CPR “verde” deverá ser lançada nesta sexta-feira (1º) pelo governo

Home/Informativo/CPR “verde” deverá ser lançada nesta sexta-feira (1º) pelo governo

CPR “verde” deverá ser lançada nesta sexta-feira (1º) pelo governo

O governo federal vai lançar nesta sexta-feira (1º) a Cédula de Produto Rural (CPR) Verde, título criado para financiar a conservação da floresta em pé acima do exigido por lei, em uma espécie de pagamento por serviço ambiental aos produtores pela preservação e manutenção da vegetação nativa nas propriedades. O anúncio será feito em cerimônia no Palácio do Planalto como parte das ações sobre os 1.000 dias do governo Bolsonaro, segundo apurou o Valor Econômico. O instrumento é um dos trunfos que o governo pretende apresentar na Conferência do Clima das Nações Unidas (Cop 26), em Glasgow, na Escócia, em novembro. A CPR é um dos principais instrumentos de financiamento privado dos produtores rurais, por meio da qual antecipa o recebimento de dinheiro para custear a safra em troca da promessa de entregar parte da produção. Com a CPR Verde, ao invés de entregar as tradicionais commodities, como soja e milho, o produtor poderá negociar a manutenção da reserva florestal na propriedade com empresas que queiram zerar as emissões de carbono, por exemplo.A cerimônia contará com a presença do secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Guilherme Bastos. A ministra da Agricultura, que está com covid-19, não participará do evento. Para acessar a matéria completa, clique aqui.

Contratos podem ser ajustados para reduzir preços de combustíveis, diz Governo

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nessa quinta-feira (30) que o governo não quer quebrar contratos na área de combustíveis, mas disse que é possível “ajustar” os acordos firmados para encontrar formas de reduzir os preços cobrados dos consumidores. “Ninguém quer quebrar contrato, mas ajustar ou reajustá-lo, podemos fazer isso”, disse Bolsonaro em discurso durante cerimônia em Belo Horizonte. “Tem fatores que encarecem que temos que buscar solução. É fácil buscar isso? Não é fácil. Os monopólios, oligopólios, são enormes. Mas a gente vai mudando devagar.” O presidente afirmou que é necessário “buscar formas legais” de resolver a alta do preço do gás de cozinha e dos combustíveis no país, e citou que o Brasil produz gás e é autossuficiente em petróleo. Por falta de capacidade de refino o país exporta petróleo e importa parte de derivados para compor o combustível usado no Brasil. Segundo o portal IstoÉ Dinheiro Bolsonaro também voltou a citar projeto de lei enviado pelo governo para fixar a alíquota do ICMS sobre os combustíveis e disse que o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), prometeu colocá-lo em votação ainda nesta semana ou na próxima.

CNA aponta que incentivos de ICMS aumentam competitividade do produtor

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) afirmou que a prorrogação de incentivos fiscais vinculados ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) vai garantir e reestabelecer a competitividade ao setor agropecuário, informou em matéria o jornal Vida Rural MT. A medida está no Projeto de Lei Complementar (PLP) 5/2021, que prorroga por 15 anos os incentivos fiscais vinculados ao ICMS, concedidos pelos estados e o Distrito Federal para manutenção ou ao incremento das atividades comerciais e agropecuárias. O texto foi aprovado, na terça -feira (28), pela Câmara dos Deputados. A matéria, de autoria do deputado Efraim Filho (DEM-PB), foi aprovada na forma do substitutivo do deputado Da Vitoria (Cidadania-ES), e segue agora para o Senado Federal. Em suas redes, o vice-presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), deputado José Mário Schreiner (DEM-GO), que trabalhou para incluir o setor agropecuário no projeto, comemorou a decisão. O coordenador do Núcleo Econômico da Confederação, Renato Conchon, afirmou que a medida vai propiciar garantia de renda aos pequenos e médios produtores, além de reduzir o custo de vida da população brasileira. Conchon explicou que o fim da concessão dos benefícios tributários estaduais, sobretudo nas operações interestaduais, a partir de 31 de dezembro de 2020, está prejudicando as cadeias intensivas em mão de obra, com elevado custo de produção.

Bill Gates investe US$ 50 milhões em robôs agrícolas

O fundador da gigante da informática Microsoft, Bill Gates continua investindo em empresas ligadas ao meio ambiente, destacou o portal AgroLink. Iron Ox, uma startup do Vale do Silício que apresentamos na BioEconomy em 2019 , recentemente arrecadou US $ 50 milhões em uma rodada liderada pela Breakthrough Energy Ventures, a organização fundada por Bill Gates em 2015 que visa acelerar a inovação em energia sustentável e em outras tecnologias para reduzir as emissões de gases de efeito estufa. A startup está desenvolvendo robôs, que são integrados a um sistema hidropônico, que consomem 90% menos água do que as fazendas tradicionais. Os robôs possuem sensores que permitem medir os níveis de nitrogênio e acidez da água, com o objetivo de obter um crescimento saudável das plantas. A empresa de tecnologia possui safras de morango, manjericão tailandês e está desenvolvendo tomate, salsa e coentro. A Iron Ox opera fazendas no norte da Califórnia e, no início deste ano, iniciou a construção de uma nova instalação medindo aproximadamente 4.700 pés quadrados em Lockhart, Texas.

Veja outras notícias

Agência Senado
Comissão debate na terça porcentagem de biodiesel no óleo diesel

Agência Senado
Comissão analisa projeto sobre rateio de recursos para agricultura familiar

Agência Câmara
Pescadores pedem ajuda financeira após doença da urina preta comprometer vendas

Agência Câmara
Comissão debate suspensão de financiamentos agropecuários

Valor Econômico
CPR “verde” deverá ser lançada amanhã pelo governo

Valor Econômico
Publicados compromissos do Brasil e demais membros da OMC para eliminar subsídios às exportações agrícolas

Valor Econômico
Governo não quer quebrar contratos, mas é possível fazer ajustes, diz Bolsonaro sobre combustíveis

Valor Econômico
Brasil diz na OMC que não aceitará “novas regras disfarçadas de proteção ambiental”

Valor Econômico
Dubai pode ser um hub para ligar Brasil ao mercado euroasiático, diz Guedes

Valor Econômico
Biodiesel gera empregos ‘verdes’ no Brasil, diz ministro do Meio Ambiente

ISTOÉ Dinheiro
Contratos podem ser ajustados para reduzir preços de combustíveis, diz Bolsonaro

Mapa
Protocolo de Nairóbi é promulgado e traz competitividade às exportações do agronegócio

Vida Rural MT
Marco legal das ferrovias será votado na próxima terça (5)

Vida Rural MT
CNA aponta que incentivos de ICMS aumentam competitividade do produtor

Vida Rural MT
Abelhas sem ferrão são usadas no monitoramento ambiental

Vida Rural MT
ILPF resulta em menores perdas de solo, água e nutrientes

Vida Rural MT
Monitoramento remoto irá mapear a intensificação sustentável da agricultura brasileira

Vida Rural MT
Situação energética chinesa pode afetar o agro brasileiro

CNA
Telemedicina do Sistema CNA/Senar leva saúde aos produtores do Agronordeste

SBA
Restrição de fertilizantes pode ser desafio na safra de soja 21/22 em MT

SBA
Termina hoje prazo para declarar imposto sobre propriedade rural

AgroLink
Inteligência Artificial ganha espaço no agronegócio

AgroLink
Campanha alerta para riscos de insumos ilegais

AgroLink
Venda de máquinas surpreende em agosto

AgroLink
Importação de nitrogenados é recorde no ano

AgroLink
Bill Gates investe US$ 50 milhões em robôs agrícolas

Portal do Agronegócio
Substitutos do paraquat tem grande aumento de preços

G1
Falta de contêineres para o transporte de mercadorias tem prejudicado exportações

G1
Exportação e produção de carnes do Brasil terão aumento em 2021 e 2022, diz ABPA

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »