NOVOS RUMORES SOBRE MUDANÇAS NOS MINISTÉRIOS DE MICHEL TEMER

//NOVOS RUMORES SOBRE MUDANÇAS NOS MINISTÉRIOS DE MICHEL TEMER
A Coluna do Estadão, nesta quarta-feira (1º), retoma os rumores sobre as mudanças nos ministérios de Michel Temer. Conforme a publicação, “o governo vai deflagrar uma minirreforma ministerial para melhorar o funcionamento do Executivo e reorganizar sua base de apoio”. “A mudança será feita depois de encerrada a eleição para o comando da Câmara e do Senado. Algumas trocas estão praticamente definidas. O tucano Antonio Imbassahy assumirá a Secretaria de Governo, vazia desde a queda de Geddel Vieira Lima. Na Saúde, o PP quer trocar o desgastado Ricardo Barros por Aguinaldo Ribeiro. O líder do governo na Câmara, André Moura, também está saindo”, diz o texto publicado no Estadão.

De 86 PDPs, duas foram totalmente concluídas

Das 86 PDPs (parcerias entre governo e farmacêuticas para fabricar itens estratégicos para o SUS) vigentes, duas foram totalmente concluídas. A informação foi repassada por Marco Fireman, secretário responsável pela área no Ministério da Saúde, à coluna Mercado Aberto, da Folha de S.Paulo. A pasta iniciou um pente-fino nos projetos atrasados. “Entre os que estão em fase inicial de implementação, há parcerias aprovadas faz mais de sete anos. Apesar dos atrasos, o governo publicou na semana passada uma lista de 52 produtos que poderão ser alvo de novas PDPs — volume visto como excessivo pela Interfarma, do setor farmacêutico”, destaca a publicação. Conforme a coluna, a lista, porém, é preliminar, e apenas uma parte se converterá em parcerias. “Além disso, os novos contratos serão mais claros quanto a prazos e à responsabilidade por atrasos”, disse o secretário.

Escassez de benzetacil será apurada pelo MPF

O Ministério Público federal (MPF) quer uma apuração nacional sobre a escassez de penicilina benzatina, mais conhecida pelo nome comercial de Benzetacil, antibiótico frequentemente usado no tratamento da sífilis e outras infecções. O Núcleo de Direitos do Cidadão da 2ª Região (NAOP2, que inclui RJ e ES) pediu à Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC) que acompanhe as medidas em adoção pelo Legislativo e Executivo federais para regularizar o fornecimento do medicamento contra infecções bacterianas. Reportagem do jornal O Globo destaca que uma denúncia feita em Vila Velha, no Espírito Santo, deu início à apuração, que constatou a falta do remédio também em outros estados.

Terapia de conservação da mama

Para quem tem câncer de mama, a terapia de conservação da mama (BCT, na sigla em inglês) tem, por diversas vezes, resultados superiores aos da mastectomia, que consiste na retirada completa do seio. “Essa é a conclusão do maior estudo feito até agora sobre o assunto, apresentado no Congresso Europeu de Câncer 2017, na última segunda-feira (30). A terapia de conservação da mama inclui uma cirurgia para retirar o tumor mantendo a mama, somada a sessões de radioterapia. A pesquisa analisou dados de quase 130 mil pacientes com a doença, diagnosticados entre 1999 e 2012. O principal resultado do estudo é que é mais indicado realizar a terapia do que retirar por completo o seio na maioria dos casos em que os pacientes têm mais de 50 anos de idade, não têm metástase — quando células tumorais entram na corrente sanguínea e se alojam em outro órgão, fazendo o câncer se espalhar —, ainda não passaram por quimioterapia e têm comorbidade, quando se tem duas ou mais doenças ao mesmo tempo. Nessas situações, o índice de sobrevivência do paciente dez anos após a terapia foi ou igual ou mais alto do que o dos que fizeram mastectomia”, destaca trecho da reportagem publicada pelo jornal O Globo.

Philips quer administrar hospitais públicos

A Philips, fabricante de equipamentos médicos, lâmpadas e eletrodomésticos, traçou uma nova estratégia para fazer negócios no Brasil na área de saúde. De acordo com reportagem do Valor Econômico, nesta quarta-feira (1º), a companhia holandesa, que já vem realizando exames médicos em pacientes da rede pública da Bahia, agora quer fechar novas parcerias público-privadas (PPP) no país para, por exemplo, administrar hospitais. “Na Bahia, foi criado um consórcio em 2015, onde a Philips tem uma participação de 19,99%, e as empresas de medicina diagnóstica Alliar e Fidi têm 50,05% e 29,96%, respectivamente. Estes sócios são donos de um laboratório de exames médicos que faturou R$ 86 milhões no ano passado, até setembro. O contrato com o governo da Bahia foi firmado em 2015 e tem prazo de 11 anos”, ressalta o jornal. “Temos interesse em fazer outras parcerias neste formato. Acreditamos que há uma grande oportunidade neste momento e queremos participar mais da gestão dos projetos ligados à saúde pública”, disse ao Valor Henk de Jong, diretor-executivo da Philips na América Latina. Nos Estados Unidos, na Europa e na Ásia, a Philips já tem operações em parceria com governos.

SAÚDE NA IMPRENSA
Anvisa – Rotulagem de lactose garante informação ao consumidor

Anvisa – Criado canal de notificação de substâncias psicoativas

Anvisa – Atualizadas taxas de fiscalização de Vigilância Sanitária

Fiocruz – HIV/Aids: Fiocruz coordena estudo que propõe uso de medicamento para prevenção

Valor Econômico – Philips quer administrar hospitais públicos no Brasil

Valor Econômico – Olímpio Bittar – Saúde e educação

Folha de S.Paulo – Mercado Aberto – Mesmo com parcerias atrasadas na Saúde, governo lança outra rodada

Folha de S.Paulo – Nordeste pode ter novo surto de zika ainda neste ano, diz estudo

Folha de S.Paulo – Rótulos de alimentos terão que alertar sobre lactose, decide Anvisa

Folha de S.Paulo – Meninas de 6 anos já não se acham inteligentes e desistem de atividades

Folha de S.Paulo – O que criações de porcos revelam sobre antibióticos e superbactérias

Folha de S.Paulo – Teste indica as comidas que melhoram a flora intestinal

Folha de S.Paulo – Direito ao aborto ameaçado nos EUA após 44 anos

O Globo – A dieta de Trump: mais poderoso do mundo vive de batatas e bacon

O Globo – Horário das refeições influencia saúde do coração, alerta pesquisa

O Globo – Manter o seio pode ser mais benéfico do que fazer mastectomia, diz estudo

O Globo – Escassez de benzentacil no Brasil será alvo de apuração do MPF

Correio Braziliense – Sistema lê mente de pacientes com paralisia total, e eles se dizem felizes

O Estado de S.Paulo – Coluna do Estadão – Governo deverá fazer reforma ministerial

O Estado de S.Paulo – 1/4 das mães de bebês com microcefalia é adolescente

O Estado de S.Paulo – OMS admite que ainda está ‘no escuro’ diante da zika

O Estado de S.Paulo – Municípios atingidos pela febre amarela pedem mais verbas

O Estado de S.Paulo – Governo terá de cortar R$ 4,7 bilhões para não romper teto de gastos em 2017

Top Sul Noticias – SAÚDE: Quem deve se vacinar contra a febre amarela? Tire suas dúvidas

TV Guará – Surto de febre amarela faz laboratório aumentar produção de vacina

A Gazeta News – Indústria nacional prioriza fabricação de 52 remédios

Jornal de Noticias – Ministro diz que cedência de dados de saúde está a ser investigada

Portal Comunique-se – Projeto proíbe propaganda de medicamentos nos meios de comunicação

Caarapo News – Indignação leva médico a criar ônibus para diagnóstico de câncer em MS

Maxpress – Comunicação entre médico e paciente ajuda a amenizar os incômodos do tratamento oncológico

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.