Mapa vai estimular e orientar consórcios municipais para aumentar adesão ao Sisbi  

//Mapa vai estimular e orientar consórcios municipais para aumentar adesão ao Sisbi  
A Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) desenvolveu, nesta quinta-feira (16), um projeto para ampliar o mercado nacional de produtos de origem animal das agroindústrias de todo país. A proposta visa estimular que os municípios, organizados em consórcios públicos, recebam orientações técnicas e capacitem seus médicos veterinários dos serviços de inspeção e fiscalização de produtos de origem animal para adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi). Inicialmente, será realizado um projeto piloto com apoio a dez consórcios públicos selecionados em todo Brasil. “Os consórcios devem ter previsão legal para atuar na área de inspeção de produtos de origem animal, dispor de equipe de inspeção veterinária compatível à demanda de agroindústrias e, o mais importante, possuir agroindústrias interessadas na expansão do comércio dos seus produtos, neste momento, para mais municípios do próprio consórcio e, em seguida, para todo território nacional”, explica o secretário de Defesa Agropecuária, José Guilherme Leal. As inscrições para seleção dos dez consórcios públicos a serem contemplados nessa primeira fase podem ser feitas até o dia 4 de maio, por meio do formulário eletrônico disponível em http://abre.ai/projeto_consorcios e complementada pelo preenchimento de  quatro itens (cadastro geral, localização, complementares e responsáveis) do SGSI do e-Sisbi, disponível em http://sistemasweb.agricultura.gov.br/pages/SGSI.html. Após a avaliação da documentação, haverá entrevistas, via videoconferência, com o presidente do consórcio, diretor ou secretário-executivo e coordenador veterinário da inspeção. A proposta está projetada para ser realizada no segundo semestre de 2020. A iniciativa do Mapa conta com apoio da Confederação Nacional de Municípios (CNM), da Confederação Nacional de Consórcios Intermunicipais (Conaci) e da Rede Nacional de Consórcios Públicos.

Mapa e Embrapa enviam à ONU documento sobre sustentabilidade do agro

Medidas adotadas pelo Brasil para fortalecer a sustentabilidade do agro foram o tema de mais um documento, elaborado em parceria pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o Núcleo de Políticas Globais (POLG) da Secretaria de Inteligência e Relações Estratégicas (Sire), submetido à Organização das Nações Unidas (ONU) e por ela aprovado, informou o portal da Embrapa nesta sexta-feira (17). A iniciativa atende à necessidade de diálogos sobre terra e oceanos e de reforço das ações para mitigação e adaptação às mudanças do clima. Segundo o pesquisador Gustavo Mozzer, este foi um dos temas acordados durante a Conferência da ONU sobre o Clima (COP25), presidida pelo governo do Chile, mas realizada em Madri, Espanha, em dezembro de 2019. Entre as principais decisões da COP25, os países deveriam encaminhar até 31 de março contribuições para os diálogos previstos para acontecer em outubro deste ano, durante a próxima reunião dos órgãos subsidiários da Convenção SB52. Para Mozzer, a participação da Embrapa na elaboração das contribuições brasileiras enviadas e aprovadas pela ONU reafirma o reconhecimento à expertise da Empresa em mudanças do clima. “Este é um tema que tem mobilizado pesquisadores de praticamente todas as Unidades e, sob a coordenação do Portfólio de Mudanças do Clima, tem consolidado a Embrapa como uma instituição de referência”, diz ele. “Toda a bagagem científica gerada por décadas de pesquisa na área de agricultura tropical é subsídio para o trabalho na área de mudança do clima, para avaliação de riscos e proposição de soluções tecnológicas adequadas ao cenário atual e prospecção de cenários futuros”. Para o pesquisador, a Embrapa tem contribuído ativamente para o avanço da agricultura brasileira, por meio de estudos científicos capazes de propor estratégias de enfrentamento aos desafios impostos pela mudança do clima, com potencial de adoção em outros países. A submissão de documentos no âmbito da  Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima (UNFCCC), na sua opinião, é uma ferramenta eficiente para divulgar o potencial e a sustentabilidade do modelo e da tecnologia agrícola tropical desenvolvida no Brasil. A contribuição brasileira sobre o tema foi resultado da articulação entre a Embrapa e o Mapa, por meio do Departamento de Produção Sustentável e Irrigação (Depros) da Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação (SDI), da Secretaria de Comércio e Relações Internacionais (SCRI), da Assessoria de Assuntos Socioambientais do gabinete da ministra e da Comissão de Desenvolvimento Sustentável da Agricultura (CDSA).

Instrução Normativa com regras para pesca da lagosta será suspensa temporariamente

A Secretaria de Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) publicou nesta sexta-feira (17) no Diário Oficial da União a suspensão temporária da Instrução Normativa nº 54, de 29 de outubro de 2019, que estabelece o período de defeso e define as regras para o desembarque, o transporte, o armazenamento, a comercialização e o beneficiamento das lagostas vermelha, verde, pintada e sapateira. A suspensão vigorará a partir de 1º de maio de 2020 e se estenderá até 31 de maio de 2021. Durante a suspensão, prevalece o período de defeso de 1º de dezembro a 31 de maio das lagostas verde e vermelha e o estoque devidamente declarado poderá ser comercializado durante todo o período de defeso, conforme a Instrução Normativa do Ibama nº 206, de 14 de novembro de 2008. Para as lagostas das espécies pintada e sapateira não haverá defeso nem outras restrições. O objetivo da medida é atender às solicitações do setor produtivo devido aos problemas causados pela pandemia Covid-19. Entre as motivações está a dificuldade em realizar investimentos financeiros neste momento para adequação estruturais das embarcações a fim de transportar e comercializar a lagosta inteira, como determinava IN 54. Também foi considerado que cerca de 95% da produção da lagosta é exportado, cenário atualmente comprometido pela pandemia. Durante o período de temporária da Instrução Normativa nº 54, ficam mantidas as vigências integrais dos dispositivos da Instrução Normativa Ibama nº 138, de 6 de dezembro de 2006 e da Instrução Normativa Ibama nº 206, de 14 de novembro de 2008. Com a suspensão, volta a vigorar a proibição do desembarque, conservação, beneficiamento, transporte, armazenamento, comercialização e exportação das lagostas verde e vermelha, sob qualquer forma que venha a descaracterizar a cauda da lagosta, impedindo a sua identificação e medição, conforme estabelecido na Instrução Normativa Ibama nº 138.

Você é mais gato ou cachorro? Desafio mostra destreza de pets

Nesta sexta-feira (17), o Blog Bom pra Cachorro da Folha de S.Paulo divulgou que, uma série de obstáculos no chão. Um gato se aproxima e, com toda sutileza, atravessa sem derrubar uma só peça. Em seguida, um cachorro se depara com os objetos e, em um piscar de olhos, tudo foi derrubado. O novo desafio que faz sucesso nas redes mostra a destreza dos pets. A ideia é que eles passem pela barreira sem encostar nos obstáculos. Felinos, geralmente, se saem melhor, enquanto os cãezinhos são mais estabanados. A brincadeira provoca reações. “No desafio, eu prefiro o cachorro porque sou desastrada igual”, diz uma internauta. “Quem é você na vida?”, questiona outro perfil. Não se trata apenas de habilidade. O tamanho influi. Cachorros menores conseguem passar sem tanto estrago, assim como os grandões, que com um salto escapam do problema. Mas a brincadeira também chamou a atenção para o risco. Se quiser fazer o desafio em casa, certifique-se de que os objetos usados como obstáculos não tenham pontas ou sejam feitos de materiais que possam quebrar com facilidade e machucar o animal em eventual queda.

NA IMPRENSA
Folha de S.Paulo – Você é mais gato ou cachorro? Desafio mostra destreza de pets

Folha de S.Paulo – ‘A Máfia dos Tigres’ é feita para hipnotizar quem está confinado

Mapa – Mapa vai estimular e orientar consórcios municipais para aumentar adesão ao Sisbi

Mapa – Instrução Normativa com regras para pesca da lagosta será suspensa temporariamente

CNA – Produtor aumenta em até seis mil litros a produção de leite com assistência técnica do Senar

Embrapa – Mapa e Embrapa enviam à ONU documento sobre sustentabilidade do agro

Embrapa – Pecuária e babaçu têm convivência sustentável em sistema integrado lavoura-pecuária-floresta, aponta estudo da Embrapa Cocais

AgroLink – Preços do frango seguem em queda

AgroLink – Carne bovina pode ser substituídas por alternativas baratas

AgroLink – Preços pecuários avançam no 1º Tri

AgroLink – Avicultura brasileira obteve resultados satisfatórios em 2019

AgroLink – Produção brasileira de peixes de cultivo segue crescente

AgroLink – Boi gordo: demanda ruim e oferta limitada

AgroLink – Embrapa e instituições da África do Sul firmarão parceria

G1 – Governo autoriza a volta de feiras e leilões de animais em Goiás

G1 – Com eventos suspensos, abrigo de animais realiza feira de adoção online: ‘Merecem um lar’

G1 – Animais de estimação podem trazer mais bem-estar durante isolamento social

G1 – Pet shop doa ração para quem tem animal de estimação e está sem dinheiro em MG

G1 – Moradora registra ‘invasão’ de saguis durante quarentena em São Roque

G1 – Animais recebem tratamento especial no Zoológico de Goiânia

Anda – Confinados por aqueles que confinamos

Anda – Vaca é resgatada sem ferimentos após cair em fossa de mais de dois metros

Anda – ‘Tem que ser muito sem coração para não ajudar’, diz mulher após socorrer cão atropelado

Anda – Gary Yourofsky: coronavírus é resultado do vício por carne

Anda – Onça-parda é filmada pela primeira vez em reserva em Petrópolis (RJ)

Anda – Tartarugas nadam em águas cristalinas perto de aeroporto no Rio de Janeiro

Anda – Abandono de animais aumenta cerca de 60% em Goiânia (GO)

Anda – Milhares de cães e gatos serão mortos em abrigos devido à pandemia

Anda – Covid-19: frigoríficos estão interrompendo atividades

Anda – Restaurante popular vai doar comida para animais em situação de rua

Anda – Mesmo com multa, farra do boi continua em SC

Anda – Hamilton comemora proibição do consumo de carne de cachorro e gato em cidade da China

SBA – Mercado do boi gordo encerra semana com poucos negócios

_______________________
O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »