Entidades lançam manifesto contra mudanças em lei de planos de saúde

Home/Informativo/Entidades lançam manifesto contra mudanças em lei de planos de saúde

Entidades lançam manifesto contra mudanças em lei de planos de saúde 

O Idec e outras entidades acabam de enviar um manifesto aos deputados que discutem mudanças na legislação sobre saúde complementar no Congresso. Segundo a Veja, o documento, endereçado à Comissão Especial de Planos de Saúde, da Câmara, critica a atuação das operadoras que estão tentando “forçar alterações” que, como resultado, dizem os signatários, vão reduzir coberturas e piorar a qualidade dos serviços prestados. Assinam também a carta a Associação Brasileira de Economia da Saúde, a Associação dos Servidores e Demais Trabalhadores da Agência Nacional de Saúde Suplementar, o Centro Brasileiro de Estudos de Saúde e a Associação Brasileira de Saúde Coletiva. Os chamados “planos acessíveis” são o principal alvo das críticas das entidades, que apontam que esse tipo de convênio é muitas vezes mais barato, mas com cobertura restrita. “O mercado de planos de saúde acumulou vultosos lucros durante a pandemia e, agora, sob o argumento da necessidade de desafogar o SUS, representantes das operadoras defendem reduzir a lista dos serviços e tratamentos que os clientes devem receber”, diz o manifesto.

Câmara aprova revogação de subsídios a medicamentos e produtos de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (1/12), simbolicamente, o PL 5149/2020 destinado a prorrogar a isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) na aquisição de automóveis de passageiros, aquisição de automóveis para uso no transporte autônomo de passageiros ou por pessoas com deficiência e para estender o benefício para as pessoas com deficiência auditiva, informou o Jota. Para compensar a isenção tributária, o texto aprovado revoga subsídios fiscais (isenção da PIS/COFINS) para medicamentos e demais produtos para saúde estabelecidos nas leis 10.637/2002; 10.833/2003; e 10.865/2004. A compensação via revogação dos subsídios a medicamentos foi incluída na Câmara, pela Comissão de Finanças e Tributação com o intuito de assegurar sanção da matéria. O texto retorna para votação final do Senado.

Presidente diz que autoridades que pedem passaporte da vacina estão extrapolando

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse nesta quinta-feira (2) que órgãos que cobram apresentação de certificado da vacinação contra a Covid estão ’extrapolando’, informou a Folha de S. Paulo. ’Entendo que aquelas autoridades, outras, que estão exigindo passaporte vacinal, calcadas numa lei de fevereiro do ano passado, onde não existia vacina ainda, estão extrapolando’, disse o presidente em evento no Palácio do Planalto. Bolsonaro não citou nomes dos órgãos que estão cobrando a vacinação. Alguns prefeitos e governadores fazem essa exigência para liberar a entrada em locais fechados, shows e outros eventos. A lei mencionada pelo presidente é a 13.979/2020, que determina que o governo pode adotar medidas restritivas em resposta à pandemia, como a vacinação e o controle de entrada de viajantes. As declarações de Bolsonaro forma feitas durante evento sobre o auxílio que o governo irá conceder para famílias pobres comprarem gás de cozinha. O presidente voltou a afirmar que o Brasil não suportaria novo ’lockdown’.

Ministro da Saúde sinaliza que é contrário a retomar restrições de circulação

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta quinta-feira (02) que exigir comprovante de vacinação para ingresso no país é uma decisão complexa que deve ser tomada por todos os ministérios envolvidos com a questão. Queiroga sinalizou ainda que é contrário a retomar restrições de circulação, informou o Valor Econômico. ’Esse é um assunto sensível, que envolve questões de natureza sanitária, mas também envolve outras questões, como o direito das pessoas de transitarem livremente’, afirmou o ministro durante reunião sobre a variante ômicron do coronavírus. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Tribunal de Contas da União (TCU) já recomendaram a exigência de comprovante de vacinação de viajantes, mas o governo resiste. A decisão, no entanto, caberá ao grupo de trabalho composto pelos ministérios da Saúde, Justiça e Infraestrutura, sob coordenação da Casa Civil. O ministro da Saúde disse que ainda que, por enquanto, a nova cepa não é motivo para pânico. Ele ressaltou a importância da vacinação e disse que o país não pode voltar às medidas de isolamento do começo da pandemia.

 

Veja outras notícias

Anvisa
Tabela de informações nutricionais é tema de webinar da Anvisa

Anvisa
Anvisa publica Política de Cópia de Segurança e Restauração de Dados

Anvisa
Anvisa aprova mais dois locais de fabricação para a vacina da Janssen

Anvisa
Anvisa envia à Casa Civil parecer sobre restrição de voos e reitera por ofício necessidade de comprovante de vacinação para entrada no Brasil

Anvisa
Reunião destaca importância da cooperação e transparência entre autoridades reguladoras

Agência Saúde
Boletim Temático da Biblioteca do Ministério da Saúde orienta sobre formas de transmissão e prevenção da Aids

Agência Saúde
Ministério da Saúde lança edição 2020/2021 do Saúde Brasil

Agência Saúde
Ministério da Saúde lança curso para rastreamento e monitoramento de casos de Covid-19

Agência Saúde
Rarinha é a estrela no lançamento da Frente Parlamentar de Prevenção de Doenças Pulmonares Graves

Agência Senado
Wellington registra lançamento de livro sobre pessoas com visão monocular

Agência Câmara
Comissão promove ato para celebrar o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

Agência Câmara
Comissão especial aprova texto-base da PEC que autoriza empresas privadas a produzir radiofármacos

Agência Câmara
Especialistas discordam de reserva de alas específicas para atendimento a idosos em hospitais

Folha de S. Paulo
Nova técnica de cirurgia com dois corações salva paciente

Folha de S. Paulo
Anvisa destaca que impactos da ômicron ainda são desconhecidos

Folha de S. Paulo
Bolsonaro diz que autoridades que pedem passaporte da vacina estão extrapolando

Valor Econômico
TCU apura superfaturamento de quase R$ 10 milhões em seguro de vacinas contra covid-19

Valor Econômico
Fiocruz: Indicadores de transmissão da covid estabilizam após queda nas últimas semanas

Valor Econômico
Ministro da Saúde sinaliza que é contrário a retomar restrições de circulação

Valor Econômico
Fiocruz aponta tendência de alta de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave em 13 Estados

Valor Econômico
Ministério da Saúde adia flexibilização de máscara e critica antecipação de reforço em SP

Valor Econômico
Prefeitura de São Paulo vai aumentar ISS de autônomo em 2022

O Globo
Em meio a novos casos de Ômicron, Bolsonaro diz que Brasil ‘não suporta mais um lockdown’

O Globo
Brasil tem cinco casos confirmados da variante Ômicron e investiga outros oito

Jota
Câmara aprova revogação de subsídios a medicamentos e produtos de saúde

Jota
Os entraves que impedem o acesso a medicamentos off label

G1
Ministério confirma cinco casos da variante Ômicron no Brasil

G1
Anvisa defende transparência e cooperação entre agências reguladoras

Veja
Entidades lançam manifesto contra mudanças em lei de planos de saúde