Mercado de biológicos cresceu 28% nos últimos 2 anos

Home/Informativo/Mercado de biológicos cresceu 28% nos últimos 2 anos

Mercado de biológicos cresceu 28% nos últimos 2 anos

O mercado de defensivos biológicos segue ganhando espaço no Brasil, apresentando números considerados “animadores”. De acordo com um estudo da IHIS Markit/CropLife Brasil publicado no portal especializado AgroPages, nos últimos dois anos até 2020 esse segmento cresceu 28%, destacou o portal AgroLink. Na moeda brasileira, o mercado disparou a uma taxa composta de crescimento anual (CAGR) de 45% ao ano, para R$ 1.033 milhão, com a forte queda do real em relação ao dólar. A área tratada em 2020 totalizou 10,2 milhões de hectares (ha). Autores do estudo, IHIS Markit/CropLife Brasil projetam “grande espaço para crescimento” mesmo entre os usuários de produtos biológicos. A maioria dos agricultores utilizava apenas um produto biológico em 2020, sendo a maior multiplicidade entre os produtores de cana-de-açúcar com média de 1,7 produtos. Além disso, a maioria usou o mesmo produto biológico em 2020 e em 2019. O estudo envolveu visitas a 1.517 fazendas, das quais 868 aplicaram produtos biológicos. A pesquisa inclui produtos registrados e não registrados (ilegais) do Ministério da Agricultura. Semioquímicos, extratos vegetais e iscas não foram incluídos no estudo. Para acessar a matéria completa, clique aqui.

Ministro nega desabastecimento: “Não recebemos nenhuma informação da ANP”

Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, declarou que não recebeu nenhuma informação sobre o desabastecimento de combustíveis no país por parte da Agência Nacional de Petróleo (ANP), “a quem cabe acompanhar a questão da distribuição e do fornecimento e da garantia do fornecimento”. A afirmação foi feita durante café da manhã realizado pela Frente Parlamentar Mista Pelo Brasil Competitivo, nesta quarta-feira (20/10), informou o Correio Braziliense. Nesta terça (19), a Petrobras confirmou que não conseguirá atender toda a demanda de combustível solicitada para o mês de novembro, o que poderá causar desabastecimento em alguns postos. A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), por sua vez, emitiu nota descartando, por enquanto, qualquer possibilidade de desabastecimento de combustíveis no mercado nacional. Para acessar a matéria completa, clique aqui.

Área de soja e milho triplicou em 35 anos no país, diz MapBiomas

A área plantada com soja e milho no Brasil triplicou entre 1985 e 2020, segundo levantamento do projeto MapBiomas, coordenado pela rede de entidades da sociedade civil Observatório do Clima, informou o Valor Econômico. A expansão ocorreu principalmente no Cerrado, e, hoje, as lavouras dos dois principais grãos cultivados no país ocupam espaço maior que o território da Itália. Nas lavouras perenes, como café e citros, o aumento de área foi de 2,7 vezes nesse período, de acordo com o levantamento, feito por meio da análise de imagens de satélite; a área da silvicultura, por sua vez, quintuplicou. De 1985 a 2020, a área ocupada pela agricultura no Brasil passou de 19 milhões de hectares para 55 milhões. Desse total, 36 milhões de hectares são para o cultivo de soja. A oleaginosa, carro-chefe do agronegócio brasileiro, ocupa 4,3% do território nacional, área maior que a de países como Itália, Vietnã e Malásia, segundo comparação feita pelo MapBiomas. Metade da área destinada à soja está no Cerrado, bioma onde o cultivo avançou sobre 16,8 milhões de hectares nos últimos 35 anos. Para acessar a matéria completa, clique aqui.

CNA defende teto para registro de garantias de crédito rural

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) defendeu, na quarta (20), a aprovação do Projeto de Lei n.º 4334/2020 que estabelece um teto para registro de garantias de operações de crédito rural. O tema foi debatido durante audiência pública na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados. O consultor jurídico da Confederação, Rodrigo Kaufmann, disse que a CNA propõe reduzir os custos praticados pelos estados e a burocracia para registros e processos. Segundo Kaufmann, existe uma cobrança de emolumentos (taxas) desproporcional no país, o que causa grande disparidade de valores nos estados e o aumento nos custos de financiamento da produção agrícola. Ele apresentou as propostas da Confederação para solucionar o problema, que incluem o estabelecimento de um teto nacional de emolumentos, a redução das disparidades de valores cobrados, a exigência de que os valores correspondam ao efetivo serviço prestado e a intensificação das providências para a estruturação do registro eletrônico nacional e unificado. Para acessar a matéria completa, clique aqui.

Veja outras notícias

Governo Federal
Campanha Brasileiros pelo Brasil leva alimentos da agricultura familiar a quem precisa

Governo Federal
Firmado acordo para melhorar cooperação técnica na agropecuária entre Brasil e Colômbia

Agência Senado
Comissão de Meio Ambiente debate estratégia internacional para conter mudanças climáticas

Agência Brasil
ONU alerta sobre riscos de extração de combustíveis fósseis até 2030

O Estado de S. Paulo
O potencial do Brasil para a descarbonização da produção de alimentos

O Estado de S. Paulo
Governo federal usa só 22% das verbas contra desmate e queimadas

ANAC
ANAC e CCR assinam contrato de concessão dos aeroportos do Bloco Central

ANAC
Flexibilização de regras do transporte aéreo é prorrogada para voos internacionais

Mapa
Mapa divulga resultado de edital para prestação de assistência técnica a cooperativas e associações da agricultura familiar

Embrapa
Pesquisadores adaptam manejo de nova cultivar de uva rosada brasileira para o Semiárido

Embrapa
Projeto prevê sistema para certificação participativa de alimentos orgânicos

SBA
Governo esclarece polêmica sobre abate de bovinos para venda à China

CNA
CNA defende teto para registro de garantias de crédito rural

AgroLink
Preço global do carbono é essencial, diz OMC

AgroLink
Conexão de dados é fundamental na gestão do agronegócio

AgroLink
China, Brasil e Rússia nos destaques globais do agro

AgroLink
Mercado de biológicos cresceu 28% nos últimos 2 anos

AgroLink
RS vai discutir uso do Dicamba na soja

AgroLink
Bionematicida alcança quase 4 sacas a mais por hectare

AgroLink
Inteligência Artificial pode ajudar agrônomos

AgroLink
Agrotóxicos: “Modernizar é necessário”

Canal Rural
Brasil precisa desburocratizar produção de fertilizantes, defende Silveira

Canal Rural
FPA aguarda reunião com armadores para debater crise dos contêineres

Correio Braziliense
Ministro nega desabastecimento: “Não recebemos nenhuma informação da ANP”

Correio Braziliense
ANP indica novo aumento nos combustíveis e valor de três dígitos para gás

Correio Braziliense
Frente Parlamentar dos Caminhoneiros notifica governo sobre greve

Portal do Agronegócio
Seis empresas saem na frente ao obter novo selo de funcionalidade para produtos adjuvantes agrícolas

Valor Econômico
Área de soja e milho triplicou em 35 anos no país, diz MapBiomas

Valor Econômico
Commodities: Biocombustíveis impulsionam soja e milho em Chicago

Valor Econômico
Governo determina suspensão de produção de carne bovina para a China

G1
Suspensão de venda de carne bovina para China completa 45 dias; preço do boi gordo e exportações caem

Notícias Agrícolas
Pesquisa inédita do Fundecitrus valida o uso de drone para o controle químico do inseto transmissor do greening

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »