Mudanças no comando de duas secretarias do Ministério da Agricultura

Home/Informativo/Mudanças no comando de duas secretarias do Ministério da Agricultura

Duas importantes secretarias do Ministério da Agricultura passarão por mudanças de comando até o fim deste mês. Segundo o Valor Econômico. O atual secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo, Fernando Schwanke, foi convidado para ser diretor de projetos do Instituto Interamericano de Cooperação para Agricultura (IICA), ligado à Organização dos Estados Americanos (OEA), na Costa Rica. O gaúcho deixará o ministério no fim de junho e assumirá o novo cargo em 12 de julho. No lugar de Schwanke, assumirá César Halum, que hoje está à frente da Secretaria de Política Agrícola do ministério, responsável pela formulação do Plano Safra, com anúncio previsto para esta terça-feira (22). Halum comandou a Pasta por um ano. Extensionista rural, disse que terá “muita alegria” de liderar a área de agricultura familiar de agora em diante. O novo secretário de Política Agrícola deverá ser Guilherme Bastos, ex-presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e que atualmente é assessor especial da ministra Tereza Cristina.

Uso de drones é cada vez mais comum no agronegócio

Os drones são pequenos em tamanho, mas grandes em importância e ajudam a monitorar cerca de 50 mil hectares de um canavial dentro de uma fazenda no município de Queiroz (SP). As câmeras de grande alcance ajudam a cuidar da área de plantio e também a proteger os funcionários. De acordo com o G1 a demanda pelos serviços de drones é crescente em fazendas do estado de São Paulo e o mercado conta com empresas especializadas no fornecimento de aparelhos para monitorar plantações. Um drone pode custar de R$ 20 mil chegando até R$ 280 mil, dependendo das funcionalidades empregadas. O custo benefício com a economia no tempo e otimização da plantação contribui com o agricultor. O manuseio de drones exige treinamento especializado e ainda não conta com um número elevado de profissionais, tendo demanda reprimida no mercado de trabalho. Por conta disso, empresas do ramo acabam contratando e capacitando os profissionais para trabalhar com os aparelhos. Visando inserir novos profissionais na área, uma faculdade de Marília (SP) acrescentou o uso de drones na grade regular de aulas do curso de agronomia. Os treinamentos em campo capacitam alunos, que desenvolvem técnicas de trabalho e fora do horário de aula prestam serviço em fazendas da região, podendo complementar renda.

Indicadores do transporte aéreo permanecem sob impacto da pandemia

De acordo com os dados do transporte aéreo do mês de maio deste ano, divulgados na última sexta-feira (18) pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), a demanda e a oferta de voos apresentaram retração em comparação com o mesmo período de 2019, de 43,4% e 43,7%, respectivamente. Em maio de 2021, foram transportados cerca de 3,6 milhões de passageiros no mercado doméstico, número 49% menor do que o registrado em 2019. No mercado internacional, considerando fatores como fechamento de fronteiras e restrição de viagem a turismo, os indicadores também permanecem sob forte retração. A demanda de passageiros no quinto mês do ano foi 88% menor do que o registrado em 2019. A queda na oferta foi de 66,2%. A comparação desses indicadores com o mesmo período de 2019 tem sido realizada considerando que a aviação não estava sob impacto de fatores excepcionais naquele ano — como é o caso da pandemia causada pela Covid-19, que tem afetado o transporte aéreo há pelo menos 15 meses. Acesse o link a seguir para consultar os dados de Demanda e Oferta do Transporte Aéreo de maio de 2021 e de toda a série histórica: https://bit.ly/35AfV08.

Expectativa de alta de juros no Plano Safra

O governo federal vai anunciar nesta terça-feira (22), no Palácio do Planalto, o Plano Safra 2021/22, e a expectativa é de elevação nos juros para o financiamento dos produtores, informou o Valor Econômico. A alta nos custos de produção, reflexo do dólar valorizado nos preços dos insumos, e o apetite aberto para investimentos – efeito de recorde de colheitas, exportações e cotações de commodities nesta temporada – vão forçar um aumento no volume de recursos ofertados para o crédito rural. Que virá mais “verde”, com foco na produção sustentável, e terá mais incentivos para armazenagem e inovação. Embora a expectativa de aumento dos juros tenha se acentuado nas últimas semanas, algumas das principais lideranças do agronegócio ainda vislumbram uma possível manutenção das taxas, mesmo com a forte alta da Selic, que está hoje em 4,25%, dois pontos percentuais acima do nível de um ano atrás. Essa elevação encareceu os empréstimos – os juros variaram de 2,75% a 6% na temporada que está chegando ao fim – e vai exigir mais recursos para a equalização das operações subsidiadas, mas esbarra na dificuldade fiscal do caixa da União. O fechamento dos detalhes do plano depende da decisão sobre o valor para bancar a subvenção dos financiamentos. A definição, que deverá ocorrer nesta segunda-feira (21), vai abrir caminho para a votação das regras em reunião extraordinária do Conselho Monetário Nacional (CMN). O pedido da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, foi de R$ 15 bilhões, e ela está confiante em conseguir pelo menos R$ 13 bilhões. Nas negociações com o ministro da Economia, Paulo Guedes, Tereza Cristina contou com o apoio do presidente da República. O Plano Safra 2020/21 teve R$ 236,3 bilhões, com R$ 33 bilhões para o Pronaf (agricultura familiar) e R$ 33,2 bilhões para o Pronamp (médios produtores). Do total, R$ 154,3 bilhões foram com juros controlados, sendo que R$ 89,8 bilhões tiveram subvenção e foram inteiramente consumidos. Com o esgotamento precoce dos recursos, deverá haver uma corrida ainda mais acelerada pelos empréstimos com equalização a partir de julho. A expectativa é que o governo destine mais recursos para os pequenos produtores – diferentemente da safra atual, quando aplicou 57% dos R$ 11,5 bilhões em operações de médios e grandes produtores. Haverá ainda uma atualização nos limites do Pronamp, de R$ 2 milhões para R$ 2,5 milhões de renda bruta anual dos beneficiários para enquadramento, o que poderá ampliar o alcance do programa.

NA IMPRENSA

Agência Câmara – Congresso recebe iluminação verde para incentivar preservação ambiental 
Governo Federal – AGU obtém bloqueio de R$ 14,5 milhões em bens de desmatador da Amazônia 
O Estado de S.Paulo – Aviação quer estar à mesa também com café gourmet 
O Estado de S.Paulo – Mulheres lideram setor de pesquisa em cana-de-açúcar 
O Globo – Michelin vai fabricar pneu para carro elétrico no país, mas teme restrições a produtos ‘made in Brazil’ por questões ambientais 
O Globo – Projeto de polo de agronegócio no Amazonas, Amacro se transformou em nova frente de desmatamento na Amazônia  
G1 – Desmatamento avança no Cerrado e faz crescer risco de apagão elétrico no Brasil 
G1 – 62% dos indígenas na Amazônia estão vacinados contra Covid; AC e PA têm aldeias com baixa adesão 
G1 – Colheita de milho em Mato Grosso será menor nesta safra 
G1 – Seca prejudica safra da laranja no Centro-Sul 
G1 – Pesquisa coordenada pela UEL tenta criar mudas nacionais de morangos 
G1 – Produtores do Paraná geram e vendem energia elétrica através de biodigestores 
G1 – Com safra maior de café, Espírito Santo sofre com falta de mão de obra para colheita 
G1 – Uso de drones é cada vez mais comum no agronegócio 
G1 – Região de Curitiba lidera produção de morangos no Paraná, diz secretaria 
G1 – Entenda as diferenças entre etanol hidratado e anidro 
Correio Braziliense – Drones ajudam forças de segurança a entrar em missões complicadas 
Valor Econômico – Expectativa de alta de juros no Plano Safra 
Valor Econômico – Etanol subiu nos postos da maior parte do país na semana passada 
Valor Econômico – Cade aprova nova empresa de múltis para a cobrança de royalties da soja transgênica 
Valor Econômico – CTC busca ‘educar’ investidor antes de oferta de ações 
Valor Econômico – Beyond Meat anuncia expansão na Austrália 
Valor Econômico – Centro de Tecnologia Canavieira quer “treinar” investidores com meta de levantar R$ 1 bi com IPO 
Valor Econômico – Commodities: Agrícolas sobem em NY, em dia de correção técnica 
Valor Econômico – Mudanças no comando de duas secretarias do Ministério da Agricultura 
ANAC – Indicadores do transporte aéreo permanecem sob impacto da pandemia 
ANAC – Aberta consulta pública do RBAC 110, sobre programa de instrução em AVSEC 
Mapa – Mapa vai apoiar construção de serviço de inspeção estadual em São Paulo 
Mapa – Governo Federal entrega mais de 50 mil títulos no Pará 
Embrapa – Ativos da Embrapa em oferta permanente ganham página para atrair parceiros 
Embrapa – CNA e Embrapa debatem expansão do trigo no Cerrado 
AgroLink – Soja em áreas de arroz cresceu 205% em dez anos 
AgroLink – Comercialização de milho está enfraquecida no Brasil 
AgroLink – Hub de inovação da Coplacana identifica novas tecnologias para campo 
AgroLink – Grupo português compra Oro Agri 
AgroLink – Agricultura biológica não alimentará humanidade 
AgroLink – Fertilidade do solo ajuda na escolha dos fertilizantes 
AgroLink – Principais insumos registram desvalorizações 

 

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »