Fábricas de ração animal devem se adaptar a IN 14

Home/Informativo/Fábricas de ração animal devem se adaptar a IN 14

A Instrução Normativa (IN) nº 14 de 2016, que altera a IN 65 e define as normas para as fábricas de ração animal, estabelecendo os critérios e os procedimentos para fabricação, comercialização e o uso de medicamentos na alimentação animal, foi prorrogada, informou o portal AgroLink nesta quinta-feira (29). O novo prazo para a entrada em vigor da normativa, estabelecido em 18 de janeiro de 2022. A norma se aplica aos estabelecimentos fabricantes e importadores de medicamento de uso veterinário, aos estabelecimentos fabricantes de produtos destinados à alimentação animal, aos médicos veterinários e aos proprietários ou detentores de animais produtores de alimentos, envolvidos no uso de produtos destinados à alimentação animal contendo medicamento de uso veterinário. “Não há dúvida que o trabalho do MAPA para adequar alguns aspectos das normas que fiscalizam as fábricas de ração serão essenciais para otimizar o uso de antimicrobianos na produção nacional, visando assim atender as demandas dos mercados consumidores”, disse o presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), Marcelo Lopes. A regra vale para rações suínas, avícolas, bovinas e do setor de proteína animal como um todo. A norma na íntegra pode ser vista aqui.

Escassez hídrica impacta pecuária

Esse período de escassez hídrica que muitos estados atravessam tem impacto direto na pecuária, afetando a produção de carne e leite, destacou o portal AgroLink nesta quinta-feira (29). O déficit hídrico tem reflexos na diminuição da qualidade e quantidade de pastagem, redução das condições de bem-estar dos animais, dificuldade na manutenção das condições sanitárias de manejos, etc. Para o especialista em recursos hídricos da Embrapa Pecuária Sudeste, o pesquisador Julio Palhares, algumas medidas podem contribuir para minimizar os impactos das produções animais no consumo de água. Para ele, o pecuarista deve agir para ser mais eficiente no uso da água. “O Brasil, em comparação com outros países e com os principais produtores de commodities agropecuárias, tem uma condição de conforto hídrico, mas que não é infinita e a manutenção depende das ações de hoje para garantir as produções de amanhã”, destacou. Em junho, a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) publicou a Declaração de Situação Crítica de Escassez Quantitativa de Recursos Hídricos da Região Hidrográfica do Paraná. De acordo com Palhares, essa bacia abastece vários estados produtores de alimentos no Brasil e grandes centros urbanos e industriais. O manejo hídrico dos sistemas de produção animal é o primeiro passo para promover a eficiência do uso da água. Esse manejo é o uso cotidiano de práticas e tecnologias que conservem a água em quantidade e com qualidade. Algumas medidas têm custo zero, pois envolvem apenas mudanças comportamentais, como, por exemplo, fazer a raspagem do piso da sala de ordenha. Outras, o investimento é baixo: substituição de mangueira de fluxo contínuo por modelo de fluxo controlado, manutenção do piso e programa de detecção de vazamentos. O pecuarista deve fazer o manejo nutricional de forma precisa para os animais. A instalação de hidrômetros na propriedade para medir o consumo de água e de cisternas para captação da água da chuva são práticas que auxiliam para se conhecer os fluxos hídricos do sistema de produção e ter uma fonte alternativa de água.  Segundo Palhares, o futuro será hidricamente mais desafiador para produção animal brasileira.

Carrefour já rastreia gado desde o nascimento

Maior comprador de carne bovina do Brasil, o Carrefour colocará à venda nesta quinta-feira (29) os primeiros lotes da proteína rastreada desde o nascimento do bezerro. O produto faz parte da linha Sabor & Qualidade, fruto de uma parceria da varejista com a Iniciativa para o Comércio Sustentável (IDH). O projeto começou efetivamente no segundo semestre de 2018. Naquele momento, Carrefour e IDH selecionaram 450 produtores de bezerro de Mato Grosso com propriedades de, no máximo, 300 hectares. A carne que começa a ser vendida agora é a dos animais que nasceram no início do projeto, que já recebeu € 3,5 milhões em investimentos. Nessa primeira etapa de comercialização, os itens da linha Sabor & Qualidade estarão disponíveis na loja da rede no Shopping Interlagos, na zona sul de São Paulo. Os produtos têm QR Codes em suas embalagens que informam o nome e geolocalização da fazenda que originou o bezerro e sua Guia de Trânsito Animal (GTA), que mostra o caminho do animal até o abate. Cerca de 6 mil bovinos já foram abatidos no âmbito da iniciativa. “Começamos com algo de nicho para depois criar escala”, disse Lucio Vicente, diretor de Assuntos Corporativos e Sustentabilidade do Grupo Carrefour Brasil, ao Valor Econômico. Segundo ele, a varejista pretende atender às necessidades de um consumidor cada vez mais preocupado com a origem de seu alimento. “Fizemos questão de que esse produto entrasse em uma linha de marca da empresa focada em qualidade”, afirma. De acordo com a diretora executiva do IDH Brasil, Daniela Mariuzzo, o projeto deu prioridade a pequenos criadores para incluir esses produtores nas discussões sobre sustentabilidade e ajudá-los na regularização da produção. Com a iniciativa, Carrefour e IDH oferecerão capacitação e treinamento especializado. Os pecuaristas participantes recebem assistência técnica para assuntos agronômicos, ambientais e fundiários. Os envolvidos no projeto frisam que, apesar de a carne vendida neste momento ter sido abatida em parceria com a Marfrig, os pecuaristas são livres para escolher a quais frigoríficos venderão o gado.

Embrapa Cerrados promove evento online em comemoração aos 46 anos

Os 46 anos de criação da Embrapa Cerrados, completados no último dia 1º de julho, serão comemorados nesta quinta-feira (29), numa cerimônia on-line. De acordo com o Canal Rural o evento será transmitido pela canal da Embrapa no Youtube, a partir das 14h, e contará com a participação de gestores e empregados, assim como de representantes de empresas parceiras da Unidade. “É um momento de celebração por todas as conquistas dos últimos anos. Vamos apresentar as principais delas e, também, resgatar um pouco dessa história marcada por inúmeros desafios e vitórias”, afirmou o chefe-geral da Embrapa Cerrados, Sebastião Pedro. O evento será transmitido do auditório da Embrapa Cerrados, unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) localizada em Planaltina (DF). Participarão de forma presencial três pesquisadores que ajudarão a detalhar as conquistas alcançadas pela pesquisa nos últimos anos: Lourival Vilela, com informações sobre a tecnologia de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta, José Felipe Ribeiro, que vai abordar a questão da identificação e uso dos recursos naturais, e Júlio Abrecht, cujo foco será o cultivo de trigo no Cerrado.

NA IMPRENSA

O Globo – Biólogo se surpreende com semelhança de animais fotografados em expedição com ‘Bob Esponja’ e ‘Patrick’  
O Globo – Especialistas identificam animal que apareceu em praia de Matinhos, no Paraná, como lobo-marinho  
O Globo – Sofá: conheça os tecidos mais indicados para quem tem pets  
G1 – Dupla é presa suspeita de furtar animais na zona rural de Santo Antônio do Amparo, MG 
G1 – Padre João Paulo, de Gravatá, participa de série documental sobre amor e cuidado aos animais 
G1 – Com onda intensa de frio prevista para Uberaba, veja como ajudar pessoas e animais que vivem em situação de rua 
G1 – Pets ganham festas de aniversário com decoração e cardápio especial: ‘Forma de agradecer por tanto amor’ 
G1 – Luto: como lidar com a dor da morte de um pet 
Valor Econômico – Carrefour já rastreia gado desde o nascimento 
Valor Econômico – Receita da Aurora com exportações cresceu 23% no primeiro semestre 
CNA – Produtor de camarão da Paraíba aumenta produção em 400% com assistência técnica do Senar 
SBA – Competitividade da carne suína sobe em julho 
SBA – Indicador Cepea do boi gordo registra estabilidade neste mês 
SBA – Nelore Três Irmãos oferta 40 touros Nelore PO hoje no Canal do Boi 
AgroLink – Suíno: abate do primeiro trimestre aumenta 17,7% no triênio 
AgroLink – Fábricas de ração animal devem se adaptar a IN 14 
AgroLink – Escassez hídrica impacta pecuária 
AgroLink – Confina Brasil segue para segunda rota em Rondônia, Mato Grosso e Pará 
AgroLink – Brasil vai bater recorde em produção de ovos 
AgroLink – Melhores touros da safra e o Megaleilão Nelore CFM 2021 em live 
AgroLink – Devido à carne bovina, caiu a oferta interna de carnes durante a pandemia 
Anda – Padre que celebra missas com cães no altar participa de série sobre amor aos animais 
Anda – Frio intenso causa sofrimento e pode matar animais em situação de rua 
Anda – Cachorro uiva de tristeza após ser abandonado em madrugada fria 
Anda – Planeta Terra entra na UTI e está próximo da fase terminal, apontam cientistas 
Anda – Urso cego quebra os dentes tentando roer barras de jaula que o aprisiona há 30 anos 
Anda – Campo de extração de petróleo ameaça sobrevivência de elefantes 
Anda – Pescador atira arpão em foca indefesa ameaçada de extinção 
Canal Rural – Embrapa Cerrados promove evento online em comemoração aos 46 anos 
Canal Rural – Arroba do boi gordo tem segundo dia de alta no mercado físico; veja as notícias desta quinta 
Canal Rural – Paraná assume liderança nacional na exportação de tilápia 
Revista Globo Rural – Faesc pede diálogo entre produtores de leite e indústrias  
Revista Globo Rural – Exportação de carnes da Aurora cresce 18% no primeiro semestre 
Revista Globo Rural – BRF investe R$ 18,8 mi em fábrica de margarinas em Paranaguá 
Revista Globo Rural – Depois de quarentena, cavalos de salto do Brasil são enviados a Tóquio 

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »