“Frigorífico é responsável pela taxa da GTA para abate”

//“Frigorífico é responsável pela taxa da GTA para abate”
 
Segundo publicou o portal AgroLink nesta quarta-feira (5), a cobrança da Taxa de Fiscalização Sanitária Animal (TFSA), realizada para a emissão de Guias de Trânsito Animal (GTA) de animais para abate, tem ocorrido de forma irregular em diversas regiões do Paraná. Alguns pecuaristas têm relatado que frigoríficos estão descontando o valor da taxa de emissão da GTA para animais a serem abatidos do preço pago, prática considerada irregular. De acordo com o Anexo I da Lei 18.411/2014, a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) estabelece que as indústrias devem recolher essa taxa, no momento do fornecimento do relatório mensal dos abates. A taxa referente ao serviço é de 0,03 Unidade Padrão Fiscal do Paraná (UPF/PR) por animal abatido, aproximadamente R$ 3,14. Ainda, a legislação determina que, para bovinos, cabe ao produtor o pagamento ALERTA da taxa apenas para a emissão de GTAs para trânsito interestadual ou para eventos agropecuários, com valores resultados da soma de R$ 7,04 por GTA e mais R$ 2,09 por cabeça. Ou seja, conforme a lei, o produtor rural está isento da cobrança de taxa sobre a emissão de GTA para o trânsito de bovinos no Paraná, seja para abate, cria/reprodução, recria ou engorda. Os sindicatos rurais do Paraná estão autorizados a emitir a Guia de Trânsito Animal (GTA), fazer registros de vacinação e emitir boletos a produtores rurais. Com a atuação da FAEP, os sindicatos podem executar esses procedimentos em função de um termo de colaboração firmado entre a Federação e a Adapar, em 2018.Câmara aprova projeto que prevê lixeiras especiais para descartar fezes de animais em Curitiba

Os vereadores da Câmara Municipal de Curitiba aprovaram, em primeiro turno, o projeto que prevê a instalação de lixeiras especiais em ruas e parques da cidade para descartar fezes de animais. De acordo com o G1, a sessão foi realizada na manhã desta terça-feira (4) e teve 19 votos favoráveis e cinco contrários. O projeto é de autoria da vereadora Maria Letícia (PV). Segundo ela, o recolhimento dos dejetos, que normalmente, é feito com uso de sacolas plásticas, pode se romper em lixeiras comuns. O problema, segundo ela, causa mau cheiro e ainda espalha sujeira. No texto, a vereadora também citou o risco de transmissão de verminoses, e o decreto municipal que prevê multa de R$ 150 para os cocôs que são deixados em locais públicos. Somente cachorros, são 450 mil na capital, segundo a Rede de Proteção Animal de Curitiba. Essa quantidade representa, aproximadamente, um cão para cada quatro habitantes. A votação em segundo turno está marcada para esta quarta-feira (5). Se for aprovado novamente, o projeto ainda depende da sanção do prefeito Rafael Greca (DEM) para se tornar lei.

MT: vacinação contra aftosa atinge 99,8% do rebanho

Mais de 14,3 milhões de cabeças de gado com até 24 meses de idade foram vacinadas durante a etapa de novembro contra a febre aftosa, representando 99,86% do rebanho nesta faixa etária existente em Mato Grosso. De acordo com portal AgroLink os números foram apresentados nesta segunda-feira (3) pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec) e Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea MT). “O estado mantém o status sanitário de livre de febre aftosa com vacinação e é relevante para o mercado e para nosso comércio exterior. Já estamos planejamento, juntamente com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, para algumas áreas da região Noroeste não terem vacinação a partir deste ano. Até 2020, toda a vacinação deverá ser retirada e isso propiciará novos mercados”, diz César Miranda, secretário de Desenvolvimento Econômico. Trabalhos de divulgação, educação sanitária, fiscalização e apoio dos produtores rurais foram determinantes para alcançar-se estes números. Desde 2007, as etapas de vacinação envolvendo bovinos até 24 meses têm alcançado índices de vacinação superiores a 99%. “É um trabalho de mais de 30 anos e chegamos a este momento com a parceira dos pecuaristas. É ato conjunto do órgão de defesa sanitária, Governo do Estado e entidades representativas. Conseguimos levar ao produtor informação relevante e treinamentos para chegar a este patamar”, afirma Tadeu Mocelin, presidente do Indea MT. Nessa etapa foram realizadas vacinações oficiais em 3.013 estabelecimentos rurais, ocasião em que os animais são vistoriados nos currais para a verificação da sanidade do rebanho. A vigilância veterinária constante confere segurança da ocorrência ou não de doenças infectocontagiosas de interesse para a Defesa Sanitária Animal.

Campanha incentiva consumo de frango e ovo

A campanha de verão de incentivo ao consumo da carne de frango e ovos, promovida por ASGAV/OVOS RS, vem crescendo e sendo sucesso a cada ano, informou o portal AgroLink nesta quarta-feira (5). A 3ª edição da campanha, lançada em dezembro de 2019, manteve o foco nas redes sociais, além de comerciais em rádios e diversos outdoors em pontos estratégicos do Estado, como no litoral, região metropolitana e outras regiões. Nas redes sociais, foi registrado um alcance ao redor de 500.000 visualizações dos materiais promocionais neste um mês e meio de atividades. Os comerciais nas rádios atingiram 65.000 ouvintes por dia, durante os 45 dias da campanha. Já nas estradas, os outdoors da campanha foram visualizados por 200.000 pessoas diariamente neste mesmo período. O encerramento da campanha de verão de incentivo ao consumo de carne de frango e ovos será em março de 2020. “Realmente, a cada ano constatamos uma evolução considerável nestas atividades de verão e ainda conseguimos estar presentes com informações verdadeiras e positivas sobre a carne de frango e ovos, em diversos meios de comunicação”, avalia o presidente da Asgav/Sipargs Nestor Freiberger.

NA IMPRENSA
Folha de S.Paulo – Após vitória no Super Bowl, jogador paga taxas de adoção e ajuda cães de abrigoValor Econômico – Puxada por demanda chinesa, Aurora lucrou R$ 545 milhões

G1 – Centro de Triagem de Animais Silvestres é inaugurado no Hospital Veterinário da Cidade da Criança

G1 – Câmara aprova projeto que prevê lixeiras especiais para descartar fezes de animais em Curitiba

G1 – China reporta surto de gripe aviária e abate quase 18 mil animais

G1 – Golfinho é encontrado morto na praia do Pina, na Zona Sul do Recife

Agro Link – Campanha incentiva consumo de frango e ovo

Agro Link – “Tempestade perfeita” na China deve beneficiar produtores

Agro Link – Habilitação de frigoríficos para China está normal

Agro Link – “Frigorífico é responsável pela taxa da GTA para abate”

Agro Link – Vendas de sêmen atingem mais de 18,5 milhões de doses

Agro Link – Menor oferta dá sustentação ao preço do couro

Agro Link – MT: vacinação contra aftosa atinge 99,8% do rebanho

Anda – Cerca de 40% dos anfíbios do planeta estão ameaçados de extinção

Anda – Contratação de veterinários é cobrada no Saúde da Família

Anda – Carnaval: os maus-tratos por trás das fantasias

Anda – Homem confunde filhote de onça com gato e resgata o animal em Goiás

Anda – Desmatamento mata dezenas de coalas na Austrália

Anda – Amigos investem em barras veganas energéticas e proteicas

Anda – Coronavírus: animais sofrem na China após serem deixados para trás por tutores

Notícias Agrícolas – Entidades irão se unir em programa de apoio à produção leiteira na região de Ijuí/RS

Notícias Agrícolas – Profundas alterações na primeira pauta cambial de 2020

Notícias Agrícolas – Desempenho exportador das carnes em janeiro de 2020
_______________________
O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »