ESPECIALISTAS DEFENDEM FISCALIZAÇÃO E RASTREABILIDADE DE PRODUTOS ORGÂNICOS

//ESPECIALISTAS DEFENDEM FISCALIZAÇÃO E RASTREABILIDADE DE PRODUTOS ORGÂNICOS

A atuação de órgãos fiscalizadores no processo de comercialização de produtos orgânicos foi defendida por especialistas que participaram de audiência, na terça-feira (30), na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados. O portal da Câmara dos Deputados destacou em sua página que a audiência debateu o Projeto de Lei 4576/16, que altera as regras para a venda desses produtos. Pelo texto, de autoria do deputado Edinho Bez (PMDB-SC), a comercialização direta de orgânicos deve ser exclusiva de agricultores familiares inseridos em processos próprios de organização e controle social, previamente cadastrados junto ao órgão fiscalizador. Para o relator do projeto na comissão, deputado Luiz Nishimori (PR-PR), a rastreabilidade é essencial para garantir que o produto é, de fato, proveniente da agricultura orgânica. “É preciso, também, discutir com o governo federal e com a sociedade quais as formas de garantir que o consumidor não seja lesado e possa, de fato, consumir produtos com qualidade”, afirmou o deputado Nishimori.

Mapa confirma recursos para o seguro rural no primeiro semestre

O calendário de liberação dos recursos para o Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR), referente ao 1º semestre deste ano, não sofrerá qualquer mudança. A informação foi dada pelo secretário de Política Agrícola, Neri Geller, nesta quarta-feira (31), durante reunião com representantes do setor, conforme noticiou o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Segundo ele, o Mapa garantiu a liberação de R$ 90 milhões para subvenção ao prêmio do seguro rural até o mês de junho. Esses recursos já haviam sido aprovados pelo Comitê Gestor Interministerial do Seguro Rural (CGSR) no final de janeiro. O valor será utilizado para subvencionar principalmente apólices contratadas para as culturas do milho 2ª safra e trigo. De acordo com secretário, o governo ainda está em processo de discussão sobre o orçamento que será disponibilizado ao longo do 2º semestre, voltado para a safra de verão. “Apesar de toda a dificuldade enfrentada pelo governo federal para equilibrar as contas públicas, conseguimos manter a programação definida na Resolução nº 52 do Comitê Gestor. Isso trará maior segurança para aqueles produtores que pretendem contratar o seguro e pleitear a subvenção federal através do PSR”, ressaltou Geller.

Fertilizantes devem ajudar a elevar fretes

A comercialização mais lenta de grãos nesta safra 2016/17 deve gerar uma concentração na demanda por frete no terceiro trimestre em níveis não registrados desde 2015. Além do maior volume de cargas que vai sair do país no período, haverá maior quantidade de fertilizantes chegando para ser entregue. Reportagem do jornal Valor Econômico destaca que a razão para esse quadro é que o produtor retardou as vendas de soja e, mais uma vez, também deixou de fazer compras antecipadas de insumos para o próximo ciclo (2017/18), o que deve concentrar as entregas de fertilizantes entre julho e setembro. Nesse contexto, as empresas de fertilizantes tendem a registrar redução do volume entregue neste segundo trimestre. Pelos cálculos da FCStone, considerando uma necessidade de importação 20% maior de adubo no ciclo 2017/18 na comparação com safra 2016/17, faltariam, até o momento, 10,3 milhões de toneladas para entrar no país até setembro. A projeção é que a área plantada avance 0,22%, chegando a 9,417 milhões de hectares, com uma queda de 2,3% na produtividade”, diz parte da reportagem.

Pesquisa desenvolve bioinseticida contra larva do mosquito da dengue

A Embrapa noticiou na terça-feira (30) sua parceria com a empresa Strike, de Alagoas, no desenvolvimento de um inseticida biológico que ataca especificamente larvas do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre-amarela. Criado a partir da bactéria Bti (Bacillus thuringiensis israelensis), o produto é inofensivo aos demais seres vivos e não agride o meio ambiente. Outra característica importante do novo bioinseticida é sua resistência a altas temperaturas e aos raios ultravioletas (UV) do sol, o que o torna ideal para ser usado sob o clima tropical brasileiro. “Em fase final de registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o STRIKE Bio-BTI, como foi chamado, poderá ser vendido diretamente ao consumidor em supermercados, floriculturas e outras lojas do ramo, graças a uma recente mudança na regulamentação da Agência, voltada ao registro de saneantes. Antes, a venda desse tipo de produto era restrita a empresas especializadas ou para campanhas de saúde pública. Enquanto aguardam o registro do STRIKE Bio-BTI, as instituições investem no desenvolvimento de um outro inseticida biológico contra o mosquito urbano ou pernilongo (Culex quinquefasciatus), baseado no mesmo princípio tecnológico do Strike Bio-BTI”, afirma trecho da publicação.

   

NA IMPRENSA

Mapa – Maggi: Brasil é um lugar seguro para investimentos

Mapa – Mapa confirma recursos para o seguro rural no primeiro semestre

Secretaria de Aviação Civil –  Cresce movimentação de passageiros em nove dos dez maiores aeroportos do país

Embrapa – Irrigação inteligente é tema de discussão na Bahia Farm Show

Embrapa – Começou 1º Circuito Grãos de Minas

Embrapa – Pesquisa desenvolve bioinseticida contra larva do mosquito da dengue

Anvisa – Anvisa comemora o Dia Mundial sem Tabaco 2017

Câmara dos Deputados – Especialistas defendem fiscalização e rastreabilidade de produtos orgânicos

Câmara dos Deputados – CPI da Funai 2 aprova relatório com 96 pedidos de indiciamento

O Estado de S.Paulo – Governo lança fundo com a China de R$ 20 bi para infraestrutura

Folha de S.Paulo – Temer cobra R$ 1,6 mi de centrais sindicais por estragos em Agricultura

Folha de S.Paulo – J&F fecha acordo de leniência por R$ 10,3 bilhões

Folha de S.Paulo – BNDES emprestava menos do que esperava o governo, diz ministro

O Globo – JBS fecha acordo de leniência e irá pagar R$ 10,3 bilhões

Valor Econômico – J&F contrata Bottini & Tamasauskas para negociar acordo de leniência 

Valor Econômico – BNDES será um dos operadores de novo fundo de cooperação Brasil-China 

Valor Econômico – BRF investirá R$ 40 milhões para modernizar fábrica de presunto em SC 

Valor Econômico – Conab começa etapa de fiscalização em armazéns para vistoriar produtos

Valor Econômico – Produtores da Argentina pedem que aquisições da JBS sejam investigadas 

Valor Econômico – BrasilAgro vende parte da área agricultável de fazenda em Goiás 

Valor Econômico – AGU pode processar JBS, se confirmadas vantagens indevidas 

Valor Econômico – Petros: Irregularidade não se restringe à delação da JBS, diz conselho

Valor Econômico – Congresso inicia criação de CPI mista para investigar JBS 

Valor Econômico – Fertilizantes devem ajudar a elevar fretes 

Valor Econômico – Câmbio começa a destravar escoamento 

Valor Econômico – Commodities Agrícolas 

Valor Econômico – Delação ‘dos sonhos’ deixa conta para J&F 

Portal do Agronegócio – Feira do Pró-Genética facilita a compra de animais geneticamente melhorados

Portal do Agronegócio – Bahia Farm Show expõe tecnologias integradas das empresas DuPont e DuPont Pioneer

Campo Vivo – Fiscalização e rastreabilidade de produtos orgânicos são defendidas por especialistas

Info Net – A tecnologia e a legitimação de desigualdades

Jus Brasil – #RetrocessoAmbientalNão: MPF reúne especialistas para debates no Dia do Meio Ambiente

A Crítica – Conselho rural sustentável discute logística para distribuição de alimentos

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.