Ministério lança campanha para valorizar unidades básicas de saúde

Home/Informativo/Ministério lança campanha para valorizar unidades básicas de saúde

Ministério lança campanha para valorizar unidades básicas de saúde

O Ministério da Saúde lançou nesta quarta-feira (10), em João Pessoa, uma campanha de promoção da atenção primária à saúde. A iniciativa tem como foco a valorização das unidades básicas de saúde (UBS), também conhecidas como postos de saúde, informou a Agência Brasil. A campanha consistirá na divulgação de peças publicitárias em veículos de mídia como rádio e televisão, além de redes sociais, abordando a importância das unidades de saúde ao longo da vida dos brasileiros. Durante a cerimônia de lançamento, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, falou sobre essa modalidade de política pública, destacando que o governo federal já aumentou os recursos para a área de R$ 17 bilhões para R$ 24 bilhões. O secretário de Atenção Primária à Saúde do ministério, Raphael Câmara, também ressaltou a importância da porta de entrada para o SUS e o fato de tal modalidade do sistema estar capilarizada no Brasil. Para acessar a matéria completa, clique aqui.

Presidente da ANS informa que relatório sobre Prevent Senior será concluído dia 14

O presidente da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), Paulo Rebello, informou que será concluído no dia 14 de novembro relatório da diretora técnica Daniela Ota sobre a operadora de saúde Prevent Senior, acusada de exigir que profissionais receitassem medicamentos ineficazes para o tratamento de Covid-19 sem o conhecimento dos pacientes, informou a Agência Câmara. No dia 14 de outubro, a diretora técnica foi nomeada para acompanhar o caso. Já foi solicitado à Prevent Senior indicadores de acesso, de qualidade, de linhas de cuidado e de segurança e a operadora tem até esta quarta-feira (10) para apresentar os dados. Rebello explicou nesta quarta-feira à Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados as medidas que podem ser indicadas pela diretora técnica. Segundo ele, o prazo de acompanhamento pela diretora técnica da ANS é de um ano, podendo ser prorrogado. Para acessar a matéria completa, clique aqui.

Anvisa aprova novo marco regulatório para os medicamentos de baixo risco sujeitos à notificação

A Diretoria Colegiada da Anvisa aprovou, nesta quarta-feira (10/11), o novo marco regulatório para os medicamentos de baixo risco sujeitos a notificação. Estes são medicamentos que não dependem da avaliação prévia da Agência, que é o processo de registro. Para este grupo de medicamentos, basta que as empresas façam uma notificação à Anvisa antes de iniciar a sua produção e inserção no mercado. Uma das principais novidades da nova regra é a ampliação da lista de medicamentos de baixo risco sujeitos a notificação. Na prática, é uma ação de simplificação para as empresas e de redução da carga de análise da Agência, que poderá dirigir o esforço de suas equipes para os produtos de maior complexidade. A nova lista traz 39 medicamentos que não precisarão mais passar por todo o processo de registro. Ou seja, eles serão simplesmente notificados à Anvisa, com início imediato de produção.Isso não significa que esses produtos terão o controle sanitário reduzido. A lista inclui apenas medicamentos bem estabelecidos, com baixa probabilidade de causar danos ao ser humano e isentos de prescrição médica. Para acessar a matéria completa, clique aqui.

Pílula contra Covid está chegando, mas não substitui a vacina, afirmam especialistas

Pílulas antivirais dos laboratórios MSD (conhecida como Merck nos Estados Unidos e no Canadá) e Pfizer foram comprovadas como um bloqueio importante para as piores consequências da Covid-19, quando tomadas na fase inicial da doença. Mas os médicos advertem as pessoas que hesitam em se vacinar para que não confundam os benefícios dos tratamentos com a prevenção dada pelos imunizantes, publicou em matéria a Folha de S. Paulo. Embora 72% dos americanos adultos já tenham recebido a primeira dose da vacina, segundo pesquisa da Fundação da Família Kaiser, o ritmo de aplicação diminuiu porque o partidarismo político nos EUA divide as opiniões sobre o valor e a segurança das vacinas contra o coronavírus. A obrigatoriedade da vacinação imposta por empresas, estados e governo federal ajudou a aumentar o número de imunizações, mas também provocou polêmica. Alguns especialistas em doenças temem que a chegada de tratamentos via oral para Covid-19 prejudiquem novas campanhas de vacinação. Seis especialistas em doenças infecciosas entrevistados pela agência Reuters estavam entusiasmados sobre a perspectiva de novos tratamentos eficazes para Covid-19 e concordaram que não há substitutos para as vacinas. Para acessar a matéria completa, clique aqui.

 

Veja outras notícias

Anvisa
Serviço de reprodução humana assistida no RJ é interditado

Anvisa
Anvisa autoriza novo local de fabricação do insumo da vacina da AstraZeneca

Anvisa
Anvisa faz reunião de pré-submissão com a Pfizer para vacina em menores de 12 anos

Anvisa
Anvisa aprova novo marco regulatório para os medicamentos de baixo risco sujeitos à notificação

CNS
CNS avalia pandemia junto a Centros de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde

Agência Saúde
Lições sobre a pandemia e desafios da saúde pública são temas de encontro da Rede de Políticas Informadas por Evidências

Agência Saúde
Inscreva-se no Encontro Internacional de Políticas Informadas por Evidências da OMS

Agência Saúde
Primeiro edital do programa Médicos pelo Brasil será lançado em dezembro deste ano

Agência Saúde
’Brasil é um parceiro muito importante’, diz diretor do Programa de Emergências em Saúde da OPAS/OMS, Ciro Ugarte

Agência Saúde
Secretário-Executivo destaca força no PNI em avanço da vacinação no Brasil

Agência Saúde
Brasil chega a 70% do público-alvo completamente vacinado contra a Covid-19

Agência Câmara
Comissão aprova proposta que define “aumento acentuado” em plano de saúde como abuso de direito

Agência Câmara
Presidente da Agência Nacional de Saúde informa que relatório sobre Prevent Senior será concluído dia 14

Agência Câmara
Comissão debate proposta que torna obrigatória informação de cor ou raça em registros do SUS

Agência Câmara
Comissões promovem audiência conjunta para debater Estatuto do Nascituro

Agência Brasil
Anvisa e Pfizer fazem reunião de pré-submissão de vacina para crianças

Agência Brasil
Fiocruz: covid-19 represa atendimentos de outras doenças no SUS

Agência Brasil
Anvisa autoriza fábrica argentina a produzir insumo para vacina

Agência Brasil
Covid-19: 98,6% dos municípios adotaram isolamento social em 2020

Agência Brasil
CoronaVac: Resultados preliminares mostram segurança em crianças

Agência Brasil
Covid-19: Anvisa recebe pedido de uso emergencial de vacina da CanSino

Agência Brasil
Inca faz sequenciamento genético em pacientes com câncer de esôfago

Agência Brasil
Ministério lança campanha para valorizar unidades básicas de saúde

Folha de S. Paulo
Pílula contra Covid está chegando, mas não substitui a vacina, afirmam especialistas

Folha de S. Paulo
Desenvolvimento em saúde depende do desafio da inovação

O Estado de S. Paulo
Lei que pode baratear medicamentos para covid-19 fica esquecida no Congresso

O Estado de S. Paulo
Conselho do MP homologa TAC que proíbe Prevent Senior de receitar kit covid

O Globo
Estudo aponta que mulheres que amamentam estão mais protegidas contra Alzheimer

Medicina S/A
Telerradiologia reduz filas no SUS e diversifica diagnósticos

Medicina S/A
Cresce a participação de empresas do setor de saúde no Ibovespa

Medicina S/A
Pesquisa mapeia perfil e comportamento dos usuários de plano de saúde

STF
STF invalida lei da Paraíba que proíbe suspensão de plano de saúde durante a pandemia