PREJUÍZO NA EMBRAPA ALCANÇA QUASE R$ 490 MILHÕES

//PREJUÍZO NA EMBRAPA ALCANÇA QUASE R$ 490 MILHÕES
A Embrapa, referência em pesquisas agropecuárias no país, viu seu prejuízo líquido alcançar R$ 488 milhões em 2016, 6,9% mais que no ano anterior. O Valor Econômico destaca que isso aconteceu a despeito de os repasses orçamentários terem aumentado de R$ 2,8 bilhões, em 2015, para R$ 3,03 bilhões no ano passado, de acordo com balanço divulgado nesta quarta-feira (19). “No total, as receitas operacionais, que incluem os repasses, outras receitas menores e até doações para o patrimônio da Embrapa, aumentaram 5,6%, para R$ 3,04 bilhões. Nesse contexto, a empresa pública vem fazendo gestões nos últimos anos, na tentativa de ganhar musculatura, para ampliar o número de parcerias com companhias privadas, inclusive grandes multinacionais do agronegócio. Nessas parcerias, a Embrapa muitas vezes põe variedades de sementes à disposição para o desenvolvimento de novos produtos. Ocorre que, segundo o balanço publicado, as receitas com vendas e serviços, que incluem as parcerias com companhias privadas, registraram queda de 19,4% no ano passado, para R$ 25,8 bilhões. São receitas oriundas de produção vegetal e animal, além de arrecadação originada com prestação de serviços científicos, tecnológicos e agropecuários”, diz a publicação.

Presidente do IBGE diz que Censo Agropecuário 2017 será ‘completo e preciso’

O presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Paulo Rabello de Castro, afirmou à Agência Câmara que o Censo Agropecuário 2017, previsto para começar em outubro, será completo e chegará aos mais de 5 milhões de estabelecimentos rurais, com um maior nível de precisão nas respostas e um menor custo. O censo que nasceu de uma restrição orçamentária, disse ele, ‘foi repaginado e ganhou em qualidade e em simplicidade operacional’. Paulo Rabello de Castro esteve, nesta terça-feira (18), na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, da Câmara dos Deputados, onde uma audiência pública discutiu a redução nos recursos orçamentários para a realização da pesquisa. Um censo detalhado custaria aproximadamente R$ 1,6 bilhão em três anos, mas o Orçamento da União destinou por meio de emenda parlamentar apenas R$ 505 milhões neste ano para a tarefa, que teve de ser enxugada. “Foram incluídas todas as perguntas que caracterizam a propriedade, as técnicas de produção, as dificuldades eventuais, o valor da produção, as despesas e obviamente o universo da agricultura familiar. Foram desconsideradas momentaneamente as perguntas de detalhamento”, disse Castro.

China reabilita três plantas exportadoras de carne de frango no Brasil

A China reabilitou três frigoríficos de carne de frango do Brasil — um da JBS, um da BRF e outro da Copacol — para exportarem ao país asiático, informou hoje a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). Conforme publicação do Valor Econômico, a China é a segunda maior importadora da carne de frango do Brasil em volume, segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex/Mdic). “A decisão chinesa foi publicada nesta semana no site da Administração Geral de Quarentena, Inspeção e Supervisão da Qualidade da República Popular da China (AQSIQ). A unidade da BRF reabilitada está localizada em Dourados (MS), a da JBS fica em Amparo (SP) e a da cooperativa paranaense Copacol se localiza em Cafelândia (PR). Em nota, a ABPA explicou que a proibição que vigia contra os três frigoríficos era anterior à Operação Carne Fraca, deflagrada em 17 de março pela Polícia Federal. Devido à Carne Fraca, a China proibiu as compras de carnes do Brasil por uma semana”, ressalta o texto.

Safra de cana-de-açúcar 2017/2018 é estimada em 647,6 milhões de toneladas

A safra 2017/2018 de cana-de-açúcar é estimada em 647,63 milhões de toneladas, segundo levantamento divulgado nesta terça-feira (18) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). “Era este o número que a gente imaginava mesmo. Com aumento de produtividade, da mecanização e a redução da queima, a produção de cana ajuda o Brasil a cumprir os compromissos externos na área ambiental”, destaca o diretor do Departamento de Café, Cana-de-Açúcar e Agroenergia do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Sílvio Farnese. De acordo com o Ministério da Agricultura, o volume projetado pela Conab para a safra 2017/2018 é 1,5% menor em relação à colheita de 2016/2017, que atingiu 657,18 milhões de toneladas. A retração é resultado da diminuição da área, que passou de 9,05 milhões de hectares na temporada passada para 8,84 milhões de hectares no ciclo atual. O levantamento da Conab mostra ainda que o mercado esteve muito favorável à produção de açúcar no ciclo 2016/2017. Tanto que atingiu um patamar que não alcançava há pelo menos três safras, devido à redução da safra na Índia e à abertura de novos mercados na União Europeia. Isso fez com que os produtores brasileiros aumentassem a área colhida na temporada passada, com maior destinação à produção de açúcar em detrimento ao etanol.

NA IMPRENSA
Ministério da Agricultura – Mapa vai fixar normas para compartimentação de suínos

Ministério da Agricultura – Safra de cana-de-açúcar 2017/2018 é estimada em 647,6 milhões de toneladas

Ministério da Agricultura – Brasil e Rússia querem elevar para US$ 10 bilhões corrente de comércio agrícola em cinco anos

Senado – CAE aprova criação do PIB-Verde, que vai considerar o patrimônio ecológico do país

Câmara dos Deputados – Presidente do IBGE diz que Censo Agropecuário 2017 será ‘completo e preciso’

Câmara dos Deputados – Deputados prestam homenagem ao Dia Nacional de Luta pela Reforma Agrária

Valor Econômico – Vendas de fertilizantes perderam força no país em março 

Valor Econômico – Moinho Paulista lucrou R$ 33,4 milhões em 2016

Valor Econômico – China reabilita três plantas exportadoras de carne de frango do Brasil 

Valor Econômico – Lucro líquido da Jussara teve alta de 141% em 2016 

Valor Econômico – Prejuízo da Embrapa alcança quase R$ 490 milhões 

Valor Econômico – Conab prevê novo recorde na produção de açúcar no Brasil

Agro Link – Preço recebido pelo produtor registra queda de 10,5% em 2017

Agro Link – Olivicultura: Meta é dobrar produção com novas regras

Agro Link – Comercialização ecrédito pautam debate sobre Plano Safra

Nordeste Rural – Um pulverizador de defensivos agrícolas que identifica ervas daninhas e reduz desperdício

Cafeicultura – Albaugh Brasil tem aumento de 56% em sua participação no mercado de defensivos agrícolas em 2016

Jornal Dia a Dia – Mapa vai publicar normas para a produção nacional do azeite de oliva

Notícias de Mato Grosso – Presidente do IBGE diz que Censo Agropecuário 2017 será ‘completo e preciso’

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.