Governo federal promete acordo com rede privada para resolver falta de remédios em UTIs

//Governo federal promete acordo com rede privada para resolver falta de remédios em UTIs
O Ministério da Saúde anunciou nesta quinta-feira (20), ações para adquirir e fornecer medicamentos que estão em falta para a entubação de pessoas com quadros graves da covid-19. Segundo o jornal O Estado de S.Paulo uma das iniciativas foi um acordo para empréstimo de medicamentos com a rede privada. A pasta também informou que estão em curso procedimentos para a compra internacional desses medicamentos. Sem esses remédios, a ventilação mecânica não pode ser feita de forma adequada e o paciente corre maior risco de morrer. No final do mês de junho, o Ministério já havia informado iniciativas para aquisição dos medicamentos, mas o problema não foi resolvido. Durante coletiva de imprensa na tarde desta quinta-feira, o ministério anunciou o acordo tripartite que foi alavancada pela Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro com a Unimed/RJ e a Rede D’Or. Os medicamentos obtidos, que são usados para intubação de pacientes com quadro grave da covid-19, foram dexmedetomidina (1.000 unidades), propofol (48.867 unidades) e priaxim (5.000 unidades). Além do acordo, a pasta informou que na Operação Uruguai foram adquiridos 54.867 unidades de medicamentos usadas no auxílio da intubação de pacientes em UTI. Os medicamentos, segundo a pasta, foram distribuídos para os Estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O ministério também realizou uma requisição administrativa via Organização Pan-americana de Saúde (OPAS), informou Hélio Angotti, secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde. A ação aconteceu entre 26 de junho e 19 de agosto, mas não foi indicada uma previsão de quando esse processo de aquisição deve ser concluído. Outra via de aposta do Ministério da Saúde é a abertura de processo de pregão via Sistema de Registro de Preços. De acordo com o ministério, o levantamento da necessidade dos medicamentos é feito junto ao Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde) e Conasems (Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde) para ver a demanda e necessidade de cada localidade. O Ministério da Saúde recebe alertas desde maio sobre a falta de medicamentos essenciais para tratamento da covid-19 na UTI, como sedativos e analgésicos usados na intubação de pacientes graves. A pasta só aceitou participar da compra desses fármacos, com Estados e municípios, mais de um mês depois dos alertas, mas o cenário ainda é de desabastecimento. Em junho, Estados brasileiros relataram a falta de sedativos e relaxantes musculares usados na entubação de pacientes graves com covid-19. O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), havia divulgado que todas as secretarias estaduais relataram à entidade ter um ou mais medicamentos dessa classe em falta ou com estoque crítico.

Desempenho de planos de saúde reforça ultimato de Maia para barrar reajuste

O ultimato de Rodrigo Maia contra a ANS (Agência Nacional de Saúde) nesta quinta-feira (20) para tentar impedir o reajuste de 25% nos planos de saúde foi visto como uma batalha vencida pelo presidente da Câmara na opinião de entidades de consumidores e da indústria de produtos médicos. De acordo com a coluna Painel S.A da Folha de S.Paulo a avaliação de quem acompanha o assunto é que o discurso padrão das operadoras de planos de saúde para justificar os aumentos de preços caiu por terra na pandemia. A principal justificativa das operadoras é a de que a sinistralidade é alta, ou seja, as pessoas usam muito o sistema. Mas neste ano, segundo especialistas no setor, a explicação não vai bastar porque na quarentena os clientes evitaram os hospitais. Nesta quinta (20), Maia disse que, se a ANS não impedir o reajuste, os deputados vão votar na terça (25) o projeto do Senado que suspende os aumentos por 120 dias. Procurada pela coluna, a ANS diz que está discutindo o tema. A própria informação divulgada nesta semana pela ANS ajuda a desmontar a sustentação de que um reajuste de 25% é preciso. Os dados mostram queda de sinistralidade, melhor fluxo de caixa e taxa relativamente controlada de inadimplência. O que diz a ANS sobre o cenário no setor: “pelo lado do custo, a redução no mercado com a baixa procura ou adiamento de atendimento não relacionado a covid. Pelo da receita, o comportamento do beneficiário de evitar a inadimplência e manter o plano de saúde”. Procurada pela coluna, a Abramge (associação dos planos de saúde) diz que o setor ainda não tem como determinar a sinistralidade e o impacto da demanda reprimida dos atendimentos adiados na pandemia, porque só agora o país está caminhando para a normalidade. “É importante lembrarmos que esse reajuste é calculado com base nas despesas médico-hospitalares apuradas entre janeiro e dezembro de 2019 ante o mesmo período de 2018. A variação das despesas observada em 2020 terá impacto direto no índice a ser divulgado em 2021”, diz a Abramge em nota.

Conitec recomenda incorporação de novo medicamento para tratamento da artrite psoríaca ativa no SUS

Pacientes adultos com artrite psoríaca ativa (AP) têm agora uma nova opção de tratamento na rede pública de saúde. A Conitec encaminhou, nesta sexta-feira (21), recomendação favorável a incorporação do tofacitinibe no SUS, para pacientes com AP moderada a grave que não respondem ou são intolerantes ao tratamento prévio com medicamentos modificadores do curso da doença sintéticos ou biológicos. O Plenário considerou que o medicamento possui benefícios semelhantes aos já ofertados no SUS, podendo até mesmo reduzir custos. Por ser um medicamento oral, também há melhor adesão ao processo terapêutico. Leia aqui a recomendação final. A artrite psoríaca, também chamada de artrite psoriática ou artrite psoriásica, é uma doença inflamatória crônica associada a pacientes com psoríase – condição que causa lesões avermelhadas e descamativas na pele, na qual as articulações, tendões, ligamentos e superfícies ósseas também são afetadas. No SUS, os pacientes são tratados de acordo com o Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) publicado em outubro de 2018, no qual estão incluídos o tratamento não medicamentoso e o medicamentoso. O primeiro consiste em práticas como abandono do tabagismo, controle do consumo de álcool e exercícios físicos para proteção das articulações e perda de peso. Já o segundo é indicado para controle de fatores relacionados ao maior risco de desenvolver doenças cardiovasculares, pressão alta, obesidade, colesterol aumentado, diabetes mellitus e distúrbios pulmonares. No Brasil, a artrite psoríaca ativa ocorre em maior número nos homens, com idade entre 40 e 50 anos. A doença é consequência de fatores como predisposição genética e resposta alterada do sistema imunológico. Os pacientes possuem maior risco para diabetes mellitus tipo 2, obesidade, pressão alta e doenças cardiovasculares. O diagnóstico precoce é fundamental para o sucesso do tratamento, impactando diretamente na melhora dos sintomas e na qualidade de vida dos pacientes. Ele é realizado por meio de histórico clínico, exame físico, teste do fator reumatoide com resultado negativo e achados radiográficos. O exame físico inclui a avaliação das articulações e a presença de lesões na pele.

Programa de rastreamento para hepatite C em gestantes durante o pré-natal será incorporado ao SUS

A Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec) recomendou, nesta sexta-feira (21), a incorporação da testagem universal para hepatite C em gestantes no pré-natal no SUS. Há evidências de que mulheres grávidas diagnosticadas com a doença estão sob maior risco de piores desfechos maternos e neonatais, como diabetes gestacional, pré-eclâmpsia, hemorragia e parto prematuro. Atualmente, a testagem em gestantes é recomendada somente para mulheres com pelo menos um dos seguintes fatores de risco: infecção pelo HIV, histórico de uso de drogas ilícitas, antecedentes de transfusão ou transplante antes de 1993, mulheres submetidas à hemodiálise ou com elevação de enzimas específicas no sangue sem outra causa clínica evidente, e profissionais de saúde com história de acidente com material biológico. A ampliação da testagem para o primeiro trimestre de gravidez busca intensificar ações para oferta de tratamento e prevenção da transmissão vertical, quando mães infectadas transmitem para os filhos. A hepatite C na gravidez está relacionada a consequências desfavoráveis para a gestante e para os recém-nascidos, como aumento da incidência de câncer no fígado, cirrose, necessidade de transplante de fígado, utilização de serviços de saúde e mortalidade. Para saber mais, acesse o relatório sobre o tema. Entre todos os tipos de hepatites virais, a maioria das mortes é causada pela hepatite C. De 2000 a 2017, foram identificadas 53.7 mil mortes associadas a esta doença. A hepatite C é causada por um vírus (HCV) que provoca inflamação do fígado. A transmissão se dá pelo contato com sangue contaminado, por via sexual e por transmissão vertical (da mãe para o filho). Na maioria dos casos, a forma aguda da doença não apresenta sintomas, o que dificulta o diagnóstico e o início do tratamento. Como consequência disso, 60 a 85% dos casos se tornam crônicos e 20% evoluem para cirrose. Após estudos iniciais feitos pela Conitec, com o objetivo de avaliar a eficácia, segurança, custo-efetividade e impacto orçamentário da medida. O rastreamento pode ser definido como a aplicação de testes diagnósticos ou procedimentos a pessoas assintomáticas com o objetivo de dividi-las em dois grupos: aquelas que têm doenças ou condições clínicas para as quais o tratamento precoce traria benefício e aquelas que não as têm. Esses exames diagnósticos serão realizados principalmente no nível primário de atenção à saúde na primeira consulta de pré-natal, em conjunto com os testes já recomendados para HIV, sífilis e hepatite B (HBV). As gestantes infectadas serão encaminhadas para os serviços de saúde adequados de acordo com o quadro clínico para acompanhamento, realização de exames complementares e tratamento após o parto. Os recém-nascidos serão testados em momento oportuno e acompanhados para a realização dos procedimentos em saúde necessários. A estratégia de rastreamento foi pactuada no Plano Nacional de Eliminação da Hepatite C, no qual se identificam as crianças nascidas de gestantes infectadas por HCV como grupo prioritário.

SAÚDE NA IMPRENSA

Agência Senado – Proposta prevê dois anos de trabalho no SUS para recém-formados na saúde

Agência Senado – Vacinas contra a covid-19 é tema do TV Senado Live desta semana

Agência Senado – Conselho de Medicina vai regulamentar telemedicina após pandemia

Agência Câmara – Proposta define regras para Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa

Agência Câmara – Proposta inclui controle da hipertensão arterial como uma das prioridades nas ações de saúde

Agência Câmara – Deputados decidem manter proibição a reajuste de servidores públicos que atuam no combate à Covid-19

Agência Câmara – Maia: Câmara vai barrar aumento dos planos de saúde, se ANS não tomar providência

Agência Câmara – Projeto define eleição direta para presidência da OAB e candidaturas avulsas para conselhos

Folha de S.Paulo – Com apoio de Maia, governo reverte derrota e mantém veto a reajuste do funcionalismo

Folha de S.Paulo – TCU aponta falhas da Receita na proteção dos dados de autoridades públicas

Folha de S.Paulo – Governo já desperdiçou R$ 12,9 milhões liberados para o combate à Covid-19

Folha de S.Paulo – Homens são os que menos obedecem às quarentenas decretadas no Brasil, diz Datafolha

Folha de S.Paulo – Entenda o PL que propõe o cultivo da Cannabis medicinal e do cânhamo

Folha de S.Paulo – Espanha lidera o ranking europeu de casos acumulados de Covid

Folha de S.Paulo – Menina capixaba adere a programa de proteção a vítimas após aborto

Folha de S.Paulo – Desempenho de planos de saúde reforça ultimato de Maia para barrar reajuste

Folha de S.Paulo – Descriminalizar aborto é desafiar privilégios concedidos aos homens

Folha de S.Paulo – Não comentamos decisão judicial, diz ministério da Saúde sobre aborto de menina de 10 anos

Folha de S.Paulo – A percepção de risco na Covid-19

Folha de S.Paulo – No Brasil, há 13 protocolos de vacinas experimentais sendo avaliados para a realização de ensaios clínicos

Folha de S.Paulo – Nossa cloroquina chegou na China, diz Bolsonaro ao comemorar recomendação de remédio

Folha de S.Paulo – Senadores querem explicações de Guedes sobre declaração em que chamou de criminosa derrubada de veto

Folha de S.Paulo – Rússia posta novas informações sobre vacinas com adenovírus para comprovar segurança

Folha de S.Paulo – China recomenda uso de cloroquina contra Covid-19

Folha de S.Paulo – Hospitais privados terão que informar taxa de internações de pacientes com Covid-19 e outras doenças

Folha de S.Paulo – Aliados tentam tirar da Rússia opositor de Putin, em coma após suposto envenenamento

Folha de S.Paulo – Metáfora cruel: a perda de uma luta contra o câncer

Jornal Agora – Dia D de Vacinação contra sarampo e gripe será neste sábado (22) em São Paulo

O Estado de S.Paulo – Médicos russos são acusados de bloquear a transferência de opositor para o exterior

O Estado de S.Paulo – Planos de saúde embolsam redução de custos da pandemia

O Estado de S.Paulo – De olho em indicadores e em possível vacina contra covid, mercados internacionais têm alta

O Estado de S.Paulo – Colômbia tem menor número diário de mortes por covid-19 em 1 mês

O Estado de S.Paulo – Governo federal promete acordo com rede privada para resolver falta de remédios em UTIs

O Estado de S.Paulo – Com mais de 3,5 milhões de casos, Brasil contabiliza média diária de 980 mortes por covid-19

O Estado de S.Paulo – Assessor de Bolsonaro usa dado desatualizado ao insinuar fraude no registro de óbitos de covid-19

O Estado de S.Paulo – A luta contra o câncer não pode esperar

O Estado de S.Paulo – Proposta de reforma tributária liga sinal de alerta no setor de saúde

O Estado de S.Paulo – Farmácia de manipulação perde ação para usar Cannabis sem restrição da Anvisa

O Estado de S.Paulo – Vacina em teste no Butantã terá R$ 82,5 milhões da Fapesp e Todos pela Saúde

O Estado de S.Paulo – O autor de ‘A Grande Gripe’ faz um alerta aos Estados Unidos sobre a covid-19

O Estado de S.Paulo – Esclerose Múltipla e as preocupações com o futuro

BR Político – Câmara mantém veto e congelamento de salário de servidores

O Globo – Entidades de defesa do consumidor lançam manifesto contra reajuste de planos de saúde

O Globo – Fiocruz poderá começar a produzir vacina contra Covid-19 a partir de abril, diz Ministério da Saúde

O Globo – Quantidade de seringas prevista pelo Ministério da Saúde para vacina da Covid imuniza apenas 57% da população

O Globo – Parte do Brasil pode ter atingido imunidade coletiva contra o coronavírus, dizem pesquisadores

O Globo – Coronavírus: média móvel de mortes por Covid-19 cresce 33% na capital do Rio e preocupa especialistas

O Globo – Conselho de Medicina investiga médicos por constrangimento a menina de 10 anos

O Globo – Com frio recorde em meio à pandemia, especialistas alertam para cuidados respiratórios

O Globo – Coronavírus: média móvel de mortes por Covid-19 cresce 33% na capital do Rio e preocupa especialistas

Agência Brasil – Estudo da Fiocruz aponta defasagem entre registro da covid e boletins

Agência Brasil – Preço de medicamentos hospitalares sobe 16% na pandemia

Agência Brasil – Ministério quer retomada da produção de remédios para a hanseníase

Agência Brasil – Pesquisadores desenvolvem aparelho que detecta amostras de coronavírus

Agência Brasil – Saúde apresenta novos números e faz balanço de ações contra pandemia

Anvisa – Saiba o que é exigido para a aprovação de vacinas

ANS – Antineoplásicos orais são tema de reunião técnica da ANS

ANS – ANS concede portabilidade especial para beneficiários de cinco operadoras

Agência Saúde – Ações do Ministério da Saúde avançam para fortalecer estados e municípios durante a pandemia

Agência Saúde – Brasil registra mais de 2,6 milhões de pessoas recuperadas

Agência Saúde – Saúde envia suprimentos e reforço médico para aldeias de Mato Grosso do Sul

G1 – Tratamento com células-tronco oferece esperança para diabéticos

G1 – Vacina russa contra a Covid-19 será testada em 2 mil voluntários no México

G1 – Análise do pulmão de pacientes mortos com Covid-19 mostra cicatrizes e coágulos, diz estudo

G1 – Mulher com incontinência urinária tem micro-organismos de diferentes tipos na uretra e bexiga, diz estudo

G1 – 6,3% da população brasileira realizou algum teste de coronavírus desde o início da pandemia; Região Sul tem a menor taxa

G1 – Vacina russa para Covid-19 deverá garantir imunidade por no mínimo 2 anos, dizem cientistas

Correio Braziliense – Além da pandemia, sistema de saúde do DF precisa lidar com o crescimento da dengue

Correio Braziliense – Covid-19: Brasil testou apenas um a cada 16 habitantes até o fim de julho

Correio Braziliense – Pesquisadores desenvolvem aparelho que detecta amostras de coronavírus no ar

Correio Braziliense – Covid-19: Estudo inglês identifica novos sinais de danos ao sistema circulatório

Correio Braziliense – Demora para buscar auxílio médico “gerou quase uma síndrome”, diz especialista

Correio Braziliense – Covid-19: Desinformação contribui para o aumento de mortes, diz médico

Correio Braziliense – Instituto russo diz que país negocia produção de vacina contra covid no Brasil

Valor Econômico – Prepare-se para muitas notícias sobre vacinas contra a covid-19

Valor Econômico – Hospitais intensificam as medidas de conscientização

Valor Econômico – VMI cria raio-X que ajuda no diagnóstico da covid-19

Governo Federal – Brasil já tem mais de 2,6 milhões de pessoas recuperadas

Governo Federal – Governo Federal garante atendimento à população contra Covid-19 e investe em pesquisa por uma vacina

Governo Federal – Ciência e Tecnologia: Governo investe em pesquisas para o combate ao novo coronavírus

Governo Federal – Governo fortalece instituições no enfrentamento à Covid-19

Governo Federal – Brasil possui quatro estudos clínicos de vacinas contra o coronavírus

Governo Federal – Funai investiu mais de R$ 27 milhões em ações de combate à Covid-19

Conitec – Conitec recomenda incorporação de novo medicamento para tratamento da artrite psoríaca ativa no SUS

Conitec – Programa de rastreamento para hepatite C em gestantes durante o pré-natal será incorporado ao SUS

______________________

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »