Ministério da Saúde pretende revacinar toda a população contra covid-19 em 2022

Home/Informativo/Ministério da Saúde pretende revacinar toda a população contra covid-19 em 2022

Ministério da Saúde pretende revacinar toda a população contra covid-19 em 2022

Em entrevista ao Valor Econômico, o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, afirmou que o ministro Marcelo Queiroga deve apresentar nos próximos dias um planejamento vacinal e para o manejo sanitário da pandemia em 2022. A ideia é, além de adquirir uma dose por pessoa, assegurar a opção de compra em caso de necessidade de nova revacinação. Mas a indefinição sobre os recursos para garantir os imunizantes vem gerando receio entre secretários estaduais e municipais da área. O principal foco de preocupação é a drástica queda prevista no Orçamento para o combate à pandemia em 2022. Rodrigo Cruz, porém, assevera que dinheiro não faltará. Com o Orçamento engessado por conta do teto de gastos, a pasta conta com os recursos a serem liberados em caso de aprovação da PEC dos Precatórios, que deve gerar uma folga de R$ 33 bilhões que seriam destinado ao pagamento dessas dívidas judiciais. Sem a PEC, restaria pedir a abertura de crédito suplementar ao Congresso. Além dos imunizantes, será necessário planejar o atendimento de pessoas com sequelas da covid-19 e a grande quantidade de cirurgias e procedimentos eletivos represados por conta da pandemia. O Ministério da Saúde ainda definirá quais imunizantes serão utilizados no ano que vem. Para acessar a matéria completa, clique aqui.

Colegiado de direito público vai julgar recurso sobre exclusividade de médicos em plano de saúde privado

A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça entendeu que compete às turmas da Primeira Seção – Primeira e Segunda – o julgamento de recurso em que se discute cláusula de exclusividade de profissionais médicos no âmbito de planos de saúde privados, informou o STJ. Segundo o colegiado, a controvérsia do recurso – interposto em ação civil pública –, apesar de envolver questões de natureza privada, é centrada em aspectos da ordem pública e econômica, e no direito à saúde, motivos que justificam a atuação das turmas especializadas em direito público. A ação civil pública foi movida contra a Unimed de Ijuí (RS) pelo Ministério Público Federal (MPF), segundo o qual a cooperativa médica incluiu em seu estatuto uma cláusula de exclusividade, oferecendo prêmios para garantir que médicos atendessem apenas clientes do plano de saúde Unimed. A ação busca a declaração de nulidade dessa cláusula, pois estaria configurada estratégia abusiva e violadora da livre concorrência. Para acessar a matéria completa, clique aqui

Ministério da Saúde apresenta Estratégia de Saúde Cardiovascular na Atenção Primária

Em reunião da Comissão Intergestores Tripartite (CIT) dessa quinta-feira (30), o Ministério da Saúde apresentou a Estratégia de Saúde Cardiovascular (ECV), informou a Agência Saúde. O projeto foi elaborado pela Coordenação-Geral de Prevenção às Doenças Crônicas e Controle do Tabagismo da pasta, e traz um conjunto de ações voltadas para a Atenção Primária à Saúde (APS). Para enfrentar o cenário, a ECV consiste em uma estratégia multicomponente de enfrentamento e controle dessas doenças, e contará com R$ 6,5 milhões em incentivo financeiro federal para estimular a implementação da iniciativa pelos municípios. Os repasses federais pactuados para a implementação da estratégia consideram dois indicadores do Previne Brasil, o novo modelo de financiamento da Atenção Primária à Saúde, que fazem parte do pagamento por desempenho que os municípios recebem. A Atenção Primária tem papel essencial na identificação precoce das doenças crônicas não transmissíveis, no tratamento e no controle dos casos leves e moderados de hipertensão arterial sistêmica e diabetes mellitus (que representam grande parcela dos casos de doenças crônicas), entre outras. Considerando que quase todos os fatores de risco para essas doenças são evitáveis, a APS também atua nas ações de promoção da saúde e de prevenção desses agravos, com ênfase na avaliação do risco cardiovascular. Para acessar a matéria completa, clique aqui


Universidades ganham aporte milionário para testar o canabidiol contra doenças

Seis importantes estudos clínicos brasileiros acabam de receber o investimento de 15 milhões de reais para testar o canabidiol em diferentes doenças, informou o jornal  O Globo. O aporte, um dos maiores já vistos nos estudos com o composto da maconha, veio da farmacêutica nacional Greencare e foi destinado a três instituições públicas de pesquisas do Sudeste e Nordeste — Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Universidade de São Paulo (USP) e Universidade  Federal da Paraíba (UFPB). Metade dos trabalhos já está em andamento. O mais avançado, coordenado pela Unifesp, se configura como o primeiro no mundo a pesquisar o uso da substância no tratamento da endometriose.  Duas outras pesquisas clínicas, uma da USP para sintomas não motores da doença de Parkinson,  outra da UFPB para tratar a ansiedade, foram liberadas recentemente pelos comitês de ética das instituições. As demais serão anunciadas em 2022. Os medicamentos à base de canabidiol estão cada vez mais presentes em estudos clínicos que buscam descobrir novas maneiras de aliviar dores crônicas. Em São Paulo, o Núcleo de Insuficiência Cardíaca e Dispositivos Mecânicos para Insuficiência Cardíaca do Instituto do Coração coordena atualmente a primeira pesquisa do Brasil para saber se a substância pode ser usada no tratamento de pacientes com sintomas persistentes de Covid-19. Um outro trabalho brasileiro que se mostrou promissor teve os resultados de sua fase pré-clínica publicada na revista científica Neuropharmacology na última semana. A pesquisa mostrou que o canabidiol consegue não apenas reduzir dores crônicas, mas também atuar em comorbidades associadas a ela, como a ansiedade.  Para acessar a matéria completa, clique aqui

Veja outras notícias

Anvisa
Medicamento matriz em adequação não pode ter fármaco clone vinculado

Anvisa
Prazo para carregamento de instruções de uso termina em 31/10

Anvisa
Anvisa atualiza lista de documentos para petição de avaliação de enzimas e probióticos

Anvisa
Anvisa publica NT sobre protocolo de atualização de cepas da vacina contra a influenza sazonal

Anvisa
Importação para pesquisa científica: aberta Consulta Pública

ANS
Mensagem da ANS aos beneficiários da Prevent Senior

ANS
Ministério da Saúde apresenta Estratégia de Saúde Cardiovascular na Atenção Primária

ANS
Ministério da Saúde inicia capacitação de profissionais do SAMU para atendimentos em Saúde Mental

Agência Brasil
Ministro chega ao Brasil um dia após testar negativo para covid-19

Agência Brasil
Campanha Quanto Antes Melhor alerta para prevenção ao câncer de mama

Agência Câmara
Em audiência na Câmara, médicos e pacientes pedem mais atenção à endometriose

Agência Câmara
Projeto prevê a promoção da saúde mental da comunidade escolar, afetada pela pandemia de Covid-19

Agência Câmara
Comissões se reúnem para debater ações de combate ao câncer de mama

Agência Câmara
Comissão promove seminário sobre a proposta que institui o Estatuto do Nascituro,

Agência Câmara
Comissão rejeita projeto que torna obrigatória internação de pessoas com mais de 79 anos com Covid-19

Correio Braziliense
Inteligência artificial é usada para detectar com maior precisão o câncer

Correio Braziliense
Passaporte sanitário estimula vacinação e ajuda no combate à pandemia

Correio Braziliense
Ánalise ocular pode ajudar no diagnóstico precoce de doenças, indicam estudos

Correio Braziliense
Biofarmacêutica brasileira anuncia acordo que pode trazer mais uma vacina ao país

Correio Braziliense
Atividade física e aleitamento previnem o câncer de mama, diz Inca

Folha de S. Paulo
A saúde brasileira é alvo de crimes cibernéticos e precisa se preparar

Folha de S. Paulo
Nobel de Medicina de 2021 vai para descoberta de receptores de temperatura e sensação de toque na pele

Folha de S. Paulo
Saiba onde encontrar atendimento psicológico e psiquiátrico gratuito no SUS

O Estado de S. Paulo
O Programa Nacional de Imunização sobreviverá à venda de vacinas?

O Estado de S. Paulo
Caso Prevent Senior expõe vulnerabilidade dos clientes e baixo controle sobre planos de saúde

O Estado de S. Paulo
Ministério da Saúde nega certificado de vacinação para quem tomou AstraZeneca e depois Pfizer

O Globo
Novas ferramentas ajudam no diagnóstico precoce e tratamento do autismo

O Globo
Universidades ganham aporte milionário para testar o canabidiol contra doenças 

O Globo
 Mudanças em sistema de informações sobre Covid-19 do Ministério da Saúde atingem dez estados

Valor Econômico
FT: Implante cerebral alivia depressão severa em paciente em estudo pioneiro nos EUA

Valor Econômico
Houve adesão relevante ao uso de hidroxicloroquina no início da pandemia, diz Hapvida

Valor Econômico
Ministério da Saúde pretende revacinar toda a população contra covid-19 em 2022

G1
ANS diz que Prevent Senior é obrigada a manter assistência a 540 mil pessoas

G1
Agência Europeia de Medicamentos aprova dose de reforço da vacina da Pfizer para maiores de 18 anos

G1
Síndrome respiratória: internações de crianças e adolescentes de até 14 anos neste ano já superam total de 2020

STJ
Colegiado de direito público vai julgar recurso sobre exclusividade de médicos em plano de saúde privado

 

 

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »