DEPUTADO NILSON LEITÃO ASSUME A PRESIDÊNCIA DA FPA NESTA TERÇA-FEIRA

//DEPUTADO NILSON LEITÃO ASSUME A PRESIDÊNCIA DA FPA NESTA TERÇA-FEIRA
O deputado Nilson Leitão (PSDB-MT) assume na noite desta terça-feira (14) a presidência da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), que conta com 222 deputados e 24 senadores. Conforme destaca o site da FPA, ele sucede o deputado Marcos Montes (PSD-MG), que esteve à frente da entidade nos últimos dois anos. “Graças a seus investimentos, alcançar safras recordes deixou de ser manchete. É o setor rural que mais responde pela geração de riqueza e inovação no país. Infelizmente, ainda é – injustamente – vítima de preconceito ideológico por setores da sociedade. São os predadores e conspiradores do segmento mais exitoso da nossa economia”, destaca ele, na matéria de divulgação da FPA. Nilson Leitão também ressalta que há muito trabalho pela frente. “Temos uma extensa pauta para realizar a fim de aperfeiçoar o nosso trabalho no Legislativo. É preciso, por exemplo, superar o famoso custo Brasil, acelerar os processos de licenciamento ambiental e aprovar uma nova legislação para o trabalho rural”, afirma Nilson Leitão. A deputada Tereza Cristina (PSB MS), vai assumir a vice-presidência da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA).

Safra de soja deve gerar recorde

A coluna Vaivém das Commodities, da Folha de S.Paulo, destaca que as contínuas revisões de safra de soja resultam em novas avaliações das receitas que o país vai obter neste ano com as exportações. “As novas estimativas da Abiove (Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais) apontam para um valor recorde. Com os preços de Paranaguá próximos a US$ 398 por tonelada, a exportação brasileira pode render US$ 29,2 bilhões, segundo estimativas da associação. As maiores receitas virão das vendas externas dos 58,7 milhões de toneladas de grãos, que devem render US$ 22,9 bilhões”, diz a nota publicada nesta terça-feira (14).

Menos pressão na inflação

Reportagem do Valor Econômico desta terça-feira (14) afirma que o clima neutro e a safra recorde esperados para 2017 devem levar os preços dos alimentos no domicílio a registrar a menor alta desde 2009, uma contribuição que pode ser decisiva para o cumprimento da meta de inflação no ano. “Com a dinâmica positiva mostrada por esse grupo nos últimos meses, um número cada vez maior de analistas passou a projetar que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) irá encerrar 2017 abaixo de 4,5%, a meta de inflação perseguida pelo Banco Central. Nas contas da 4E Consultoria, o IPCA acumulado em 12 meses pode ficar levemente abaixo de 5% já em março, depois de encerrar 2016 em 6,29%. Cerca de dois terços dessa desaceleração, segundo o economista Thiago Curado, podem ser explicados pelo comportamento dos preços dos alimentos “no domicílio”. No primeiro trimestre de 2016, esses itens tiveram alta de 5,88%, mais do que o avanço esperado para 2017 inteiro. Agora, com clima mais ameno, esse grupo deve variar apenas 0,98% no primeiro trimestre, calcula”, diz trecho da publicação.

NA IMPRENSA
Mapa – Tecnologia da Embrapa interessa países africanos

MMA – Ministério recebe sugestões para a NDC

Embrapa – Nova parceria em cooperação técnica levará tecnologias a oito países da África

Embrapa – Workshop apresentará os primeiros resultados de ações de prevenção contra a podridão branca

Embrapa – Senador Capiberibe confere investimentos de emenda no Campo da Embrapa em Fazendinha

Frente Parlamentar da Agropecuária – Deputado Nilson Leitão assume a presidência da FPA

Frente Parlamentar da Agropecuária – Tereza Cristina assume FPA junto com Nilson Leitão

Canal Rural – Nova vacina para aftosa começa a ser desenvolvida no Brasil

Folha de S.Paulo – Vaivém das Commodities – Preços de commodities se mantêm elevados, mas volume exportado cai

Correio Braziliense – Contaminação por resíduos químicos chega às zonas abissais

Valor Econômico – Blairo recomenda que Camex libere importação de café

Valor Econômico – Governo e Abiove veem cenário ainda melhor para a soja

Valor Econômico – Produção reforçada de açúcar em 2017/18

Valor Econômico – Renovação de canaviais volta a crescer

Valor Econômico – Recomposição de estoques já impacta a Latam Cargo

Valor Econômico – Clima e safra serão decisivos para IPCA menor

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »