IBAMA TEM INÍCIO DE ANO COM MENOR QUANTIDADE DE MULTAS APLICADAS DESDE 1995

//IBAMA TEM INÍCIO DE ANO COM MENOR QUANTIDADE DE MULTAS APLICADAS DESDE 1995

A quantidade de multas aplicadas pelo Ibama por crimes ambientais no primeiro bimestre de 2019 foi a menor nos dois primeiros meses de um ano desde 1995. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o sistema do órgão acumulou, até o fim de fevereiro, 1.139 autuações. Em todo o intervalo analisado, o ano em que o número de autuações no primeiro bimestre mais se aproxima do anotado em 2019 ocorreu em 2013, com 1.397. Os crimes ambientais que mais receberam multas em 2019 foram os relacionados à flora (346), seguidos dos de fauna (210) e de pesca (174). O Ibama também fiscaliza atividades poluentes e contaminantes, empreendimentos e atividades licenciadas, organismos geneticamente modificados e o patrimônio genético. No quesito valores, excluindo-se a excepcionalidade do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho (MG), que levou o Ibama a aplicar cinco multas totalizando R$ 250 milhões, o total até o fim de fevereiro foi R$ 200,5 milhões, o menor valor desde 2014. Procurado, o Ibama afirmou que “as ações executadas ou em execução no primeiro bimestre deste ano representam 91% das ações previstas para o período no Plano Nacional Anual de Proteção Ambiental aprovado em dezembro de 2018”. Além do planejamento do órgão, denúncias não previstas ou passíveis de estimação prévia são, conforme o próprio Ibama registra em sua página oficial, “importantes formas de detecção das infrações ambientais”.

 

Registro de agrotóxicos no Brasil cresce e atinge maior marca em 2018



Em meio à pressão por mudança nas regras do setor, o total de agrotóxicos liberados para venda no mercado ou para uso industrial têm crescido nos últimos anos. É o que informa o jornal Folha de S. Paulo. Só em 2018 foram aprovados 450 registros desse tipo de produto, o maior número em ao menos 13 anos, de acordo com dados do Ministério da Agricultura. Para comparação, em 2005, foram 91 registros, e em 2015, 139. O avanço, que ganhou impulso nos últimos dois anos, no governo Michel Temer (MDB), tem chamado a atenção de especialistas, que veem a possibilidade de novo aumento na gestão Jair Bolsonaro (PSL). Isso porque representantes do novo governo têm se posicionado de forma mais favorável às demandas do agronegócio e intensificado críticas a algumas políticas ambientais. Comemorado por ruralistas, o aumento na liberação de produtos para venda no mercado preocupa movimentos que defendem maior rigor aos agrotóxicos. “O consultor da CNA (Confederação de Agricultura e Pecuária) Reginaldo Minaré diz que a pressão por mudanças na lei pode ter colaborado para o aumento nos registros. Para ele, no entanto, o processo ainda é lento”, destaca a notícia.

 

Ex-executivos da Syngenta avaliam R$ 1 bilhão em crédito agroquímico vencido



A Leaf, assessor independente de investimento com foco no agronegócio fundada o ano passado por ex-executivos da Syngenta, está avaliando cinco carteiras, somando mais de R$ 1 bilhão, em créditos vencidos e garantias arrestadas de empresas do setor agroquímico. Conforme a Coluna do Broadcast do jornal O Estado de S. Paulo, os créditos devem compor seu próximo fundo, com foco nos compromissos não honrados de grandes empresas agroquímicas, e está em fase inicial de captação de investidores. A ideia é concluir a captação junto a estrangeiros de valor entre R$ 120 milhões e R$ 150 milhões antes do final do primeiro semestre. Já há interesse de europeus. O primeiro fundo de crédito agroquímico vencido foi estruturado pela Leaf este ano, em conjunto com um investidor norte-americano, a partir das obrigações de mais de 400 devedores e foram adquiridos com descontos entre 80% a 90% do valor de face. “Apesar do elevado desconto, a venda de carteiras de crédito ‘podre’ por grandes multinacionais químicas do agronegócio é crescente”, informa a coluna.

 

“A agricultura irrigada é fundamental para os estados do Nordeste”, afirma Tereza Cristina



O portal do Mapa destacou que em pronunciamento no Senado, na quarta-feira (27), a ministra Tereza Cristina anunciou que terá como meta central de sua pasta fortalecer a agricultura irrigada no Nordeste brasileiro. A ministra viajou em fevereiro a quatro estados da região (Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba) e viu de perto o quanto este modelo de agricultura ainda precisa ser desenvolvido, para levar aos produtores nordestinos os benefícios que precisam receber. “A agricultura irrigada é fundamental para o Nordeste, e eu tenho como missão fazer uma política forte voltada para a região”, afirmou a ministra durante audiência na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária. Na última terça-feira (26), Tereza Cristina se reuniu em Brasília com o presidente do Banco do Nordeste, Romildo Carneiro Rolim, e pediu a ele prioridade para os financiamentos dos projetos de agricultura irrigada dos produtores locais. O presidente do banco se comprometeu a reforçar esse modelo de financiamento para projetos de irrigação. “Vamos ter uma agenda integrada com o Ministério da Agricultura. A agricultura irrigada gera uma produtividade expressiva”, concordou Rolim.

 

NA IMPRENSA

 

Embrapa – Embrapa participa da Feira do Agronegócio Mineiro em Uberlândia

 

Embrapa – Artigo discute a importância das incubadoras no cenário da inovação

 

Embrapa – Melhoramento genético de forrageiras adaptadas ao Semiárido será tema de palestras no mês de março

 

Embrapa – Instituto Agronômico do Paraná promove Curso de Classificação e Degustação de Café no período de abril a junho de 2019

 

Embrapa – Prosa Rural: Sombreamento para controle da antracnose em mudas de açaí-solteiro

 

Embrapa – Prosa Rural: Importância do espaçamento correto no cultivo do cajueiro-anão

 

Embrapa – Prosa Rural: Abelhas como agentes de polinização de macieiras

 

Embrapa – Embrapa Mandioca e Fruticultura lamenta morte de pesquisador

 

Embrapa – Parceria com Governo e instituições federais fortalece preparativos para Congresso de Agroecologia

 

Embrapa – Mandioquinha-salsa: Embrapa multiplica ações em novas áreas de cultivo no Paraná

 

Embrapa – Embrapa com mais de 50 tecnologias na Expodireto

 

Ibama – Ibama multa Petrobras em R$ 8,19 milhões por vazamento na P-58

 

Mapa – Brasileiro bebe seis vezes mais café do que o resto do mundo

 

Mapa – Secretário de Agricultura Familiar abre a feira Expoagro no RS

 

Mapa – Mapa divulga representantes do Conselho Deliberativo da Política do Café

 

Mapa – Tereza Cristina: “A agricultura irrigada é fundamental para os estados do Nordeste”

 

Mapa – Reunião em Tóquio visa antecipar Encontro de Ministros da Agricultura do G20

 

Câmara dos Deputados – Horta comunitária poderá ser cultivada em área da União

 

Correio Braziliense – Produtor rural precisa ficar atento à necessidade de declarar IR

 

Folha de S. Paulo – Vaivém das Commodities – Safra mundial de laranja cresce e oferta de suco avança mais do que a demanda

 

Folha de S. Paulo – Vaivém das Commodities – Mulheres do agronegócio têm reajuste real de 57% de 2004 a 2015

 

Folha de S. Paulo – Estado norte-americano pode legalizar uso de corpos para adubar o solo

 

Folha de S. Paulo – Mercado Aberto – Prioridade de arrendadores é tirar aviões e peças da Avianca Brasil

 

Folha de S. Paulo – Ibama tem início de ano com menor quantidade de multas aplicadas desde 1995

 

Folha de S. Paulo – Registro de agrotóxicos no Brasil cresce e atinge maior marca em 2018

 

Folha de S. Paulo – Especial da Folha sobre mudanças climáticas é contemplado em prêmio internacional

 

Folha de S. Paulo – Justiça europeia libera acesso público a estudos sobre glifosato

 

G1 – Com reforma da Previdência, trabalhador rural não poderá se aposentar por idade sem nunca ter contribuído

 

G1 – Chuva acima da média anima agricultores no Ceará

 

G1 – Armazéns brasileiros estocam até 160 milhões de toneladas de grãos

 

G1 – Bebedouro, SP, demite 1,9 mil com fim da safra da laranja e é a 6ª que mais perde empregos no país

 

G1 – Produtores de MT seguram a venda de soja à espera de preços melhores

 

G1 – Em relação profunda com o campo, família de SC produz quase tudo o que consome

 

O Estado de S. Paulo – Manuais gratuitos e online ensinam a cultivar alimentos orgânicos

 

O Estado de S. Paulo – Produtor rural terá subsídio à energia regulado

 

O Estado de S. Paulo – Coluna do Broadcast Agro – Vittia investe R$ 45 milhões em unidade de biológicos

 

O Estado de S. Paulo – Mudança nas regras de LCA pode aumentar rendimento da aplicação

 

O Estado de S. Paulo – Lance por aeroporto será de R$ 218 mi

 

O Estado de S. Paulo – Dez terminais já concedidos enfrentam baixa ocupação

 

O Estado de S. Paulo – Polônia reduz dependência de combustível russo

 

O Estado de S. Paulo – Coluna do Broadcast – Chegada de voos internacionais ao Brasil cresce menos no primeiro bimestre

 

O Estado de S. Paulo – Coluna do Broadcast – Ex-executivos da Syngenta avaliam R$ 1 bi em crédito agroquímico vencido

 

O Globo – Infraero planeja licitar todos aeroportos até o fim do mandato de Bolsonaro

 

O Globo – Infraero planeja abrir novos programas de demissão voluntária para reduzir custos

 

Valor Econômico – Bloqueio da BR-163 impede escoamento de 210 mil toneladas de grãos pelo Pará

 

Valor Econômico – Antecipação da colheita de soja reduziu preço do frete em fevereiro

 

Valor Econômico – Setor privado se articula por manutenção de crédito rural subsidiado

 

Valor Econômico – Uma política agrícola na encruzilhada

 

Valor Econômico – ‘O seguro é vital para a agricultura’

 

Valor Econômico – Pasta da Agricultura demarcar terra indígena é inconstitucional, vê MPF

 

Valor Econômico – Cresce dependência da indústria de alta tecnologia por importado

 

Zero Hora – Aposentadoria rural ficará mais difícil, dizem especialistas

 

Zero Hora – Expodireto garante safra cheia no turismo de negócios em Não-Me-Toque

 

Zero Hora – Gisele Loeblein – Conclusão da reavaliação do glifosato sai ainda em 2019

 

Zero Hora – Gisele Loeblein – Greve dos caminhoneiros ajudou a frear crescimento do agronegócio em 2018

 

Zero Hora – Gisele Loeblein – “Nenhuma empresa exerce qualquer influência”, diz responsável por reavaliação do glifosato no Brasil

 

Zero Hora – Gisele Loeblein – Produtores de soja estão com um olho na lavoura e outro em Donald Trump

 

Zero Hora – Gisele Loeblein – Produtor volta à presidência da Ceasa

 

Mais Soja – Causas do replantio da soja, e possíveis alternativas para redução desses problemas

 

Mais Soja – Compatibilidade do Azospirillum brasilense com fungicida e inseticida e seus efeitos na qualidade fisiológica de sementes de trigo

 

Mais Soja – Enrugamento de folhas na soja: Toxidez de manganês induzida pela compactação do solo

 

Mais Soja – Longa juvenilidade na soja aumenta produtividade em datas de semeaduras precoces e proporciona dois cultivos

 

Mais Soja – Pipeline da BASF reafirma o compromisso de longo prazo com o agricultor

 

Mais Soja – Redução do comprimento e da matéria seca da radícula de plântulas de soja em função da alelopatia de poaia-branca

 

__________________________________________________________________________________________

 

 

 

 

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.