CRESCE MOBILIZAÇÃO POR IMPOSTO MAIOR PARA BEBIDAS E REFRIGERANTES AÇUCARADOS

//CRESCE MOBILIZAÇÃO POR IMPOSTO MAIOR PARA BEBIDAS E REFRIGERANTES AÇUCARADOS
Reportagem do jornal O Estado de S.Paulo destaca que organizações não governamentais e o Conselho Nacional de Saúde iniciaram na última semana um movimento para aumentar impostos de um dos produtos associados com a escalada da obesidade no País: os refrigerantes. Embora o Brasil seja signatário de planos que recomendam a elevação dos tributos de bebidas açucaradas como forma de conter o avanço da doença, associações afirmam que as iniciativas registradas até agora são muito tímidas. Em outubro de 2016, a “Organização Mundial da Saúde recomendou um aumento de 20% do preço dos refrigerantes. A sugestão reforça o plano da Organização Pan-americana de Saúde, de 2014, sugerindo o aumento dos tributos desses produtos. Na última sexta-feira (7), o Conselho Nacional de Saúde, colegiado que reúne representantes de governo, usuários de SUS (rede pública) e entidades de classe aprovou uma medida para pedir pressa nessa discussão. A recomendação de aumentar impostos e preços de bebidas açucaradas já começa a ser seguida por alguns países”, ressalta a reportagem.

Ministério da Saúde lança plano para ampliar o acesso de crianças a cirurgias cardíacas

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, anunciou, nesta terça-feira (11), na sede do Instituto do Coração (Incor), em São Paulo, diretrizes para ampliar o diagnóstico, tratamento e a reabilitação da criança e do adolescente com cardiopatia congênita em todo o país. É o que informa o portal do Ministério da Saúde. Antes do lançamento, o ministro Ricardo Barros visitou o Hospital do Coração (HCOR), onde conheceu, in loco, as ações da unidade hospitalar no âmbito do Programa de Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS). Na ocasião, o ministro também se reuniu com representantes dos Centros de Especialidades Odontológicas (CEO) e outros participantes do Proadi.

Oxitocina tem resultados promissores em crianças autistas

A oxitocina pode ajudar a melhorar a interação social de crianças com transtornos do espectro autista (TEA), especialmente as que têm um baixo nível prévio da substância, apelidada de “hormônio do amor”, no organismo. Segundo o jornal O Globo, a conclusão é do estudo que pela primeira vez analisou a influência da concentração de oxitocina no sangue das crianças antes do tratamento na resposta ao mesmo, já que experimentos anteriores com a administração do hormônio em pacientes autistas tiveram resultados contraditórios. Crianças passaram por experimentos e, no fim do tratamento, todas foram avaliadas seguindo um questionário padrão para interação social preenchido pelos próprios pais, a Escala de Resposta Social (SRS, na sigla em inglês). Segundo os pesquisadores, embora numa análise inicial, sem considerar os exames de sangue, os resultados tenham sido inconclusivos como em outros estudos, quando levados em conta os níveis prévios de oxitocina no organismo, as crianças que tinham concentrações baixas mostraram uma melhoria significativa no reconhecimento de emoções medido pelo SRS. Ainda assim, tanto os cientistas responsáveis pelo estudo quanto especialistas ouvidos pelo jornal O Globo ressaltam que ainda é cedo para considerar a oxitocina com um tratamento eficaz do autismo.

Reunião Pública discute regras para medicamentos

A reunião pública da diretoria colegiada da Anvisa traz na pauta três temas relacionados com a área de medicamentos, sendo uma consulta pública e duas resoluções RDC. Conforme a Anvisa informou em seu portal, uma das propostas trata da validação de métodos analíticos na área de medicamentos, que de forma geral são utilizados para verificar padrões de qualidade e funcionamento dos medicamentos. Também está na pauta a proposta de aprovação do 2º Suplemento da 5ª edição da Farmacopeia Brasileira. “A Farmacopeia é o documento que reúne centenas de monografias de medicamentos, indicando sua forma de preparo, uso e padrões de qualidade. É um documento de referência, por exemplo, para o teste de medicamento. A consulta pública da pauta é uma revisão e republicação de normas que tratam do registro e do pós registro de medicamentos dinamizados. Medicamentos dinamizados são aqueles preparados a partir de substâncias que são submetidas a triturações sucessivas ou diluições seguidas de sucussão, ou outra forma de agitação ritmada. Estes produtos são utilizados na terapia homeopática, homotoxicológica ou antroposófica”, afirma a publicação.

SAÚDE NA IMPRENSA

Ministério da Saúde – Ministério da Saúde libera R$ 20 milhões para pesquisas em alimentação e nutrição

Ministério da Saúde – Rio Grande do Sul ganhará centro de hematologia e oncologia

Ministério da Saúde – Ministério da Saúde lança plano para ampliar o acesso de crianças a cirurgias cardíacas

Anvisa – Suspenso lote de Omeprazol da Eurofarma

Anvisa – Anvisa determina apreensão de lotes de tintura de cabelo

Anvisa – CIVP: emissão apenas para passageiro com viagem marcada

Anvisa – Reunião Pública discute regras para medicamentos

Anvisa – Guia para registro de heparinas é retirado do Portal

Anvisa – Proibidos produtos fitoterápicos clandestinos

ANS – ANS debate regras de portabilidade de carências

Fiocruz – Estudo avalia potencial de urbanização da febre amarela

Fiocruz – Acesso aberto: evento pré-conferência acontece em 19/7 na Fiocruz

Fiocruz – Inscrições abertas para o seminário ‘Mundos da natureza e da medicina’

Fiocruz – Retrocesso nos direitos indígenas é o tema do Sala de Convidados (11/7)

Senado Federal – Profissionais de enfermagem defendem aposentadoria especial por insalubridade

Senado Federal – CDH analisa projeto que dá prioridade no atendimento a pessoas que fazem quimioterapia

Senado Federal – Fraude em lista de cirurgias do SUS poderá caracterizar improbidade administrativa

Câmara dos Deputados – Proposta reajusta pensão para portador de Síndrome da Talidomida

Câmara dos Deputados – Comissão de Ciência e Tecnologia aprova incentivo para empresa que investir em inovação

Câmara dos Deputados – Seguridade Social debate a política nacional de fornecimento de medicamentos

Câmara dos Deputados – Três comissões analisam na quarta-feira as inovações tecnológicas adotadas pelo INSS

Câmara dos Deputados – Relator apresenta parecer à PEC dos agentes de saúde nesta quarta

Câmara dos Deputados – Comissão de Trabalho discute fortalecimento de agências reguladoras

Folha de S.Paulo – Centros para idosos têm maior procura nas férias e até videogame para terapia

Folha de S.Paulo – Baixos preços fazem empresas tirarem do mercado medicamentos essenciais

O Estado de S.Paulo – Debate: Taxação de refrigerantes pode reduzir o consumo e evitar a obesidade?

O Estado de S.Paulo – Cresce mobilização por imposto maior para bebidas e refrigerantes açucarados

Correio Braziliense – Em artigo, pesquisadores apontam dificuldade em prever novos surtos de zika

Correio Braziliense – Saúde libera R$ 20 milhões para estudos sobre a nutrição dos brasileiros

Correio Braziliense – Farmácias começam a vender ‘autotestes’ de aids no Brasil

Correio Braziliense – Sedentarismo: falta de caminhada impacta mais as mulheres

G1 – Em estudo, droga para tratar malária protegeu fetos de camundongo contra vírus da zika

G1 – Beber café ajuda a viver mais, dizem cientistas

G1 – Lote de medicamento Omeprazol é suspenso por falha no rótulo

G1 – Infecção respiratória pode ser gatilho para problemas no coração

O Globo – Oxitocina tem resultados promissores em crianças autistas

O Globo – Alterações na visão podem indicar Parkinson, diz pesquisa

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.