Medicamentos para intubação devem acabar em 20 dias e associações pedem socorro à Anvisa

//Medicamentos para intubação devem acabar em 20 dias e associações pedem socorro à Anvisa

A colunista Mônica Bergamo da Folha de S.Paulo destacou que o estoque de analgésicos, sedativos e bloqueadores musculares usados para a intubação de pacientes em UTIs pode durar apenas mais 20 dias no Brasil –o que criaria um drama adicional para os hospitais: como socorrer os doentes se acabarem os medicamentos. Caso isso ocorra, um novo gargalo, insuperável, será colocado na luta já dramática contra a Covid-19: mesmo com a abertura de leitos de UTIs, o treinamento de profissionais de saúde e o suprimento de oxigênio, os médicos não vão poder tratar dos pacientes pois será impossível intubá-los. A consequência será um crescimento ainda maior dos óbitos, pois as pessoas morrerão sufocadas sem que os profissionais possam garantir a elas a ventilação mecânica. A situação se agravou de tal forma nas últimas horas que associações que representam intensivistas, hospitais e operadoras de saúde vão se reunir com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para discutir soluções urgentes para o problema. A informação de que os estoques estão no limite é do presidente da Associação Brasileira de Planos de Saúde (Abramge), Reinaldo Scheibe. “O número de internações aumentou, a permanência dos doentes nas UTIs também, e o consumo dos medicamentos explodiu”, diz ele. “Os estoques podem acabar em 20 dias”, completa. A Abramge representa operadoras de planos de saúde e seguradoras, que trabalham com hospitais próprios ou credenciados. Médicos que trabalham em UTIs de São Paulo fizeram o mesmo relato à coluna, sob a condição de anonimato. Um deles afirmou que está vivendo momentos “infernais”, que a curva de internações só cresce na instituição em que trabalha e que já está “começando a faltar insumos” para tratar de doentes em estado grave. O presidente da Abrafarma afirma que a reunião com a Anvisa deve ocorrer no fim da tarde desta quinta (18). Dela devem participar também, segundo ele, a Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp) e associações de médicos intensivistas. Ele diz acreditar que a Anvisa precisa se articular com a indústria nacional para que ela aumente a produção desses insumos. “Mas ela tem que fabricar também outros medicamentos indispensáveis para outras enfermidades. É preciso articular como isso pode ser feito”, diz. Uma outra solução seria a agência facilitar a importação dos produtos, repondo os estoques que estão perto de terminar.

Ministério da Saúde distribui máscaras impróprias a profissionais da linha de frente

O Ministério da Saúde forneceu máscaras impróprias para uso médico a profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate à covid-19. Segundo o Valor Econômico parte dessas máscaras foi entregue à pasta por uma empresa cujo representante no Brasil é um executivo que atua no mercado de relógios de luxo suíços – é ele quem assina o contrato com o governo federal. Um documento do gabinete da presidência da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), elaborado em 13 de janeiro e obtido pela reportagem, aponta que as máscaras analisadas –chinesas, do tipo KN95– não eram indicadas para uso hospitalar. Mesmo assim, o Ministério da Saúde distribuiu o material e se recusou a substitui-lo diante da recusa de Estados em usar os equipamentos. O mesmo documento do gabinete da presidência da Anvisa afirma que o órgão recebeu diversas reclamações sobre a impropriedade das máscaras, avisou o Ministério da Saúde sobre a necessidade de atender às especificações dos fabricantes e fez um alerta sobre “riscos adicionais” a que estão sujeitos profissionais e pacientes. A posição da Anvisa foi enviada ao MPF (Ministério Público Federal) em Brasília, que instaurou, em 3 de fevereiro, um inquérito civil para investigar a história. Foram duas as situações envolvendo essas máscaras. Uma parte delas teve o uso interditado pela Anvisa a partir de junho de 2020 depois que a autoridade sanitária dos Estados Unidos (FDA, na sigla em inglês) suspendeu autorizações emergenciais diante da falta de eficiência mínima na filtragem de partículas. Outra parte foi escanteada pelos Estados em razão da advertência “non-medical” presente nas embalagens das máscaras enviadas para as secretarias de Saúde locais. Equipamentos ficaram parados em estoques, sem uso. A pasta distribuiu ambas pelo menos entre julho e dezembro de 2020. E não só se recusou a recolher os produtos e a substituí-los, segundo esses documentos, como enviou mais máscaras “non-medical” para uso hospitalar.

Com derrubada de veto, Congresso assegura indenização a profissionais de saúde incapacitados por Covid-19

O Congresso Nacional rejeitou nesta quarta-feira (17) vetos de 11 projetos de lei, como o que concede indenização aos profissionais de saúde tornados incapacitados para o trabalho pela Covid-19. De acordo com a Agência Câmara as matérias serão promulgadas para virarem lei ou serem incorporadas nas leis já publicadas sobre o tema. O projeto que concede indenização aos profissionais da linha de frente de combate à Covid-19 (PL 1826/20) foi vetado totalmente pelo presidente Jair Bolsonaro no ano passado, com o argumento de que a lei de repasse de recursos para os estados e municípios enfrentarem o período de pandemia (Lei Complementar 173/20) proíbe a concessão de benefícios indenizatórios para agentes públicos. De autoria dos deputados Reginaldo Lopes (PT-MG) e Fernanda Melchionna (Psol-RS), o texto prevê indenização de R$ 50 mil para os profissionais que ficaram permanentemente incapacitados após a infecção. Segundo o projeto, terão direito profissionais como médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, assistentes sociais, agentes comunitários, técnicos de laboratório e outros que atuam na área. A proposta também concede o benefício aos familiares de profissionais de saúde que atuaram no combate à pandemia provocada pelo novo coronavírus e morreram em decorrência da Covid-19. Para a próxima semana, foi transferida a votação de vetos sobre assuntos como o auxílio emergencial para famílias monoparentais (Veto 35/20); benefícios a clubes de futebol em razão da pandemia (Veto 1/21 – Profut); itens do programa de acompanhamento fiscal (Veto 4/21); assinaturas eletrônicas para transações com o governo federal (Veto 50/20); e itens da política de pagamento por serviços ambientais (Veto 5/21). Quanto aos vetos ao pacote anticrime (PL 10372/18), embora os deputados tenham optado por derrubar vários itens como parte do acordo entre as lideranças que viabilizou a votação desta quarta-feira, o Senado optou por deixar a análise para a próxima sessão do Congresso. Devido a diferenças tecnológicas dos ambientes de votação virtual das duas Casas, as sessões do Congresso são realizadas em momentos diferentes por deputados e senadores.

Atualizada lista de medicamentos isentos de prescrição

A Anvisa informa que foi atualizada a Lista dos Medicamentos Isentos de Prescrição (LMIP). A medida foi publicada nesta quarta-feira (17/3) no Diário Oficial da União (D.O.U), por meio da Instrução Normativa 86/2021. É importante esclarecer que a norma foi aprovada na 4ª Reunião Ordinária Pública da Diretoria Colegiada da Agência, que ocorreu no dia 11 de março. Destaca-se que a LMIP trouxe um novo formato, tornando mais transparentes as apresentações de medicamentos que se tornaram isentos de prescrição nos últimos anos. Para contribuir com a transparência e orientação, a Anvisa atualizou os documentos com as perguntas e respostas sobre a LMIP direcionadas tanto ao setor regulado quanto à população em geral. Confira a íntegra da Instrução Normativa 86/2021. Veja o documento de Perguntas e Respostas direcionado ao setor regulado. Acesse também o documento de Perguntas e Respostas direcionado à população em geral.

SAÚDE NA IMPRENSA

Agência Câmara – Com derrubada de veto, Congresso assegura indenização a profissionais de saúde incapacitados por Covid-19

Agência Câmara – Frente discute logística da distribuição da vacina contra o coronavírus

Agência Senado – Comissão da Covid quer investigar mercado de oxigênio medicinal

Agência Senado – Fornecimento de oxigênio a cidades do interior pode colapsar, alerta ministério

Agência Senado – Sessão temática no Senado vai debater fornecimento de vacinas ao Brasil

Agência Senado – Comissão da Covid chama dirigentes de Fiocruz e Butantan para debater vacinas

Anvisa – Anvisa informa: primeiro radiofármaco regularizado via notificação

Anvisa – Anvisa realiza reunião sobre a vacina Sputnik V

Anvisa – Atualizada lista de medicamentos isentos de prescrição

Anvisa – Produtos fronteira: veja as orientações para enquadramento

Anvisa – Sistemas da Anvisa passarão por manutenção

Anvisa – Anvisa esclarece: Agência tira dúvidas em série de vídeos

ANS – Podcast ANS em Pauta: Episódio 3 está disponível

Agência Saúde – Ministério da Saúde amplia possibilidade de uso dos leitos de suporte ventilatório

Agência Saúde – Brasil registra 10.287.057 milhões de pessoas recuperadas

Agência Saúde – Saúde contrata 330 pontos de acesso à internet para melhorar comunicação entre indígenas

Agência Saúde – Equipe do Ministério da Saúde vai ao Acre para apoiar ações de controle das arboviroses

Agência Saúde – Ministro Pazuello e Queiroga recebem primeiras doses da vacina da AstraZeneca/Oxford produzidas na Fiocruz

CONITEC – Ministério da Saúde vai ouvir a sociedade sobre proposta de incorporação do nusinersena para AME tipos II e III

Governo Federal – Ministério da Saúde recebe 500 mil doses de vacina contra a Covid-19

Governo Federal – Hospital Universitário Federal testa exame que detecta coronavírus em apenas uma hora

Jota – O papel decisivo da OMC na pandemia

Jota – STF modula decisão sobre incidência de ISS e ICMS para farmácias de manipulação

Agência Brasil – Covid-19: prefeito de SP confirma 1ª morte por falta de leito em UTI

Agência Brasil – Paes diz que vai definir medidas mais restritivas para conter covid-19

Agência Brasil – Espírito Santo adota medidas restritivas para conter covid-19

Agência Brasil – Governo libera recursos para mais 1.608 leitos de UTI em São Paulo

Agência Brasil – Amapá amanhece em lockdown para combater avanço da covid-19 no estado

Agência Brasil – Covid-19: Brasil tem 11,6 milhões de casos e 284,7 mil mortes

Agência Brasil – Cidades paulistas aumentam restrições para diminuir casos de covid-19

Agência Brasil – Estoques de sangue em São Paulo estão em nível crítico

Agência Brasil – Um em cada seis profissionais de saúde apresenta sinais de burnout

Agência Brasil – Campanha de vacinação contra influenza começa dia 12 de abril

Agência Brasil – Queiroga defende distanciamento social para reduzir morte por covid-19

Agência Brasil – Fiocruz entrega vacinas contra covid-19 produzidas no Brasil

Folha de S.Paulo – Medicamentos para intubação devem acabar em 20 dias e associações pedem socorro à Anvisa

Folha de S.Paulo – Sem nomeação de Queiroga, Ministério da Saúde tem ‘dois ministros’ no pico na pandemia

Folha de S.Paulo – Pacientes com sintomas duradouros de Covid se sentem melhor após vacina

Folha de S.Paulo – Jovem de 22 anos é o primeiro a morrer em fila de espera por UTI em SP

Folha de S.Paulo – Espanha aprova projeto de lei que autoriza eutanásia e suicídio assistido

Folha de S.Paulo – Sem apontar culpados, Lira qualifica crise de Covid-19 no Brasil de vexame internacional

Folha de S.Paulo – Entidade de promotores conservadores pede que Bolsonaro decrete Estado de Defesa

Folha de S.Paulo – Agência Nacional de Saúde divulga lista de novas medicações incorporadas na cobertura dos planos de saúde

Folha de S.Paulo – Cidades de MG temem falta de oxigênio e UTIs no pior momento da pandemia

Folha de S.Paulo – Cidade de SP registra 1ª morte de paciente com Covid na fila de espera por leito de UTI

Folha de S.Paulo – Saúde distribui máscaras impróprias a profissionais na linha de frente da Covid-19 e Anvisa vê riscos

O Estado de S.Paulo – Bolsonaro está entre Guedes e Michelle em projeto que pode elevar gastos em R$ 5 bi

O Estado de S.Paulo – Ministério Público do Acre pede a Aras que responsabilize Bolsonaro por crime contra a saúde pública durante visita com aglomerações

O Estado de S.Paulo – Eliane analisa impacto do negacionismo no Governo sobre a pandemia

O Estado de S.Paulo – Com quase 2,5 milhões de receitas médicas por mês, plataforma cria marketplace para faturar

O Estado de S.Paulo – Câmara rejeita pedido da oposição paraguaia de impeachment do presidente por má gestão na pandemia

O Estado de S.Paulo – Responsabilidade civil da União por eventuais danos causados pela vacinação da covid-19

O Estado de S.Paulo – Planeja se desfazer da máscara após a vacinação? Não é tão simples assim

O Estado de S.Paulo – Cidade de SP antecipa 5 feriados para o dia 26, altera rodízio e cria ‘hospitais de catástrofe’

O Globo – Com recorde de mortes, Bolsonaro questiona lotação de UTIs: ‘Parece que só morre de Covid’

O Globo – Prefeitura de SP anuncia feriado de 10 dias e ativa ‘hospitais de catástrofe’ contra Covid-19

O Globo – Conheça os grupos que mantêm apoio a Bolsonaro no momento mais grave da pandemia

O Globo – Malu Gaspar: Centrão deixa claro que não vai morrer abraçado aos cadáveres do desgoverno Bolsonaro

O Globo – O que o novo ministro da Saúde tem a ver com o dólar

O Globo – O principal conselho dado ao novo ministro da Saúde

G1 – Datafolha: 71% dos brasileiros apoiam restrição do comércio e serviços contra a Covid-19; 28% são contrários

G1 – FNP pede ‘providências imediatas’ ao presidente diante da falta de oxigênio e medicamentos para intubação na luta contra a Covid

G1 – Vacina de Oxford é ‘segura e eficaz’, diz agência europeia após análise de dados sobre coágulos

G1 – Novo ministro da Saúde diz que jeito ‘diferente’ de o governo lidar com pandemia é ‘seguir’ a ciência

G1 – Vacinas de Oxford e da Pfizer são eficazes contra variante brasileira do coronavírus identificada em Manaus, aponta estudo preliminar

G1 – Mundo ultrapassa 400 milhões de doses de vacinas aplicadas

G1 – Ministério da Saúde aponta Sul como ‘epicentro’ da Covid-19 no Brasil, diz governador de SC

G1 – Estoques de ‘kit intubação’ estão em níveis críticos e podem acabar em 20 dias, aponta conselho das secretarias municipais de Saúde

G1 – Apesar de rara, reinfecção por Covid é mais comum em idosos, aponta estudo da ‘Lancet’

G1 – Brasil registra média móvel acima de 2 mil mortes diárias por Covid pela 1ª vez; total passa de 285 mil

G1 – Brasil aplicou ao menos uma dose de vacina em mais de 10,7 milhões, aponta consórcio de veículos de imprensa

G1 – Congresso derruba veto a lei que prevê indenização de profissionais de saúde incapacitados pela Covid

G1 – Sociedade de Pediatria diz que impacto da Covid foi menor entre crianças e adolescentes nos dois primeiros meses de 2021

G1 – Presidente do Conass prevê forte pressão sobre o sistema de saúde do país: ‘Teremos seis semanas muito difíceis’

G1 – TCU dá aval para que governo se responsabilize por eventual efeito adverso de vacinas contra Covid

Correio Braziliense – Por que não existe pílula anticoncepcional para homens

Correio Braziliense – Bolsonaro: “Qual país está tratando bem a questão da covid? Aponte um”

Correio Braziliense – DF tem 320 pacientes graves à espera de um leito de UTI

Correio Braziliense – Vacinação de dentistas pode começar na próxima semana

Correio Braziliense – Distritais assinarão manifesto para compra direta de vacinas

Valor Econômico – Ministério da Saúde distribui máscaras impróprias a profissionais da linha de frente

Valor Econômico – Após revisão sobre casos de coágulos, agência europeia diz que vacina da AstraZeneca é segura

Valor Econômico – CONITEC Recomenda Incorporação de RINVOQ® (upadacitinibe) da AbbVie pelo SUS, Para o Tratamento de Pacientes Adultos com Artrite Reumatoide Ativa Moderada a Grave

Valor Econômico – Marcelo Queiroga promete “seguir a ciência” e promover “grande diálogo nacional”

Valor Econômico – EUA enviarão 4 milhões de doses da vacina da AstraZeneca para México e Canadá

Valor Econômico – Agência britânica não encontra evidências de que vacina da AstraZeneca causa coágulos

Valor Econômico – Lira defende união de Poderes contra covid-19 para evitar ‘vexame internacional’

Valor Econômico – Barroso afirma que Brasil precisa “ajustar o rumo” e se “curvar à ciência”

Valor Econômico – Suspensão do uso da vacina da AstraZeneca/Oxford é prematura, dizem especialistas

Valor Econômico – Itália: Decisão de suspender vacina da AstraZeneca é “inaceitável”, diz especialista

Valor Econômico – Alemanha tem maior número de casos de covid-19 desde o fim de janeiro

Valor Econômico – Desastre odontológico: um ano após o primeiro lockdown, dentistas em todo o mundo enfrentam as consequências da pandemia da COVID-19 na saúde bucal das pessoas: maior incidência de cáries e mais doenças gengivais avançadas

Valor Econômico – Intermédica apresenta bons resultados, segundo especialistas do Safra

Valor Econômico – Congresso restabelece benefícios para empresas em recuperação

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »