprar mais 100 milhões de doses da Pfizer, diz Queiroga 
Valor Econômico – Reforma ajudará a reduzir R$ 300 bi em desonerações e isenções, diz Guedes 
Alesp – Representante de instituição defende prioridade de vacinação a pessoas com síndrome de Down 
CLDF – CESC aprova recebimento de receita médica digital em farmácias 
CLDF – PL assegura mamoplastia redutora às mulheres com hipertrofia mamária 

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »