MINISTÉRIO PÚBLICO DO PARANÁ VAI APURAR COMPRA DE TERRENO POR RICARDO BARROS EM 2014

//MINISTÉRIO PÚBLICO DO PARANÁ VAI APURAR COMPRA DE TERRENO POR RICARDO BARROS EM 2014
O Ministério Público do Paraná, no município de Marialva, abriu um procedimento preparatório para averiguar a compra, pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP-PR), de metade de um lote de R$ 56 milhões, em 2014. Conforme a Folha de S.Paulo revelou no último dia 10, Barros declarou à Justiça Eleitoral, no mesmo ano da aquisição, um patrimônio total de R$ 1,8 milhão. “O ministro disse que, para fechar o negócio, tomou empréstimo de R$ 13 milhões de sua sócia na transação, uma empresa do setor imobiliário chamada Paysage. Para comprar sua parte, Barros usou duas empresas, em nome dele e da mulher. Meses depois, quitou o empréstimo ao repassar as duas empresas para a Paysage. A partir da transferência das empresas, Barros passou a aparecer não como proprietário, mas como fiador do negócio. Além disso, o terreno, onde será criado um condomínio fechado, passa a cerca de 3 km do traçado de uma rodovia cuja construção, com recursos da União, foi apoiada por Barros e sua mulher, a atual vice-governadora do Paraná Cida Borghetti (PP), ex-deputada. A obra estava orçada em R$ 450 milhões em 2015. Segundo a portaria de abertura do procedimento, assinada pelo promotor de Justiça Nivaldo Bazoti, o objetivo é apurar a revelação feita pela reportagem sobre suposto uso de cargo público e de influência política para benefício pessoal e patrimonial”, diz a reportagem.

Procedimento preliminar

Conforme a reportagem da Folha, o promotor adiantou, na portaria, que serão reunidas informações como “documentos de cartórios, contrato social de empresas, matrículas de terrenos, dados e informações públicas”. Um procedimento preparatório é uma apuração preliminar que pode ou não dar origem a um inquérito civil. Em nota, o ministro Ricardo Barros disse que “não há improbidade” na aquisição do imóvel em Marialva (PR). “O acordo entre a prefeitura de Maringá e o Dnit [departamento nacional de trânsito] para a construção do contorno Sul de Maringá foi firmado em 2009, cinco anos antes da compra do terreno”, afirmou. “Ou seja, a eventual valorização deste terreno já teria ocorrido. A obra é de interesse coletivo, tendo recebido emendas por vários anos. Finalmente, a construção do contorno Sul de Maringá sequer foi iniciada.”

Médico descobre tratamento para sua própria doença rara

O jornal O Estado de S.Paulo reproduz matéria de The New York Times sobre a história do médico David Fajgenbaum, que foi diagnosticado com a doença de Castleman e tem trabalhado para encontrar uma cura a ela. Conforme destaca a reportagem, a história oferece um olhar sobre o mundo das doenças raras, um pedaço da medicina que ainda continua a frustrar – e atordoar – aqueles que estão atrás da cura para condições não identificadas. “Cerca de 95% de todas as doenças raras não possuem tratamentos com remédios aprovados. Menos de oito mil pessoas por ano nos Estados Unidos têm o mesmo problema de Fajgenbaum. Mas ao todo, as doenças raras não são incomuns: a estimativa é que 30 milhões de pessoas no país – ou cerca de 10% da população – estão vivendo com uma das quase sete mil doenças raras que já foram identificadas”, diz trecho da publicação.

Jorge Kalil volta ao Brasil como ex-diretor do Instituto Butantan

Agora ex-diretor do Instituto Butantan, Jorge Kalil declarou na manhã desta quarta-feira (22) ser “inadmissível” que alguém critique um gestor público como ele. Após viagem à França, o médico desembarcou, no Aeroporto Internacional de Guarulhos, sob aplausos de manifestantes em apoio a sua gestão. Kalil voltou a negar as denúncias e ainda sugeriu que elas podem ter sido “encomendadas”. Conforme destaca reportagem do G1, uma auditoria interna apontou uma série de irregularidades financeiras e administrativas no Butantan entre os anos de 2011 e 2014. Kalil ressaltou que a relação com o secretário estadual da Saúde, David Uip, não era das melhores: “O governador Alckmin sempre me deu muito apoio. Tenho certeza que ele gostaria que eu ficasse. Há três anos Doutor Uip e eu nos toleramos e talvez seja realmente o momento de nos afastarmos. Nós temos visões muito diferentes”, declarou ele à reportagem do G1.

SAÚDE NA IMPRENSA
Ministério da Saúde – Ministério da Saúde e governo do DF promovem mobilização de combate ao mosquito

ANS – Parto Adequado – Fase 2

ANS – Campanha esclarece direitos dos beneficiários de planos de saúde

Fiocruz – Dez minutos contra o Aedes: projeto da Fiocruz inspira herói de campanha

Fiocruz – Fiocruz e Sírio-Libanês consolidam parceria na área de ensino

Agência Brasil – Ministério da Saúde vai distribuir 77 milhões de camisinhas até o carnaval

CNS – Resolução do CNS aprova diretrizes para definição das prioridades na LDO 2018

CNS – CNS recomenda rejeição a PL que exclui controle social em pesquisas com seres humanos

Época – Fábio Franke – “O brasileiro é privado do acesso precoce a medicamentos novos e modernos”

Folha de S.Paulo – Ministério Público vai apurar compra de lote por ministro da Saúde

Folha de S.Paulo – Editorial – Comer, cuidar, educar

Folha de S.Paulo – Mercado Aberto – Crescer e distribuir

Folha de S.Paulo – Fixada no litoral, febre amarela volta no tempo e traz novo desafio ao país

Folha de S.Paulo – Ribeirão Preto investiga a morte de 35 macacos por suspeita de febre amarela

Folha de S.Paulo – Sob protestos, MG tenta acabar com manicômio que já foi o maior do Brasil

Folha de S.Paulo – Anvisa proíbe uso de implante contraceptivo definitivo

Folha de S.Paulo – Expectativa de vida de mulheres nascidas em 2030 deve passar dos 90

O Estado de S.Paulo – Médico descobre tratamento promissor para sua própria doença rara

O Estado de S.Paulo – Cidades atingidas pela febre amarela pedirão verba ao governo federal

O Estado de S.Paulo – Anvisa proíbe propagandas sobre a ‘pílula do câncer’

O Estado de S.Paulo – Doutores da Alegria põem hospitais no ritmo de carnaval

O Globo – Crivella desiste de assumir a administração de 16 UPAs

O Globo – Medicamentos devem subir 3,4% a partir de abril, segundo associação

Valor Econômico – Filantrópicas são excluídas de audiências públicas

Correio Braziliense – Estudo revela benefícios da reposição de testosterona no combate a doenças’

Zero Hora – Estudos sobre tratamentos com testosterona mostram resultados contrastantes

Zero Hora – Anvisa proíbe propagandas sobre a “pílula do câncer”

G1 – ‘Inadmissível que falem mal de gestor como eu’, diz diretor afastado do Butantan

G1 – MP denuncia falso médico em MS por exercício ilegal e homicídio doloso

Paranashop – Esclerose múltipla atinge cerca de 30 mil brasileiros, mas ainda é subdiagnosticada

Diário Catarinense – Entenda o que está por trás da suspensão de novos cadastros para doar medula em Santa Catarina

Jornal do Brasil – Ministro Eliseu Padilha é internado com problemas na próstata

Jornal do Brasil – Número de fumantes cai 42% entre beneficiários de planos de saúde

A Crítica – Deputado alerta para necessidade de exame de trombofilia

CBN – Em um ano, ‘antidoping do cabelo’ reprova só 1,3% dos motoristas e movimenta R$ 300 milhões

Mídia News – TCE: dívida do Estado com a saúde dos Municípios cresce 68%

Folhamax – Cuiabá garante apoio institucional ao Hospital do Câncer

O Girassol – Tocantins é o segundo estado brasileiro a implantar Centro de Informações e Decisões Estratégica em Saúde

Segs – Radio-oncologistas se reúnem para Curso de Atualização para Médicos promovido pela Fundação do Câncer

O Debate – SUS fornecerá remédio oral contra artrite reumatoide

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.