IBGE E CONAB ELEVAM ESTIMATIVAS PARA A SAFRA DE GRÃOS ESTE ANO

//IBGE E CONAB ELEVAM ESTIMATIVAS PARA A SAFRA DE GRÃOS ESTE ANO
O País colherá uma safra recorde de 114,8 milhões de toneladas de soja, aumento de 0,8% em relação ao previsto no mês anterior, segundo o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de junho, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A produção nacional de soja será 19,5% maior este ano em comparação com a obtida em 2016. A área colhida com a oleaginosa aumentou em 2,3%. De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo, o arroz, o milho e a soja são os três principais produtos agrícolas do País, responsáveis por 93,5% da estimativa da produção brasileira em 2017 e 87,8% da área a ser colhida. “A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), espera que a safra brasileira de grãos 2016/17 alcance 237,22 milhões de toneladas, o que corresponde a um aumento de 27,1% (ou 50,6 milhões de toneladas), em comparação com as 186,6 milhões da safra anterior 2015/16. Os dados foram divulgados na 10ª estimativa do órgão. Quanto aos números do IBGE, o crescimento se deve aos reajustes de final de colheita na Bahia (7,9%, 381.600 toneladas a mais), Paraná (0,4%, acréscimo de 81.737 toneladas), Santa Catarina (4,4%, mais 101.422 toneladas), Mato Grosso do Sul (3,0%, aumento de 258.632 toneladas) e Goiás (0,2%, crescimento de 22.769 toneladas)”, relata o Estadão.

Aprovado o negócio entre AGCO e Kepler Weber

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições a venda de 34,93% da gaúcha Kepler Weber, fabricante de silos e armazéns de grãos, para a AGCO do Brasil, controlada pela americana AGCO, uma das maiores fabricantes de máquinas agrícolas do mundo. Conforme informou o jornal Valor Econômico nesta terça-feira (11), as ações que passarão para a empresa estão nas mãos de Previ e Banco de Investimentos do Banco do Brasil (BB-BI). A proposta de compra da AGCO prevê que haja uma oferta pública subsequente de ações. A AGCO deve adquirir um montante que represente – em conjunto com as ações adquiridas do fundo de pensão Previ e BBI – não menos do que 65% do capital votante da Kepler Weber. Após o fechamento da operação, a AGCO do Brasil passará a deter o controle da Kepler Weber. Em junho deste ano, Olivier Colas, vice-presidente da Kepler Weber disse ao Valor Econômico que uma das estratégias é direcionar esforços para crescer em outros países da América Latina. O objetivo é ampliar a participação nas exportações totais de seu segmento na região de 35% para 50% em dois anos.

Colômbia notifica surto de febre aftosa na região central do país

O Instituto Colombiano de Agropecuária (ICA) notificou, na segunda-feira (10), a ocorrência de um surto do vírus da febre aftosa no Departamento de Cundinamarca, região central da Colômbia. O número de animais infectados até agora é de 134, distribuídos em oito propriedades. De acordo com o ICA, medidas de segurança contra o surto em Cundinamarca foram tomadas. Segundo o jornal Valor Econômico, o instituto declarou uma “quarentena sanitária”, por 30 dias, em diversas cidades próximas de Yacopí, município de Cundinamarca, onde o surto foi confirmado. Em nota, o ICA informou hoje que o foco em Arauca já foi solucionado. “Tecnicamente, explicou o ICA, um foco significa que o vírus da febre aftosa foi detectado em apenas uma propriedade rural. Por sua vez, o surto é a presença da doença em mais de uma propriedade rural”, ressalta parte da notícia.

Formulação de vacinas na mira dos pecuaristas

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e mais cinco entidades de classe do setor defenderam, na segunda-feira (10,) uma mudança “imediata” na composição das vacinas contra o vírus da febre aftosa que são aplicadas no rebanho do país. A principal alteração, reivindicada em nota técnica, refere-se à retirada da substância saponina, que foi adicionada na composição da vacina oleosa com o passar do tempo. Em relação à vacina, as entidades reivindicaram a redução da dose aplicada, de 5 ml para 2 ml. Esse pedido, no entanto, levará algum tempo para ser atendido. Em recente entrevista ao jornal Valor Econômico, o vice-presidente do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (Sindan), Emilio Salani, afirmou que a dose reduzida da vacina chegará ao mercado em 2019. Em nota, as entidades também relataram perdas dos pecuaristas com a vacina. Por ano, os pecuaristas gastam cerca de R$ 600 milhões para vacinar todo o rebanho brasileiro. “Além da CNA, a associação dos criadores de Mato Grosso (Acrimat), as associações de frigoríficos (Abiec e Abrafrigo), o Conselho Nacional da Pecuária de Corte (CNPC) e a Sociedade Rural Brasileira assinaram o documento”, afirma a notícia.

NA IMPRENSA
Mapa – Superavit do agronegócio atinge US$ 8,12 bilhões, segundo melhor resultado histórico para junho

Mapa – Agricultores contrataram R$ 137,2 bi para custear safra agrícola 2016/2017

Mapa – Grãos devem atingir recorde com supersafra de 237 milhões de toneladas

MMA – Fórum promove integração na pauta ambiental

MMA – Ministério debate ações com governos locais

Embrapa – Embrapa promove curso de manejo de açaizais nativos em Bagre (PA)

Embrapa – Inscrições abertas para dois minicursos em bem-estar de suínos em Jaboticabal-SP

Embrapa – Concurso de aplicativos Desafio de Inovação SBIAgro prorroga inscrições

Senado Federal – Plano para avaliar pesquisa agropecuária será analisado na CRA

Senado Federal – Projeto institui política para a produção de café superior

Senado Federal – Trabalhadores rurais dizem que reforma da Previdência ameaça aposentadoria

Câmara dos Deputados – Comissão debate decreto que cria o Cadastro Nacional da Agricultura Familiar

Câmara dos Deputados – Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência debate o nanismo

Câmara dos Deputados – Impactos do Plano Agrícola 2017 para o cooperativismo será tema de audiência nesta quarta-feira

Câmara dos Deputados – Comissão de Trabalho discute fortalecimento de agências reguladoras

Câmara dos Deputados – Comissão discutirá elaboração e comercialização de queijos artesanais

Câmara dos Deputados – Agricultura debate produção brasileira de caju

Valor Econômico – BB colocará à disposição mais de R$ 100 bi em crédito rural em 2017/18 

Valor Econômico – Colômbia notifica surto de febre aftosa na região central do país

Valor Econômico – Exportações do agronegócio cresceram 11,6% em junho, para US$ 9,2 bi

Valor Econômico – MP do Funrural poderá ser publicada amanhã 

Valor Econômico – Formulação de vacinas na mira dos pecuaristas 

Valor Econômico – Aprovado o negócio entre AGCO e Kepler 

Valor Econômico – Exportação de suco deve se recuperar 

Valor Econômico – Cade dá aval à venda de ativos da JBS à Minerva

Valor Econômico – Terras cultiváveis continuarão em expansão no Brasil e na Argentina

Valor Econômico – Porto de Paranaguá receberá investimento de mais de R$ 2,2 bi até 2018 

G1 – Exportação de suco de laranja do Brasil atinge menor nível em 25 anos

G1 – Produtores rurais dos Campos Gerais do Paraná apostam na diversidade de culturas

G1 – Blairo Maggi quer ir aos EUA no dia 17 de julho para discutir a carne brasileira

O Estado de S.Paulo – Meirelles diz que Temer ‘é o grande responsável’ pelo sucesso da agricultura

O Estado de S.Paulo – Preço de commodities deve continuar baixo na próxima década, diz estudo

O Estado de S.Paulo – IBGE e Conab elevam estimativas para a safra de grãos este ano

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.