Governo gastará R$ 15 bilhões com benefício a informais e lança pacote de socorro a aéreas

//Governo gastará R$ 15 bilhões com benefício a informais e lança pacote de socorro a aéreas
O governo anunciou, nesta quarta-feira (18), novas medidas econômicas para combater os efeitos da pandemia do coronavírus. Serão gastos R$ 15 bilhões nos próximos três meses para distribuir vouchers para trabalhadores informais de baixa renda, que ficaram praticamente de fora do pacote anunciado no início da semana. Em paralelo, o governo anunciou um pacote de socorro às empresas aéreas, fortamente afetadas pela pandemia. Segundo o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, as companhias terão mais prazo para pagar taxas devidas à União e poderão atrasar o reembolso a passageiros. Em entrevista à imprensa no Palácio do Planalto, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que os novos gastos serão viabilizados a partir da decretação do estado de calamidade pública. “São R$ 5 bilhões a cada mês. Por três meses, são R$ 15 bilhões. Isso é um espaço fiscal. Começamos a mexer no espaço fiscal”, afirmou Guedes, comentando a distribuição de vouchers. Guedes explicou que a medida é uma forma de proteger trabalhadores sem carteira, que não foram contempladas pela primeira rodada de medidas para conter os efeitos da crise, voltadas principalmente para trabalhadores formais, aposentados e empresas. “Uma grande preocupação que o presidente sempre teve é o mercado informal. São 38 milhões de brasileiros que estão nas praias vendendo mate, vendendo cocada pela rua, entregando coisas, os flanelinhas. Todo esse pessoal dos autônomos. De repente quando a economia para e as pessoas ficam em casa, não é só o restaurante”, afirmou Guedes. Minutos antes da entrevista, o jornal O Globo publicou que o valor do voucher para esses trabalhadores seria próximo ao pago a beneficiários do Bolsa Família. Nesta quarta-feira (18), o programa voltado a famílias pobres distribui, em média, R$ 190,70 a cada uma das 13 milhões de famílias inscritas, segundo dados do Ministério da Cidadania. Os detalhes do programa ainda estão sendo desenhados. De acordo com fontes da equipe econômica, haverá um desenho para que o novo benefício seja voltado apenas a pessoas de baixa renda. Além de Guedes, participam da coletiva outros oito ministros, inclusive o da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e o da Justiça, Sérgio Moro. O pedido ao Congresso para decterar calamidade pública desobriga o governo a cumprir as metas fiscais. Guedes disse que, se a medida não fosse tomada, seria preciso bloquear R$ 40 bilhões do Orçamento.

Veterinários pedem que infectados pelo coronavírus evitem contato direto com animais domésticos

De acordo com publicação do portal Anda desta quarta-feira (18), a Ordem dos Médicos Veterinários de Portugal é mais uma organização a atestar que os animais domésticos não pegam e nem transmitem o novo coronavírus, o COVID-19. “Até hoje, não há qualquer evidência científica de que os animais de companhia possam transmitir o vírus aos seus tutores. O novo coronavírus transmite-se de homem a homem”, disse à agência Lusa, de Portugal, o veterinário Jorge Cid. No entanto, ele recomenda que, por precaução, quando alguém estiver infectado pelo COVID-19 repasse a uma pessoa saudável os cuidados de seus animais. Se isso não for possível, o doente deve acariciar seu animal apenas depois de usar álcool gel, conforme também recomenda a Word Small Animal Veterinary Association (WSAMA). A medida visa não provocar contaminação superficial nos animais, pois, embora não peguem nem transmitam a doença, podem carregar o vírus por algum tempo em seus pelos da mesma forma que na superfície de talheres, copos, corrimão de escada e todo tipo de coisa que os doentes toquem. Claro que ninguém que esteja doente precisa se desfazer de seus animais, mas é bom evitar beijos e abraços caso esses animais também convivam com outras pessoas.  Até mesmo uma pessoa que more sozinha com seus animais pode, por precaução, acariciá-los somente depois de usar álcool gel nas mãos. Veja mais informações aqui. A Ordem dos Médicos Veterinários aconselhou também as clínicas e hospitais a reduzirem o atendimento às urgências e evitar cirurgias de rotina. “Todas as clínicas do país reduziram os seus recursos humanos para protegerem o pessoal. Quem precisar de atendimento presencial deve permanecer no exterior das instalações enquanto espera pelo animal”, disse o veterinário português.

Número de casos de mormo sobe para três em Formoso do Araguaia; Animais serão sacrificados

Nesta quarta-feira (18), o G1 divulgou que, subiu para três o número de animais com mormo no Tocantins. Segundo a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), os cavalos com a doença ficam em propriedades rurais de Formoso do Araguaia. Os animais serão sacrificados. O primeiro caso deste ano foi confirmado no fim de janeiro. Os dois novos casos da doença infectocontagiosa foram confirmados após investigação nas áreas rurais vizinhas do propriedade onde houve o primeiro foco de mormo. Segundo o órgão, elas “foram consideradas vínculos epidemiológicos, por isso foram coletadas amostras de todos os equídeos”. Os cavalos contaminados estão isolados. Segundo a Adapec, serão realizados testes diagnósticos em todos os equídeos das propriedades da região e o processo de contenção da doença está sendo realizado. A Adapec informou que para a propriedade rural deixar de ser considerada foco são realizados testes de diagnóstico em todos os equídeos do local e dos que fazem vínculos. Os exames são feitos em um intervalo de 21 a 30 dias. Em casos de suspeita da doença, o produtor rural deve procurar, imediatamente, a unidade mais próxima da Adapec ou notificar o órgão através do telefone 0800 63 11 22. A adapec orienta para o cuidado de adquirir cavalos apenas após a comprovação de exames negativos para doenças e com documentações sanitárias exigidas pela legislação. O primeiro caso de mormo no Tocantins surgiu em 2015. Em agosto de 2017, cinco cidades tiveram as cavalgadas e tropeadas suspensas por causa de um cavalo identificado com a doença. Já em outubro, outro cavalo foi sacrificado em Taquaruçu, distrito de Palmas, após exames que detectaram a doença. O mormo é uma doença causada por bactéria que acomete principalmente os equídeos (asininos, equinos e muares). Os principais sintomas são nódulos nas narinas, corrimento purulento, pneumonia, febre e emagrecimento. A doença pode ser transmitida para seres humanos. A Adapec informou que os profissionais do órgão realizam ações de saneamento dos focos, vigilância ativa, fiscalização e controle do trânsito dos equídeos em todo o Tocantins e nas barreiras do estado. “Temos feito um trabalho de prevenção, controle e erradicação da enfermidade para manutenção e fortalecimento da equideocultura tocantinense, mas precisamos da conscientização dos produtores rurais para colaborar na prevenção da enfermidade”, explicou o presidente da Adapec Alberto Mendes da Rocha.

10 dicas para quarentena domiciliar com seu pet

Ficar em casa é uma delícia. Mas os nossos pets não concordam. Enquanto fazemos home office de pijama, os cachorros trazem a bolinha ou um brinquedinho para darmos atenção a eles. A recomendação é evitar ao máximo sair de casa, destacou o Blog E+ do jornal O Estado de S.Paulo nesta quarta-feira (18). Mas não contaram isso aos cães. Aquela saidinha para fazer as necessidades ou mesmo brincar com outros cães pode ser mais do que necessária para uma boa parte dos peludos. E o que falar daquela energia acumulada dentro de casa? Algumas dicas podem te ajudar a ter momentos de maior qualidade ao lado do seu bichinho de estimação. Ofereça a alimentação em dispositivos recheáveis. Desde garrafa pet com furo, embalagem de ovo até brinquedos comprados prontos. Faça circuitos no corredor, com diferentes tipos de piso, ervas e brincadeiras de faro. Sei que muitos cães não abrem mão dos passeios. Busque andar em praças abertas, em horários alternativos, com poucas pessoas. É super importante ensinar os animais a terem uma interação conosco de uma forma calma e tranquila. Diversos pets nos veem e já pulam na gente, e querem brincar. Fazer treinamentos e ensinar novos comandos é fundamental para estimular a cognição do animal e melhorar a comunicação entre vocês. Um comportamento natural, mas que muitos tutores reclamam é o de roer. Isso porque os peludos costumam buscar pés de móveis e sapatos para liberar essa necessidade. Um hábito que poucos tutores têm com seus pets é a escovação dos dentes. Muito importante para a saúde oral dos pequenos, escovar os dentes deve ser uma atividade diária. Outro cuidado muito importante é com os pelos dos pets. Tanto cães, quanto gatos devem ser escovados todos os dias, ou pelo menos um dia sim outro não. Quanto a banho, em cães de pelo curto, pode ser dado em casa mesmo, a cada 15 ou 20 dias. Quando estamos em casa é que temos contato com comportamentos, que, na correria do dia-a-dia, acabamos não percebendo. Uma lambedura em excesso ou uma preguiça maior do que o comum devem ser levados em consideração. Aproveite para levar o peludo ao médico veterinário. Profissionais da saúde (inclusive animal) estarão atendendo normalmente. O atendimento veterinário a distância continua proibido, conforme determina o Código de Ética do médico-veterinário. Vale lembrar que todas essas dicas são para pessoas que não estão com COVID-19. Se por acaso você está infectado, deve manter isolamento de todos, incluindo os animais.

NA IMPRENSA
O Estado de S.Paulo – 10 dicas para quarentena domiciliar com seu pet

G1 – Coronavírus: exposição de animais acontece com restrições em Aracaju

G1 – Abandono e negligência são os principais motivos de crime de maus-tratos a animais no AP

G1 – Número de casos de mormo sobe para três em Formoso do Araguaia; Animais serão sacrificados

Valor Econômico – Ex-CEO da Marfrig pagará R$ 300 mil à CVM para encerrar processo

AgroLink – Coronavírus muda padrão de consumo e afeta o agro, diz SNA

AgroLink – Preço do boi gordo em Mato Grosso sobe 1% e mercado futuro é de incertezas, diz IMEA

AgroLink – Exportações de carne suína somam US$ 73,7 mi

AgroLink – Embarques de carne bovina estão em bom ritmo

AgroLink – Covid 19 antecipa ações da Secretaria da Agricultura

AgroLink – Expobel abre corrida pelo Ranking das raças Hereford e Braford em 2020

Embrapa – Custos de produção de suínos e de frangos de corte sobem em fevereiro

Embrapa – Embrapa Suínos e Aves suspende atividades nos próximos 7 dias

Canal Rural – Boi gordo: ofertas estão até R$ 15 abaixo da referência

Canal Rural – Pecuaristas devem se preocupar com efeitos do coronavírus no mercado?

Anda – Veterinários pedem que infectados pelo coronavírus evitem contato direto com animais domésticos

Anda – Vozes em Luto realiza ato no Dia Mundial pelo Fim da Pesca

Anda – Depois de 100 anos primeiro filhote de anta nasce no Rio de Janeiro

Anda – Doze mil codornas são mortas para conter novo surto de gripe aviária

Noticias de Vila Real – Câmara de Mondim de Basto informa comerciantes das novas normas de funcionamento

Vogue – Morre cão que contraiu coronavírus em Hong Kong

Diário Popular – Combate ao abigeato apresenta primeiros resultados

Click Nova Olímpia Municípios podem solicitar gratuitamente remédio utilizado no tratamento da toxoplasmose

Ansa Brasil – Itália autoriza testes em animais de vacina contra vírus

_______________________
O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »