Paraná vai assinar acordo com a Rússia para fabricação da vacina contra coronavírus

//Paraná vai assinar acordo com a Rússia para fabricação da vacina contra coronavírus
O governo do Paraná vai anunciar nesta quarta-feira (12), um acordo com o Ministério de Saúde da Rússia para a produção de uma vacina contra o coronavírus. O acordo prevê que o Estado realize testes, produza e distribua a vacina. O presidente Vladimir Putin afirmou que a Rússia se tornou o primeiro país do mundo a aprovar a regulamentação da vacina nesta terça-feira (11).  Segundo o jornal O Estado de S.Paulo o embaixador da Rússia no Brasil, Sergey Akopov, tem encontro agendado com o governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), nesta quarta-feira (12), às 14h. A expectativa é de que o encontro formalize a parceria para a produção da vacina. Embora tenha sido registrada, o imunizante ainda será submetido a ensaios clínicos para testar sua segurança e eficácia. O chefe do fundo soberano da Rússia, Kirill Dmitriev, afirmou que a vacina deveria ser produzida no Brasil após aprovação regulatória. Após a assinatura do acordo, o próximo passo é o compartilhamento do protocolo russo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no Brasil para a liberação das outras etapas. “O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) deve ser um dos polos de produção e distribuição da imunização para a América Latina e representante técnico na parceria. O instituto seria a “ponte” com o Instituto Gamaleya de Epidemiologia e Microbiologia, localizado em Moscou, onde estão sendo produzidsa as vacinas russas”, diz trecho da reportagem

Testes de vacina chinesa com 600 voluntários mostram segurança e eficácia contra a Covid, diz estudo

A vacina chinesa CoronaVac para a Covid-19, que conta com a parceria do Instituto Butantan, em São Paulo, mostrou segurança e boa resposta imune em 600 voluntários durante a fase 2 de testes. O estudo foi publicado nesta segunda-feira (10) como uma pré-impressão, ainda sem divulgação em revistas científicas e sem revisão por outros cientistas. De acordo com o G1 os participantes eram adultos saudáveis de 18 a 59 anos e foram escolhidos aleatoriamente para receber duas doses da vacina experimental: dupla aplicação de 3 microgramas cada, ou outra de 5 microgramas. Uma parte do grupo também recebeu o placebo. Os pacientes não sabiam que tipo de vacina estavam recebendo. De acordo com os pesquisadores chineses, a CoronaVac não apresentou “nenhuma preocupação com relação à segurança”. A maioria das reações foram leves, sendo que a mais comum foi a dor no local da injeção. Nenhuma reação adversa mais grave foi relatada durante a fase 2, que ocorreu apenas com voluntários chineses. “A segurança e a resposta imune favoráveis da CoronaVac foram demonstradas em ambos os esquemas e dosagens, o que nos apoia na condução do ensaio de fase 3”, disseram os autores. A terceira fase de testes no Brasil começou no final de julho no Hospital das Clínicas (SP). Ao todo, 9 mil profissionais da saúde devem participar dos testes nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Brasília. Em São Paulo, serão testados 890 profissionais de saúde. Os voluntários serão acompanhados por uma equipe científica durante três meses. Após a aplicação da primeira dose, os voluntários receberão uma segunda dose da vacina 14 dias depois. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), declarou que a vacina chinesa pode estar disponível para a população em janeiro do ano que vem. A afirmação foi feita na segunda-feira (27). Questionado sobre a declaração, Doria disse que, com o avanço dos testes, “poderemos iniciar a produção da vacina em dezembro e imediatamente na sequência iniciar a vacinação”, caso não haja nenhuma intercorrência no processo. Toda vacina precisa passar por etapas importantes de estudo até ser aprovada para uso. Após a fase pré-clinica, com testes em animais, há 3 fases de testes em humanos. Os testes precisam comprovar que a vacina é segura, que produz anticorpos e que é capaz de proteger contra o vírus. O Instituto Butantan, de São Paulo, tem um acordo de cooperação com o laboratório chinês Sinovac, que produz a vacina, e é um dos 12 centros que vão coordenar os testes da imunização no Brasil. Em 21 de julho, quando a primeira voluntária participou dos testes da vacina chinesa, Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, já havia dito que, se os testes forem bem-sucedidos, a previsão é a de que até o final do ano o estudo clínico e a fase de registro da vacina na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sejam concluídos.

Hospitais de oncologia no RJ estão com quatro meses de repasses do governo atrasados 

Em 2018, a fim de ampliar o atendimento a pacientes com câncer, o governo do Rio assinou convênio com 11 hospitais de oncologia. Assim, unidades privadas passariam a atender também clientes do SUS, mediante repasses de acordo com realização de procedimentos, num valor até R$ 537 mil mensais, destacou o jornal O Globo nesta terça-feira (11). Entretanto, hoje as unidades alegam que estão há 4 meses sem receber os repasses, numa dívida estimada em cerca de R$ 5 milhões. A maioria das unidades fica fora da capital, como Vassouras, Volta Redonda, Cabo Frio e Petrópolis. Edmar Lopes, diretor do Hospital Regional Darcy Vargas, de Rio Bonito, explica que  o convênio funcionou bem em 2018, mas no ano passado os problemas de repasse começaram. “Nesse ano está pior ainda. Eu cheguei a ficar atrasado desde dezembro, mas há duas semanas pagaram uma parte, e agora o atraso é de quatro meses”, diz Lopes. Tradicionalmente, os convênios com redes privadas de oncologia eram firmados com o Ministério da Saúde,  e esse repasse não atrasa, dizem os donos de unidades. Mas o governo estadual iniciou modelo semelhante. Os pagamentos são feitos, por regra definida, dois meses após a prestação de contas. Ou seja, o que o hospital realizou em agosto será pago em outubro pelo Ministério da Saúde ou governo do estado. Por isso, os repasses de junho ainda não estão atrasados, então a dívida se refere a fevereiro, março, abril e maio. No caso do Darcy Vargas, a dívida é de R$ 1,5 milhão. As outras unidades têm repasses menores a receber, por realizarem menos procedimentos. O Darcy, diz Lopes, é o que fez mais cirurgias no ano passado — 705. Entretanto, com a pandemia, os atendimentos se reduziram bastante. A diminuição de pacientes, em Rio Bonito, foi de 90%. “A oncologia parou no estado. Eu fazia 90 cirurgias por mês, agora estou fazendo 45. Atendi 23 casos novos mês passado, enquanto a média era 200. Com pandemia ninguém fez diagnóstico, biópsia, mamografia. Por isso, a pandemia é uma grande desculpa para incompetência do governo. Claro que é relevante para redução de nossas receitas, mas não é só isso. A gestão é temerária”, afirma Lopes, que afirma ter conseguido manter os salários em dia. Procurada, a Secretaria Estadual de Saúde afirmou que  “está sendo feito um levantamento e que os contratos estão sendo auditados para averiguar qualquer possível pendência que possa haver”.

Pazuello defende tratamento precoce e ressalta a autonomia dos municípios e dos estados nas decisões do combate ao coronavírus

Durante cerimônia de início de operações de Unidade de Apoio ao Diagnóstico da Covid-19, realizada nesta segunda-feira (10), no Rio de Janeiro, o Ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, defendeu o tratamento precoce e reiterou autonomia dos municípios e dos estados para o enfrentamento do novo coronavírus: “Medidas preventivas e afastamento social são medidas de gestão dos municípios e dos estados. E nós apoiamos todas elas, porque quem sabe o que é necessário naquele momento precisa de apoio. E nós apoiamos. Mas, fica a lembrança, independentemente da medida que se tome, tem que estar aliada à capacidade de triar e procurar se as pessoas estão ou não com sintomas”, ressaltou Pazuello. Instalada na sede da Fiocruz, a unidade de apoio vai ampliar a capacidade nacional de processamento de testes moleculares para detecção da Covid-19. O centro é equipado com plataformas automatizadas e tem capacidade de liberar até 15 mil resultados de testes moleculares por dia, informou a Agência Saúde.

SAÚDE NA IMPRENSA

Agência Câmara – Proposta exige medição de temperatura para acesso a repartições públicas na pandemia

Agência Câmara – Proposta torna obrigatório exame de doenças raras em recém-nascidos

Agência Câmara – Projeto cria pensão de um salário mínimo para mãe de criança com doença rara

Agência Senado – Em razão de luto oficial, comissão cancela audiência desta terça-feira

Folha de S.Paulo – Putin diz que Rússia aprovou regulação da primeira vacina para Covid-19

Folha de S.Paulo – Método mais simples e barato de PCR detecta o novo coronavírus, diz estudo da USP

Folha de S.Paulo – Antes comparado ao Brasil, Paquistão muda de rumo e consegue controlar pandemia

Folha de S.Paulo – ‘Peguei a doença fazendo o que amo’, escreveu médico antes de morrer de Covid

Folha de S.Paulo – Estácio se une a farmacêutica de maconha para dar aulas para médicos

O Estado de S.Paulo – Paraná vai assinar acordo com a Rússia para fabricação da vacina contra coronavírus

O Estado de S.Paulo – Ministério da Economia cria força-tarefa para defender o teto de gastos

O Estado de S.Paulo – Conheça as principais vacinas que previnem contra a meningite

O Estado de S.Paulo – Entenda o que é e quais os sintomas da pneumonite alérgica, que levou Toffoli ao hospital

O Estado de S.Paulo – Imunidade induzida por outros coronavírus pode não proteger idosos da covid-19

O Globo – Crise na Saúde: hospitais de oncologia estão com quatro meses de repasses do governo atrasados

O Globo – A avassaladora quantidade de profissionais da saúde infectados pelo coronavírus

O Globo – Testemunha diz que R$ 8,5 milhões apreeendidos em operação são do ex-secretário de Saúde Edmar Santos

O Globo – Guedes admite reduzir imposto previsto em reforma tributária: ‘Se exagerado, a gente baixa’

O Globo – Em meio à desconfiança de especialistas, Rússia anuncia primeira vacina contra o coronavírus

O Globo – A avassaladora quantidade de profissionais da saúde infectados pelo coronavírus

O Globo – Testemunha diz que R$ 8,5 milhões apreeendidos em operação são do ex-secretário de Saúde Edmar Santos

O Globo – Após anúncio, OMS diz que Rússia não precisa do aval da entidade para registrar vacina contra coronavírus

G1 – Casos e mortes por coronavírus no Brasil em 11 de agosto, segundo consórcio dos veículos de imprensa (atualização das 8h)

G1 – Especialistas atualizam projeções sobre o envelhecimento

G1 – Putin anuncia que Rússia é o 1º país a registrar vacina contra o novo coronavírus; não foram publicados estudos sobre testes

G1 – Testes de vacina chinesa com 600 voluntários mostram segurança e eficácia contra a Covid, diz estudo

G1 – Vacina aplicada pelo nariz pode ser mais eficaz e ter menos efeitos colaterais, aponta estudo

G1 – Relatório do Planalto destaca governadores e prefeitos em ranking de mortes da Covid-19

G1 – O que se sabe sobre a vacina que a Rússia registrou contra o coronavírus e por que desperta dúvidas

Anvisa – Acompanhe a 14ª Reunião Pública da Diretoria Colegiada

Anvisa – CP aborda simplificação de registro de medicamentos

Anvisa – Vacina de Oxford: alterações no protocolo de pesquisa

ANS – Webinar discute intermediação de conflitos na saúde suplementar

Agência Brasil – Rússia anuncia primeira vacina contra a covid-19

Agência Brasil – Infectologista: tomar mais de uma vacina não significa maior proteção

Agência Brasil – Anvisa autoriza mudanças em teste da vacina de Oxford

Agência Brasil – Rio registra 28 mortes e 1.166 novos casos de covid-19 em um dia

Agência Brasil – Estudo mostra que 18% dos adultos da cidade de SP já foram infectados

Agência Brasil – Covid-19: Brasil tem 3,05 milhões de casos e 101,7 mil mortes

Agência Saúde – Brasil registra 2.163.812 casos de pessoas recuperadas

Agência Saúde – Pazuello defende tratamento precoce e ressalta a autonomia dos municípios e dos estados nas decisões do combate ao coronavírus

Valor Econômico – OMS diz que discute com a Rússia vacina contra a covid-19

Valor Econômico – Bayer vai comprar KaNDy Therapeutics para ampliar atuação em saúde feminina

Valor Econômico – Governo traçou estratégia para evitar que marca de 100 mil mortos por covid-19 atingisse imagem de Bolsonaro

Valor Econômico – Rússia diz já ter parcerias no Brasil para produzir vacina contra covid-19

Valor Econômico – EUA têm menos de 50 mil novos casos de covid-19 pelo 2º dia seguido

Correio Braziliense – Covid-19: Congresso começa a discutir regras para distribuir lotes da vacina

Jota – Vacina de Oxford para Covid terá aplicação de 2ª dose em estudo clínico no Brasil

Governo Federal – Instituições sem fins lucrativos podem receber recursos para ações de combate à Covid-19

Governo Federal – Hospital universitário de Santa Catarina recebe novos aparelhos de anestesia

Governo Federal – Fiocruz dá início às operações da Unidade de Apoio ao Diagnóstico da Covid-19
______________________
O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »