Número de médicos mais que dobrou em 20 anos, mas qualidade ainda desafia serviços de saúde

Home/Informativo/Número de médicos mais que dobrou em 20 anos, mas qualidade ainda desafia serviços de saúde

O número de médicos no País mais do que dobrou nos últimos 20 anos, como mostra a Demografia Médica no Brasil, um levantamento feito em conjunto pela USP e pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), divulgado na tarde desta terça-feira (8). Segundo o jornal O Estado de S.Paulo este aumento significativo no número de profissionais, no entanto, não se traduziu em ganho de qualidade nos serviços de saúde para a população brasileira. Para se ter uma ideia, em 2000 o País contava com 239 mil médicos. O número saltou para 320 mil em 2010 e, agora, para 500 mil. Este número indica que temos, no Brasil, 2,4 médicos por mil habitantes, um índice alto, comparável ao de países como o Reino Unido (2,8 por mil), Estados Unidos (2,6) e Japão (2,4). No entanto, os médicos brasileiros estão altamente concentrados nas grandes cidades. São cerca de 350 mil profissionais somente nas regiões sul e sudeste. “Esse salto quantitativo no número de médicos é muito expressivo; um aumento grande em pouco tempo”, afirmou o professor Mário Scheffer, da Escola de Medicina da USP, responsável pelo levantamento. “Isso aconteceu em parte por conta da política de abertura de escolas de medicina, principalmente no interior do País, e também na suplementação de vagas em escolas que já existiam.” De acordo com os especialistas, no entanto, a política de interiorização das escolas de medicina não manteve mais médicos no interior do País. Segundo eles, a grande maioria dos alunos que frequentam essas escolas vêm dos grandes centros e para lá retornam depois do curso. A concentração não é apenas geográfica. Embora a rede privada atenda apenas 25% da população brasileira a maior parte dos médicos trabalha em hospitais particulares ou consultórios próprios. A pesquisa mostrou que 28% deles trabalham exclusivamente na rede privada, 22% apenas no serviço público (sendo 10% de residentes) e 50% dos profissionais acumulam trabalho nos dois setores. Para o presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Mauro Ribeiro, deveria haver uma política pública para que os médicos fossem para o interior. Além do mais, argumenta Ribeiro, o número excessivo de profissionais pode ser prejudicial. No futuro, a projeção é de que mais da metade dos novos formandos não tenham onde fazer residência. Uma outra tendência apontada pela pesquisa é a da  feminização da profissão. Os homens ainda são maioria (53% contra 47%), mas, desde 2010, a maioria dos novos registros médicos é de mulheres. Atualmente, esse número é de 58%.

Ministério prevê controlar quem já tomou vacina da covid por app e carteira digital

Com a aproximação da vacinação contra covid-19 no Brasil – ainda que a nível nacional não haja uma data definida no primeiro semestre do ano que vem – cresce a importância no controle de quem já foi imunizado em um cenário de doses ainda escassas. Para isso, o Ministério da Saúde pretende realizar esse acompanhamento por meio de um aplicativo e de uma carteira digital de vacinação. Ao jornal O Estado de S.Paulo, o ministério lembrou nesta semana que cada dose aplicada será registrada nessa carteira, cuja identificação é ligada ao CPF do cidadão ou ao Cartão Nacional de Saúde (CNS). A pasta diz que serão registrados o tipo de vacina, o lote de fabricação e a data em que a dose foi aplicada. Os dados poderão ser acessados por meio do aplicativo Conecte SUS. “Com esta ferramenta, imprescindível na vacinação contra a covid-19, em virtude da possibilidade de uso de mais de uma vacina na imunização da população brasileira, será possível que o agente de saúde aplique a segunda dose da vacina correta na data prevista, assim como que evite que uma pessoa tome doses de vacinas de laboratórios diferentes, o que poderia acarretar eventos adversos desconhecidos e indesejáveis”, detalhou o ministério. Caso o paciente ainda não esteja cadastrado nas bases de dados do governo federal, lembrou a pasta, o profissional poderá registrá-lo no momento do atendimento. A Secretaria da Saúde de São Paulo, Estado que prevê iniciar a vacinação contra a covid-19 no dia 25 de janeiro, reforçou que haverá um controle em sistema para checagem das doses e verificação de acesso a outras vacinas. Os planos anunciados até agora pelo Ministério da Saúde e pelo governo de São Paulo preveem idosos e profissionais de saúde como grupos prioritários para receber a vacina nas primeiras etapas da aplicação. Os planos falam também em priorizar indígenas e, no caso do plano paulista, quilombolas. As vacinas submetidas a estudos no Brasil ainda se encontram na fase 3 e dependem de aval da Anvisa para aplicação ampla na população.

Anvisa condiciona uso de testes de covid parados a análises mensais de qualidade

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) condicionou o uso por mais 4 meses dos cerca de cerca de 7 milhões de testes RT-PCR parados no Ministério da Saúde a uma análise mensal da qualidade do produto. Como revelou o jornal O Estado de S.Paulo, nesta quarta-feira (9), esse estoque venceria a partir de dezembro. A agência afirma que se trata de um aval “excepcional” para consumo do produto além dos 8 meses de validade original. O órgão considerou o aumento da necessidade de testes pelo recrudescimento da covid-19 no Brasil, a possível escassez do produto no mercado, além do aval do fabricante para extensão da validade. O número de unidades paradas é superior aos cerca de 6,6 milhões de testes deste tipo feitos no Sistema Único de Saúde (SUS). Considerado o produto de diagnóstico mais preciso, por encontrar o vírus ativo no organismo, o teste RT-PCR analisa amostras coletadas da nasofaringe por um cotonete. A Anvisa anunciou o aval para uso do teste durante audiência na Câmara dos Deputados nesta quarta-feira, 9. A decisão “leva em consideração a situação epidemiológica e a importância da testagem”, disse Cristiane Gomes, diretora da agência. No começo da semana, a Anvisa aprovou a ampliação da validade do mesmo produto comprado pelo ministério, da marca coreana Seegene. Mas essa extensão vale apenas para as próximas importações. O aval para esgotar o estoque do ministério foi dado em paralelo. No estoque do ministério, cerca de 2,7 milhões de exames vencem em dezembro. E 3,9 milhões, em janeiro. Esses produtos terão validade estendida até abril e maio de 2021, respectivamente. Os Estados também têm centenas de milhares de exames em estoque. Gestores do SUS, porém, temem que o exame siga ocioso mesmo com a ampliação da validade – e volte a vencer em 4 meses. Isso porque faltam outros insumos para a análise, como reagentes de extração de RNA. O ministério tem reagentes desse tipo suficientes para análise de 400 mil amostras e afirma que comprará produto para mais 8 milhões de extrações no fim desta semana. O secretário Nacional de Vigilância Sanitária, Arnaldo Medeiros, disse aos deputados que os exames devem, sim, ser esgotados. Além desse estoque, o governo tem contrato para receber mais 7,65 milhões de testes RT-PCR da Fiocruz. Essa produção será iniciada quando houver demanda do ministério.

Anvisa tem até 72h para dar ‘autorização excepcional’ a vacina aprovada no exterior

Nesta terça-feira (8) o portal BR Político informou que, o ministro Eduardo Pazuello (Saúde) bateu na tecla insistentemente que a Anvisa demorará cerca de 60 dias para registrar qualquer vacina contra o coronavírus que chegue ao País. Mas uma lei aprovada neste ano autoriza a autarquia a conceder em até 72 horas uma “autorização excepcional e temporária” para vacinas. A Lei 14.006/2020 trata justamente da rápida utilização de “quaisquer materiais, medicamentos, equipamentos e insumos da área de saúde” que tenham sido aprovados por agências reguladoras dos EUA, Japão, Europa e China. Ou seja, a agência tem o poder de liberar de forma provisória e emergencial qualquer vacina em até 72 horas. Se a Anvisa não se manifestar no prazo, o medicamento está liberado de forma automática para uso emergencial. Isso significa que ao ser utilizado, o médico deverá informar ao paciente que a droga ainda não tem registro no Brasil. Jair Bolsonaro tentou vetar essa permissão ao promulgar a lei, mas o veto acabou derrubado pelo Congresso. Em uma de suas “lives” de quinta-feira, o presidente reclamou dessa “facilidade” para vacinas. “Acho que a derrubada desse veto meu não foi bem-vinda. Não queremos atrasar nada”, disse.

SAÚDE NA IMPRENSA

Agência Câmara – Deputados querem acesso igualitário de estados e municípios a vacina contra Covid-19

Agência Câmara – Parlamentares cobram definição sobre vacina contra a Covid-19 no Brasil

Agência Câmara – Debatedores defendem recursos no orçamento de 2021 para o combate da Covid-19

Agência Câmara – Comissão mista recebe Paulo Guedes na sexta para debater medidas de combate à Covid-19

Agência Câmara – Projeto autoriza estados e municípios a importarem vacinas aprovadas em outros países

Agência Câmara – Proposta proíbe vacinação obrigatória contra a Covid-19 no País

Agência Câmara – Projeto inclui pessoas com deficiência no grupo prioritário da vacinação contra Covid

Agência Câmara – Frente promove webinar sobre vacinação de adultos, idosos e grupos especiais

Agência Senado – Comissão mista da covid-19 ouve Paulo Guedes na sexta

Agência Senado – Senadores querem sessão de debates sobre o plano nacional de vacinação contra a covid-19

Agência Senado – Randolfe entra com ações contra falta de testes de genotipagem de HIV no SUS

Agência Senado – Randolfe anuncia reunião com Dória sobre plano de vacinação contra covid-19

Anvisa – Identificação de caso de Candida auris no Brasil

Anvisa – Confira o segundo dia de inspeções na fábrica da AstraZeneca

Anvisa – Anvisa suspende publicação de indeferimentos de 21/12 a 12/1

Anvisa – Anvisa seleciona consultores para gerenciamento de risco

ANS – #ANSComVocê é o slogan da nova campanha publicitária da Agência

ANS – ANS suspende a comercialização de 12 planos de saúde

Agência Saúde – Brasil registra 5.854.709 milhões de pessoas recuperadas

Agência Saúde – Brasil investe R$ 280 milhões para qualificação de Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combates às Endemias

Agência Saúde – “Todas as vacinas que tiverem eficácia e registro da Anvisa serão adquiridas”, garante Pazuello em reunião com governadores

Governo Federal – Programa capacitará mais de 380 mil agentes comunitários

Governo Federal – Semana Nacional de Ciência e Tecnologia é aberta em Brasília

Governo Federal – Capes concedeu 46 mil bolsas de doutorado em 2020

Governo Federal – Abertas as inscrições para processo seletivo de residência médica no Rio Grande do Norte

Governo Federal – Brasil reduz anemia e carência de vitamina A em crianças de até 5 anos

Opas – OMS lança campanha de um ano para ajudar 100 milhões de pessoas a pararem de fumar

Agência Brasil – Anvisa publica alerta de risco após confirmar caso de Candida auris

Agência Brasil – Programa vai capacitar 385 mil agentes comunitários de saúde

Agência Brasil – Covid-19: Brasil registra 51 mil casos e 842 mortes em 24 horas

Agência Brasil – Pazuello diz que Brasil tem 300 milhões de doses de vacinas garantidas

Agência Brasil – Número de médicos cresce no Brasil, mas distribuição é desigual

Agência Brasil – Ministro diz que vai adquirir todas as vacinas seguras contra covid-19

Correio Braziliense – Protetor facial não protege contra a covid-19, aponta estudo japonês

Correio Braziliense – Vacina chinesa mostra eficácia de 86% na proteção contra covid-19

Correio Braziliense – Brasil emite alerta sobre 1º caso de ‘superfungo’ fatal resistente a medicamentos

Folha de S.Paulo – 2020 nos obrigou a lidar com a frustração, sentimento que a sociedade mais tenta evitar, diz psicóloga

Folha de S.Paulo – OAB pedirá ao STF liberação de verba da Lava Jato para compra de vacina contra Covid-19

Folha de S.Paulo – Técnicos da Economia já veem prorrogação de calamidade e Orçamento de guerra em 2ª onda da Covid

Folha de S.Paulo – Vacina para todos já!

Folha de S.Paulo – Desconforto da Anvisa estimularia revolta contra a vacina voluntária

Folha de S.Paulo – Oito capitais têm mais de 80% de lotação de UTIs para Covid-19

Folha de S.Paulo – Empresas pedem que motoristas de ônibus tenham prioridade na vacinação contra Covid

Folha de S.Paulo – Fornecedores apontam risco em licitação de seringas para vacinação contra Covid-19 em SP

Folha de S.Paulo – RJ tem fila de quase 500 pessoas por leito de Covid-19 e médico sem salário

Folha de S.Paulo – Sem citar Doria, Pazuello diz que cabe ao ministério planejar vacinação contra Covid no país

Folha de S.Paulo – Região Sudeste concentra mais da metade de todos os médicos do país

Folha de S.Paulo – 2020 também será lembrado por salto da inteligência artificial que pode transformar a medicina

O Estado de S.Paulo – Maia banca propostas para obrigar governo a comprar vacinas

O Estado de S.Paulo – Pessoas com alergia grave não devem tomar vacina da Pfizer, alerta Reino Unido

O Estado de S.Paulo – Randolfe critica fala de Pazuello sobre ‘demanda’

O Estado de S.Paulo – Ministério prevê controlar quem já tomou vacina da covid por app e carteira digital

O Estado de S.Paulo – Para disseminar compliance na saúde, não é preciso vacina!

O Estado de S.Paulo – Anvisa tem condições de aprovar vacina em uma semana, diz ex-presidente da agência

O Estado de S.Paulo – PF faz buscas contra ex-deputado do DEM por propinas e desvios no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia

O Estado de S.Paulo – A nova ‘tecnologia covid’ é vestível e vai te monitorar continuamente

O Estado de S.Paulo – Emirados Árabes Unidos registram vacina da Sinopharm e dizem que a eficácia é de 86%

O Estado de S.Paulo – O potencial dos chatbots na saúde: pandemia acelera adoção de tecnologias para diagnóstico

O Estado de S.Paulo – ‘A ciência venceu’, diz médico vacinado no Reino Unido

O Estado de S.Paulo – Brasil tem plano para vacinar a população? Ouça no ‘Estadão Notícias’

O Estado de S.Paulo – Número de médicos mais que dobrou em 20 anos, mas qualidade ainda desafia serviços de saúde

O Estado de S.Paulo – Jair Bolsonaro reforça que governo só adquire ‘vacina registrada pela Anvisa’

O Estado de S.Paulo – Biden promete 100 milhões de doses de vacina contra covid em 100 dias

O Estado de S.Paulo – Anvisa tem até 72h para dar ‘autorização excepcional’ a vacina aprovada no exterior

O Estado de S.Paulo – Pazuello diz que cabe ao Ministério da Saúde imunizar a população e ignora a Coronavac

O Estado de S.Paulo – Governadores criticam Doria por anúncio de vacinação ‘antecipada’ em SP

O Estado de S.Paulo – Após quarentena da covid, jogadores sofrem para se recuperar e enfrentam problemas cardíacos

O Estado de S.Paulo –  Anvisa alerta para 1º caso de fungo superresistente no Brasil

O Globo – Ministério da Saúde retira presos da lista de prioridades para vacinação de Covid

O Globo – Sistema de saúde pode entrar em colapso, alerta novo relatório da Fiocruz

O Globo – Sindicatos denunciam falta de pagamento a 11 mil profissionais de saúde do Rio

O Globo – Ministério da Saúde ainda não definiu compra de seringas e agulhas para vacinação contra Covid-19

O Globo – ANS lança campanha para esclarecer dúvidas de usuários de planos de saúde

G1 – Anvisa aprova extensão da validade dos testes para Covid-19 estocados pelo governo, diz diretora

G1 – Efeito da Covid-19 no Brasil foi devastador, e líderes do país deveriam ouvir o que a ciência diz, afirma Michelle Bachelet

G1 – Agência regulatória do Reino Unido alerta que pessoas com ‘histórico de reação alérgica significativa’ não devem tomar vacina da Pfizer contra Covid-19

G1 – Vacina contra a Covid-19: entenda se quem já teve a doença deve ser imunizado

G1 – Aplicar meia dose da vacina de Oxford é uma decisão que agências devem avaliar, aponta líder de estudo

G1 – Pazuello diz que governo comprará qualquer vacina com registro na Anvisa

G1 – Biden quer aplicar 100 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 nos 100 primeiros dias de governo

G1 – Presidente da Pfizer Brasil vê possibilidade de iniciar em janeiro vacinação contra Covid-19

G1 – Uso de vacina contra a Covid no Brasil pode ser baseado em aval de agência do exterior; entenda cenário legal

G1 – Vacinas aprovadas no exterior terão aval para uso emergencial no Brasil, dizem governadores

G1 – Em reunião com governadores, Pazuello diz que, se houver demanda e preço, ‘nós vamos comprar’ a ‘vacina do Butantan’

G1 – Vacina de Oxford contra Covid é a 1ª a ter estudo da fase 3 de testes publicado em revista científica

G1 – Candida auris: Brasil emite alerta sobre 1º caso de ‘superfungo’ fatal resistente a medicamentos

G1 – Pazuello recebe governadores para discutir vacinação contra a Covid-19

Valor Econômico – Politizar pandemia é irresponsável, diz Bachelet

Valor Econômico – NotreDame Intermédica compra Hospital Lifecenter por R$ 240 milhões

Valor Econômico – Reino Unido pede que pessoas com histórico de alergia não tomem vacina da Pfizer

Valor Econômico – Instituto russo nega necessidade de abstinência de álcool durante vacinação

Valor Econômico – Pressionado, Pazuello promete plano de vacinação

Valor Econômico – Dino busca aval do STF para Maranhão ter plano próprio

Valor Econômico – Bolsonaro reitera aval da Anvisa para liberar vacina contra covid-19 e ataca Doria

Valor Econômico – “Brasileiro deseja vacina que seja comprovadamente segura e eficaz”, diz Pazuello

Valor Econômico – Pazuello bate-boca com Doria em reunião com governadores

Valor Econômico – “É fundamental o Ministério da Saúde liderar vacinação”, diz Helder Barbalho

Valor Econômico – Pazuello firmou compromisso de compra de 100 mi de doses da vacina Oxford, diz Leite

Valor Econômico – Pressionado por governadores, Pazuello promete acelerar registro e adquirir vacina chinesa

Valor Econômico – Vacina de Oxford é segura e protege contra a covid-19, apontam resultados de fase 3

Valor Econômico – Brasil está atrás de Bangladesh e Peru em doses de vacina por habitante assegurada, diz estudo

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »