MAPEAMENTO GENÉTICO DE IDOSOS DE SP ENCONTRA 207 MIL MUTAÇÕES NUNCA VISTAS

//MAPEAMENTO GENÉTICO DE IDOSOS DE SP ENCONTRA 207 MIL MUTAÇÕES NUNCA VISTAS
Reportagem do jornal O Estado de S.Paulo, desta quinta-feira (13), destaca que pesquisadores do Centro de Pesquisa sobre o Genoma Humano e Células-Tronco da Universidade de São Paulo (USP) estão a um passo de tornar público o maior mapeamento genético de idosos saudáveis da América Latina. Serão dados de 1.324 pessoas com mais de 60 anos da cidade de São Paulo. Em uma primeira fase, já foram identificadas 207 mil mutações genéticas nunca antes descritas na literatura médica – o que significa que são mutações particulares da população paulistana, que é amplamente miscigenada. Essa primeira parte da análise foi feita com uma amostra genética de 600 pacientes com base nos exomas (pequenas frações do genoma), seguindo os critérios da Sociedade Americana de Genética Médica. “O objetivo inicial do projeto 80+ era montar uma base de dados genômicos sobre o envelhecimento considerado saudável, com dados de idosos com mais de 80 anos, sem declínio cognitivo, que levavam vida independente e não desenvolveram doenças esperadas para a idade, como Parkinson ou Alzheimer. Apenas os dados do sequenciamento ocupam 200 terabytes de um servidor, o equivalente a armazenar 77 milhões de livros de 295 páginas”, ressalta parte da reportagem.

Ministério da Saúde anuncia chamada pública para informatização de UBS

O Ministério da Saúde divulgou, em seu portal, o lançamento da consulta pública direcionada a empresas que queiram se credenciar para levar soluções de informática (conectividade, equipamentos e treinamento) às Unidades Básicas de Saúde (UBS) em todo o país. Essa medida é mais um passo do Ministério da Saúde para apoiar estados e municípios a informatizar esses serviços. Hoje, 27.330 UBS, equivalente a 64%, não utilizam Prontuário Eletrônico. De acordo com o portal, a meta é informatizar 100% desses serviços até o final de 2018. A informatização das unidades básicas de saúde é uma das principais ações do DIGISUS, um projeto que deve digitalizar todas as informações dos usuários do SUS, facilitando o acesso aos dados do cidadão em todas as unidades de saúde do Brasil. Para os municípios que não possuem informatização, o Ministério pagará o valor total à empresa fornecedora do serviço e descontará 50% do montante do repasse do Piso da Atenção Básica do município. O município que já possui UBS informatizada poderá receber da pasta 50% do valor para auxiliar no custeio da informatização existente, desde que os dados sejam mensalmente enviados ao Ministério da Saúde.

Saúde apoia projeto de implantação de PrEP na América Latina

O Ministério da Saúde, juntamente com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), lançou nesta quarta-feira (12) o Projeto para Implementação da Profilaxia Pré-Exposição na América Latina (ImPrEP). É o que informa o portal do Ministério da Saúde. O estudo também conta com o apoio e financiamento da Unitaid e será realizado simultaneamente no México e Peru, além do Brasil. O projeto terá duração de três anos e o objetivo é verificar a aceitabilidade da PrEP nas populações-chave, formadas por cerca de 7,5 mil pessoas, entre homens que fazem sexo com homens, mulheres transexuais e travestis – os grupos mais afetados pela epidemia de HIV/AIDS nos três países. “O projeto envolverá ainda a realização de questionários com profissionais de saúde e com as populações-chave, além de possuir um forte componente de educação, mobilização comunitária e compartilhamento de experiências na implementação da PrEP com países em desenvolvimento. A elaboração do ImPrEP teve como ponto de partida a experiência da Fiocruz e do Ministério da Saúde na condução do projeto PrEP Brasil, iniciado em 2012. A PrEP insere-se como uma estratégia adicional dentro de um conjunto de ações preventivas, denominadas “prevenção combinada”, como forma de potencializar a proteção contra o HIV”, destaca a publicação.

Humberto pede que TCU investigue projeto de ministro da Saúde para Hemobras no Paraná

Conforme publicou Robson Sampaio em seu blog, depois de ter se reunido com o ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP-PR), para cobrar dele explicações sobre a ideia de construir uma fábrica de hemoderivados em Maringá (PR), seu reduto eleitoral, o líder da Oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE), foi até o Tribunal de Contas da União (TCU), na quarta-feira (12), para pedir que o órgão investigue a iniciativa idealizada por Barros. A reunião, organizada pela bancada parlamentar de Pernambuco no Congresso Nacional, contou com a participação do presidente da Corte, Raimundo Carreiro, dos ministros Augusto Nardes, Ana Arraes e José Mucio e também da área técnica da Casa. O blog destaca ainda que Humberto demonstrou preocupação com o projeto apresentado pelo ministro da Saúde porque considera que se trata de uma retaliação política a Pernambuco, pois vai causar o esvaziamento do funcionamento da unidade de produção da Hemobras em Goiana, na Mata Norte, na qual já foram investidos mais de R$ 1 bilhão. De acordo com a proposta da pasta, um consórcio seria formado entre os laboratórios públicos estaduais Butantã (SP), Tecpar (PR), a Hemobrás e a empresa suíça Octapharma.

SAÚDE NA IMPRENSA

Ministério da Saúde – Saúde apoia projeto de implantação de PrEP na América Latina

Ministério da Saúde – Ministério da Saúde anuncia chamada pública para informatização de UBS

Ministério da Saúde – Ministério da Saúde anuncia novos recursos para ampliar o atendimento da população

Anvisa – Opine: guias de medicamentos e insumos farmacêuticos

Anvisa – Sistema Essure volta a ser liberado

Anvisa – Meu medicamento sumiu das farmácias. O que faço?

Anvisa – Divulgado alerta sobre extravio de enxertos ósseos

Fiocruz – Lançada nova edição das Diretrizes para o Rastreamento do Câncer do Colo do Útero

Fiocruz – Acesso aberto: evento pré-conferência acontece em 19/7 na Fiocruz

Fiocruz – Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador lança novo site

Senado Federal – Desabastecimento de penicilina no SUS será debatido em audiência pública

Senado Federal – CAS fecha semestre com votação de 38 projetos, destaca Marta Suplicy

Senado Federal – Transporte para mães e recém-nascidos é aprovado na CDH

Senado Federal – Pessoas com deficiência poderão contar com banheiros acessíveis em eventos

Senado Federal – Fica para agosto sabatina de indicado para a diretoria da ANS

Senado Federal – CAS aprova criminalização de exigência de autorização prévia dos planos de saúde para urgências

Câmara dos Deputados – Relatório da PEC do reajuste salarial de agentes comunitários de saúde satisfaz a categoria

Câmara dos Deputados – INSS investe no atendimento digital dos segurados, afirma direção da instituição

Câmara dos Deputados – Especialistas pedem campanhas de incentivo à alimentação saudável de crianças e adolescentes

Folha de S.Paulo – Terapia que altera células para combater câncer avança nos EUA

O Estado de S.Paulo – Mapeamento genético de idosos de SP encontra 207 mil mutações nunca vistas

O Estado de S.Paulo – Base genética de idosos ajuda diagnósticos e abre caça a ‘variações protetoras’

Correio Braziliense – Anvisa autoriza de novo venda de contraceptivo definitivo Essure

Correio Braziliense – Estudo desvenda genética na forma como crianças olham para o mundo

Correio Braziliense – Cientistas desenvolvem método não invasivo para avaliar artérias coronárias

Zero Hora – Especialistas defendem aprovação de terapia genética para leucemia

O Globo – Brasileiro está entre os mais ‘preguiçosos’ do mundo

O Globo – Jovem tem polegar da mão substituído pelo dedão do pé

G1 – Neurologista fala sobre insônia no ‘AB Saúde’

Robson Sampaio – Humberto pede que TCU investigue projeto de Ministro da Saúde para Hemobras no Paraná

Repórter News – Saúde economiza mais de R$ 600 Milhões com compra de medicamentos e insumos

Folha de Londrina – CNJ organiza banco de dados para auxiliar decisões na área da saúde

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.