Em meio a crise de abastecimento, governo quer mapear origem e consumo de insumos no Brasil

Home/Informativo/Em meio a crise de abastecimento, governo quer mapear origem e consumo de insumos no Brasil

Em meio a crise de abastecimento, governo quer mapear origem e consumo de insumos no Brasil

Um dos maiores produtores agrícolas do mundo, o Brasil não sabe ao certo qual o real consumo de fertilizantes e defensivos para traçar uma estratégia de enfrentamento a crise global no abastecimento de insumos agropecuários. Segundo o diretor de Política Agrícola e Informações da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Sergio De Zen, o Ministério da Agricultura encomendou um estudo para avaliar quais são os atuais fornecedores do país e possíveis alternativas diante da redução da oferta mundial, informou a Revista Globo Rural. Ainda de acordo com De Zen, uma das principais preocupações do governo no momento se dá com a crise energética mundial, que afeta o valor do gás natural e a produção de nitrogênio e defensivos químicos. Outra é com o embargo dos EUA e da Europa à Bielorrússia, país que concentra 20% da produção mundial de potássio. Embora a safra de verão 2021/2022 já esteja praticamente garantida, o diretor de Política Agrícola e Informações da Conab revelou preocupação com o milho de segunda safra. Ele lembrou que, no caso dessa cultura específica, os Estados do Sul do país sofreram na última temporada com ataques de cigarrinha, tornando ainda mais grave a falta de defensivos químicos no mercado.

Rodrigo Pacheco quer ampliar discussão sobre cobrança de ICMS nos combustíveis

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, declarou nesta quinta-feira (21) que pretende fazer novas reuniões com os governadores ao longo da próxima semana para debater o PLP 11/2020, projeto de lei que estabelece um valor fixo para a cobrança de ICMS sobre combustíveis, informou a Agência Senado. Ele também disse que irá avaliar a participação de representantes da Petrobras na discussão da matéria. Pacheco fez essas declarações após participar de reunião remota, nesta quinta, com governadores e secretários estaduais de Fazenda. O PLP 11/2020 foi aprovado na Câmara dos Deputados no último dia 13 na forma de um substitutivo, e agora aguarda votação no Senado.

Bolsonaro diz que novo aumento de combustíveis é iminente e nega tabelamento de preço

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira que um novo aumento do preço dos combustíveis é “iminente”, e negou pretensão do governo em fazer tabelamento de preços, informou o Globo. No entanto, atualmente, a defasagem na gasolina está em 15% e no diesel em 18%, segundo dados da Abicom, associação que reúne as importadoras. — Não existe da nossa parte o congelamento de preços. Sabemos que as consequências são piores que o aumento em si. Sabemos que estamos na iminência de mais um reajuste no combustível. E quando vai para o diesel influencia diretamente na inflação — disse, ao lado do ministro da Economia, Paulo Guedes. O presidente também disse que não tem “ascendência” sobre a Petrobras. No ano, a Petrobras já reajustou o preço do diesel em 51,4% nas refinarias. No caso da gasolina, esse aumento chega a 61,9%. Para fontes do setor, a estatal já deveria ter reajustado os valores dos combustíveis em relação aos últimos aumentos, feitos entre o fim de setembro e início de outubro.Nos postos, o preço médio da gasolina, do diesel e do gás de botijão voltou a subir nos revendedores na última semana, de acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

PL para regular mercado de créditos de carbono pode fortalecer empresas brasileiras

A poucos dias da realização da COP26, a Conferência das Partes, conferência climática que é o principal evento da Organização das Nações Unidas (ONU), parlamentares brasileiros podem votar pela aprovação do Projeto de Lei 528/21, que tem o objetivo de regulamentar o mercado de créditos de carbono no país. Segundo informou o Jota, desde a assinatura do Acordo de Paris, em 2015, durante a COP21, um dos pontos sobre o qual ainda não há convergência é o Artigo 6 do tratado, que fala justamente sobre o comércio de créditos de carbono. No último dia 4 de outubro, governadores enviaram uma carta ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), pedindo urgência pela aprovação do PL. Até o dia 6, o documento havia sido assinado por 15 governadores. A carta defende que a aprovação do PL vai “aumentar a competitividade da economia brasileira no cenário internacional, a partir de um ambiente de negócios cada vez mais favorável e baseado nos conceitos de sustentabilidade e ESG, especialmente no setor do agronegócio”. De autoria do deputado Marcelo Ramos (PL-AM), vice-presidente na Câmara dos Deputados, a regulamentação tem importância pelo momento da COP26 e para o fortalecimento da economia brasileira no cenário de recuperação econômica. Para acessar a matéria completa, clique aqui.

Veja outras noticias

Agência Senado
Rodrigo Pacheco quer ampliar discussão sobre cobrança de ICMS nos combustíveis

Agência Câmara
Entra em vigor lei que amplia tolerância para pesagem de transporte de carga

Agência Câmara
Especialistas afirmam que falta de defensivos e fertilizantes agrícolas é estrutural

Folha de S. Paulo
Transportadoras encerram paralisação; postos de MG seguem sem gasolina

Folha de S. Paulo
Governo deve se reunir com caminhoneiros na próxima semana

Folha de S. Paulo
Entidades criticam decreto que acelera a aprovação de agrotóxicos

O Globo
Bolsonaro diz que novo aumento de combustíveis é iminente e nega tabelamento de preço

Agrolink
RS altera prazo para cadastro de aplicadores

Agrolink
Senar discute produção em sistemas fertirrigados

Canal Rural
Falta de defensivos para a próxima safra pode ser problema pontual

Canal Rural
Ministros defendem maior inserção do etanol no mercado de carbono

Portal do Agronegócio
Leilão de biodiesel negocia 1,07 bi litros no Brasil; preço sobe 4,4%

Valor Econômico
Aprosoja-MT orienta agricultor a reduzir uso de fertilizantes

Valor Econômico
Ministro defende ‘globalização’ do etanol

Jota
PL para regular mercado de créditos de carbono pode fortalecer empresas brasileiras

G1
Ministros do Brasil e China discutem retomada de exportações de carne bovina

Revista Globo Rural
Sem contêiner e frete marítimo caro: pior crise logística da história deve durar anos

Revista Globo Rural
Em meio a crise de abastecimento, governo quer mapear origem e consumo de insumos no Brasil

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »