Estados e municípios sugerem medidas para evitar perda de vacinas contra a Covid-19

Home/Informativo/Estados e municípios sugerem medidas para evitar perda de vacinas contra a Covid-19

Estados e municípios sugerem medidas para evitar perda de vacinas contra a Covid-19

Representantes das secretarias estaduais e municipais de saúde pediram ao Ministério da Saúde que as próximas remessas de vacinas contra a Covid-19 não sejam automáticas, mas por demanda, informou a Agência Câmara. O objetivo é evitar perdas de vacinas. Alessandro Aldrin, assessor técnico do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), disse que a vacina da Pfizer, por exemplo, que precisa ser armazenada em temperatura mais fria, tem chegado a alguns municípios para ser usada em pouco tempo. As preocupações foram levantadas, nesta segunda-feira (22), em audiência pública da Comissão de Educação da Câmara destinada ao debate dos próximos passos da vacinação.Rosana de Melo, secretária extraordinária de Enfrentamento à Covid-19 do Ministério da Saúde, explicou que o governo está ainda avaliando a vacinação das crianças, mas mostrou preocupação com a população que não foi buscar a segunda dose da vacina. Ela lembrou que a circulação do vírus favorece o aparecimento de novas variantes. A meta do governo é vacinar mais de 90% da população. Para acessar a matéria completa, clique aqui.

Após desgaste com Ministério da Saúde, Anvisa anuncia reunião para decidir sobre doses de reforço

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) fará uma reunião nesta quarta-feira (24) para decidir sobre as doses de reforço para vacinas contra Covid-19, informou o Globo. Na semana passada, o Ministério da Saúde anunciou que aplicaria mais uma dose da vacina da Janssen sem consultar a agência. Em meio a um embate com a pasta, a reunião extraordinária foi marcada pela Anvisa para tentar resolver o impasse e evitar propaganda negativa para os imunizantes. A postura do ministério em anunciar a medida sem procurar a agência abriu mais fissuras na relação do órgão com a Anvisa, que já estava abalada. Conforme apurou O GLOBO, a medida gerou desconforto e irritação entre diretores da agência, que optaram por uma saída técnica para resolver o impasse. Para acessar a matéria completa, clique aqui.

Debatedores relatam dificuldades no acesso a tratamento para autistas nas redes pública e privada

Representantes dos planos de saúde e do Sistema Único de Saúde (SUS) afirmaram nesta segunda-feira (22), na Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência da Câmara, que estão preparados para prestar o atendimento necessário aos pacientes com transtorno do espectro autista, informou a Agência Câmara. Já os representantes das pessoas com o transtorno relataram dificuldades em conseguir o tratamento necessário, seja pelo sistema público, seja pelo sistema privado de saúde. O assunto foi debatido em audiência pública da comissão. Segundo o coordenador de Mecanismo de Regulação e Coberturas Assistenciais da Agência Nacional de Saúde Suplementar, Milton Dayrell Filho, as resoluções da ANS foram evoluindo para a atual (RN 465/21) que prevê, além das já tradicionais consultas ilimitadas com médicos e dentistas e sessões ilimitadas de fisioterapia, sessões com psicólogo ou terapeuta ocupacional e com fonoaudiólogo, também sem limite de tempo. Dayrell Filho, porém, afirma que a ANS não obriga o plano a ter profissionais capacitados em tratamentos específicos. A deputada Erika Kokay (PT-DF), autora do pedido para o debate, criticou a não obrigação de profissionais com técnicas específicas. Para acessar a matéria completa, clique aqui.

1ª edição do Genomas Brasil irá debater avanços científicos-tecnológicos em medicina de precisão

Ministério da Saúde e Governo Britânico se unem, a partir do dia 30 deste mês, para a 1ª edição do “Summit Internacional de Medicina de Precisão do Programa Genomas Brasil”. O seminário on-line tem como objetivo apresentar os mais recentes avanços científicos-tecnológicos e mostrar à sociedade a importância da medicina de precisão. O evento acontece até o dia 3 de dezembro. O debate terá a participação de palestrantes renomados internacionalmente para falar, dentre outros temas, sobre terapias celulares e gênicas. O Programa Nacional de Genômica e Saúde de Precisão – Genomas Brasil foi criado para estabelecer as bases estruturais para o desenvolvimento da medicina de precisão e personalizada no país para garantir a sua efetiva implementação como linha de cuidado à saúde no Sistema Único de Saúde (SUS). A medicina de precisão associa dados clínicos e de estilo de vida, ao perfil genético do paciente, permitindo maior precisão diagnóstica, medidas preventivas e personalização do tratamento. Para acessar a matéria completa, clique aqui.

 

Veja outras notícias

Anvisa
Confira dados mundiais sobre resistência microbiana

CNS
Controle Social e Pandemia é o tema do “Sala de Convidados” no Canal Saúde

CNS
“O protagonismo da participação social no SUS faz a diferença contra a Covid-19”, diz Maria Almíron, da Opas

CNS
CNS identifica que Saúde tem mais de R$ 4,8 bilhões a serem empenhados em emendas parlamentares

Agência Câmara
Mulheres reivindicam que cuidados maternos garantam aposentadoria pela Previdência Social

Agência Câmara
Debatedores relatam dificuldades no acesso a tratamento para autistas nas redes pública e privada

Agência Câmara
Comissão dos Direitos da Pessoa Idosa vai debater regras sobre curatela e tomada de decisão apoiada

Agência Câmara
Estados e municípios sugerem medidas para evitar perda de vacinas contra a Covid-19

Agência Senado
CDH aprova rastreamento de sintomas depressivos em gestantes

Agência Saúde
Governo Federal sanciona Estatuto da Pessoa com Câncer

Agência Saúde
1ª edição do Genomas Brasil irá debater avanços científicos-tecnológicos em medicina de precisão

Agência Saúde
Boletim do Ministério da Saúde destaca capacitações para preenchimento de dados sobre aplicação de recursos na saúde pública

Agência Brasil
Ministério da Economia vai liberar R$ 1,4 bi para compra de vacinas

Agência Brasil
 Estudo no Complexo da Maré atesta potencial de proteção da AstraZeneca

Agência Brasil
Diretora da OMS diz que mundo está entrando em quarta onda de covid-19

Agência Brasil
Bio-Manguinhos tem novo laboratório para controle de vacinas

Folha de S. Paulo
Governo Bolsonaro inicia conversas com laboratórios para compra de remédios contra a Covid-19

Folha de S. Paulo
Brasil precisa comprar mais 220 milhões de doses para garantir vacinação em 2022

Folha de S. Paulo
Instituto da USP atesta eficácia de máscara cirúrgica contra a variante delta

O Estado de S. Paulo
Cientistas desenvolvem produto com base em veneno de cascavel para regular coagulação sanguínea

O Estado de S. Paulo
Pfizer anuncia que vacina apresenta segurança e eficácia em pessoas de 12 a 15 anos

G1
O que se sabe sobre os medicamentos para tratar Covid que são monitorados pelo governo brasileiro

G1
‘É como implorar para me manter viva’: a luta de pacientes com planos de saúde por quimioterapia oral

G1
Covaxin tem efetividade de 50% contra casos sintomáticos, diz estudo

G1
OMS anuncia acordo para produção de testes de Covid em países mais pobres

G1
Reflexos da pandemia: diagnósticos e cirurgias de câncer de próstata têm queda

G1
Estudo da UFMG abre caminho para tratamentos menos agressivos contra o câncer de pele

O Globo
‘O exame de colesterol deve ser feito a partir dos 10 anos de idade’, afirma cardiologista

O Globo
Fumaça do cigarro pode matar células dos olhos, aponta estudo

O Globo
Após desgaste com Ministério da Saúde, Anvisa anuncia reunião para decidir sobre doses de reforço

Medicina S/A
Biotecnologia determinará o futuro do setor médico e farmacêutico

Medicina S/A
Em um ano, planos de saúde ganham mais de 562 mil beneficiários em SP

Medicina S/A
68% de óbitos de bebês prematuros poderiam ser evitados

Medicina S/A
Saúde digital é uma ferramenta de redução das desigualdades

Medicina S/A
Telemedicina soluciona 90% dos casos em pronto atendimento