EMBRAPA BUSCA RECURSOS PARA TENTAR RETOMAR INVESTIMENTOS

//EMBRAPA BUSCA RECURSOS PARA TENTAR RETOMAR INVESTIMENTOS

A possível entrada do Brasil na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) poderá dificultar a estratégia da nova gestão da Embrapa de ampliar a captação de recursos externos junto a organismos ou instituições internacionais como a FAO e o Banco Mundial para financiar suas pesquisas. É o que informa o Valor Econômico. “Se o Brasil entrar na OCDE, teremos muito menos chance de conseguir esse tipo de recurso. Estaremos entre os países ricos e, a partir daí, os países doadores, que têm cada dia menos recursos, vão se concentrar nos países mais carentes”, afirmou Sebastião Barbosa, presidente da Embrapa. A Embrapa segue com seu plano de reestruturação administrativa e em busca de outras alternativas para se financiar, no momento sobretudo por meio de fundos privados. O fato é que a Embrapa continua às voltas com um orçamento praticamente estagnado e engessado com gastos com pessoal. “Sebastião Barbosa entende que é preciso gastar de forma mais racional essas verbas orçamentárias da empresa pública e reconhece, não sem pesar, que um aumento de orçamento não está ‘no nosso horizonte imediato’”, ressalta a matéria.

 

STF julga sacrifício de animais em rituais religiosos nesta quinta-feira



O Supremo Tribunal Federal (STF) irá julgar, nesta quinta-feira (28), às 14 horas, a constitucionalidade do sacrifício de animais em rituais de religiões de matriz africana. De acordo com o portal da Anda, o julgamento foi realizado pela primeira vez em agosto de 2018, quando recebeu dois votos favoráveis à manutenção do sacrifício por parte dos ministros Marco Aurélio e Luiz Edson Fachin. No entanto, um pedido de vista do ministro Alexandre de Moraes adiou o julgamento. A ação que será julgada questiona a constitucionalidade de uma lei do Rio Grande do Sul que, no ano de 2006, permitiu que o sacrifício de animais em rituais de religiões de matriz africana fossem realizados de maneira legal. “Ativistas pelos direitos animais pedem que os sacrifícios sejam proibidos e fazem, inclusive, protestos em defesa dos animais mortos nos rituais”, destaca o portal.

 

Assembleia de SP cria CPI para apurar irregularidades na venda de animais por canis e pet shops



O jornal Folha de S. Paulo destacou que o presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, Cauê Macris (PSDB), criou nesta quarta-feira (27) cinco Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) que haviam sido requeridas por deputados na semana passada. Segundo as regras da Assembleia, somente cinco CPIs podem funcionar ao mesmo tempo e cada uma tem duração máxima de seis meses. A instalação das CPIs obedece a ordem cronológica em que foram protocoladas, o que provocou uma corrida pelo primeiro lugar na fila do protocolo após a posse dos deputados, na sexta (15). Uma das CPIs tem como tema “apurar irregularidades na venda de animais por canis e pet shops”. As outras criadas tratam sobre “a situação da Barragem Salto Grande, em Americana (SP)”; “denúncias de irregularidades na gestão da Fundação para o Remédio Popular”; “irregularidades na gestão das universidades públicas”; e “irregularidades na prestação de serviços de táxi aéreo”. “A partir desta quarta, os líderes partidários têm 15 dias para indicar nomes para participarem das CPIs, compostas por 9 membros”, afirma o jornal.

 

Os perigos e esperanças da indústria de insetos comestíveis



Em 2017, os americanos gastaram 55 milhões de dólares (cerca de 204 milhões de reais) no mercado de insetos comestíveis. Conforme o portal Veja, a moda tem encontrado grandes oportunidades no Ocidente. Incentivados por essa tendência, cientistas da Universidade Sueca de Ciências Agriculturais produziram um artigo sobre questões ainda pouco exploradas quanto ao hábito e suas consequências. De acordo com os pesquisadores, a demanda global crescente por alimentos ricos em proteína pode encontrar nos insetos uma ótima opção. Asa Berggren, bióloga da universidade sueca, afirma que ainda é preciso conduzir muitos estudos na área, sobretudo para garantir que, caso seja adquirido em parte ainda maior do planeta, esse costume alimentar seja sustentável. Além disso, é necessário entender como consumir insetos pode alterar as dinâmicas biológicas de uma região. “É crucial, por exemplo, buscar prever os efeitos que uma demanda por esses animais pode ter em uma área onde esses seres não existam naturalmente”, informa a notícia.

 

NA IMPRENSA
Embrapa – Delegação do Cazaquistão reforça parceria com a Embrapa 

 

Mapa – Projeto fortalece práticas agrícolas no Cerrado

 

Tecpar – Tecpar participa da Conferência sobre Cooperação Econômica com Energias Renováveis

 

Câmara dos Deputados – Plenário pode votar regulamentação do lobby

 

Senado Federal – Debatedores cobram ação do MEC sobre cursos a distância irregulares

 

Correio Braziliense – GDF deve abrir novas unidades do Hospital Veterinário Público

 

Correio Braziliense – Cadelinha estuprada por morador de rua ficará disponível para adoção

 

Folha de S. Paulo – De carne branca e delicada, siri mole é mais caro do que a lagosta nos Estados Unidos

 

Folha de S. Paulo – Assembleia de SP cria CPIs para apurar barragem, táxi aéreo e pet shop

 

O Estado de S. Paulo – Amostras de água da Billings são colhidas para descobrir a causa da morte de milhares de peixes

 

O Estado de S. Paulo – Filhote se torna ‘cão-guia’ de amigo que perdeu olhos por glaucoma

 

O Estado de S. Paulo – Comportamento Animal – Março Amarelo: prevenção contra doenças renais em cães e gatos

 

O Estado de S. Paulo – Cientistas vão ao Monte Everest para estudar impacto do aquecimento global

 

Valor Econômico – Embrapa busca recursos para tentar retomar investimentos

 

Zero Hora – Vínculo emocional com pets é ainda mais forte para pessoas com problemas de saúde, diz estudo

 

Zero Hora – José Luiz Tejon – Educação é o principal ativo da agrossociedade

 

Anda – Doze macacos aparecem mortos e suspeita de febre amarela é apurada no PR

 

Anda – STF julga sacrifício de animais em rituais religiosos nesta quinta-feira

 

Anda – Campanha pede o fim do comércio de carne de cães e gatos na China e Coreia do Sul

 

Anda – Quinze cães explorados em corridas morrem e outros 517 são salvos na China

 

Anda – Nove bilhões de animais são mortos por ano pela indústria de carne na União Europeia

 

Anda – Dois jovens chineses lutam pela proteção dos elefantes

 

Anda – Fazenda suspeita de disponibilizar animais para farra do boi é fiscalizada

 

Anda – Ameaçados de extinção, 12 peixes-bois são devolvidos à natureza no AM

 

Veja – Os perigos e esperanças da indústria de insetos comestíveis

 

__________________________________________________________________________________________

 

 

 

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.