Mais um Projeto de Lei prevê proibição de fogos barulhentos em todo o país  

//Mais um Projeto de Lei prevê proibição de fogos barulhentos em todo o país  
Protocolado na última quinta-feira (6) na Câmara dos Deputados, mais um projeto de lei quer vedar a produção, comercialização e utilização de fogos de artifício que causem poluição sonora, informou o portal Anda nesta terça-feira (11). De autoria do deputado Mauro Nazif (PSB-RO), o PL 205/2020, a exemplo de outros projetos de lei que tramitam na casa, sustenta que é preciso fazer alterações na Lei de Crimes Ambientais (nº 9.605/1998) para garantir que animais e pessoas não sejam prejudicados pelo barulho dos fogos de artifício. Em 2019, o deputado Bohn Gass (PT-RS), autor do PL 4325/2019, justificou que um dos motivos para a proibição é que os cães possuem uma capacidade auditiva quatro vezes superior à humana. Além de se incomodarem com o barulho, outros podem desenvolver fobias. Há também aqueles que entram em pânico, sendo comum fugas, atropelamentos, enforcamentos com suas próprias coleiras e correntes; além de jogarem-se em portas e janelas de vidro, convulsionarem e até terem ataques cardíacos por causa do pavor provocado pelo barulho dos fogos. “Alguns animais mudam o seu comportamento após a queima de fogos, ficam ansiosos, trêmulos, escondem-se, arfam, choram, ladram, demonstrando todo o mal-estar em seu organismo. Os pássaros também sofrem com os barulhos, muitas vezes, vindo a morrer do coração. Por esses motivos, há uma tendência no uso de pirotecnia sem ruído e a proibição da fabricação, comercialização e venda dos fogos tradicionais”, argumentou Grass. “Já existem fogos de artifícios que não causam barulho. O estrondoso barulho dos fogos de artifício, especialmente nas festas de final de ano, causa grande sofrimento em crianças com Transtorno do Espectro do Autismo, bebês e idosos, bem como em muitos animais, silvestres e domésticos”, destacou Nazif na matéria do mais recente PL. Dos projetos de lei que versam sobre o tema, o que está mais próximo de ser aprovado é o PL 2130/2019, que surgiu de uma sugestão do ativista Rogério Nagai, de São Paulo (SP), por meio do portal e-Cidadania. A proposta que foi aprovada pela Comissão de Meio Ambiente em agosto de 2019 está aguardando avaliação da Comissão de Assuntos Econômicos.

Novo foco de gripe aviária é confirmado no sudoeste da Alemanha, diz agência

De acordo com publicação do Valor Econômico desta segunda-feira (10), a Alemanha reportou à Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) a ocorrência de um foco da gripe aviária H5N8 em uma propriedade localizada na região de Baden-Wurttemberg, no sudoeste do país. A informação é da agência Reuters. O vírus foi responsável pela morte de 44 aves silvestres, mas não afetou a cadeia produtiva de carne de frango. Em janeiro, um caso envolvendo também aves silvestres foi confirmado na Alemanha, no Estado de Brandenburg.

Ativistas se reúnem para protestar contra a exploração de animais em circo

Vários membros da comunidade de McAllen, no Condado de Hidalgo (EUA), se reuniram para protestar contra o uso de animais em circos. O protesto ocorreu em frente ao circo, Carson & Barnes Circus, no sábado (8), destacou o portal Anda. Segundo o site Valley Central (9), os manifestantes disseram que organizaram o evento a fim de promover conscientização sobre as terríveis práticas de treinamento de animais do circo como os elefantes, uma vez que são cruéis aos animais, como a criação em cativeiro e as punições quando os animais não correspondem as expectativas dos treinadores. “É desanimador porque podemos ver que os animais ficam presos por correntes”, disse Jacquline Reed, ativista dos direitos dos animais. Os ativistas estão planejando uma reunião com a cidade de McAllen para discutir a situação dos animais, a fim de adquirirem a proibição dos circos com animais.

Confira cuidados para se ter com os cães durante as chuvas

De acordo com publicação do jornal O Estado de S.Paulo, se mesmo com a chuva que atinge a capital paulista nesta segunda-feira (10), você precisa sair de casa com seu cachorro – ou é pego desprevenido em outro dia no meio de um passeio -, é preciso estar atento ao bem-estar do animal. Além do risco de cão e tutor contraírem leptospirose, a exposição a micro-organismos e bactérias pode causar doenças de pele. “Ao serem expostos à chuva, os cães podem contrair bactérias, micro-organismos e parasitas e, assim, virem a desenvolver sintomas dessas enfermidades. Por isso, é muito importante mantê-los secos (caso se molhem) e com as medidas preventivas em dia, visando proteger a saúde do animal”, alerta Thaís Matos, veterinária da DogHero. A seguir, a especialista dá cinco dicas para proteger seu bichinho de estimação em caso de contato com águas da chuva: 1.Proteja o cachorro da chuva durante os passeios: Dependendo da rotina do tutor e do cão, os passeios são indispensáveis, principalmente para cachorros que fazem suas necessidades fora de casa. 2. Não deixe o cão matar a sede em água parada: Para os cães, água é água e não é raro eles quererem matar a sede nas poças que encontram pelo caminho. 3. Fique de olho na pele dos pets e redobre a atenção com dermatites: Em um período intenso de chuvas, a umidade do ar aumenta, o que deixa a pele do cachorro mais sensível e facilita o aparecimento de dermatites. 4. Cuidado com o risco de leptospirose: Chuvas intensas podem provocar alagamentos em alguns pontos da cidade, como ocorreu nesta segunda-feira. Nessas situações, o cão não deve ter contato com a água, que pode estar contaminada e transmitir leptospirose. Para reforçar a proteção do cachorro, o tutor precisa vaciná-lo periodicamente a cada seis meses. Embora não sejam 100% eficazes, as vacinas V8 e V10 previnem a doença. 5. Atenção à frequência dos banhos e secagem dos pelos: Se o cachorro ficou exposto à chuva, o ideal é secá-lo assim que chegar em casa. E no verão, mesmo quando não há chuva, banhos em excesso somados a uma secagem inadequada são uma combinação arriscada.

 

NA IMPRENSA
Folha de S.Paulo – Aracnofobia: a mulher que tinha medo de aranhas e hoje dorme com 32 tarântulas

O Globo – Clínica veterinária para atendimento gratuito é inaugurada em Bangu

O Estado de S.Paulo – Confira cuidados para se ter com os cães durante as chuvas

O Estado de S.Paulo – Petz seleciona Itaú BBA, Bofa, BTG e JPMorgan para IPO

Correio Braziliense – Biólogo cria sacola que se transforma em comida para peixes

Valor Econômico – Novo foco de gripe aviária é confirmado no sudoeste da Alemanha, diz agência

G1 – Morador é multado em R$ 37,5 mil por manter animais silvestres em cativeiro em Toledo

G1 – Prefeitura de Ipatinga e Ministério Público orientam sobre a aparição de animais peçonhentos na cidade

AgroLink – Coronavírus impacta consumo de carne chinês

AgroLink – Carne de frango: auspiciosos, primeiros embarques do mês tendem a sofrer diluição

AgroLink – Desempenho exportador das carnes na primeira semana de fevereiro/20

AgroLink – Ovos: mercado de ovos brancos pode atingir a barreira dos R$100,00 por caixa

AgroLink – Baixa oferta dá sustentação aos preços do sebo bovino

Anda – Mais um PL prevê proibição de fogos barulhentos em todo o país

Anda – Ativistas se reúnem para protestar contra a exploração de animais em circo

Anda – Cachorro fica com a pata machucada após viagem em avião da Gol

Anda – Empresa vegana arrecada mais de R$ 11 milhões em dois dias

Anda – Cerca de 23% dos americanos comeram menos carne em 2019

Anda – Para 77% dos canadenses, pecuária prejudica o meio ambiente

Notícias Agrícolas – Ata do Copom cita “reversão parcial” do choque de proteínas no início de 2020

Notícias Agrícolas – Tomada de decisões dentro da propriedade leiteira exige definição do ponto de nivelamento
_______________________
O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »