Planos de saúde terão que informar inadimplência e número de leitos ocupados com Covid-19 à ANS

//Planos de saúde terão que informar inadimplência e número de leitos ocupados com Covid-19 à ANS
As operadoras de planos de saúde terão que informar à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), até o fim desta semana, dados de inadimplência, número de leitos destinados ao tratamento de Covid-19 e sua taxa de ocupação, custo do tratamento dos pacientes contaminados pelo vírus, assim como o impacto do custo de equipamentos de proteção individual (EPIs), destacou o jornal O Globo nesta terça-feira (5). “Esse conjunto de informações, somado a outros dados que a ANS já dispõe, como o monitoramento das demandas registradas por consumidores junto aos canais de atendimento da reguladora, permitirá uma análise mais aprofundada da situação, sendo de grande relevância para subsidiar a adoção de medidas em prol da sustentabilidade do setor durante e no pós-crise”, explica Rogério Scarabel, diretor-presidente substituto da ANS. As informações econômico-financeiras das operadoras costumam ser enviadas à agência ao fim de cada trimestre, mas por conta da necessidade de avaliação do cenário, a ANS solicitou a antecipação do envio de alguns dados e pediu informações sobre ocupação de leitos e atendimentos que não são usualmente informados pelas empresa do setor. Segundo as empresas, a determinação de atendimento a inadimplentes durante a pandemia incluída no acordo, inviabilizoua assinatura, pois colocaria em risco a sustentabilidade do setor. Confira as informações solicitadas às operadoras: Fluxo de caixa das operadoras relativos aos primeiros meses de 2019 e de 2020. Com a análise das receitas e despesas, é possível verificar, por exemplo, se houve aumento de gastos e se os pagamentos das mensalidades foram feitos pontualmente; Número total de leitos e número de leitos destinados especificamente ao tratamento da Covid-19, por hospital ou município, de fevereiro a abril de 2020; Taxa de ocupação de leitos destinados especificamente para o tratamento da Covid-19, por hospital ou por município (diária ou semanal), de fevereiro a abril de 2020; Taxa mensal de ocupação de leitos (geral), por hospital ou por município de fevereiro e março de 2019 e de fevereiro a abril de 2020; Média de atendimentos mensais em pronto socorro (que não evoluem para internação) de fevereiro e março de 2019 e de fevereiro a abril de 2020; Número de internação por SARS (Síndrome Respiratória Aguda Grave), de fevereiro e março de 2019 e de fevereiro a abril de 2020; Impacto do custo dos EPIs no valor médio do tratamento dos pacientes de COVID-19 (valor absoluto e relativo), de fevereiro a abril de 2020; Custo Médio para tratamento do COVID-19 (números de dias em média e custo diário – para os dois cenários: internação comum e UTI).

OMS sugere que países investiguem casos suspeitos de pneumonia no fim de 2019

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou nesta terça-feira (5) que os países revisem casos de pacientes internados com suspeita de pneumonia nos últimos meses de 2019 para identificar possíveis casos de covid-19. De acordo com o Valor Econômico, a recomendação foi feita após um hospital da França ter informado que detectou um caso da doença em um paciente internado no dia 27 de setembro, quase um mês antes de o governo do país confirmar oficialmente o primeiro caso de covid-19. Nos Estados Unidos, testes realizados pelo condado de Santa Clara descobriram uma morte provocada pela covid-19 em 6 de fevereiro, 20 dias antes do primeiro registro oficial de óbito relacionado à doença no país. Questionado por jornalistas franceses, o porta-voz da OMS, Christian Lindmeier, disse que não é uma surpresa que a França tenha registrado um caso antes do que se pensava. Lindmeier disse ser “muito importante” que países revisem casos não especificados de pneumonia em dezembro ou até mesmo em novembro. A revisão, segundo ele, seria uma forma de governos terem uma “imagem mais clara” do início da pandemia.

Anvisa altera sobre os riscos à saúde causados pelo uso indiscriminado de medicamentos e pela automedicação

Nesta terça-feira (5), é o Dia Nacional do Uso Racional de Medicamentos. A data foi criada para alertar a população sobre os riscos à saúde causados pelo uso indiscriminado de medicamentos e pela automedicação. A fim de promover a reflexão sobre o assunto, a Anvisa reuniu aqui algumas informações importantes. Leia, puxe conversa em casa com seus familiares e ajude a divulgar essas ideias para proteger e promover a saúde de todos. A medicação é essencial quando utilizada adequadamente para o tratamento de doenças. Mas quando os medicamentos são usados de maneira incorreta ou consumidos sem critérios médicos podem prejudicar sua saúde, causando desde uma intoxicação a problemas mais graves que podem, inclusive, levar à morte. A tão falada automedicação, ou seja, o uso de medicamentos por conta própria ou por indicação de pessoas não habilitadas, sem a avaliação prévia de um médico ou dentista, conforme o caso, deve ser evitada. Não tome medicamentos a partir de recomendações de vizinhos, amigos e parentes. O que foi eficaz para eles pode ser nocivo a você e o quadro de saúde pode ser bastante diferente, apesar de alguma semelhança com relação aos sintomas percebidos. Todo medicamento é um remédio, mas o contrário não é verdade. Ou seja, nem todo remédio é um medicamento. Existem vários tratamentos, produtos e cuidados que ajudam a combater doenças ou aliviar dores e que não são medicamentos. Quer exemplos? Acupuntura, fisioterapia, caminhadas. Para ser considerado medicamento no Brasil, o respectivo produto precisa, necessariamente, ter registro na Anvisa. Alimentos, mesmo aqueles comercializados em formas tipicamente farmacêuticas, como cápsulas e comprimidos, também não são medicamentos. Manter uma alimentação equilibrada é indispensável para uma boa saúde, mas um alimento não pode ser anunciado como responsável pela cura de doenças. Medicamentos tampouco são bens de consumo comuns, como roupas, sapatos, revistas e artigos de decoração. Medicamentos são bens de saúde! Eles devem ser compreendidos como instrumentos de promoção, recuperação e manutenção do bem-estar. Tanto é que não podem ser anunciados como produtos de livre mercado. As propagandas de medicamentos têm regras e informações obrigatórias,  inclusive os medicamentos sem tarja. Quando prescrito por um profissional da saúde, um procedimento importante no consumo do medicamento é verificar o estado da embalagem. Não compre produto que tenha o lacre de segurança violado. Tanto a caixa do medicamento quanto sua embalagem interna devem estar lacradas.  A Anvisa é responsável pelo registro de medicamentos em todo o território nacional. Qualquer produto para o qual sejam feitas alegações terapêuticas, independentemente de sua natureza (se animal, vegetal, mineral ou sintética), deve ser considerado medicamento e requer registro na Anvisa para ser fabricado e comercializado. Para que um medicamento seja registrado e comercializado, a Agência faz uma análise criteriosa da documentação administrativa e técnico-científica relacionada à qualidade, à segurança e à eficácia do produto. Em resumo: o registro é importante para que todos os medicamentos tenham qualidade, segurança e eficácia garantidas, de modo a contribuir para o uso terapeuticamente correto.

Anvisa atinge 113 serviços digitais

Nesta segunda-feira (4), a Anvisa apresentou um avanço significativo após a implementação de seu Plano Digital aprovado em 2019. Os serviços digitais passaram de 36 para um total de 113. O número representa uma situação em que apenas 19% dos serviços da Anvisa eram digitais e, atualmente, este percentual atinge 63%. É importante destacar que a expectativa da Agência, até o final do ano, é o alcance de 81% de serviços digitais. Esse resultado foi apresentado durante reunião realizada no dia 29 de abril entre representantes da Anvisa, da Secretaria Especial de Modernização do Estado da Presidência da República e da Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia. Com o aumento dos serviços digitais, a Anvisa melhora o acesso dos usuários aos seus serviços e otimiza o trabalho de seus servidores e os recursos disponíveis. O secretário de Governo Digital, Luis Felipe Monteiro, parabenizou os avanços. “O plano possui uma visão estratégica, alto engajamento com relação às entregas e alinhamento com os padrões e ferramentas utilizados pelo Governo Federal para melhorar a vida da sociedade”, afirmou Monteiro. Já o secretário adjunto da Secretaria Especial de Modernização do Estado, José Roberto Fernandes, destacou o nível de maturidade do trabalho realizado, apontando os “resultados consistentes e alcançados em tão pouco tempo”. A chefe de Gabinete do diretor-presidente substituto da Anvisa, Karin Schuck Mendes, reforçou o compromisso da Agência com a transformação digital e ressaltou que o resultado desse trabalho é fruto do esforço conjunto da instituição e de seus parceiros. “É muito bom ver o reconhecimento externo da Agência, especialmente em um momento como este, que tem exigido dedicação para o enfrentamento à pandemia de Covid-19″, destacou. Veja as principais ações. Para a execução da transformação digital da Anvisa, foi estabelecido um modelo próprio de governança. Intitulado GovTD, o modelo foi estruturado com o propósito de favorecer a mudança de cultura e possibilitar maior integração dos processos de trabalho, de forma ágil e inovadora. O GovTD estabelece e orienta papéis, processos, rotinas e ferramentas para tornar tangível a gestão do processo de transformação digital. Até o momento, o modelo tem resultado em aprendizado da equipe, com uma dinâmica de trabalho integrado e colaborativo, fatores considerados essenciais para os objetivos pretendidos. Para mais informações sobre o tema, acesse o Book de Governança e o Guia Bolso.

SAÚDE NA IMPRENSA

Agência Senado – Veja quanto cada estado e município receberá no Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus

Agência Senado – Restrições ao funcionalismo como contrapartida a ajuda a estados e municípios passaram por três versões

Agência Senado – Senadores pedem auxílio insalubridade a pessoal de saúde que atua na pandemia

Agência Senado – Comissão de acompanhamento da covid-19 ouve o ministro da Cidadania

Agência Senado – Reunião de líderes vai definir votações prioritárias; MPs encabeçam a lista

Agência Câmara – Proposta proíbe isolamento social de quem estiver curado da Covid-19

Agência Câmara – Projetos criam fila única para atender pacientes com Covid-19 em UTIs públicas e privadas

Agência Câmara – Proposta prevê repasse de R$ 257 milhões para clínicas de diálise durante pandemia

Agência Câmara – Proposta exige divulgação de contratos firmados por órgãos públicos para conter pandemia

Agência Câmara – Profissionais de saúde cobram EPIs para combater Covid-19 no Rio

Agência Câmara – Proposta prevê incentivo fiscal para empresa que ajudar pesquisa sobre Covid-19

Folha de S.Paulo – Legislação limita eventuais medidas de Bolsonaro em reação ao Supremo

Folha de S.Paulo – Supremo abandona letargia e passa a controlar atos do governo Bolsonaro

Folha de S.Paulo – Apoiadores de Bolsonaro discutem protestos na casa de ministros do STF

Folha de S.Paulo – Tensão política puxada por Bolsonaro provoca fissuras no Supremo e entre militares

Folha de S.Paulo – ‘Conhecer a dinâmica da Covid-19 em SP vai ajudar a guiar o retorno’, diz diretor do Grupo Fleury

Folha de S.Paulo – Número de pessoas que morrem em casa dobra em SP na pandemia de Covid-19

Folha de S.Paulo – Amapá, de Davi Alcolumbre, é o estado que mais ganha com socorro aprovado pelo Senado

Folha de S.Paulo – Câmara aprova em 1º turno PEC da Guerra e volta a ampliar papel do BC

Folha de S.Paulo – ‘Cargos, que cargos?’, perguntam líderes do centrão que os negociam com Bolsonaro

Folha de S.Paulo – Plano B de Bolsonaro, novo chefe da PF combateu desvios, mas não investigou políticos de peso

Folha de S.Paulo – É falso que máscaras contaminadas serão distribuídas para população de SP

Folha de S.Paulo – Água quente pode eliminar vírus em objetos, mas não é necessária

Folha de S.Paulo – Homenagem a profissionais da saúde durante voo viraliza nas redes; veja vídeo

Folha de S.Paulo – A realidade do estresse psicossomático

Folha de S.Paulo – Teich se reúne com secretários sob suspeita de que é tutelado

Folha de S.Paulo – Secretários de Saúde veem ajuda financeira insuficiente do governo federal e vão cobrar Teich

Folha de S.Paulo – Bolsonaro é criticado por falar em ‘limite’ e participação em ato contra STF

Folha de S.Paulo – Uso de máscara será obrigatório nas ruas e até em supermercados de SP; entenda

Folha de S.Paulo – Pandemia complica rotina de brasileiros em missões de paz no exterior

Folha de S.Paulo – Letalidade do coronavírus entre presos brasileiros é o quintúplo da registrada na população geral

Folha de S.Paulo – Helder Barbalho ameaça fazer ‘lockdown’ no Pará

Folha de S.Paulo – Pandemia exige critérios claros para salvar o maior número possível de vidas

Folha de S.Paulo – Capas de revistas refletem diferentes aspectos da pandemia

Folha de S.Paulo – Não precisamos adicionar uma crise política à crise de saúde e econômica, diz presidente do Itaú

Folha de S.Paulo – Vírus pode resistir ao congelamento

Jornal Agora – São Paulo terá bloqueio total de carros em ruas e avenidas nesta terça

O Estado de S.Paulo – Prefeitura de São Paulo projeta uso de até 20% dos leitos disponíveis na rede particular

O Estado de S.Paulo – Bolsonaro nega interferência na PF, se exalta e manda jornalistas ‘calarem a boca’

O Estado de S.Paulo – Fux pede manifestação de PGR e OAB sobre plenário do Supremo julgar atos do governo

O Estado de S.Paulo – MBL pede à Justiça suspensão da nomeação de Rolando, cita troca na PF do Rio e aponta ‘burla’ à decisão de Alexandre

O Estado de S.Paulo – Cúpula de partido de Bolsonaro ajudou a organizar ato antidemocrático em Brasília

O Estado de S.Paulo – Decreto de máscaras de Doria prevê multa de até R$ 276 mil e detenção; leia íntegra

O Estado de S.Paulo – O dever (cívico) de informar a infecção por coronavírus: quando a privacidade cede ao bem coletivo

O Estado de S.Paulo – Conselho de Medicina no Rio decide nesta terça-feira critérios para fila de UTI

O Estado de S.Paulo – Por que o período do 5º ao 10º dia é tão importante quando você tem coronavírus?

O Estado de S.Paulo – Dermatologistas estudam lesões na pele humana provocadas pelo novo coronavírus

O Globo – Planos de saúde terão que informar inadimplência e número de leitos ocupados com Covid-19 à ANS

O Globo – Em ofício, direção do Hospital Cardoso Fontes relata falta de remédios e pede solução para Ministério da Saúde

O Globo – Coronavírus: rede privada de saúde do Rio também está perto de um colapso

O Globo – ‘O médico me ofereceu cloroquina. Eu disse: Me respeite’, conta um dos maiores infectologistas do Brasil

Anvisa – Uso racional de medicamentos: um alerta à população

Anvisa – Publicada norma sobre importação de equipamentos de UTI

Anvisa – Ensaios clínicos têm novo código de assunto

Anvisa – Anvisa atinge 113 serviços digitais

Anvisa – Covid-19: atualizada norma de dispositivos médicos

ANS – ANS concede portabilidade especial para beneficiários de quatro operadoras

Agência Saúde – Ministro da Saúde visita hospitais em Manaus

Agência Saúde – Brasil registra 107.780 casos de coronavírus e 7.321 mortes pela doença

Valor Econômico – Barroso decide que a União não pode ‘confiscar’ respiradores adquiridos por Estados

Valor Econômico – Estados e União pedem mais prazo para proposta de acordo sobre dívidas

Valor Econômico – Brasil está perto de pico de contaminações pelo novo coronavírus, diz presidente do Einstein

Valor Econômico – OMS sugere que países investiguem casos suspeitos de pneumonia no fim de 2019

Agência Brasil – Risco de morrer por coronavírus varia até 10 vezes entre bairros de SP

Agência Brasil – Diretor-geral da OMS pede unidade global na luta contra o coronavírus

G1 – Médica atende pacientes com doença rara na sala de casa durante pandemia: ‘Ajudar o próximo é o que podemos fazer’

G1 – Governador do Ceará prorroga decreto de isolamento até o dia 20 de maio e torna obrigatório uso de máscara

G1 – Lockdown começa no Maranhão em 4 cidades da Grande São Luís; motoristas passam por fiscalizações

Correio Braziliense – Primeiros afetados pela covid-19 no Brasil tinham, em média, 39 anos

Correio Braziliense – Hospitais militares começam a treinar profissionais para combate à Covid-19

Correio Braziliense – Pico do coronavírus no DF ainda deve demorar, prevê GDF

_______________________
O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »