Embrapa e Sindag estendem cooperação para novos estudos sobre controle aéreo de pragas

//Embrapa e Sindag estendem cooperação para novos estudos sobre controle aéreo de pragas

A Embrapa e o Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag) estenderam, até março de 2025, a cooperação técnica para novos estudos sobre pulverização aérea com produtos químicos e biológicos para o controle aéreo de pragas, em culturas voltadas à segurança alimentar e energética. Essa etapa inclui novos parceiros e tecnologias para a produção agrícola, como o uso de drones, além de aviões tripulados. O foco será em quatro culturas – arroz, algodão, milho e soja – com três eixos de atuação: o controle da deriva (desvio que ocorre na pulverização em aplicação agrícola); a metrologia (qualidade e efetividade das medidas); e o controle de pragas (fundamental num país de clima tropical como o Brasil). Para contribuir com a produção de alimentos e bioenergia nas plantações que utilizam a pulverização aérea, a nova etapa envolve oito centros de pesquisa da Embrapa, onde serão realizados desenvolvimentos e experimentos: Instrumentação (SP), Meio Ambiente (SP), Milho e Sorgo (MG), Cerrados (DF), Mandioca e Fruticultura (BA), Algodão (PB), Soja (PR) e Clima Temperado (RS). A parceria também inclui as universidades federais de Lavras e de Uberlândia, a USP e o Instituto Federal de Primavera do Leste, além da Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – para a construção de uma rede de inteligência que possa discutir a própria política pública do setor (sanidade vegetal). “Estamos falando de um ambiente altamente complexo (não linear), que necessita uma ação de pesquisa para poder orientar um processo baseado em boas práticas, que tragam melhor resultado de controle e menor impacto ambiental e social ao próprio processo produtivo”, explica Paulo Cruvinel, pesquisador da Embrapa Instrumentação. O coordenador técnico da Embrapa lembra que “não tem solução única para tudo”, por isso, serão testados sistemas adaptativos incluindo, junto às aeronaves agrícolas tripuladas, o uso de drones (não tripulados) com sistemas de pulverização, e controle terrestre. Serão utilizadas tecnologias avançadas de aprendizado de máquina, inteligência artificial e sensores inteligentes aplicados às realidades biológicas das pragas nas culturas. Segundo Thiago Magalhães Silva, presidente do Sindag, nos próximos meses deve ocorrer a definição de projetos e a busca de recursos para as pesquisas e, a partir daí a execução do cronograma em campo. No Brasil existem cerca de 2,3 mil aeronaves, a segunda maior frota aeroagrícola do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos (3,6 mil).

Venda de aeronaves agrícolas em 2 meses já superou total de 2020

Este volume de vendas de aeronaves agrícolas Ipanema nos primeiros dois meses do 2021 já é 8% superior ao que foi negociado durante todo o ano passado. A informação é da Embraer, que anunciou a comercialização de mais 19 aeronaves EMB-203 Ipanema no mês de fevereiro deste ano, totalizando 27 aeronaves agrícolas vendidas no primeiro bimestre. De acordo com a fabricante, este é o segundo mês consecutivo de alta nas vendas, em um movimento que reflete o desempenho favorável do agronegócio brasileiro e as inovações tecnológicas incorporadas na nova versão da aeronave. “O destaque no período ficou para as empresas aeroagrícolas que prestam serviços especializados de pulverização aérea”, ressalta a Embraer. Segundo o portal AgroLink o modelo Ipanema é líder no segmento agrícola, com 60% de participação no mercado nacional. “Seu protagonismo na agricultura de precisão combina alta tecnologia e tradição de um produto que evolui continuamente para atender aos requisitos de alta produtividade e baixo custo operacional”, explica a empresa. “O Ipanema 203, o modelo mais atual da série, conta com aprimoramentos como substituição de peças da asa por outras com nova geometria e material em aço inox mais resistente. Essa solução posterga ainda mais eventuais desgastes gerados pela condição severa natural da operação no campo e despesas com manutenção ao longo dos anos. O novo pulverizador aéreo também tem um novo design no capô do motor, com novas grades de saída de ar, garantindo maior refrigeração”, conclui a Embraer.

Pesquisa agrícola de ponta: Programa Adjuvantes da Pulverização conclui equipamento específico para simular chuvas durante análises de produtos

Um método de ensaio ancorado numa cabine de simulação de chuvas, totalmente desenvolvida no Brasil, possivelmente única no mundo, permite avaliar o efeito adesivo de adjuvantes da pulverização empregados conjuntamente a defensivos agrícolas. A técnica resulta de mais de dez anos de pesquisas lideradas pelo programa Adjuvantes da Pulverização, uma iniciativa que une o setor privado ao Centro de Engenharia e Automação (CEA), do Instituto Agronômico (IAC), em Jundiaí (SP), destacou o Portal do Agronegócio nesta quinta-feira (4). Coordenador do programa, o pesquisador científico Hamilton Ramos acrescenta que o simulador já está integrado ao laboratório do programa Adjuvantes da Pulverização. Conforme Ramos, na prática, o método simula a pulverização e o impacto da água na fixação do defensivo agrícola sobre as folhas de um determinado cultivo. “Os recursos do simulador permitem avaliar, com precisão, em que medida um defensivo agrícola associado a um adjuvante ‘adesivo’ permanece no alvo, ou seja, ativo no controle de pragas, doenças ou plantas daninhas, após períodos chuvosos. Se um adjuvante não funciona como se espera, sujeita o produtor a prejuízos, apesar do investimento realizado na proteção agroquímica de cultivos.” De acordo com Ramos, o método representa uma enorme contribuição da pesquisa agrícola paulista ao conhecimento do agronegócio. O CEA-IAC, lembra ele, é um órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. Hamilton Ramos ressalta que no final de 2020, o programa Adjuvantes da Pulverização e a cooperativa Coopercitrus, a maior do Estado de SP e uma das mais representativas do País, firmaram um termo para estimular a certificação da funcionalidade de adjuvantes agrícolas. Pelo acordo, a cooperativa solicitará a seus fornecedores de adjuvantes que avaliem seus produtos no laboratório do programa. Conforme informou a Coopercitrus, a cooperativa passará a comercializar somente adjuvantes agrícolas que recebam o Selo de Funcionalidade do ‘Adjuvantes da Pulverização’.

Apesar do recuo no final do ano, PIB do agro é o único a crescer

O PIB (Produto Interno Bruto) da agropecuária tomou rumo diferente do dos demais setores da economia no ano passado. Terminou o ano com evolução acumulada de 2%, e foi o único a crescer. No último trimestre, no entanto, mostrou fraquezas, e foi o único a registrar queda, conforme os dados divulgados nesta quarta-feira (3) pelo IBGE. De acordo com a coluna Vaivém das Commodities da Folha de S.Paulo o crescimento do PIB agrícola em 2020 já era esperado, embora o mercado apostasse em taxa ainda maior. Apesar da pandemia, o setor manteve seu ritmo de plantio, de colheita e de transporte das mercadorias. O setor foi ajudado, ainda, por uma boa produção e aumento de produtividade. A soja, o carro-chefe da agropecuária, atingiu safra recorde de 122 milhões de toneladas no ano, um volume 7,1% superior ao de 2019. A evolução de 3,5% na produtividade permitiu esse patamar recorde. O café, que teve aumento de 24% na safra, também foi um dos suportes do PIB agropecuário. A evolução de 19% na produtividade dos cafezais permitiu safra recorde. Cana-de-açúcar, algodão e trigo, devido ao melhor rendimento no campo, também tiveram boa participação no PIB no ano passado. Já no último trimestre, o PIB agropecuário recuou 0,5%, em relação ao período imediatamente anterior, e 0,4%, sobre o quarto trimestre de 2019. Essas quedas se devem à perda de fôlego de algumas culturas importantes, como a de laranja e a de fumo, afetadas pelo clima. Na avaliação do IBGE, a produção de laranja recuou 11% em 2020. A citricultura passou por uma das piores secas das últimas décadas, o que resultou em uma retração de 7% na produtividade dos pomares. A lavoura de fumo, também importante neste período do ano, teve perda de 6% na produtividade. Com isso, o volume produzido caiu 8,4%, nas contas do IBGE. Apesar do desempenho ruim de algumas culturas, a lavoura compensou perdas na pecuária. A escassez de animais no pasto fez a bovinocultura produzir 6,5% menos carne em 2020.

NA IMPRENSA

Governo Federal – Autorizado registro de agroindústrias de bebidas em unidades móveis

Governo Federal – Publicada nova lista de embarcações beneficiadas com cota de óleo diesel

Governo Federal – ANP simplifica processo de autorização para mais seis atividades

Governo Federal – ANP orienta postos sobre decreto presidencial

Folha de S.Paulo – Apesar do recuo no final do ano, PIB do agro é o único a crescer

O Estado de S.Paulo – O aumento da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido dos bancos para forçar a diminuição do preço do óleo diesel e do gás de cozinha

O Estado de S.Paulo – Com tombo do PIB em 2020, o que esperar dos investimentos neste ano?

O Estado de S.Paulo – Mourão se reúne com embaixadores europeus para tratar de preservação da Amazônia

G1 – Preço dos alimentos sobe pelo 9° mês consecutivo, aponta índice global

G1 – Número de produtores beneficiados pelo seguro rural cresceu 84% em 2020, diz Ministério da Agricultura

G1 – Fungos podem ajudar no crescimento de tomates, diz estudo

Valor Econômico – Índice de preços de alimentos da FAO alcança maior patamar desde julho de 2014

Valor Econômico – Novo dilema em velha briga de usinas e União

Valor Econômico – Espanhola Citri&Co compra fatia da cearense Agrícola Famosa

Valor Econômico – Seguro rural cresceu 108% em 2020

Valor Econômico – PIPELINE: A corrida dos IPOs de agro na trilha da soja

Valor Econômico – Bunge amplia monitoramento no Cerrado

Valor Econômico – Com sócia espanhola, Agrícola Famosa projeta forte expansão

Valor Econômico – Coalizão defende derrubada de vetos à Política Nacional de Pagamentos por Serviços Ambientais

Valor Econômico – Commodities: Preços dos grãos têm queda em Chicago

Mapa – Contratação do crédito rural alcança mais de R$ 147 bilhões em oito meses

Mapa – PIB do setor agropecuário apresentou crescimento de 2% em 2020

Mapa – Publicada nova lista de embarcações beneficiadas com cota de óleo diesel

Embrapa – Embrapa e Sindag estendem cooperação para novos estudos sobre controle aéreo de pragas

Embrapa – Uso das terras de acordo com a capacidade de suporte gera ganhos ambientais, sociais e econômicos

Embrapa – O agro brasileiro alimenta 800 milhões de pessoas, diz estudo da Embrapa

Embrapa – Grão em Grão chega ao seu 15º ano de produção e contabiliza 122 edições

Embrapa – Pesquisa perde referência em mecanização agrícola

Embrapa – Zoneamento das áreas suscetíveis à desertificação em Pernambuco é lançado em live

Embrapa – Embrapa Meio-Norte participa da 17ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

CNA – Feira Agropecuária é adiada para o segundo semestre

CNA – ATeG distribui kits para técnicos de campo de Mato Grosso

CNA – Balanço 2020 do Projeto Agro.BR em Minas Gerais

CNA – Genética de abelhas e técnicas de coleta adequadas melhoram produção de pólen e própolis

CNA – CNA avalia que agropecuária impediu queda maior na economia em 2020

CNA – Parceria entre CNA e Federação da Agricultura e Pecuária do Acre garante mais de mil cestas básicas para produtores rurais do Estado

Alesp – Frederico d’Avila questiona parlamentar que apoiou o PL 529/20, que aumentou ICMS na agropecuária

AgroLink – Venda de aeronaves agrícolas em 2 meses já superou total de 2020

AgroLink – Cresce o mercado de inovação no agronegócio

AgroLink – Encontro mostrará soluções inovadoras

AgroLink – Empresa agro quer aumentar em 7% ao ano soluções sustentáveis

AgroLink – Contratos futuros do açúcar fecham em baixa com anúncio de maior produção na Índia

AgroLink – Startups agrícolas indianas para se observar 

AgroLink – Descoberta variante de planta que neutraliza arsênico

AgroLink – Proteínas vegetais querem ser protagonistas da química verde

AgroLink – Multinacional de máquinas adquire plataforma de trator elétrico

AgroLink – Agropecuária impediu queda na economia, diz CNA

AgroLink – Senar oferece curso com técnicas de manejo avançado para a apicultura

Portal do Agronegócio – Pesquisa agrícola de ponta: Programa Adjuvantes da Pulverização conclui equipamento específico para simular chuvas durante análises de produtos

Portal do Agronegócio – Software gratuito oferece recomendações de calagem e adubação para diversas culturas agrícolas

Portal do Agronegócio – Brasil passa a usar 13% de biodiesel, reduz poluição e doenças

Portal do Agronegócio – Embraer anuncia a venda de mais 19 aeronaves Ipanema

SBA – China registra queda de 30% nas importações de vinho

SBA – Arbitragem no agro pode ser solução no descumprimento de contratos

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »