‘Não haverá aplicação da vacina em massa’, afirma presidente da Fiocruz

//‘Não haverá aplicação da vacina em massa’, afirma presidente da Fiocruz
A Fiocruz começa a produzir no Brasil, em janeiro de 2021, 210 milhões de doses da vacina contra a covid-19, contou a presidente da instituição, Nísia Trindade, em entrevista exclusiva ao jornal O Estado de S.Paulo nesta quarta-feira (4). O imunizante será o desenvolvido pela Universidade de Oxford (Reino Unido) e a farmacêutica Astrazeneca, ainda em fase de testes. A produção, disse, poderá atender a uma fatia considerável da população, mesmo que sejam necessárias duas aplicações, o que seria suficiente para imunizar metade do País. A estimativa é que a vacinação comece em março. “Não vai haver uma aplicação em massa da vacina”, explicou Nísia. “Terá que haver algum critério de priorização, mas isso ainda não foi definido.” A produção de 100 milhões de doses nos primeiros seis meses será feita com a importação do chamado ingrediente farmacêutico ativo, o principal insumo do imunizante. A partir do 2º semestre, porém, o Brasil já terá produção de forma autônoma, pelo acordo de transferência de tecnologia com o laboratório. Segundo ela, “no 2º semestre, já com a produção inteiramente nacional, serão mais 110 milhões de doses. Um total de 210 milhões de doses em duas etapas”. O contrato entre Fiocruz e Astrazeneca é de US$ 250 milhões (R$ 1,4 bilhão). Com isso, o País garantirá a autonomia na produção da vacina. Terá também acesso à tecnologia inédita no desenvolvimento de imunizantes, que já se revelou promissora. Eventualmente, o País terá à sua disposição, além da vacina de Oxford, outros imunizantes, como a Coronavac, chinesa, e a Sputnik V, russa. Segundo Nísia, usar diferentes produtos desse tipo simultaneamente não é inédito, mas exige cuidados. “Tem que ser tudo bem organizado”, alertou. Nísia destaca que, “a Fiocruz esteve à frente da pesquisa sobre o HIV e a febre amarela, além de participar da construção do SUS. Mas diria que, sim, é um dos marcos históricos da Fiocruz. Vivemos um momento único, de impacto em todas as esferas. Tanto que vários historiadores já disseram, inspirados por (Eric) Hobsbawn (historiador britânico), que esta epidemia seria o marco do início deste século”. “Para a covid-19 vamos produzir a vacina de Oxford. Lembrando que não é possível começar a produção sem a conclusão dos ensaios clínicos de fase 3. Mas nossa expectativa é muito positiva. Muito provavelmente, ela vai apresentar bons resultados. Essa é a vacina que produziremos nos próximos dois anos. No futuro, pode ser que tenhamos até mesmo desenvolvimento de imunizantes nacionais. Mas neste momento vamos produzir só a de Oxford”.

Congresso recebe iluminação especial como alerta para a prevenção ao câncer de próstata

Em apoio ao Novembro Azul, movimento internacional de conscientização sobre a prevenção e combate ao câncer de próstata, o Palácio do Congresso Nacional estará iluminado de azul no período de 2 a 20 de novembro, informou a Agência Câmara nesta quarta-feira (4). A iniciativa busca chamar a atenção dos homens sobre a importância da realização de exames periódicos para diagnóstico precoce da doença. O Novembro Azul foi criado na Austrália em 2003, aproveitando a celebração do Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, em 17 de novembro. Teve como inspiração o Outubro Rosa, que alerta mulheres sobre a importância da prevenção ao câncer de mama. De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), o câncer de próstata é a neoplasia mais frequente entre homens, com uma previsão de mais de 65 mil novos casos diagnosticados em 2020. Os exames periódicos anuais são importantes porque a doença normalmente não apresenta sintomas em sua fase inicial, o que faz com que muitas vezes só seja detectada em estágios mais avançados. Se for descoberto e tratado precocemente, o câncer de próstata apresenta cerca de 90% de chances de cura. A SBU recomenda que o exame de toque retal seja feito anualmente a partir dos 50 anos para homens sem casos na família e dos 45 anos para negros e homens com casos na família. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), muitos novos casos podem não ser diagnosticados a tempo por conta do isolamento social provocado pela pandemia de Covid-19. No Brasil houve uma queda de 70% das cirurgias oncológicas e uma queda de 50% a 90% das biópsias enviadas para análise, estimando-se que entre 50 mil a 90 mil brasileiros deixaram de receber diagnóstico de câncer nesse período.

Saúde avalia a incorporação do Spinraza®️ para a AME tipos II e III

Após diversas tratativas entre o Ministério da Saúde e a empresa Biogen – produtora do nusinersena (Spinraza®️) – o plenário da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec) irá avaliar evidências científicas e elaborar a recomendação inicial de incorporação do medicamento para tratamento da Atrofia Muscular Espinhal (AME) tipos II e III, destacou a Agência Saúde nesta terça-feira (3). A incorporação no SUS será pauta da próxima reunião da Conitec nos dias 4 e 5 de novembro. A Conitec é responsável por analisar e recomendar, ou não, a inclusão de medicamentos, procedimentos ou equipamentos na rede pública de saúde. Na ocasião, o Plenário da comissão irá avaliar as evidências científicas sobre o medicamento e elaborar a recomendação inicial. O secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos, Hélio Angotti Neto, destaca que o Ministério da Saúde tem agido para dar celeridade na avaliação do tema. “Sabemos da pressa que muitas famílias estão passando e temos trabalhado com pressa também”, afirmou o secretário. O processo para avaliação dessa demanda foi protocolado pela empresa Biogen, após uma série de reuniões de pré-submissão com a equipe técnica da pasta para qualificação da proposta. Após essa primeira avaliação da Conitec, o tema será disponibilizado para consulta pública, quando poderá receber contribuições da sociedade. Essas contribuições serão compiladas e analisadas pela equipe técnica, retornando ao plenário para recomendação final. O relatório com a recomendação da Conitec é encaminhado ao secretário da SCTIE, do Ministério da Saúde, para decisão final e publicação no Diário Oficial da União. Conforme previsão do art. 19-R, Lei nº 8.080/1990, esse processo deve ser concluído em até 180 dias, podendo ser prorrogado por mais 90 dias se houver necessidade. A Conitec realiza a avaliação das tecnologias em saúde a serem incorporadas, alteradas ou excluídas do SUS levando em consideração aspectos como eficácia, acurácia, efetividade e a segurança, além da avaliação econômica comparativa dos benefícios e dos custos em relação às tecnologias já existentes e o seu impacto orçamentário.

Anvisa esclarece sobre uso de ozônio como desinfetante

A Anvisa publicou, nesta quarta-feira (4), uma Nota Técnica 108/2020, que traz informações sobre o uso de ozônio como produto desinfetante durante a pandemia causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2). De acordo com o documento, uma revisão de dados de estudos nacionais e internacionais concluiu que não foram apresentadas evidências científicas relacionadas à eficácia desinfetante do ozônio contra o vírus. Além disso, o documento afirma que, embora tenha ação desinfetante na água de consumo humano e seja utilizado com esta finalidade, principalmente na Europa, o uso do ozônio tem potencial para causar danos agudos e crônicos em humanos, caracterizados por lesões na pele, nas vias respiratórias e nos olhos, e por reações alérgicas.
De acordo com os marcos legais e regulatórios vigentes, equipamentos ou estruturas que utilizam ozônio para desinfecção de ambientes públicos e de superfícies em geral não estão sujeitos à regularização junto à Anvisa. Contudo, os ensaios de comprovação de eficácia e segurança da substância produzida por tais equipamentos devem ser realizados e mantidos pelas empresas, para fins de fiscalização. A Anvisa esclarece, ainda, que essas informações poderão ser alteradas a qualquer momento, considerando possíveis atualizações sobre o assunto.

SAÚDE NA IMPRENSA

Agência Senado – Davi recebe governadores para discutir vacinação contra a covid-19

Agência Senado – Davi Alcolumbre defende projeto de lei que confere autonomia ao Banco Central

Agência Câmara – Congresso recebe iluminação especial como alerta para a prevenção ao câncer de próstata

Agência Câmara – Cancelado debate sobre tratamentos para câncer de mama pouco invasivos

Agência Câmara – Proposta obriga que embalagens informem sobre riscos à saúde provocados por álcool, açúcar e glúten

Agência Câmara – Projeto garante assistência integral a pacientes de Covid-19, mesmo após alta hospitalar

Agência Câmara – Proposta torna obrigatória a higienização de espaços públicos na pandemia

Agência Câmara – Proposta reconhece atividade física como essencial mesmo durante pandemia

Agência Câmara – Projeto acaba com exame toxicológico para motoristas de ônibus e caminhões

Agência Câmara – Executivo conclui repasse emergencial de R$ 160 milhões às instituições para idosos

Anvisa – Confira os novos códigos de assunto da farmacovigilância

Anvisa – Acompanhe a 20ª Reunião da Diretoria Colegiada da Anvisa

Anvisa – Anvisa esclarece sobre uso de ozônio como desinfetante

Agência Saúde – Saúde avalia a incorporação do Spinraza®️ para a AME tipos II e III

Agência Saúde – Brasil registra 5 milhões de pessoas recuperadas

Agência Saúde – Saúde investe mais de R$ 221 milhões para atenção a pacientes com obesidade, diabetes e hipertensão

Agência Brasil – Pazuello tem alta e aguarda resultado de exames para covid-19

Agência Brasil – Covid-19: Brasil tem 160 mil mortes e 5,56 milhões de casos acumulados

Agência Brasil – Fiocruz inicia estudo da progressão da covid-19 em seres humanos

Agência Brasil – Anvisa autoriza prosseguimento de testes com vacina contra a covid-19

Folha de S.Paulo – Exame de cera de ouvido pode revelar níveis de estresse

Folha de S.Paulo – Quanto o STF custa para o SUS?

Folha de S.Paulo – Estados endividados querem aval do Congresso para excluir saúde e educação do teto até 2023

Folha de S.Paulo – Automedicação fajuta ameaça a saúde

Folha de S.Paulo – Ministro da Saúde recebe alta após ser internado durante tratamento da Covid-19

Folha de S.Paulo – Em carta, papa Francisco elogia Fiocruz e diz que pandemia evidenciou o ‘vírus da indiferença’

Folha de S.Paulo – Grávidas enfrentam risco maior de complicações de Covid-19, diz estudo

Folha de S.Paulo – Centro Internacional para Jornalistas lança prêmio para reportagens sobre Covid-19

Folha de S.Paulo – Especialistas lançam guia para candidatos encararem drogas com evidências científicas

Folha de S.Paulo – Iniciativa vai apoiar até 10 negócios de atenção primária à saúde

Folha de S.Paulo – Sem resultado final, Trump se declara vencedor e repete que vai à Suprema Corte

O Estado de S.Paulo – Governadores querem preservar Pazuello

O Estado de S.Paulo – ‘Não haverá aplicação da vacina em massa’, afirma presidente da Fiocruz

O Estado de S.Paulo – Privatizar ou não privatizar, não é esta a questão. Qualidade dos serviços em saúde deve ser o foco

O Estado de S.Paulo – Maia se compromete com governadores a pautar projeto de renegociação da dívida dos Estados

O Estado de S.Paulo – Transtorno Borderline: saiba o que é, sintomas e como identificar

O Estado de S.Paulo – Morre mais um paciente transferido após incêndio de Hospital de Bonsucesso

O Estado de S.Paulo – ‘Jamais sugeri o uso da nitazoxanida em qualquer paciente’, diz autora de estudo sobre vermífugo

O Estado de S.Paulo – Russomanno diz que vacina para covid-19 deveria ser testada em quem já está doente

O Estado de S.Paulo – Mourão nega atrito com Bolsonaro por conta de vacina e diz que a decisão final é do presidente

O Estado de S.Paulo – Vida sem plano de saúde

O Estado de S.Paulo – Grupo da USP investiga se células de gordura originam fatores inflamatórios que agravam a covid-19

O Globo – A saúde sai do limbo nos EUA

O Globo – A importância da educação e da saúde na prevenção da violência

O Globo – Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello recebe alta hospitalar, após internação por Covid-19

O Globo – Resultado de testes da vacina de Oxford contra a Covid-19 está previsto para este ano

G1 – Como o adoçante pode ajudar no controle da diabetes

G1 – Resultados dos testes da vacina de Oxford devem ser entregues este ano, diz cientista

G1 – Bolsonaro diz em parecer que Ministério da Saúde não dá tratamento diferenciado entre a vacinas da China e de Oxford

G1 – Portugal entra em confinamento parcial por duas semanas

G1 – Exame de cera de ouvido pode revelar níveis de estresse

G1 – Ter um propósito na vida ajuda pessoas a lidarem com o estresse da pandemia, aponta estudo

G1 – Vacina contra Covid-19: após autorização da Anvisa, testes de empresa belga devem começar nesta semana no DF

G1 – França planeja transferir pacientes com Covid para hospitais na Alemanha

G1 – Governadores se encontram com Maia e Alcolumbre para discutir vacina contra Covid

G1 – Anvisa autoriza retomada de testes da vacina da Johnson contra Covid-19

G1 – Algoritmo identifica ‘tossida de Covid’ inaudível para humanos

G1 – Neurologista explica o que é o AVC, como identificar e prevenir

Valor Econômico – AGU defende no STF que debate sobre CoronaVac ‘depende da existência da própria vacina’

Valor Econômico – Governadores vão a Brasília e negociam alívio nas contas

Valor Econômico – Com subsídio menor, conselho do FGTS reduz orçamento até 2024

Valor Econômico – Plano de vacinação para D menos um

Valor Econômico – Ao Supremo, PGR defende vacinação obrigatória para crianças

Valor Econômico – Pazuello recebe alta de hospital e continuará sendo monitorado em casa

Valor Econômico – Maia promete aos Estados pautar Plano Mansueto depois das eleições

Conteúdo Jurídico – Judicialização da saúde, a insuficiência nos atendimentos, na distribuição de medicamentos e o insucesso na garantia dos direitos fundamentais 

Direito Descomplicado – Fornecimento de medicamentos de alto custo deve respeitar critério hierárquico do SUS, opina MPF

______________________
O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »