OPERAÇÕES DA PF INVESTIGAM CORRUPÇÃO NO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA

//OPERAÇÕES DA PF INVESTIGAM CORRUPÇÃO NO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA
O jornal Folha de S.Paulo noticiou na manhã desta terça-feira (16) a ação da Polícia Federal que deflagrou duas operações que apuram suspeitas de corrupção envolvendo servidores do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e empresas fiscalizadas. Apesar de similares, as operações não têm ligação direta entre si e nem com a Carne Fraca, deflagrada no Paraná, que investiga corrupção junto a frigoríficos. Na Operação Lucas, a investigação começou após denúncia de que frigoríficos e empresas de laticínios fiscalizadas teriam sido favorecidas em processos administrativos, por meio do retardamento na tramitação e anulação de multas.  Segundo nota da PF liberada à Folha, foi determinado bloqueio de contas bancárias e indisponibilidade de bens nos valores de R$ 2,2 milhões. Procurado pela reportagem, o Mapa afirmou, por meio de sua assessoria, que estava acompanhado a operação e que se manifestaria posteriormente.

Investigação em Santa Catarina

A Folha destaca também que ainda na manhã desta terça-feira (16) que, em Santa Catarina, a operação foi batizada de Fugu, visando o desmantelamento de um suposto grupo com atuação na Superintendência do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Estado. A investigação apura “evidências relacionadas à proteção ilícita de empresas do ramo alimentício, bem como de perseguição a servidores com atuação na área de fiscalização mediante instauração de procedimentos disciplinares e remoções infundadas”, segundo divulgado pela PF. “O levantamento de informações feito pelos policiais foca no setor de pescados do Vale do Itajaí, onde foram obtidos documentos indicativos de suposta proteção ilícita de duas grandes empresas contra a implantação de medidas cautelares determinadas pela fiscalização, tendo sido verificado, ainda, que essas e outras empresas teriam introduzido no mercado pescados importados da China adulterados quimicamente”, ressalta a publicação.

Nova Lei do Aeronauta poderá ser aprovada ainda este ano

O presidente da Frente Parlamentar dos Aeronautas, deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), disse que o projeto da nova Lei do Aeronauta pode ser aprovado no Senado Federal ainda este ano. Ele fez a afirmação durante mesa redonda realizada na segunda-feira (15) com o tema “A nova Lei do Aeronauta e seus impactos positivos sobre a segurança de voo”. O projeto tramitou como PL 8255/2014 na Câmara dos Deputados e voltou ao Senado na forma de um substitutivo para a última etapa legislativa antes de ir à sanção presidencial. O Senado Federal divulgou em seu site que o substitutivo (SCD 2/2017) deverá ser analisado somente pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS). A matéria está aguardando relatório da senadora Marta Suplicy (PMDB-SP) e, se aprovada, segue para sanção. A proposta especifica as atribuições da categoria e propõe modificações nas normas que regem folgas, limites de jornada e de madrugadas em voo. O comandante Adriano Castanho, diretor do Sindicato Nacional dos Aeronautas, ressaltou que o projeto não é benéfico somente para os aeronautas, mas sim para a sociedade como um todo”, afirma a publicação.

Estímulo à venda de algodão

Enquanto os preços do milho e da soja têm desestimulado vendas da safra 2016/17, as cotações do algodão têm animado os produtores brasileiros. De acordo com o jornal Valor Econômico, o mais recente levantamento do Instituto Mato-grossense de Economia Aplicada (Imea) mostra que em Mato Grosso, principal Estado produtor da pluma, as vendas chegaram a 65,5% da produção estimada de 986,618 mil toneladas na safra 2016/17, cuja colheita começa no fim deste mês. Em maio de 2016, as vendas da produção da safra 2015/16 estavam em 51,7% da produção estimada para aquele ciclo. Os dados também mostram que as vendas do ciclo 2017/18 já começaram e atingiram 257,507 mil toneladas. Se a produção for a mesma da estimada para a safra atual, a comercialização da safra nova já chega a 26,1%. No mesmo período de 2016, as vendas antecipadas do algodão da safra 2016/17 nem haviam começado. A demanda aquecida externa pelo algodão tem dado suporte às cotações. Isso, aliado à expectativa uma boa produção no Brasil, sinaliza um quadro favorável para o cotonicultor. De acordo com projeções da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a produção da pluma no país deve alcançar 1,489 milhão de toneladas no ciclo 2016/17, alta de 15,5% em relação ao ciclo anterior.

NA IMPRENSA
Mapa – Governo peruano deverá importar arroz do Brasil

Mapa – Alemanha quer intensificar cooperação na área de bioeconomia

Mapa – Maggi encerra visita ao Kuwait com promessa de reabertura de mercado

Mapa – Agronegócio ajuda a recuperar o emprego, diz Novacki

Senado Federal – Nova Lei do Aeronauta poderá ser aprovada ainda este ano

Senado Federal – Comissão de Desenvolvimento Regional debate capital estrangeiro na aviação

Senado Federal – Comandante da Aeronáutica participará de audiência sobre defesa nacional na CRE

Câmara dos Deputados – Finanças rejeita criação de estatuto da micro e pequena empresa rural

Câmara dos Deputados – Comissão debate controle biológico na agricultura e manejo integrado de pragas

Câmara dos Deputados – Comissão debate Plano Safra da Agricultura Familiar e Plano Agrícola e Pecuário

Câmara dos Deputados – Comissão debate com comandante da FAB projetos estratégicos da Aeronáutica

Valor Econômico – Carne Fraca reduziu exportações paulistas em US$ 12,8 milhões em março

Valor Econômico – STF nega recurso de ex-executivos da Sadia condenados por insider 

Valor Econômico – Temer defende foro privilegiado e diz que delação deve ser excepcional 

Valor Econômico – Estímulo à venda de algodão 

Valor Econômico – Nidera vende à americana Chromatin negócio global de sorgo 

Folha de S.Paulo – Operações da PF investigam corrupção no Ministério da Agricultura

Folha de S.Paulo – Vaivém das Commodities – Estados Unidos aceleram plantio, e Brasil pode ser afetado

O Estado de S.Paulo – Sérgio Vale – Dez anos em um

O Estado de S.Paulo – Fundo mantido com a China terá US$ 20 bi para investir no Brasil

O Estado de S.Paulo – Washington Novaes – Nosso perfil está em jogo

O Estado de S.Paulo – Editorial – Saindo do atoleiro

Portal do Agronegócio – Empresas DuPont e DuPont Pioneer mostram fungicida de ponta e novos híbridos na AgroBrasília

Investe SP – Inocular bactérias na cultura da cana pode ser mais eficiente que usar fertilizantes

Farming – Abrapa apoia modernização do sistema de registros de defensivos agrícolas

Repórter News – Preço alto de commodities é alento contra câmbio valorizado

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.