Peste Suína Africana tem 208 novos casos

//Peste Suína Africana tem 208 novos casos

Segundo a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) o mundo registrou 208 novos casos de peste suína africana na última quinzena de novembro. Agora, o total de ocorrências no mundo é de 7.823 casos, destacou o portal AgroLink nesta segunda-feira (7). A Romênia continua concentrando a maior parte das notificações, com 4.108 casos. O Vietnã aparece em seguida, com 1.475 surtos da doença. Na quinzena anterior, 218 casos haviam sido notificados, com um total de 7.726 em andamento. No momento, de acordo com a OIE, 24 países sofrem com a PSA. Na Europa, são nove, incluindo Alemanha. Na Ásia, são 12 países afetados, contando com China, Índia, as duas Coreias e as Filipinas.

Governo de Goiás prorroga até 18 de dezembro o prazo de entrega da declaração de vacinação contra aftosa e raiva

O Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa) prorrogou para o dia 18 deste mês o prazo para a entrega de declaração de vacinação contra aftosa e raiva, bem como a declaração de todo o rebanho existente na propriedade, informou o portal Noticias Agrícolas nesta segunda-feira (7). A medida foi regulamentada pela Portaria nº 595/2020 da Agrodefesa. José Essado, presidente da Agência, explica que a decisão de dilatar o prazo para entrega das declarações levou em consideração a atual situação de pandemia causada pelo Novo Coronavírus e as recomendações de isolamento social propostas pelo Governo de Goiás, no intuito de evitar a disseminação da Covid-19. Outra motivação decorre da necessidade técnico-operacional das unidades locais da Agrodefesa, que nos últimos dias têm recebido mais declarações feitas presencialmente. Os dados são entregues, mas precisam ser lançados no sistema pelos técnicos da Agência, o que exige tempo maior. Daí a decisão de passar o prazo final de entrega do dia 7 para o dia 18 de dezembro. Os procedimentos para as declarações continuam da mesma forma. Criadores que têm mais de 150 animais devem fazer o procedimento obrigatoriamente por via eletrônica no Sistema de Defesa Agropecuária de Goiás (Sidago). Para isso, precisará ter login e senha, que podem ser obtidos no ícone Sidago no site da Agrodefesa (www.agrodefesa.go.gov.br). Já os criadores que têm até 150 cabeças podem fazer as declarações também presencialmente nas Unidades Locais da Agrodefesa, mediante agendamento prévio. No que diz respeito à vacinação propriamente dita, não houve qualquer mudança. Todo o processo foi concluído em 30 de novembro, conforme estabelecido na Portaria nº 516/2020 da Agrodefesa.

Mosquitos incomodam e transmitem doenças também para pets

Primeiro vem um zumbido persistente próximo ao ouvido. De repente, surge uma coceirinha e a comprovação: o pernilongo acertou o alvo. Além de incomodar, mosquitos podem transmitir doenças também para os pets. De acordo com o Blog Bom pra Cachorro da Folha de S.Paulo cães e gatos estão livres da dengue e da febre amarela. Mas há outras duas enfermidades graves que podem ser transmitidas a eles por mosquitos: a leishmaniose e a dirofilariose —conhecida como verme do coração. A própria picada pode ser um problema para o animal. Muitos cães desenvolvem alergia e apresentam inchaços ao redor dos olhos, focinho e orelhas —lugares mais fáceis de serem picados—, assim como na barriguinha, onde há menos pelo. Segundo a veterinaria Carla Berl, fundadora da rede de clínicas Pet Care, alguns animais alérgicos podem sofrer infecção na pele de tanto coçar a área da picada e precisam ser medicados com  antibiótico e anti-inflamatório. Há como evitar os riscos provocados pelos mosquitos, mas a veterinária alerta: repelente  de uso humano não deve ser aplicado no pet. Segundo ela, inseticidas tradicionais —em spray ou de tomada—  também não são adequados para o ambiente onde os animais ficam. A maneira mais eficaz e segura de prevenir a picada de insetos, portanto, são as coleiras repelente. Elas podem ser encontradas em pet shops, mas devem ser indicadas por um médico veterinário.Colocar um ventilador próximo para afastar os insetos pode aliviar o sofrimento do pet. Outra opção é recorrer à instalação de telas em janelas e portas no local onde o bichinho passa a maior parte do tempo. Manter janelas fechadas no horário de maior atividade de mosquitos –final de tarde–, também é  alternativa. Contra mosquitos, é importante  acabar com focos de água parada em casa –vale trocar com frequência a água que o pet bebe e lavar potinho. Além das doenças, outro transtorno para os animais é o barulho. Se humanos já se irritam com o zumbido, pets, que têm audição aguçada, ficam ainda mais incomodados.

Startup de São Paulo desenvolve pele em laboratório que pode substituir animais em testes de cosméticos

Atenta ao uso de animais em testes de cosméticos, uma startup de Ribeirão Preto (SP) desenvolve uma pele artificial para uso em pesquisas laboratoriais. Segundo o G1 o material pode ajudar pesquisadores a avaliar a segurança e a eficácia de filtros solares e produtos antienvelhecimento, por exemplo, sem cobaias. O material desenvolvido compreende duas camadas da pele – a epiderme e a derme. Ele pode começar a ser vendido para laboratórios em breve, segundo Franciane de Oliveira, diretora científica da Eleve Science, encubada no Supera Parque com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapesp). “Estamos estudando as possibilidades mercadológicas. A gente priorizou realizar todas as validações necessárias, porque, além de ser muito longo, é um estudo caro que precisa muito bem validado e justificado para atingir o mercado”, diz Franciane. O material já se provou eficaz na verificação da proteção oferecida por filtros solares e da ação de substâncias antienvelhecimento, tanto na derme quanto na epiderme, junto ou separadamente, de acordo com a pesquisadora Ana Luiza Porte, responsável pelo projeto. A pele, que está em desenvolvimento desde 2016, é feita a partir de células que são retiradas de pele humana. O material biológico é cultivado em laboratório e cresce em camadas, até a formação de uma camada de pele semelhante à do corpo humano. O objetivo dos pesquisadores é fazer com que os laboratórios não usem mais animais em laboratórios para testes. No Brasil, não há lei federal que proíba a prática, mas há estados em que o uso de animais para fins como estes não é permitido.

NA IMPRENSA

Agência Senado – Prazo para emendas ao projeto da LDO vai até 11 de dezembro

Agência Câmara – Maia quer que o governo priorize a pauta econômica no Congresso

Folha de S.Paulo – Notas Pets: NatAU Solidário, panetone para cachorro e higiene do animal

Folha de S.Paulo – Mosquitos incomodam e transmitem doenças também para pets

G1 – Exportações de tilápia crescem em Mato Grosso do Sul

G1 – Com muito investimento, produtor chinês de suínos constrói maior granja do mundo

G1 – Concurso em MG elege o melhor queijo tipo minas artesanal

G1 – Taubaté faz campanha de conscientização contra o abandono de animais

G1 – Urupês realiza castração gratuita de animais de rua

G1 – Pesquisa mostra que acidentes com animais peçonhentos e dengue são 80% das notificações compulsórias em Ituiutaba

G1 – Gado é cortado com facão e machado após caminhão que carregava os animais tombar em rodovia

G1 – Startup de SP desenvolve pele em laboratório que pode substituir animais em testes de cosméticos

G1 – Saiba como denunciar e ajudar a combater o tráfico de animais

Valor Econômico – Enquanto isso, em Yuhuan…

Embrapa – Tendências para o manejo de bovinos de corte

CNA – CNA, Mapa e seguradoras avaliam produtos para avicultura e suinocultura

AgroLink – Sêmen heterospérmico intensifica ganho genético

AgroLink – Movimiento a La Rienda apresenta campeões do ciclo 2020

AgroLink – Carne bovina: queda nos preços no atacado com osso

AgroLink – CNA, Mapa e seguradoras avaliam produtos para avicultura e suinocultura

AgroLink – PR: preço do leite e derivados em queda é analisado em Boletim Agropecuário

AgroLink – Pressão de baixa no mercado do boi gordo

AgroLink – PSA tem 208 novos casos

AgroLink – Cooperativas receberam R$ 191 milhões do BRDE

AgroLink – Exportações de carne bovina sobem 10%

AgroLink – Conexão Delta G registra liquidez e boas médias nos leilões de Primavera

Canal Rural – Carne bovina: exportação cresce 10% em novembro mas tem receita igual à de 2019

Canal Rural – Arroba do boi gordo cai abaixo de R$ 260 na B3; veja notícias importantes desta segunda

Canal Rural – Você viu? Ladrões de gado são mortos pela PM após manter idosos como reféns

Canal Rural – Andav: Aumento de tributação sobre o agro em São Paulo pode afugentar indústria

Canal Rural – Sem reação nos preços, boi gordo é negociado abaixo de R$ 270 em São Paulo

Canal Rural – Benedito Rosa: Governo de SP dá ‘tiro no pé’ ao sacrificar o agronegócio

Canal Rural – Nivaldo Dzyekanski é reeleito presidente da Associação Brasileira de Angus

Portal do Agronegócio – Carne bovina: queda nos preços no atacado com osso

Portal do Agronegócio – Desempenho do frango (vivo e abatido) na 49ª semana de 2020, passagem de novembro para dezembro

Portal do Agronegócio – Pressão de baixa no mercado do boi gordo

Portal do Agronegócio – Acsurs: dezembro inicia com o preço do suíno vivo a R$ 7,75

Noticias Agrícolas – Governo de Goiás prorroga até 18 de dezembro o prazo de entrega da declaração de vacinação contra aftosa e raiva

Noticias Agrícolas – China importa 775 mil toneladas de carne em novembro

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »