Governo da China afirma que caça e venda de animais selvagens serão punidas

//Governo da China afirma que caça e venda de animais selvagens serão punidas
O governo da China afirmou nesta sexta-feira (22) que pretende punir severamente a caça e venda de animais selvagens. Segundo o G1, o país tenta acabar com essas práticas desde janeiro, com uma proibição por causa do surto de coronavírus. Acredita-se que a origem da pandemia foi um mercado de comida do mar em Wuhan, onde animais selvagens como morcegos e pangolins eram vendidos. A China prometeu novas leis para tornar a proibição imposta em janeiro se tornar permanente. Wuhan, Xangai e outras grandes cidades já proibiram consumo de carne de animal selvagem, e outras províncias têm planos para fazer o mesmo. A cidade de Wuhan examinou mais de 3 milhões de moradores para detectar o patógeno desde abril, e agora concentrará estes esforços no restante da população de 11 milhões de habitantes, de acordo com a mídia estatal. A finalização dos exames de todos os moradores da cidade deve dar às autoridades um sinal claro do número de casos assintomáticos agora que as escolas e negócios estão reabrindo, disse a agência oficial de notícias Xinhua na noite de quinta-feira (21). A prioridade serão os moradores que ainda não foram examinados, pessoas que moram em conjuntos residenciais que tiveram casos de infecção e Estados antigos ou densamente povoados, disse a Xinhua citando uma reunião do governo de Wuhan. O temor de uma segunda onda da doença veio à tona no final de semana depois que Wuhan relatou um foco de infecções, o primeiro desde que o isolamento da cidade foi revogado em 8 de abril. As infecções mais recentes vieram de casos assintomáticos – pessoas que têm o vírus mas não exibem sintomas, como febre. Citando um documento interno encaminhado a autoridades distritais, a Reuters noticiou no dia 11 de maio que a metrópole planeja realizar uma campanha de exames de ácido nucleico ao longo de 10 dias, o que significaria milhões de exames sendo realizados em um período de tempo curto. Wuhan realizou um total de 1,79 milhão de exames entre 1º de abril e 13 de maio, de acordo com cálculos da Reuters baseados em relatórios diários publicados pela comissão de saúde da cidade. Se a reportagem da Xinhua, segundo a qual 3 milhões de exames foram realizados desde abril, também usa cifras da comissão de saúde, isso levaria a crer que até 1,2 milhão de exames foram realizados só no dia 14 de abril.

Brucelose bovina: consumo de leite e carne crus é fator de risco

O consumo de carne crua de animais contaminados, leite cru ou produtos lácteos que não receberam um tratamento térmico adequado é um fator de risco de transmissão da brucelose bovina. A zoonose causada pela bactéria Brucella abortus pode ser transmitida ao homem por meio de contato da bactéria com as mucosas ou feridas na pele, destacou a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) nesta sexta-feira (22). Segundo a engenheira agrônoma Luana Torres, coordenadora de Assistência Técnica e Gerencial do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar Alagoas –, a prevenção contra a brucelose bovina é um tema que precisa ser discutido mais amplamente, para o bem dos rebanhos e dos tratadores. “Nos grupos de risco temos, primeiramente, tratadores, veterinários e zootecnistas responsáveis pelos cuidados do rebanho. Deve haver precaução redobrada no manuseio de restos de placenta, fluidos fetais e carcaças de animais infectados. Já os funcionários de lacticínios e pessoas que lidam com alimentos, em casa ou nos estabelecimentos comerciais, podem se contaminar pelo contato com a carne ou o leite de animais acometidos pela doença”, alerta Luana. Parecidos com os da gripe, os sintomas mais comuns da brucelose bovina no homem são febre ou sudorese noturnas, dores nas articulações e musculares. Nos casos mais graves, a evolução pode causar espondilite (artrite inflamatória que afeta a coluna vertebral e as articulações grandes), artrite periférica e tromboflebite (ou trombose venosa superficial). “Nos animais, quando se fala da cultura de leite, a brucelose causa abortos, repetição de cio, nascimentos prematuros e pode ocasionar uma séria queda na produção leiteira. Além disso, o rebanho contaminado perde drasticamente sua eficiência produtiva e reprodutiva. As perdas podem chegar a 25%”, comenta Luana Torres. A prevenção da brucelose bovina é feita por meio da vacinação das fêmeas (B19 e RB51). Caso animais sejam diagnosticados positivos para andorinha, é necessário fazer o sacrifico. O diagnóstico é feito por soroaglutinacão com ATT e com 2-ME.

Frio exige cuidados extras com bovinos

A proteção dos bovinos no inverno exige alguns cuidados especiais muito antes da estação fria começar, isso porque, os animais saudáveis possuem uma boa camada de gordura que os faz ficarem protegidos. Foi isso que informou a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) nesta sexta-feira (22). De acordo com o zootecnista da Embrapa Gado de Corte Haroldo Pires de Queiroz, uma boa alimentação e cuidados com a saúde são as duas condições para manter os animais com alto escore corporal. “A disponibilidade de forragem de 2-3 toneladas por hectare de matéria seca – MS para cada Unidade Animal (UA) é indispensável para o bovino manter uma boa condição corporal”, afirma. Além disso, ele também ensina que caso a pastagem esteja com a proteína abaixo de 7%, como acontece a partir do mês de maio, é preciso oferecer um suplemento alimentar de 150 a 200 g/cab/dia de Sal proteinado ou de mistura múltipla.  “Além disso, para enfrentar o frio ele sugere oferecer aos animais acesso a bosques com diâmetro superior a 40 metros e se for o caso oferecer ração emergencial de quatro quilos de milho / cab. / dia aos animais magros e muito magros quando as temperaturas chegarem aos 15°C com previsão de baixa, ventos e chuva”, explica a Embrapa. No caso de geada, o zootecnista aconselha acelerar o consumo da forragem desidratada nas áreas onde a geada queimou o pasto aumentando a lotação nessa área. “O objetivo é consumir o máximo da forragem desidratada pela geada antes que ocorram chuvas e a forragem se deteriore pelo ataque de fungos”, explica. “Para cada 20 quilos da mistura mineral completa adicione 18 quilos de ureia pecuária e dois quilos de sulfato de amônio, misture e sirva nos cochos de sal. O consumo esperado desta mistura de sal com ureia é 120g/UA/dia”, conclui.

Projeto de Lei que proíbe adoção de animais por pessoas atuadas por maus-tratos é aprovado em Araraquara (SP)

Nesta sexta-feira (22), o portal Anda divulgou que, um projeto de lei que proíbe a adoção de animais por pessoas autuadas pelo crime de maus-tratos foi aprovado na última terça-feira (19), em segunda votação, pela Câmara Municipal de Araraquara, no interior de São Paulo. A medida também impede que animais submetidos à violência pelos tutores voltem para a guarda dessas pessoas. Os autuados por maus-tratos ficam proibidos de adotar animais por cinco anos. De autoria da vereadora Juliana Damus (PP), o projeto define como maus-tratos a animais toda ação que provoque privação de necessidades básicas ou submeta o animal a sofrimento físico, medo, estresse, angústia, patologia ou morte. A medida foi elaborada pela parlamentar com o auxílio da Comissão de Proteção Animal da Ordem dos Advogados do Brasil. Com a aprovação em segunda votação, o projeto segue para análise do prefeito Edinho Silva (PT), que deve decidir pela sanção ou pelo veto. O Centro de Controle de Zoonoses, órgão da Prefeitura de Araraquara, aplicou 150 multas e autuações a pessoas que praticaram crimes de maus-tratos contra cães e gatos entre maio de 2019 e maio de 2020. Três casos foram encaminhados ao Ministério Público para que os animais não retornassem à tutela daqueles que os maltrataram. A medida aprovada na Câmara beneficia esses animais maltratados e foi elogiada, em entrevista à CBN Araraquara, pela presidente da ONG SOS Melhor Amigo, Betty Peixoto. Ela lembrou, porém, que é necessário que os agressores de animais sejam identificados e punidos. Apesar de benéfica, a medida não coloca fim ao abandono e aos maus-tratos. Na opinião de Betty, para que isso ocorra é necessário que a lei que determina a chipagem dos animais, aprovada em 2012, seja cumprida. Através do microchip é possível identificar o animal e punir o tutor que o abandona, por exemplo. A prefeitura não se posicionou sobre os apontamentos feito pela presidente da entidade.

NA IMPRENSA

Correio Braziliense – Lágrima ácida pode causar manchas no rosto do pet, fique atento!

O Globo – Égua aparece na estação de trem de Campo Grande, no Rio, e é retirada quase cinco horas depois

G1 – Aparição de animais silvestres é registrada no ES durante isolamento social; VÍDEOS E FOTOS

G1 – Governo da China afirma que caça e venda de animais selvagens serão punidas

G1 – Taxa de abandono de animais cresce 40% em Itapetininga

CNA – Brucelose bovina: consumo de leite e carne crus é fator de risco

Embrapa – Embrapa mostra tecnologias usadas em fazenda com ILP em dia de campo online

Embrapa – Como proteger a saúde e o bem estar dos bovinos no frio

AgroLink – Brasil deve bater novo recorde de exportações de carne

AgroLink – Sucesso nos EUA e Europa, solução para aves e suínos auxilia na prevenção de doenças respiratórias

AgroLink – Como acabar com o capim-annoni?

AgroLink – ABHB estende prazo para inscrições para Prova de Avaliação à Campo

AgroLink – Fim de safra não tem pressionado o mercado do boi gordo

AgroLink – Frio exige cuidados extras com bovinos

AgroLink – Carcaça de frango recuou 4,5% no atacado nesta semana

AgroLink – Ovos: cotações caíram nas granjas e no atacado

Anda – Paquistão liberta elefante preso em zoo e reconhece direitos dos animais não humanos

Anda – Mulher pede ajuda para pagar exames de gato abandonado em São Paulo

Anda – Chimpanzé Black completa um ano em santuário e deixa vida de exploração no passado

Anda – PL que proíbe adoção de animais por pessoas atuadas por maus-tratos é aprovado em Araraquara (SP)

Anda – Mercados na Indonésia continuam a vender répteis, coelhos e aves em gaiolas sujas

______________________
O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »