Militares deixarão Ministério da Saúde após ‘guerra’ contra covid-19, afirma Teich

//Militares deixarão Ministério da Saúde após ‘guerra’ contra covid-19, afirma Teich
O ministro da Saúde, Nelson Teich, disse, nesta quinta-feira (7), que os militares deixarão cargos estratégicos do órgão após o “tempo de guerra” de enfrentamento à covid-19, destacou o portal UOL. “Essas pessoas não são definitivas. Conforme a situação voltar ao normal, essas pessoas vão voltar a seus lugares e pessoas não militares vão ser colocadas”, disse o ministro em reunião de comissão da Câmara dos Deputados sobre a pandemia. “Esse momento é de guerra. Precisa entregar para ontem um volume gigante de entregas e necessidades da sociedade”, argumentou. A ala militar do governo Jair Bolsonaro tem emplacado nomes em cargos estratégicos do ministério de Teich. De acordo com a reportagem do UOL, o secretário-executivo do órgão, general Eduardo Pazuello, é apontado por gestores do SUS como real chefe da Saúde no governo Bolsonaro. Além dele, há mais de uma dezena que já recebeu posto no ministério ou deverá ser nomeado nos próximos dias. Uma das mudanças de maior impacto é a nomeação prevista do coronel Alexandre Martinelli Cerqueira a diretor de Logística (DLOG). Cobrado mais de uma vez por deputados sobre o loteamento do ministério por nomes de fora da área da saúde, Teich defendeu as mudanças, mas afirmou que é o “líder” no órgão. A composição da equipe de Teich na Saúde reflete articulações do governo Bolsonaro atrás de apoio. Além de militares, partidos do Centrão buscam emplacar nomes no órgão.

Teich critica ‘tomada’ de UTIs da rede privada e pede solução com cooperação

O ministro da Saúde, Nelson Teich, criticou nesta quarta-feira (6) o que chamou de “tomada” de leitos de UTI da rede privada para o SUS (Sistema Único de Saúde) para o tratamento de casos do novo coronavírus. Segundo a Folha de S.Paulo em coletiva no Palácio do Planalto, o ministro defendeu que a cessão de leitos do sistema suplementar, quando necessária, ocorra mediante cooperação e negociação dos hospitais particulares com os gestores públicos. “A gente tem que ser eficiente o bastante para que o SUS seja capaz de enfrentar [a crise da Covid-19]. E caso chegue no limite, conversar com a iniciativa privada e descobrir uma forma de trazer a saúde suplementar para fazer parte da solução do SUS como uma cooperação, e não como uma tomada”, declarou. Com a falta de leitos de UTI na rede pública, hospitais privados em alguns pontos do país têm sido obrigados pela Justiça a abrir vagas a pacientes do SUS sem qualquer remuneração. Diante disso, redes particulares em vários estados passaram a inventariar rapidamente os leitos de UTI ainda disponíveis para oferecê-los em negociação ao setor público. Alguns sanitaristas têm defendido a criação de uma fila única entre as redes privada e pública para o enfrentamento da pandemia. Oriundo da rede privada, Teich tem recebido críticas por demonstrar em discursos preocupação com a saúde financeira da saúde particular em um momento em que cresce a ocupação de leitos do SUS por conta do novo coronavírus. O ministro afirmou nesta quarta que o que está em discussão é “a forma de funcionar do país”. “Isso é importantíssimo porque a gente está discutindo uma forma de funcionar do país, vai além da saúde e é como as pessoas de fora vão olhar pra gente. Isso tem muito mais implicação do que a Covid”, afirmou. Ele disse ainda que o debate vai acontecer no âmbito do Ministério da Saúde e que a solução não pode gerar insegurança para quem trabalha na rede privada. “Vai ter uma sequência de ações e numa situação extrema a gente senta e conversa. Por exemplo, eu já vi alguns hospitais que eles mesmos já cederam os seus leitos, pode ser que a gente tenha uma surpresa e nem precise negociar. Para que eles cedam e a gente saia rápido disso”, concluiu.

Descontaminação de máscaras já é testada em hospitais, diz ministro

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) divulgou, nesta quarta-feira (6), que avalia um modelo de descontaminação de máscaras hospitalares para reutilização por profissionais de saúde. De acordo com a Agência Brasil o titular da pasta, Marcos Pontes, afirmou nesta quarta-feira (6) que uma pesquisa da Universidade de Brasília (UnB), em parceria com Rotary Club, avalia o uso de raios ultravioleta para eliminar a contaminação de máscaras do modelo N95, que são as mais utilizadas em ambientes hospitalares que lidam com a infecção por covid-19. “Essa tecnologia já está sendo testada e será utilizada, inicialmente, em seis hospitais, entre eles o Hospital de Base de Brasília e o Hospital Regional da Asa Norte”, informou o ministro, durante coletiva de imprensa, no Palácio do Planalto, para atualizar as ações do governo no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Segundo ele, os materiais são inseridos, em grande quantidade, em um dispositivo apropriado, no interior do qual é feita a descontaminação, que dura cerca de 15 minutos. O governo também busca alternativas para a produção industrial do álcool em gel, um dos principais insumos para higienização individual e de superfícies para evitar a contaminação pelo novo coronavírus. Para isso, o MCTIC está investindo cerca de R$ 1,5 milhão no desenvolvimento de reagentes para a fabricação do álcool em gel, em parceria com instituições de pesquisa. Segundo o ministro Marcos Pontes, há dificuldades para trazer para o país o reagente atualmente utilizado na confecção do álcool. “O objetivo é encontrar substituições ao Cabopol 940, que está em dificuldade de se obter por causa da importação”, destacou.

Pfizer inicia testes de vacina em americanos

Nesta quarta-feira (6), a Folha de S.Paulo divulgou que, uma nova vacina desenvolvida pela farmacêutica americana Pfzer em conjunto com a alemã BioNTech começou a ser testada em humanos nos Estados Unidos na última segunda-feira (4), segundo anunciaram as empresas. Se os testes forem bem-sucedidos, a imunização pode estar pronta em setembro. Os testes já tinham começado em abril na Alemanha, com 12 adultos saudáveis. A expectativa dos pesquisadores é expandir o estudo para 200 pessoas no país europeu e outras 360 nos Estados Unidos na primeira fase. No fim da segunda fase de testes, espera-se que pelo menos 8.000 pessoas terão recebido a vacina. A vacina é feita a partir do RNA viral da vacina, que contém a receita para a produção da chamada proteína S (de “spike” ou espícula, o gancho molecular usado pelo Sars-CoV-2 para se conectar às células humanas). Espera-se que, uma vez dentro das células, esse pedaço de RNA seja usado para iniciar a produção da proteína S, a qual, por sua vez, desencadeará uma reação de defesa do organismo. Quando o organismo entrar em contato com o vírus real, a esperança é que ele já esteja com anticorpos prontos para combatê-lo. Outras empresas, como Moderna, Inovio e CanSino, estão investindo em vacinas com abordagem similar, algumas das quais já começaram os testes em humanos há algumas semanas, mas nenhuma imunização com essa tecnologia chegou ao mercado global. Nos EUA, as escolas de medicina das universidades de Grossman (Nova York) e de Maryland (Baltimore) e os centros médicos da Universidade de Rochester (Nova York) e do Hospital Infantil de Cincinnatti (Ohio) participam do estudo da Pfizer. Os voluntários foram divididos em grupos e cada um recebeu uma das quatro variações da vacina, com diferentes instruções para fazer uma parte diferente da proteína S. Após a aplicação, os pesquisadores passam a acompanhar os níveis de anticorpos dos voluntários, bem como outros indicadores. A divisão em grupos e a administração de quatro variações da vacina podem diminuir o tempo de análise e produção de um imunizante eficaz. Caso uma das variações do fármaco funcione e o produto seja aprovado pelas agências reguladoras e sanitárias, as primeiras doses podem chegar ao mercado americano em poucos meses. Diante dos resultados, os pesquisadores informaram que os testes em humanos das fases 1, 2 e 3 devem começar ainda este ano. Desde o início da pandemia de Covid-19, mais de cem testes diferentes de vacinas foram anunciados mundo afora. A velocidade do processo em diferentes países supera tudo o que já foi visto até hoje na área de desenvolvimento de vacinas, normalmente um processo demorado e trabalhoso que envolve várias rodadas de testes em animais e avaliações de toxicidade antes das três fases obrigatórias de testes clínicos com pessoas.

SAÚDE NA IMPRENSA

Agência Câmara – Proposta dá prazo de 48h para liberação de insumos médicos usados contra Covid-19

Agência Câmara – Projeto torna obrigatório uso de máscara em locais públicos em todo o território nacional

Agência Câmara – Proposta destina lucro do BC para o combate à pandemia do novo coronavírus

Agência Câmara – Fiocruz já produz 2,4 milhões de testes para coronavírus por mês, mas coleta e processamento são gargalos

Agência Câmara – Plenário pode votar na sexta-feira projeto que exige uso de máscara durante pandemia

Agência Câmara – Fiocruz já produz 2,4 milhões de testes para coronavírus por mês, mas coleta e processamento são gargalos

Agência Câmara – Congresso promulga hoje PEC do “orçamento de guerra”

Agência Senado – Coronavírus: Senado aprova maior agilidade na liberação de insumos pela Anvisa

Agência Senado – Socorro emergencial a estados e municípios vai à sanção

Uol – Teich: Militares deixarão Ministério da Saúde após ‘guerra’ contra covid-19

Folha de S.Paulo – Metade da população poderá ter de receber auxílio, diz estudo

Folha de S.Paulo – Senado aprova projeto de socorro a estados e municípios e reduz economia com salários de servidores

Folha de S.Paulo – Quatro estados e oito capitais têm ocupação acima de 90% de leitos de UTI

Folha de S.Paulo – Covid-19: decisões baseadas na ciência

Folha de S.Paulo – Sobrecarga e riscos pioram saúde mental de médicos e enfermeiros na pandemia

Folha de S.Paulo – Justiça determina prisão de cinco em ação sobre combate a Covid-19 no RJ

Folha de S.Paulo – Marcha virtual defenderá mais recursos para a ciência, essencial na pandemia

Folha de S.Paulo – Médicos de comitê de Doria acham que situação pode se agravar em SP

Folha de S.Paulo – Nova fase da rivalidade entre EUA e China tem potencial de deslanchar uma nova guerra fria

Folha de S.Paulo – CCR banca consulta médica por vídeo a caminhoneiros

Folha de S.Paulo – Ministério quer ampliar testes de 2.700 para 70 mil por dia e prevê exames para casos leves

Folha de S.Paulo – Pfizer inicia testes de vacina em americanos

Folha de S.Paulo – Teich critica ‘tomada’ de UTIs da rede privada e pede solução com cooperação

Folha de S.Paulo – Mortos por Covid-19 na capital paulista representam 63,31% do total no estado

Folha de S.Paulo – Brasil tem 615 novas mortes por coronavírus, bate recorde e se torna o 6º com mais óbitos

Folha de S.Paulo – Governo federal deve defender lockdown para cidades com maior transmissão do coronavírus

Folha de S.Paulo – Mais cinco hospitais privados vão ceder leitos de UTI em São Paulo

Folha de S.Paulo – Governo parece não estar equipado para combinar saúde pública e proteção da privacidade

Folha de S.Paulo – Pacientes com síndrome respiratória esperam mais de uma semana por vaga de UTI em PE

Folha de S.Paulo – Pfizer inicia testes de vacina em americanos

Jornal Agora – INSS amplia direito a benefício de um salário mínimo para idoso

O Estado de S.Paulo – Em meio ao coronavírus, proposta de aumento para 50% da alíquota da CSLL que atinge seguradoras e resseguradoras é inadequada

O Estado de S.Paulo – Multa para quem divulgar fake news sobre o coronavírus

O Estado de S.Paulo – Bolsonaro nomeia mais um nome ligado ao Centrão

O Estado de S.Paulo – MP do Rio busca prender cinco acusados de fraudarem compra de respiradores

O Estado de S.Paulo – Com 4.552 registros a mais, mortes em casa crescem 14% no País; alta no Amazonas chega a 94%

O Estado de S.Paulo – Bolsonaro ignora equipe econômica e dá aval para manter reajuste de servidores

O Estado de S.Paulo – Covid faz casos de estresse e ansiedade mais que dobrarem no Brasil

O Estado de S.Paulo – Teste positivo após cura faz parte do processo de recuperação

O Estado de S.Paulo – Hospitais criam núcleos de atendimento psicológico a profissionais da saúde na linha de frente

O Globo – Governador do Ceará diz que não tem como evitar colapso do sistema de saúde

O Globo – Secretária municipal de Saúde só fica no cargo até a chegada de respiradores da China

O Globo – Conselho de enfermagem alerta que Covid-19 já pode ter infectado 200 mil profissionais de saúde

O Globo – Japão autoriza uso do remdesivir contra a Covid-19 em pacientes graves

O Globo – Coronavírus: Crivella planeja trocar secretária de Saúde do Rio

O Globo – Ex-subsecretário de Saúde do Rio é preso por suspeita de fraude na compra de respiradores

O Globo – Ministro da Saúde é criticado por secretários estaduais por falta de respostas à Covid-19

O Globo – Coronavírus: Cientistas recomendam ‘lockdown’ em vários estados do país

O Globo – Por que especialistas recomendam lockdown?

O Globo – ‘A doença sempre acompanhou a humanidade’, diz autor de livro sobre catástrofes

O Globo – OMS alerta contra fim precipitado de confinamento em decorrência do novo coronavírus  

Anvisa – Divulgado Relatório de Gestão de 2019

Anvisa – Anvisa orienta sobre climatização em pontos de entrada

ANS – ANS realiza 2ª reunião virtual com representantes da Câmara de Saúde Suplementar

Agência Saúde – Programa Diagnosticar para Cuidar prevê ações de testagem em 2020

Agência Saúde – Brasil ganha reforço de mais 592 leitos de UTI

Agência Saúde – Brasil registra 125.218 casos de coronavírus e 8.536 mortes pela doença

Agência Saúde – Chegam ao Brasil 4,3 milhões de máscaras cirúrgicas

Agência Brasil – Rio reúne cientistas para discutir resposta à pandemia

Agência Brasil – Comitê científico da prefeitura do Rio avalia necessidade de lockdown

Agência Brasil – Covid-19: governo anuncia plano de testes

Agência Brasil – Covid-19: governo anuncia plano de testes

Agência Brasil – Nelson Teich e Marcos Pontes falam sobre pandemia de coronavírus

Agência Brasil – Descontaminação de máscaras já é testada em hospitais, diz ministro

Agência Brasil – Plataforma ensina profissionais a utilizar respiradores mecânicos

Correio Braziliense – Anticorpo capaz de parar o novo coronavírus é encontrado em lhamas

Correio Braziliense – Fórmula chinesa imuniza ratos e macacos contra o novo coronavírus

Correio Braziliense – Teste positivo após cura da covid-19 faz parte da recuperação, diz OMS

Correio Braziliense – Hran atinge limite de leitos e começa transferência para outros hospitais

G1 – Bolsonaro vai ao STF com ministros e empresários e faz apelo para amenizar medidas restritivas nos estados

G1 – Mortes por síndromes respiratórias em São Paulo crescem quase 100 vezes com pandemia

G1 – No RJ, pacientes graves aguardam vaga em cadeiras, mas unidade federal tem leitos sem uso

G1 – Mulher que defendia abertura do comércio lamenta morte do marido por Covid-19: ‘não fiquei em casa’

G1 – Coronavirus: Teich diz que ‘lockdown’ não pode ser politizado e deve respeitar realidades locais

Jota – Impactos da Covid-19 nos sistemas de justiça

Valor Econômico – Em Brasília, presidente da Aço Brasil defende colocar a ‘roda para rodar’

Valor Econômico – Intermédica acelera negociações para aquisições de hospitais

Valor Econômico – Crise epidemiológica está se tornando crise econômica, diz presidente do BB

Valor Econômico – Teich avalia testagem precoce para evitar casos graves de covid-19

Valor Econômico – Saúde lança programa com 46 milhões de testes contra coronavírus

R7 – Bolsonaro, Guedes e empresários fazem audiência com Toffoli no STF

_______________________
O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »