FUTURO MINISTRO DO MEIO AMBIENTE DEFENDE APROVAÇÃO DE PROJETO QUE ALTERA LEGISLAÇÃO SOBRE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS

//FUTURO MINISTRO DO MEIO AMBIENTE DEFENDE APROVAÇÃO DE PROJETO QUE ALTERA LEGISLAÇÃO SOBRE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS

O futuro ministro do Meio Ambiente, o ex-secretário estadual do Meio Ambiente de São Paulo Ricardo de Aquino Salles, afirmou que os dados disponíveis nesta segunda-feira (10) não são suficientes para analisar o desmatamento, já que se “tem um percentual geral, mas não tem qualificação do que é esse desmatamento”. É o que informa o portal do G1. Além disso, disse que a discussão sobre aquecimento global não deve parar a agenda do ministério que ele assumirá em janeiro e que não há “decisão terminativa em deixar o Acordo de Paris”. Questionado sobre o projeto de lei conhecido como ‘PL do Veneno’, que busca mudar a legislação em relação aos agrotóxicos, Salles disse que a nomenclatura é “uma injustiça tremenda”, e defendeu a rápida aprovação do texto. De acordo com Ricardo Salles, os dados disponíveis sobre desmatamento são muito genéricos e, portanto, não é possível analisar o real cenário do país. “Você tem a informação do desmatamento, da diminuição da cobertura vegetal, mas você não sabe se ela é ilegal ou não. Se ela for legal, porque você vai coibir o que é legal? Por outro lado, se for ilegal, nós temos que agir firmemente, mas somente naqueles locais onde há desmatamento ilegal”, afirmou. “Por causa disso, o futuro ministro afirma que não é possível emitir opinião acerca do tema”, informa o portal.

 

Startups avançam com monitoramento agrícola



As pequenas empresas de base tecnológica (startups) largaram na frente na corrida para a exploração do rico filão do agronegócio. Com soluções que monitoram grandes extensões áreas agrícolas, muitas delas fazem planos de internacionalizar a operação, a Agrosmart, que tem uma subsidiária nos Estados Unidos e atua em nove países, pretende marcar presença em 80 países até 2020. No Brasil, no período, a meta é aumentar a área monitorada de 210 mil para 1 milhão de hectares. De acordo com o Valor Econômico, a plataforma desenvolvida pela empresa soma mais de 30 mil sensores conectados para coleta de dados em tempo real na área de plantio, que são processados e utilizados para referendar ações relacionadas à irrigação, meteorologia, controle de doenças e pragas, escolhas de sementes. Nas propriedades que não têm conexão com internet, a Agrosmart inclui na oferta uma rede de comunicação de radiofrequência de longo alcance, para permitir a transmissão dos dados dos sensores até o escritório da fazenda. De acordo com Mariana Vasconcellos, CEO da empresa, o uso da plataforma muda o modelo de aplicação de defensivos agrícolas, que passa a ser feito apenas nas áreas com risco de doença. “A empresa é parceira da Embrapa em um projeto de pesquisa que resultou no desenvolvimento de aplicações que permitem ao agricultor antecipar em até sete dias a presença de ferrugem na plantação de café, agir preventivamente e reduzir os custos com insumos”, afirma a notícia.

 

Indefinição sobre os fretes ainda trava a venda antecipada de soja



Valor Econômico destacou que nunca no Brasil o plantio de soja evoluiu em um ritmo tão acelerado quanto nesta safra 2018/19, o que fará com que a colheita comece a ganhar força em meados de janeiro. Com a demanda externa pelo grão aquecida, principalmente por parte da China, as vendas antecipadas também deveriam estar muito mais avançadas. Mas, segundo analistas, as incertezas que ainda cercam o tabelamento dos fretes rodoviários no país frustram essa expectativa. Ocorre que as tradings reduziram o ritmo dos negócios por causa da tabela. Editada para servir sobre a greve dos caminhoneiros que paralisou o país no fim de maio, a medida provisória 832, que estabeleceu a nova política de preços mínimos para o transporte rodoviário de cargas, resultou em uma disputa político-jurídica que até agora não foi solucionada. “Sem certeza sobre terem ou não que respeitar os valores definidos pela Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), as tradings tendem a continuar retraídas”, destaca a matéria.

 

Retirada da vacina contra aftosa não é consenso entre pecuaristas



O Rio Grande do Sul deu um passo à frente ao solicitar que o Ministério da Agricultura faça, no primeiro trimestre do ano que vem, auditoria com finalidade de avaliar se o Estado teria condições para deixar de imunizar o rebanho contra a febre aftosa. Na prática, é o início do processo de quem busca progredir de status sanitário, de livre com vacina para livre sem vacinação. Embora a decisão não tenha sido tomada de forma isolada, o tema está longe de ser consenso, sobretudo entre os criadores de gado de corte. Conforme a colunista Gisele Loeblein do jornal Zero Hora, a Associação Brasileira de Angus (ABA) mantém a posição de contrariedade à retirada da imunização, como havia manifestado no final de 2017. O atual presidente da entidade, José Roberto Pires Weber, listou uma série de motivos que embasam essa posição. Um deles é o fato de que, em eventual necessidade de rifle sanitário, não se faz diferenciação entre os animais na hora do pagamento da indenização. Ou seja, o pecuarista que investiu recursos para desenvolver exemplares de qualidade, com genética diferenciada, recebe o mesmo valor do que um criador que trabalha com gado geral. “Outro ponto questionado é o do tamanho do risco em relação ao mercado que poderá ser obtido caso o RS fique sem vacinação”, enfatiza a coluna.

 

NA IMPRENSA
Mapa – Ceplac investe em pesquisa contra a ameaça da monilíase 

 

MMA – Relatório aponta que futuro depende de biocombustíveis

 

MMA – Brasil destaca legado ambiental em Conferência do Clima

 

Embrapa – Tons de Verde chega à 2ª Edição

 

Embrapa – Pesquisador Evaristo de Miranda coordena grupo de meio ambiente para transição de governo

 

Embrapa – Técnicos paraibanos participam de curso sobre algodão agroecológico

 

Embrapa – Embrapa quer melhorar o perfil econômico do Nordeste

 

Embrapa – Pesquisadores da Nova Zelândia conhecem sistemas de produção sustentáveis

 

Embrapa – Artigo: Por que os alimentos podem causar alergias?

 

Embrapa – Empresas, comunidades e academia discutem a inovação na Amazônia

 

Embrapa – Tarde dedicada à viticultura de mesa em cultivo protegido mobiliza produtores da Serra Gaúcha

 

Embrapa – Lançamento da Dinapec 2019 reúne instituições e propósitos

 

Alesp – Homenagem por isenção no ICMS de hortifrutis

 

Câmara dos Deputados – Deputado federal Jair Bolsonaro é diplomado presidente da República

 

Senado Federal – Ana Amélia defende regras para o lobby para reduzir a corrupção

 

Senado Federal – Dois últimos relatórios setoriais devem ser votados pela Comissão Mista de Orçamento esta semana

 

Senado Federal – COP-24: senadores alertam para perda de protagonismo do Brasil no debate ambiental

 

Senado Federal – Jornal: Parlamentares articulam cumprimento do Acordo de Paris

 

Senado Federal – Jornal: Plenário pode votar projetos que garantem direitos dos animais e punem maus-tratos

 

O Estado de S. Paulo – Entidades se posicionam de maneira contrária à paralisação dos caminhoneiros

 

O Estado de S. Paulo – Manifestação de caminhoneiros prejudica abastecimento no Ceasa do Rio, diz associação

 

O Estado de S. Paulo – Tribunal derruba liminar que suspendia operação entre Embraer e Boeing

 

O Estado de S. Paulo – Centro de Sustentabilidade da Metodista estimula ação social

 

O Estado de S. Paulo – O foco ambiental que ajuda a abrir os horizontes

 

O Estado de S. Paulo – ‘É apenas questão de tempo para população de ursos polares declinar’, diz biólogo

 

Folha de S. Paulo – Gol anuncia renovação da frota com arrendamento de 11 aviões

 

Folha de S. Paulo – Perto do fim do mandato, Temer lança plano de longo prazo para ambiente

 

Folha de S. Paulo – Vaivém das Commodities – Cresce dependência do agronegócio brasileiro das importações chinesas

 

Folha de S. Paulo – Mônica Bergamo – Futuro ministro do Meio Ambiente quer aumentar ecoturismo em áreas de conservação

 

Folha de S. Paulo – Novo ministro do Meio Ambiente usou apoio de empresários para convencer Bolsonaro

 

G1 – Abiove eleva previsão de exportação de soja para recorde de 82,7 milhões de toneladas

 

G1 – Os poloneses, japoneses e alemães que ajudaram o Brasil a virar o 2º maior produtor mundial de soja

 

G1 – IBGE prevê aumento de 1,7% da safra de grãos em 2019

 

G1 – Conab eleva estimativa de safra de soja 18/19 do Brasil a recorde de 120 milhões de toneladas

 

G1 – Futuro ministro do Meio Ambiente diz que dados sobre desmatamento são genéricos e não revelam se ação é ‘ilegal’

 

G1 – Futuro ministro do Meio Ambiente é investigado por mandar tirar busto de Lamarca de parque em SP

 

Valor Econômico – Balança tem superávit de US$ 2,019 bi na primeira semana de dezembro

 

Valor Econômico – Indefinição sobre os fretes ainda trava a venda antecipada de soja

 

Valor Econômico – EUA voltam a oferecer subsídios condenados na OMC a cotonicultor

 

Valor Econômico – Fundecitrus eleva estimativa para a safra de laranja

 

Valor Econômico – Suíça quer zerar tarifa de importação industrial

 

Valor Econômico – Projetos levam conexão ao campo

 

Valor Econômico – Startups avançam com monitoramento agrícola

 

Valor Econômico – EUA retomam apoio ilegal ao algodão

 

Valor Econômico – Saída de CEO reacende rumores sobre venda da Bunge

 

Valor Econômico – Indústria eleva estimativa para a exportação do grão neste ano

 

Valor Econômico – Conab eleva estimativa de produção de grãos no país a 238 milhões de t

 

Zero Hora – Gisele Loeblein – Retirada da vacina contra aftosa não é consenso entre pecuaristas

 

Zero Hora – Gisele Loeblein – Produção da agricultura familiar ganha espaço no centro de Porto Alegre

 

Correio Braziliense – Aquecimento global pode fazer clima na Terra regredir 50 milhões de anos

 

Correio Braziliense – Beber água ajuda comunidades rurais do semiárido

 

Fiocruz – Impactos na saúde é tema de evento global sobre clima

 

Mais Soja – Cerest interage com programas Aplique Bem, Quepia e Unidade de Referência, voltados à proteção do trabalho rural

 

Mais Soja – Brasil tira dos campos 500 mil toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas

 

Mais Soja – Soja tolerante a percevejos: Ciência em prática: é possível produzir Mais Soja?

 

Mais Soja – 2019: IBGE prevê safra de grãos 1,7% maior no próximo ano

 

Mais Soja – Terceiro levantamento de grãos indica produção de 238,4 milhões de toneladas

 

Mais Soja – Crescem as exportações de arroz brasileiro

 

__________________________________________________________________________________________

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »